14 de fevereiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Proposta de Bolsonaro para aposentadoria terá idade mínima de 65 e 62 anos

Proposta de Bolsonaro para aposentadoria terá idade mínima de 65 e 62 anos

A proposta do presidente Bolsonaro para ferrar com a aposentadoria dos brasileiros foi definida nesta quinta-feira (14), mas ainda não foi divulgada na íntegra. ... 

Leia mais

12 de fevereiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Bolsonaro vai reduzir valor de aposentadoria de mulheres e pensões de viúvos e órfãos

Bolsonaro vai reduzir valor de aposentadoria de mulheres e pensões de viúvos e órfãos

A diabólica reforma da previdência de Jair Bolsonaro (PSL) vai reduzir valor de aposentadoria de mulheres e pensões de viúvos e órfãos, alerta nesta terça-feira (12) a Central Única dos Trabalhadores (CUT). ... 

Leia mais

29 de dezembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Brasileiros terão que trabalhar mais um ano para se aposentar

Brasileiros terão que trabalhar mais um ano para se aposentar

Os trabalhadores e trabalhadoras brasileiros deverão cumprir mais um ano de trabalho a partir de segunda-feira (31). A nova regra exige um ano a mais para homens e mulheres se aposentarem.

A atual fórmula, conhecida como 85/95, vai aumentar um ponto e se tornar 86/96.

Quem quiser se aposentar pela regra atual, e já cumpre os requisitos, têm até domingo (30) para fazer a solicitação.

Pela fórmula 85/95, a soma da idade e do tempo de contribuição deve ser de 85 anos para mulheres e 95 para homens. O tempo de trabalho das mulheres deve ser de 30 anos e o dos homens, de 35 anos. Isso significa, por exemplo, que uma mulher que tenha trabalhado por 30 anos, precisa ter pelo menos 55 anos para se aposentar.

A partir do dia 31, para se aposentar com o tempo mínimo de contribuição, ela deverá ter 56 anos. A mesma soma precisará alcançar 86 e 96. A fórmula será aumentada gradualmente até 2026.

Defensor da fórmula, o professor da Universidade de Brasília e assessor do Conselho Federal de Economia, Roberto Piscitelli, diz que o cálculo ajuda a reduzir desigualdades. “Ele combina dois indicadores [tempo de contribuição e idade mínima] que, às vezes, quando considerados isoladamente dificultam a vida do trabalhador. A fórmula ajuda a compensar a situação daqueles que começaram a trabalhar muito cedo, o que sempre foi fator de injustiça do ponto de vista do tempo para aposentadoria”, explicou.

Além de se aposentar pela regra 85/95, os trabalhadores podem atualmente se aposentar apenas por tempo mínimo de contribuição: 35 anos para os homens e 30 anos para as mulheres.

Essas regres já estão vigentes, mas o plano do presidente eleito Jar Bolsonaro (PSL) é dificultar bastante o acesso às aposentarias.

Com informações da Agência Brasil. Leia mais

23 de novembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Desvalorizar mínimo e aposentadorias será ruim para as cidades, diz presidente da CUT

Desvalorizar mínimo e aposentadorias será ruim para as cidades, diz presidente da CUT

“Se Mansueto e Bolsonaro acabarem com a política de valorização do salário mínimo e a Previdência, significa o fim econômico da maioria das cidades brasileiros de menos de 100 mil habitantes.” Diz o presidente da CUT, Vagner Freitas.

Em

entrevista à Rádio Brasil Atual, ... 

Leia mais

9 de novembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Bolsonaro planeja ferrar trabalhador brasileiro com reforma da previdência

Bolsonaro planeja ferrar trabalhador brasileiro com reforma da previdência

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) se uniu ao atual, Michel Temer (MDB), para tentar ferrar ainda este ano os trabalhadores por meio de uma reforma da previdência “capenga” no Congresso Nacional.

LEIA TAMBÉM

Richa pode pedir perdão a Moro e virar ministro de Bolsonaro ... 

Leia mais

3 de agosto de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Marta Suplicy se aposenta da política em protesto contra Michel Temer

Marta Suplicy se aposenta da política em protesto contra Michel Temer

A senadora Marta Suplicy (MDB-SP) comunicou nesta sexta-feira (3) que vai se aposentar da política em protesto contra Michel Temer.

Marta disse que não concorrerá à reeleição ao Senado nem a outros cargos. Ela foi cogitada para a vice de Henrique Meirelles (MDB).

