Ratinho Junior define apoio ao ex-governador Orlando Pessuti na disputa pelo Senado

De olho no golpe e na Itaipu, ex-governador Pessuti “volta” ao PMDB pela via judicial

Ex-governador do Paraná, Orlando Pessuti, nesta quinta-feira (24), informou ao Blog do Esmael que teve a filiação no PMDB restabelecida por ordem judicial; senador Roberto Requião, presidente estadual do partido, havia expulsado Pessuti da agremiação por "infidelidade partidária" em outubro do ano passado; ex-governador tinha ido ao programa eleitoral na TV de Beto Richa (PSDB), em 2014, em prejuízo da candidatura própria peemedebista e, após a eleição, Pessuti foi agraciado com uma diretoria no Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo-Sul (BRDE); de volta ao "PMDB", Orlando Pessuti agora mira na Itaipu Binacional em eventual governo golpista de Michel Temer.
Ex-governador do Paraná, Orlando Pessuti, nesta quinta-feira (24), informou ao Blog do Esmael que teve a filiação no PMDB restabelecida por ordem judicial; senador Roberto Requião, presidente estadual do partido, havia expulsado Pessuti da agremiação por “infidelidade partidária” em outubro do ano passado; ex-governador tinha ido ao programa eleitoral na TV de Beto Richa (PSDB), em 2014, em prejuízo da candidatura própria peemedebista e, após a eleição, Pessuti foi agraciado com uma diretoria no Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo-Sul (BRDE); de volta ao “PMDB”, Orlando Pessuti agora mira na Itaipu Binacional em eventual governo golpista de Michel Temer.

Convenção nacional do PMDB grita “Fora Beto Richa”; assista ao vídeo

Ex-governador Orlando Pessuti foi alvo de apupos, neste sábado (12), em Brasília (12), na convenção nacional do PMDB, quando correligionários gritavam "Fora Beto Richa"; ex-governador apareceu no programa de TV do adversário Richa, em 2014; Pessuti ganhou em troca uma diretoria no Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo-Sul (BRDE); PMDB do Paraná é oposição ao governo tucano, cujo líder da sigla no estado, senador Roberto Requião, o classifica como "o mais corrupto do país"; abaixo, assista ao vídeo.
Ex-governador Orlando Pessuti foi alvo de apupos na convenção nacional do PMDB, neste sábado (12), em Brasília, quando correligionários gritavam “Fora Beto Richa”; ex-governador apareceu no programa de TV do adversário Richa, em 2014; Pessuti ganhou em troca uma diretoria no Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo-Sul (BRDE); PMDB do Paraná é oposição ao governo tucano, cujo líder da sigla no estado, senador Roberto Requião, o classifica como “o mais corrupto do país”; abaixo, assista ao vídeo.

Pupilo de ex-governador Pessuti dá no queixo do tucano Beto Richa

sergio_pessuti_richaO deputado federal Sérgio Souza (PMDB), pupilo do ex-governador Orlando Pessuti, atual diretor do BRDE, em entrevista à Veja, deu um cruzado de direita no queixo do governador Beto Richa (PSDB) ao discorrer sobre os motivos de o tucano ter caído em desgraça.

Segundo o parlamentar peemedebista, aumento de IPVA e ICMS, massacre dos professores, além da criação da bancada do camburão, motivaram o título de pior governador do país — de acordo com levantamento da Paraná Pesquisas.

Requião denuncia: ‘Querem colocar o PMDB dentro de um camburão’

PMDB antecipa convenção para o próximo dia 24 de outubro; Requião denuncia tentativa de Richa colocar partido "dentro de um camburão".
PMDB antecipa convenção para o próximo dia 24 de outubro; Requião denuncia tentativa de Richa colocar partido “dentro de um camburão”.
O senador Roberto Requião, candidato à presidência do PMDB do Paraná, denunciou nesta terça-feira (6) que o governador Beto Richa (PSDB) estaria tentando colocar o partido “dentro de um camburão”.

A alegoria do senador tem a ver com a carona que deputados da base governista foram obrigados a pegar para aprovar o confisco da previdência enquanto professores eram surrados no Centro Cívico. Por causa disso, os parlamentares ficaram conhecidos como integrantes da “Bancada do Camburão”.

Sai Pessuti, entra Maurício Requião em cargo da Itaipu Binacional

conselho_itaipuO ex-secretário de Educação do Paraná, Maurício Requião, é um dos mais novos integrantes do conselho de administração da usina de Itaipu Binacional. Ele entrou no lugar do advogado Orlando Moisés Fischer Pessuti, filho do ex-governador Orlando Pessuti (PMDB), neoaliado do governador Beto Richa (PSDB).

