28 de Abril de 2018
por editor
Comentários desativados em Relembre: Clima pesado na véspera do massacre de 29 de abril

Relembre: Clima pesado na véspera do massacre de 29 de abril

No dia 28 de abril de 2015 o clima já estava mais que pesado no Centro Cívico. O entorno da Assembleia Legislativa do Paraná era uma praça de guerra e os servidores estaduais eram tratados como bandidos perigosos. O então governador Beto Richa (PSDB) mandava fechar ruas sem sequer comunicar ao então prefeito Gustavo Fruet (PDT). O acampamento de servidores havia sido invadido pela Polícia Militar na madrugada. Leia mais

27 de Abril de 2018
por editor
Comentários desativados em Professores farão ato para marcar os 3 anos do massacre de 29 de abril

Professores farão ato para marcar os 3 anos do massacre de 29 de abril

Professores da rede pública estadual de ensino farão um Ato Público no domingo (29) para marcar a passagem de 3 anos do massacre de 29 de abril. A manifestação está sendo convocada pelo Núcleo Curitiba Norte da APP-Sindicado e será no grande ponto de encontro de Curitiba aos domingos, que é a Feirinha do Largo da Ordem. Leia mais

27 de Abril de 2018
por editor
Comentários desativados em Há 3 anos: Richa transformou o Centro Cívico numa praça de guerra

Há 3 anos: Richa transformou o Centro Cívico numa praça de guerra

Dia 27 de abril de 2015 foi uma segunda-feira. As ditaduras e regimes de exceção mandavam lembranças. O Centro Cívico de Curitiba havia se tornado uma tenebrosa praça de guerra. Tudo para aprovar sem debate o confisco do fundo de previdência dos servidores públicos do Paraná. Relembre. Leia mais

26 de Abril de 2018
por editor
Comentários desativados em Relembre: Justiça deu aval para Richa descer a borracha nos servidores do Paraná

Relembre: Justiça deu aval para Richa descer a borracha nos servidores do Paraná

Há 3 anos, às vésperas da votação do confisco da previdência dos servidores do Paraná, o então governador Beto Richa (PSDB) recebeu “carta branca” para o cerco policial que resultaria no massacre do Centro Cívico. Um “interdito proibitório” contra a mobilização dos servidores foi concedido pelo então juiz de plantão Eduardo Lourenço Bana, em Curitiba. Leia mais

11 de Abril de 2018
por Eugênio Aragão
1 Comentário

Para lembrar: Richa e deputados ‘do camburão’ são alvos de protestos no interior

O dia 11 de abril de 2015 foi um sábado. Mas nem por isso foi tranquilo no meio político do Paraná. Os professores e servidores aumentavam a pressão contra os deputados da “bancada do camburão” e o então governador Beto Richa (PSDB). Além disso, o deputado João Arruda (MDB) denunciava a corrupção no governo. Leia mais

10 de Abril de 2018
por esmael
Comentários desativados em Vereadores de São Paulo incluem “Lula” em nome registrado no painel eletrônico

Vereadores de São Paulo incluem “Lula” em nome registrado no painel eletrônico

Ao menos sete vereadores da Câmara Municipal de São Paulo incluíram em seu sobrenome o apelido “Lula”, em homenagem ao ex-presidente preso politicamente na PF de Curitiba desde sábado (7). Os novos nomes estão no painel eletrônico de controle de presença. Leia mais

17 de agosto de 2016
por esmael
38 Comentários

Beto Richa põe à venda estatais de água (Sanepar) e de energia (Copel) sem consultar a população

richa_requiao_tadeuO governador do Paraná Beto Richa (PSDB) segue a linha que o interino Michel Temer (PMDB) adotará caso seja confirmado o impeachment de Dilma Rousseff: privatizar, doar, vender todo o patrimônio público a preço de bananas; no caso paranaense, correm risco as estratégicas empresas de água e energia.

5 de julho de 2016
por esmael
23 Comentários

Após ilação do MP, Requião orienta aliados a lutarem pela CPI da Receita Estadual

joao_arrudaO senador Roberto Requião (PMDB) orientou nesta terça (5) que aliados retomem a luta pela instalação da CPI para investigar propinas na Receita Estadual. A decisão do peemedebista, em intensificar a coleta de assinaturas na Assembleia, ocorre após ter o seu nome citado na delação do fiscal Luiz Antônio de Souza.

4 de julho de 2016
por esmael
42 Comentários

Com medo dos educadores, “bancada do camburão” se rebela contra Richa

richa_camburaoOs deputados que compõem a “bancada do camburão” na Assembleia se rebelaram contra o governador Beto Richa (PSDB), que descumpriu acordo com educadores e servidores públicos em junho do ano passado.

3 de julho de 2016
por esmael
27 Comentários

Professores prometem cerco à “bancada do camburão” contra novo calote de Richa

richa_app_deputadosA APP-Sindicato promete iniciar nesta segunda-feira (4), a partir das 14 horas, um novo cerco à dita “bancada do camburão” na Assembleia Legislativa do Paraná.