A senadora vem há meses mostrando descontentamento com as políticas neoliberais de Temer, de desmonte da economia e de aumento do desemprego.

Marta Suplicy não é a única a desistir da política. Hoje, em Curitiba, o ex-senador Osmar Dias (PDT)

pulou fora do páreo ... 

Leia mais

25 de julho de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Aposentadorias ou juros de bancos, eis a decisão do próximo presidente do Brasil

Aposentadorias ou juros de bancos, eis a decisão do próximo presidente do Brasil

Já foi dito aqui que Michel Temer pagará R$ 968 bilhões do orçamento deste ano para o pagamento de juros, encargos, amortização e refinanciamento da dívida. Ou seja, 43,98% do orçamento da União encherá as burras dos bancos privados. Por outro lado, a Previdência Social consumirá este ano 22,47% do mesmo orçamento do ano de 2018.

LEIA TAMBÉM

Governo Temer paga diariamente R$ 2,7 bi em juros da dívida ... 

Leia mais

20 de abril de 2018
por editor
Comentários desativados em Há 3 anos, Gleisi denunciava o confisco da previdência dos servidores por Richa

Há 3 anos, Gleisi denunciava o confisco da previdência dos servidores por Richa

No dia 20 de abril de 2015, uma segunda-feira no meio do feriadão de Tiradentes, a Senadora Gleisi Hoffmann (PT) publicava um artigo

em sua coluna semanal aqui no Blog do Esmael ... 

Leia mais

18 de março de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Torcida do Corinthians se solidariza com professores massacrados em São Paulo

Torcida do Corinthians se solidariza com professores massacrados em São Paulo

O futebol é compatível com a politização, sim. O espetáculo não teria razão sem a cidadania, a preocupação central com a pessoa humana. Dito isto, está de parabéns a torcida corinthiana ‘Gaviões da Fiel’ pela nota de solidariedade aos professores massacrados na quarta (14), durante protesto em frente à Câmara Municipal de São Paulo. (Abaixo, leia a íntegra).

Em maio de 2015, o governador Beto Richa (PSDB) — assim como João Doria (PSDB), em São Paulo — virou a

lvo de todas as torcidas do Paraná ... 

Leia mais

13 de março de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em A previdência será salva com a geração de empregos, diz Lula

A previdência será salva com a geração de empregos, diz Lula

O ex-presidente Lula deu a receita para salvar a previdência pública durante uma entrevista à Rádio Cultura, na manhã desta terça (13), de Foz do Iguaçu. Segundo ele, é a geração de emprego que vai salvar a previdência e não o fim das aposentadorias como pretende Michel Temer.

“O que vai salvar a Previdência é gerar emprego, gerar salário, gerar contribuinte. Quando a gente formalizou milhões de micro-empreendedores individuais a Previdência foi superavitária”, disse à rádio iguaçuense.

Lula explicou que hoje a União não tem nenhuma capacidade de fazer investimento, os estados também estão todos quebrados. “Os empresários não têm confiança. Os estrangeiros estão vindo aqui comprar ativos prontos [privatização]. Como você recupera esse país? Nós já fizemos e podemos fazer de novo”, afirmou.

O ex-presidente recordou na entrevista que em dezembro de 2014 o país tinha apenas 4.5% de desemprego nos padrões de Suécia, Finlândia e Alemanha. “Ora, qual foi o problema? É que desoneramos as empresas e nem todas investiram na devolução desse benefício pra sociedade”, explicou.

“Para o PIB voltar a crescer, o Estado precisa ser indutor da economia”, pregou Lula, em contraposição à tese neoliberal de que o Estado tem que se ausentar de tudo.

Lula disse ainda que tem consciência de que o Brasil viveu um dos melhores períodos de seu governo.

Assista a íntegra da entrevista:

Leia mais

12 de fevereiro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Gleisi Hoffmann: Como não ser atingido pela Reforma da Previdência do Temer

Gleisi Hoffmann: Como não ser atingido pela Reforma da Previdência do Temer

A presidenta nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann, afirma que a reforma da previdência destila seus requintes de crueldade especialmente contra viúvos e viúvas, que mesmo tendo trabalhado uma vida inteira, terão de escolher entre ficar com sua aposentadoria conquistada ou com a pensão pela morte do cônjuge, que ganha um redutor de 40%. “É particularmente cruel com as mulheres”, denuncia.