Além do ex-secretário da Educação paranaense, o conselho também passou abrigar o ex-ministro da Ciência e Tecnologia e presidente do PSB nacional, Roberto Átila Amaral Vieira. Ele substituiu o engenheiro nuclear Luiz Pinguelli Rosa, da UFRJ.

Ao vivo: Requião contra a corrupção

Clique na imagem para assistir ao vídeo do comício de Requião em Ibati, Norte Pioneiro.
Clique na imagem para assistir ao vídeo do comício de Requião em Ibati, Norte Pioneiro.
O senador Roberto Requião comanda esta noite, de Ibaiti, Norte Pioneiro, o sexto encontro regional do PMDB.

O evento tem duas pautas essenciais: 1) informar a saída do partido do governo do PSDB no Paraná; e 2) intensificar a luta contra a corrupção na administração Beto Richa.

Transmissão encerrada às 22h.

Assista ao vivo:

Requião realiza esta noite megacomício no Norte Pioneiro contra corrupção no governo Richa

requiao_pmdbO senador Roberto Requião (PMDB) retoma esta noite em Ibaiti, Norte Pioneiro, a cruzada contra a corrupção no governo de Beto Richa (PSDB).

Requião realizará hoje, a partir das 19 horas, um megacomício para anunciar que o PMDB deixará oficialmente o governo tucano daqui a 25 dias.

O dirigente deverá repetir o mantra segundo qual “não é possível os peemedebistas participarem de um governo corrupto e que massacra professores”, além de repisar que “o confisco da previdência dos servidores públicos vai comprometer o futuro do Paraná”.

Esta será a sexta reunião regional da agremiação comandada pelo senador, que terá transmissão ao vivo pelo Blog do Esmael em parceria com a TV 15.

Na última segunda-feira, dia 4, a executiva estadual do partido aprovou resolução proibindo filiados e deputados de exercerem cargos de representação ou em comissão no governo do PSDB.

Pessuti é o novo “banqueiro” da praça

brde_pessuti_richa.jpgO ex-governador Orlando Pessuti (PMDB) assume nesta quarta-feira (25), às 11 horas, em Porto Alegre, o cargo de diretor do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul – BRDE. Na oportunidade, o ex-deputado Wilson Quinteiro (PSDB) também assumirá uma das diretorias do Banco. Ambas as designações foram feitas pelo governador Beto Richa (PSDB).

PMDB abre processo de expulsão contra Pessuti, que pulou a cerca

Rodrigo Rocha Loures, presidente do PMDB do Paraná, em nota de repúdio divulgada nesta terça-feira (30), informou que abriu processo de expulsão de Orlando Pessuti, que ontem foi ao programa eleitoral do PSDB de Beto Richa; "... peço a você que está nos assistindo, não vote em Requião. à‰ isso mesmo, não vote em Requião!", pregou na TV tucana o ex-governador; dirigente partidário considerou a atitude de Pessuti "irresponsável" ocorrida porque o ex-governador não teria conseguido absorver a derrota na convenção estadual; abaixo, leia a íntegra da nota.
Rodrigo Rocha Loures, presidente do PMDB do Paraná, em nota de repúdio divulgada nesta terça-feira (30), informou que abriu processo de expulsão de Orlando Pessuti, que ontem foi ao programa eleitoral do PSDB de Beto Richa; “… peço a você que está nos assistindo, não vote em Requião. à‰ isso mesmo, não vote em Requião!”, pregou na TV tucana o ex-governador; dirigente partidário considerou a atitude de Pessuti “irresponsável” ocorrida porque o ex-governador não teria conseguido absorver a derrota na convenção estadual; abaixo, leia a íntegra da nota.
O presidente estadual do PMDB do Paraná, Rodrigo Rocha Loures, nesta terça-feira (30), em nota de repúdio, informou abertura de processo de expulsão do ex-governador Orlando Pessuti que ontem à  noite pulou a cerca partidária.

Pessuti apareceu no horário eleitoral do governador Beto Richa (PSDB) pedindo para que os eleitores não votassem no senador Roberto Requião, candidato do PMDB ao Palácio Iguaçu.

“… peço a você que está nos assistindo, não vote em Requião. à‰ isso mesmo, não vote em Requião!”, pregou o ex-governador.

Para Rocha Loures, a atitude de Pessuti foi “irresponsável” e ocorreu porque o ex-governador ainda não teria conseguido absorver a derrota na convenção estadual.

“Essa ação caracteriza descumprimento das normas estatutárias com claro objetivo de tumultuar o processo eleitoral, não havendo outra medida se não as legalmente cabíveis”, diz trecho da nota assinada por Rocha Loures.

