7 de novembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Fim do Ministério do Trabalho é ‘contra os trabalhadores’, diz CUT

Fim do Ministério do Trabalho é ‘contra os trabalhadores’, diz CUT


A Central Única dos Trabalhadores (CUT) divulgou nota nesta quarta-feira (8) condenando o anúncio do fim do Ministério do Trabalho pelo presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL). A medida representa um ataque frontal aos trabalhadores e vai significar o fim da fiscalização realizada pelo MT para assegurar as regras de proteção trabalhista, o combate ao trabalho escravo, a gestão do FGTS e do Sistema Nacional de Emprego (Sine). Além da administração do seguro-desemprego. Confira a íntegra da nota da CUT. ... 

Leia mais

20 de abril de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Brasil registra menos empregos com carteira assinada em março, segundo o Caged

Brasil registra menos empregos com carteira assinada em março, segundo o Caged

De acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), em março, o Brasil contratou menos empregos com carteira assinada. Por outro lado, aumentou o número de trabalhadores assinando acordos de demissões com os empresários e perdendo direitos, como 20% a menos do saldo do FGTS e seguro-desemprego. ... 

Leia mais

6 de março de 2017
por Esmael Morais
2 Comentários

Romanelli: A esperteza dos banqueiros e a suada poupança do trabalhador brasileiro no FGTS

O líder Luiz Claudio Romanelli (PSB) denuncia em sua coluna desta segunda-feira (6) que a autorização do saque do FGTS para os trabalhadores, autorizado pelo governo Michel Temer, na verdade, terá como grandes beneficiários os bancos. “A liberação do dinheiro das contas inativas foi feita sob medida para dar uma ajuda aos banqueiros”, dispara. Leia mais

16 de dezembro de 2016
por Esmael Morais
26 Comentários

Requião critica pacote de ajuda aos bancos: ‘Temer só ferra os trabalhadores’

O senador Roberto Requião (PMDB-PR) abriu fogo nesta sexta (16) contra o pacote econômico anunciado ontem (15) pelo ilegítimo Michel Temer (PMDB). Segundo o parlamentar, só ajuda os bancos. Leia mais

12 de setembro de 2016
por Esmael Morais
28 Comentários

Gleisi: Povo nas ruas pede fim do governo mini, mini, mini

gleisi_diretas_jaA senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) afirma nesta segunda (12), em sua coluna, que as manifestações pelo Fora Temer e Diretas Já vão ser intensificadas no país. Ela diz que o governo ilegítimo Michel Temer (PMDB) não vai ter sossego nenhum dia. “O povo continuará nas ruas enquanto seu governo golpista perdurar”, adianta. Abaixo, leia, comente e compartilhe a íntegra do texto: Leia mais

27 de abril de 2016
por admin
19 Comentários

As pedaladas e o conjunto da obra

obra

O senador Alvaro Dias (PV) sustenta que houve crime de responsabilidade por parte da presidenta Dilma Rousseff (PT) e, portanto, defende que ela seja julgada impedida de governar pelo Senado Federal. Além das “pedaladas fiscais” que, segundo o senador, foram alertadas por técnicos do tesouro, haveria o “conjunto da obra” que incluem outras operações financeiras suspeitas na visão de Dias. Leia e ouça sua coluna a seguir.
Leia mais

13 de junho de 2014
por Esmael Morais
Comentários desativados em Governo Federal tenta liberar FGTS para atingidos pelas chuvas

Governo Federal tenta liberar FGTS para atingidos pelas chuvas

via O Paraná

A União e a direção da Caixa Econômica Federal negociam o saque do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) à s famílias vítimas das chuvas no Paraná, após as prefeituras que decretaram situação de emergência realizar um levantamento de quem realmente necessita do benefício. A liberação alivia a situação crítica de várias famílias. A Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil, do Ministério da Integração Nacional, reconheceu situação de emergência em 130 municípios do Paraná.

De acordo com o capitão Eduardo Pinheiro, que é coordenador estadual de Proteção e Defesa Civil, ainda não há como quantificar o número de pessoas que estarão autorizadas a sacar o FGTS. Só será possível após o cadastro de pessoas afetadas, feito pelas prefeituras em parceria com a Defesa Civil de cada município!, relata Pinheiro.

O número de residências atingidas no Paraná foi de 9.787, de acordo com o último boletim divulgado ontem pela Defesa Civil. Se, por exemplo, as mais de oito mil famílias estivessem autorizadas a receber o FGTS, seriam liberados R$ 60.875.140 milhões somente entre os 131 municípios que decretaram situação de emergência. Esse valor ainda não foi divulgado oficialmente.

O FGTS seria usado para a reconstrução das casas atingidas, compra de móveis que foram danificados durante a enxurrada e de qualquer material necessário para que as famílias atingidas possam se recuperar. O uso do fundo já tem o aval da presidência da República e está aguardando apenas o trâmite burocrático na Caixa Econômica Federal.

Leia mais