Como não ser atingida(o) pela Reforma da Previdência do Temer

Gleisi Hoffmann* ... 

Leia mais

5 de fevereiro de 2018
por Esmael Morais
37 Comentários

A reforma da previdência subiu no telhado, reconhece Rodrigo Maia

O presidente da Câmara Rodrigo Maia (DEM-RJ) reconhece que a reforma da previdência dançou, subiu no telhado, pois o governo Michel Temer não tem votos suficientes para votar a matéria na volta do recesso parlamentar. Para aprovar o fim das aposentadorias são necessários 308 votos na Câmara. Pelas contas, o Palácio do Planalto consegue reunir no máximo 240.

Rodrigo Maia adiantou que arquivará o texto da reforma da previdência devido a falta de apoio. A previsão inicial era de votar a questão no próximo dia 20 de fevereiro, mas, em virtude do ano eleitoral, os deputados não querem arriscar votando contra a maioria da sociedade e aparecer ao lado do moribundo Temer.

O próprio Michel Temer tem dado declarações à imprensa sugerindo que ele jogou a tolha em relação à reforma da previdência. “Eu já fiz a minha parte”, disse na semana passada o emedebista numa entrevista a uma rádio. Maia vestiu a carapuça. Não engoliu a indireta de Temer.

Segundo todas as pesquisas de opinião, a reforma da previdência não é apoiada pelos brasileiros. Algo como 90% são contrários ao fim das aposentadorias.

Por outro lado, a sociedade percebe o presidente e seus ministros como privilegiados. O ministro dos bancos Henrique Meirelles, por exemplo, recebe R$ 250 mil (duzentos e cinquenta mil reais) por mês de aposentadoria no Boston Bank. Michel Temer, aposentado aos 55 anos, recebe R$ 45 mil mensal da Procuradoria do Estado de São Paulo.
Leia mais

4 de fevereiro de 2018
por Esmael Morais
43 Comentários

A reforma da previdência é necessária, mas não a do Temer

O deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) acredita que a reforma da previdência subiu no telhado. “Em um ano eleitoral, dificilmente os parlamentares vão se arriscar a aprovar um tema tão polêmico e que afeta milhões de brasileiros”, escreve. Sobre a propaganda enganosa do governo federal, o colunista afirma que a campanha bem que

poderia ser o próprio Temer ... 

Leia mais

14 de novembro de 2017
por Esmael Morais
1 Comentário

Vox/CUT: 85% são contra o fim da aposentadoria e 71% acham que não vão conseguir se aposentar

“Os milhões de trabalhadores que podem perder suas aposentadorias, sabem o que têm de fazer em 2018”, diz Vagner Freitas, presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT). Leia mais

6 de dezembro de 2016
por Esmael Morais
43 Comentários

Requião denuncia aposentadoria de marajá de Meirelles: R$ 250 mil/mês

meirelles_requiaoO senador Roberto Requião (PMDB-PR) abriu fogo nesta terça (6) contra o ministro da Fazenda Henrique Meirelles. Segundo o parlamentar, o homem que pretende que os trabalhadores morram sem ter direito à aposentadoria tem o benefício mensal de R$ 250 mil. Leia mais

21 de novembro de 2016
por Esmael Morais
5 Comentários

Ao vivo: Senado discute impacto da PEC 55 nas aposentadorias

Audiência Pública conjunta entre a Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) e Comissão de Direitos Humanos (CDH) debatem os impactos da PEC 55 na Previdência. Leia mais

12 de setembro de 2016
por Esmael Morais
28 Comentários

Gleisi: Povo nas ruas pede fim do governo mini, mini, mini

gleisi_diretas_jaA senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) afirma nesta segunda (12), em sua coluna, que as manifestações pelo Fora Temer e Diretas Já vão ser intensificadas no país. Ela diz que o governo ilegítimo Michel Temer (PMDB) não vai ter sossego nenhum dia. “O povo continuará nas ruas enquanto seu governo golpista perdurar”, adianta. Abaixo, leia, comente e compartilhe a íntegra do texto: Leia mais

10 de setembro de 2016
por Esmael Morais
41 Comentários

Temer vai aumentar a jornada de trabalho para 12 horas e 70 anos para aposentadorias

temer_globoQuando o presidente da Confederação Nacional da Indústria disse ao ilegítimo Michel Temer (PMDB), em julho, que a jornada ideal seria de 80 horas semanais para os trabalhadores ele não estava blefando. Leia mais