Leia a íntegra da nota de repúdio contra Pessuti:

Michel Temer reconhece dissolução da executiva do PMDB do Paraná

Presidente nacional do PMDB e vice-presidente da República, Michel Temer, nesta segunda (18), reconheceu a dissolução da executiva estadual do partido no PMDB; Rocha Loures avisa que em poucas horas deverá retomar a sede da Rua Vicente Machado; "Assim como a Justiça reconhece que os mandatos são dos partidos, também são do partido suas respectivas direções", disse Rocha Loures, referindo-se à  decisão da reunião da última sexta (15) que escolheu nova direção para a sigla.
Presidente nacional do PMDB e vice-presidente da República, Michel Temer, nesta segunda (18), reconheceu a dissolução da executiva estadual do partido no PMDB; Rocha Loures avisa que em poucas horas deverá retomar a sede da Rua Vicente Machado; “Assim como a Justiça reconhece que os mandatos são dos partidos, também são do partido suas respectivas direções”, disse Rocha Loures, referindo-se à  decisão da reunião da última sexta (15) que escolheu nova direção para a sigla.
O vice-presidente da República e presidente nacional do PMDB, Michel Temer, nesta segunda-feira (18), em despacho oficial, reconheceu a nova direção do PMDB do Paraná encabeçada pelo ex-deputado Rodrigo Rocha Loures.

No documento, que será enviado à  Justiça Eleitoral e Comum, Temer também reconhece a dissolução do antigo comando do partido que foi destituído na última sexta-feira (15) pelo senador Roberto Requião (clique aqui).

Com a decisão de Temer, caduca a reintegração de posse! concedida hoje pelo juiz de plantão do juiz José Eduardo de Mello Salmão Leitão ao ex-secretário-geral da sigla, Orlando Pessuti.

Nas próximas horas vamos retomar a sede da [Rua] Vicente Machado!, avisa Rocha Loures.

A nova executiva peemedebista tem Rocha Loures na presidência e Sérgio Ricci na Secretaria Geral. Os deputados Nereu Moura e Luiz Cláudio Romanelli ocupam a 1!ª e 2!ª vices, respectivamente. João Arruda, Waldyr Pugleisi, Caito Quintana, Jonas Guimarães, Anibelli Neto, Ademir Bier e Luiz Eduardo Cheia completam o time dos parlamentares.

Completam a executiva reconhecida pela direção nacional: Sérgio Ricci, novo secretário-geral; o ex-senador Sérgio Souza; Requião Filho e Enerson Antoniolli.

Abaixo, leia a íntegra do documento emitido por Temer:

Maioria do PMDB da região de Campo Mourão vai de candidatura própria

via Correio do Cidadão

A Convenção do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) será no próximo dia 20, em Curitiba. Durante o evento, os delegados de todo o Estado votarão pela candidatura própria, ou pela coligação com o PSDB. Para avaliar como está a situação na região de Campo Mourão, o Jornal Correio do Cidadão fez uma enquete com os Delegados do PMDB da região para saber qual é a posição de cada um. Dentre os 23 votos, 13 querem a candidatura própria, 6 ainda não decidiram, 3 querem a coligação.
A Convenção do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) será no próximo dia 20, em Curitiba. Durante o evento, os delegados de todo o Estado votarão pela candidatura própria, ou pela coligação com o PSDB. Para avaliar como está a situação na região de Campo Mourão, o Jornal Correio do Cidadão fez uma enquete com os Delegados do PMDB da região para saber qual é a posição de cada um. Dentre os 23 votos, 13 querem a candidatura própria, 6 ainda não decidiram, 3 querem a coligação.

A Convenção do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) será no próximo dia 20, em Curitiba. Durante o evento, os delegados de todo o Estado votarão pela candidatura própria, ou pela coligação, apoiando então o PSDB. Como candidato próprio está entre os possíveis escolhidos o senador Roberto Requião, ou Orlando Pessuti. Já se o partido fizer coligação com os tucanos, o PMDB indicará o vice-governador.

Para avaliar como está a situação na região, o Jornal Correio do Cidadão fez uma enquete com os Delegados do PMDB da região, para saber qual é a posição de cada um. Dentre os 23 votos, 13 querem a candidatura própria, 6 ainda não decidiram, 3 querem a coligação e 1 a reportagem tentou entrar em contato mas ele não foi localizado.

O delegado de Boa Esperança, Valmir Duminelli, afirma ser a favor da candidatura própria, pois para ele, a pessoa tem de defender a bandeira. Não pode deixar cair e não pode servir de cobaia para outros partidos!. Antonio Sena, de Goioerê, lembra que na campanha anterior já foram com candidato de outro partido. O PMDB vence tantas vezes em outros Estados. Então temos de apoiar alguém do próprio partido, principalmente quando se tem uma pessoa que pode muito bem voltar a ser governador, que é o caso do Roberto Requião!, garante.