17 de outubro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Ex-ministros de FHC apoiam Haddad pela democracia

Ex-ministros de FHC apoiam Haddad pela democracia

Dois ex-ministros de Fernando Henrique Cardoso – José Carlos Dias (Justiça) e Paulo Sérgio Pinheiro (Direitos Humanos) — estão entre os 1.100 juristas que assinaram nesta terça (16) o manifesto em defesa da candidatura de Fernando Haddad (PT).  ... 

Leia mais

14 de junho de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em O fim do Supremo está próximo

O fim do Supremo está próximo

O fim está muito próximo para a Supremo Tribunal Federal. Depois que a corte se associou ao golpe de 2016, de agora em diante é só lona. Segundo os professores Conrado Hübner Mendes e Joaquim Falcão, entrevistados de Pedro Bial na madrugada desta quinta (14), a divisão do STF em 11 interesses (número de ministros) seria outra razão para o declínio em curso. ... 

Leia mais

1 de abril de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Folha faz “frufru” com STF

Folha faz “frufru” com STF

A Folha faz “frufru” com o Supremo Tribunal Federal, neste domingo (1º), ao abordar as supostas 88 folgas dos ministros nas vésperas do julgamento do século, qual seja, o habeas corpus do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. ... 

Leia mais

18 de março de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Debandada no governo Temer por foro privilegiado

Debandada no governo Temer por foro privilegiado

Ao menos 10 ministros deixarão o governo Michel Temer daqui 21 dias, como exige a lei eleitoral, para disputarem as eleições de outubro e garantir o foro privilegiado. A debandada também ocorrerá nos estados, vide o Paraná, cuja lista é liderada pelo governador Beto Richa (PSDB) que concorrerá ao Senado. ... 

Leia mais

14 de fevereiro de 2018
por Esmael Morais
1 Comentário

‘Ministros do STF que recebem auxílio-moradia burlam a norma constitucional’, diz Requião

O senador Roberto Requião (MDB-PR) afirmou em seu relatório provisório que põe “fim” ao auxílio-moradia, nesta quarta (14), que ministros do STF têm burlado permanentemente a normal constitucional para receber o benefício de R$ 4,3 mil por mês. ... 

Leia mais

16 de junho de 2016
por Esmael Morais
29 Comentários

Com 3 ministros a menos, Temer pode pedir música para o Fantástico?

temer_queda_ministrosOriginalmente, a pergunta veio pelo leitor “Olho do Paraná”. Pelo twitter, ele indagou ao Blog do Esmael: “@esmaelmorais 3 ministros em um mês de governo, vale pedir música no Fantástico?”.

Pela regra do programa dominical da Globo, no artigo 359, o interino Michel Temer (PMDB) também tem direito a pedir música no Fantástico toda vez que caem três ministros. Leia mais

20 de maio de 2016
por Esmael Morais
2 Comentários

Temer põe focinheira nos ministros

ministros_focinheiraO governo golpista de Michel Temer resolveu colocar focinheira nos ministros interinos para que eles não falem “bobagens”. Os primeiros a utilizar o acessório, no Palácio do Planalto, foram Ricardo Barros (Saúde), Mendonça Filho (Educação), Alexandre Moraes (Justiça) e Henrique Meirelles (Fazenda).

O objetivo é evitar declarações “supersinceras” sobre suas pastas, isto é, proibi-los de falar o que pretendem fazer de verdade em suas respectivas pastas. A ideia é não deixá-los revelar as maldades em curso. Leia mais

12 de maio de 2016
por Esmael Morais
13 Comentários

Michel Temer ‘desafina’ já no início da interinidade

temer_desafinaO presidente interino Michel Temer ‘desafinou’ na cerimônia de posse dos 22 novos ministros provisórios — que permanecerão no cargo até 180 dias.

Envergonhado pelo golpe e pela maneira que destituiu a presidente eleita Dilma Rousseff, o interino falou ‘fino’ — literalmente — porque lhe sumiu a voz durante o pronunciamento.

Um dos pontos altos do primeiro pronunciamento do interino foi a promessa de recuperar a “liturgia” do cargo de presidente da República, ou seja, buscará mais formalidade em relação aos governos do PT. Leia mais

22 de dezembro de 2014
por Esmael Morais
12 Comentários

Dilma vai “delegar” ao Ministério Público nomeação de novos ministros

da Agência Brasil

A presidenta Dilma Rousseff disse hoje (22) que vai anunciar os novos ministros de seu governo até o próximo dia 29 e antecipou que fará consultas ao Ministério Público (MP) antes de decidir. Eu consultarei o MP mais uma vez. Para qualquer pessoa que for indicar, eu consultarei!, afirmou

A sinalização esperada pelo governo é sobre nomes citados nas delações premiadas de presos pela Operação Lava Jato, da Polícia Federal, que investiga irregularidades em negócios da Petrobras. Durante café da manhã com jornalistas, Dilma lembrou que tem pedido informações ao órgão, mas completou: Eu só quero que me diga sim ou não. Não quero saber o que eles não podem me dizer!.

Ainda em relação à s denúncias envolvendo a estatal, ela informou que vai anunciar, depois dos ministros empossados, o segundo escalão do governo que envolve diretorias de bancos e instâncias consultivas, como o Conselho de Administração da Petrobras.

Até por consideração com o novo ministro. Sem ter nomeado o ministro de Minas e Energia, como eu indico um conselho que é subordinado a ele?!, explicou. Dilma voltou a afirmar que não pretende trocar a presidenta da Petrobras, Graça Foster, e manifestou confiança na atual dirigente da estatal. Tem que ter prova apresentada sobre qualquer conduta da presidente. Eu conheço a Graça Foster, sei da sua seriedade e lisura. à‰ importante saber qual é a prova. Não vejo nenhum indício de irregularidade na diretoria da Petrobras!, acrescentou.

A presidenta defendeu que as investigações continuem, mas classificou como simplistas! as suspeitas de que Graça Foster sabia das irregularidades por ocupar o maior cargo da empresa. A mesma expressão foi usada para as críticas à s indicações políticas de alguns cargos. Eu não vou demonizar indicações políticas. à‰ de um simplismo grotesco. O problema do Brasil não é se são políticos ou técnicos. Ninguém está acima do bem e do mal!, avaliou.

Dilma disse que foram absurdos os volumes de dinheiro de alguns funcionários. Acho que as pessoas que participam de irregularidades têm que ser punidas!, disse.

Leia mais

27 de novembro de 2014
por Esmael Morais
12 Comentários

Dilma anuncia Joaquim Levy na Fazenda e Nelson Barbosa no Planejamento

da Agência Brasil

dilma_ministros.jpgA presidenta Dilma Rousseff anunciou hoje (27) três nomes para a equipe econômica de seu governo. O ex-secretário do Tesouro Nacional Joaquim Levy será o novo ministro da Fazenda. Ex-secretário executivo do Ministério da Fazenda, Nelson Barbosa vai assumir o Ministério do Planejamento. Alexandre Tombini, atual presidente do Banco Central, permanece no cargo. Ainda não há data para a posse dos ministros. Leia mais