25 de Maio de 2016
por esmael
12 Comentários

Requião Filho sugere que Rossoni, o ‘Juca’ de Beto Richa, peça demissão da Casa Civil; assista

requiao_rossoni_richaO deputado Requião Filho (PMDB), líder da oposição, fez um duro pronunciamento nesta quarta (25), na Assembleia Legislativa, pedindo que o chefe da Casa Civil, Valdir Rossoni (PSDB), peça demissão do cargo para não constranger o Paraná.

“O chefe da Casa Civil hoje é indiciado por peculato, por se apoderar de salários de funcionários, porém o moralizador se esqueceu de moralizar o seu próprio quintal. Diante disso, o razoável seria que ele pedisse o afastamento do cargo, pedisse licença e devolvesse o dinheiro”, discursou o peemedebista. Nenhum deputado governista defendeu o chefe da Casa Civil.

Entre os parlamentares, situacionistas e oposicionistas, falava-se durante a sessão de hoje que Rossoni seria o ‘Juca’ (sem acento) do governador Beto Richa (PSDB) — em alusão ao ex-ministro do Planejamento, Romero Jucá (PMDB-RR), flagrado em gravações tramando o fim das investigações da Lava Jato. Abaixo, assista ao vídeo.

8 de Maio de 2016
por esmael
3 Comentários

Requião Filho cobra retomada de investigação da “Quadro Negro”

requiao_quadro_negroHá quase um ano, o Blog do Esmael registrou em primeira mão o roubo e a consequente queda da cúpula da educação do Paraná. O esquema consistia no desvio de recursos federais para a construção de escolas e, segundo a polícia, também envolvia deputados estaduais e autoridades do governo Beto Richa (PSDB).

O prejuízo ao erário, só nessa picaretagem, ultrapassa R$ 24 milhões, conforme a operação “Quadro Negro” do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado). O contexto era de greve dos educadores que, pouco antes, foram massacrados por ordem do tucano no Centro Cívico.

Pois bem, prestes a completar um ano o estouro do escândalo, o deputado Requião Filho (PMDB), líder da oposição na Assembleia Legislativa, cobra agilidade nas investigações e para lembrar a data pretende reabrir a coleta de assinaturas para a instalação da CPI da Corrupção no governo Beto Richa.

28 de novembro de 2015
por admin
15 Comentários

PL “Adote uma Escola” vai para análise do Conselho Estadual de Educação

O Projeto de Lei N° 304/2015, de autoria do deputado estadual Marcio Nunes (PSC), que institui o programa “Adote uma Escola” começou a tramitar na última quarta-feira (24) na Comissão de Educação da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep).

Contrário ao projeto, o deputado Professor Lemos (PT) apresentou requerimento para que o projeto fosse enviado para análise do Conselho Estadual de Educação (CEE). O requerimento foi aprovado por unanimidade e o texto será protocolado naquele órgão nesta segunda-feira (30).

Lemos espera que o Conselho se posicione contrário ao projeto e vai propor que o mesmo seja rejeitado no mérito pela Comissão de Educação da Alep. Segundo o deputado, a educação pública é dever do Estado e deve ser financiada com os recursos dos impostos, e não com patrocínio da iniciativa privada.

“No meu entendimento, o projeto tira a autonomia das escolas, com a ingerência e a propaganda das marcas das empresas. Imagine as marcas estampadas nas paredes das escolas e nos uniformes das crianças. Educação não é mercadoria, não pode ser mercadoria.”

“Olha o nome do projeto: ‘Adote uma Escola’. Quando é que você adota alguém? Quando está abandonado. Não podemos permitir que a educação fique abandonada. Ela é o nosso futuro.” Acrescentou.

“A função de arrecadar os impostos é da Receita Estadual. Não podemos transformar as escolas em agências da Receita. O governo deve combater a corrupção da receita e destinar corretamente os recursos para educação, para que nenhuma escola fique abandonada.” Concluiu o deputado.

O projeto deverá ser analisado pelo Conselho Estadual de Educação nas próximas reuniões e retornar para tramitação na Alep somente no início de 2016.

18 de novembro de 2015
por esmael
10 Comentários

Líder de Beto Richa defende título de cidadão honorário a ex-ministro Dirceu

dirceu_francischini_romanelliO deputado Luiz Cláudio Romanelli (PMDB), líder do governo Beto Richa (PSDB) na Assembleia Legislativa, defende a manutenção do título de cidadão honorário ao ex-ministro José Dirceu. Leia mais

19 de outubro de 2015
por esmael
9 Comentários

Gazeta vê mordomia na gestão Traiano e sente saudades de Rossoni

Debate sobre gastos na Assembleia significa "cobra tentando dar rasteira com cobra"; pedaladas de Traiano também sempre foram dadas por Rossoni, queridinho da velha mídia; mais do que moralista, a discussão deve ser política: afinal, quem controla o parlamento e como exerce esse poder naquela Casa?

Debate sobre gastos na Assembleia significa “cobra tentando dar rasteira com cobra”; pedaladas de Traiano também sempre foram dadas por Rossoni, queridinho da velha mídia; mais do que moralista, a discussão deve ser política: afinal, quem controla o parlamento e como exerce esse poder naquela Casa?

O jornal curitibano Gazeta do Povo, edição desta segunda-feira (19), traz reportagem de capa sobre mordomias e pedaladas do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ademar Traiano, que também preside o PSDB do Paraná. Indignado com a farra demotucana, o jornal pensa até desenvolver campanha “Volta, Rossoni”. Leia mais

5 de outubro de 2015
por esmael
4 Comentários

‘Sérgio Souza no PMDB não empolga deputados na Assembleia’

sergio_pessuti_richa_requiaoO deputado federal Sérgio Souza compareceu hoje à tarde na Assembleia Legislativa com o intuito de cabalar votos para a presidência do PMDB do Paraná. Leia mais

22 de agosto de 2015
por esmael
16 Comentários

Justiça revoga “decreto mata o véio” do governador Beto Richa

velho_richaO juiz César Ghizoni, do 15º Juizado Especial da Fazenda Pública de Curitiba, considerou ontem ilegal o “decreto mata o véio” do governador Beto Richa (PSDB), que empurrava para a fila de precatórios velhos e doentes com direito a receber do Estado valores superiores a R$ 13.811,50.

No último dia 7 de agosto, o tucano emitiu um decreto reduzindo o valor de pagamento das obrigações de pequeno valor de 40 salários mínimos (RS 31.520,00) para R$ 13.811,50.

Segundo o magistrado, o poder executivo “usurpou” a função legislativa ao decretar a redução da valor do teto nas requisições de pequeno valor (RPVs). Para Ghizoni, a ilegalidade se constituiu porque a Assembleia Legislativa já havia reprovado essa matéria anteriormente.

Com o “decreto mata o véio”, o governador jogava para a fila de precatórios milhares de pequenos credores do governo.

20 de agosto de 2015
por esmael
14 Comentários

Coluna do Requião Filho: Está tudo dominado, orquestrado, combinado… e o Paraná continua pedagiado!

Requião Filho*

Download

A Assembleia Legislativa do Paraná está prestes a presentear o governador Beto Richa com mais um bastão poderoso: o direito de decidir livremente sobre o aumento dos pedágios nas estradas paranaenses.

Após a recente informação que vazou sobre a possibilidade de renovação dos contratos de pedágio no Estado, antes mesmo de seu vencimento, Beto Richa foi rápido e encaminhou à ALEP por meio de seus súditos um projeto para facilitar as coisas.

A Proposta aprovada em primeira votação acaba com o Conselho Deliberativo da Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Infraestrutura do Paraná (Agepar) e retira de seus conselheiros a função de decidir sobre o reajuste de tarifas.

Para completar transforma os conselheiros em meros consultores, sem qualquer poder de voto, e indica novos integrantes para substituir representantes especializados no assunto. Agora quem decide, homologa e fixa os aumentos dos pedágios é nada mais nada menos do que a própria diretoria, presidida pelo fiel escudeiro, ex-chefe da Casa Civil, Cezar Augusto Silvestri.

Na prática, o governo agora controla livremente quanto vai entrar no bolso das concessionárias e a população, mais uma vez, pagando a conta.

O paranaense continua de mãos amarradas assistindo de camarote a mais uma maravilha da gestão que afirmava: “o melhor está por vir”!

Todos os projetos enviados à Assembleia este ano pelo Governo do Estado, direta ou indiretamente, em nenhum momento visam beneficiar a população, mas apenas salvar os cofres de quem gastou tudo irresponsavelmente.

Para ter uma ideia, a agência fica inclusive responsável pelo aumento do reajuste de tarifas de ônibus que fazem linhas intermunicipais e interestaduais. Decisões que antes eram debatidas por um conjunto de pessoas, agora ficam somente à mercê da diretoria da Agepar.

Os deputados de oposição que participaram da primeira votação do projeto na terça-feira (18) foram vencidos pela maioria: 36 votos a 12. Engraçado como, demagogicamente, destes 36, muitos se dizem contra o pedágio, mas acabaram por facilitar o controle de quem pretende continuar, por muitos anos ainda, tirando proveito do dinheiro público.

Uma medida encontrada para informar a população e tentar encontrar mais explicações sobre o projeto é a aprovação de quatro emendas que vou apresentar em conjunto com a bancada de oposição.

A proposta enfraquece o Conselho e exime o governador de responsabilidade formal sobre a política tarifária, uma vez que a agência, sob o comando de seu indicado, terá total poder sobre o reajuste de tarifas de pedágio.

Queremos saber o porquê da exclusão do membro do CREA-