4 de março de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Itamaraty demite até diplomata antipetista

Itamaraty demite até diplomata antipetista

O embaixador Paulo Roberto Almeida foi defenestrado do cargo de diretor do Instituto de Pesquisas de Relações Exteriores (IPRI), nesta segunda-feira (5), por reproduzir artigos do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e do ex-ministro Rubens Ricupero acerca da crise política na Venezuela. ... 

Leia mais

3 de fevereiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Cresce em 300% o número de escolarizados que desistem de procurar emprego

Cresce em 300% o número de escolarizados que desistem de procurar emprego

Dilma Rousseff no pleno emprego.

Segundo pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), cresceu em 300% o número de desalentados no país desde 2014, entre pessoas escolarizadas. Ou seja, aquele indivíduo que desistiu de procurar emprego em virtude da recessão econômica. ... 

Leia mais

4 de janeiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Bolsonaro reclama de vazamento no Coaf, mas nomeou especialista em vazamentos

Bolsonaro reclama de vazamento no Coaf, mas nomeou especialista em vazamentos

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) reclamou nesta quinta (3), em entrevista ao SBT, do vazamento de dados do Coaf (Controle de Atividades Financeiras) contra o motorista Fabrício Queiroz.

“Quebraram o sigilo bancário dele sem autorização judicial. Cometeram um erro gravíssimo”, disse na emissora de Silvio Santos.

O diabo é que o “Capitão” nomeou para o Ministério da Justiça o ex-juiz Sérgio Moro cuja especialidade é justamente vazar dados contra adversários políticos.

LEIA TAMBÉM

Sérgio Moro admite que agiu ‘fora da lei’ nas prisões em segunda instância ... 

Leia mais

1 de janeiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Datafolha: otimismo com Bolsonaro é menor desde a redemocratização

Datafolha: otimismo com Bolsonaro é menor desde a redemocratização

O capitão reformado do Exército Jair Bolsonaro (PSL) assumirá a Presidência da República nesta terça (1º), às 15h, sob o signo do menor otimismo desde a redemocratização do país.

Segundo o instituto, 65% dos brasileiros têm a expectativa de que a gestão Bolsonaro será boa ou ótima. Ele será regular para 17%. Os que consideram que o novo presidente será ruim ou péssimo somam 12% e não souberam responder apenas 6%.

LEIA TAMBÉM

Datafolha fuzila Bolsonaro: 61% contrários à liberação da posse de armas de fogo ... 

Leia mais

31 de dezembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Gleisi: povo continuará empobrecendo sob o governo Bolsonaro

Gleisi: povo continuará empobrecendo sob o governo Bolsonaro

Foto: Giorgia Prates

A presidenta nacional do PT, Gleisi Hoffmann, lamenta que sob o governo Bolsonaro o povo brasileiro continuará empobrecendo. Ela explica que não se trata de torcida contra, mas de falta de projeto e fundamento econômico para o modelo ultraliberal dos ‘Chicago Boys’ do presidente eleito.

Estabilidade e crescimento econômico para quem? ... 

Leia mais

18 de dezembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Nora de Miriam Leitão vai chefiar comunicação de Sérgio Moro no Ministério da Justiça

Nora de Miriam Leitão vai chefiar comunicação de Sérgio Moro no Ministério da Justiça

O ex-juiz Sérgio Moro terá Giselly Siqueira como assessora de comunicação no Ministério da Justiça. A moça é nora de Miriam Leitão, da Globo, e foi assessora-chefe do Supremo Tribunal Federal (STF) na gestão do ministro Gilmar Mendes.

Giselly é casada com Vladimir Netto, repórter da Globo, que já brindou Moro com um livro em 2016, o que justificaria hoje o emprego para a esposa.

LEIA TAMBÉM

Maduro se diz preparado para a guerra contra Bolsonaro; assista ao vídeo ... 

Leia mais

17 de dezembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Prévia do ‘PIBinho’ de 0,02 em outubro mostra economia estagnada

Prévia do ‘PIBinho’ de 0,02 em outubro mostra economia estagnada


A prévia do Produto Interno Bruto (PIB) ficou próximo de zero no mês de outubro, 0,02% foi o percentual anunciado nesta segunda-feira (17) pelo Banco Central. O IBC-Br é considerado pelo mercado uma prévia do PIB oficial, medido pelo IBGE. Os dados revelam, mais um vez, o quadro da mais longa recessão econômica vivida pelo país – e agravada pelo golpe contra a presidente Dilma Rousseff.

Em setembro, a atividade econômica havia registrado um resultado negativo de 0,16%. Os dados dessazonalizados –espécie de compensação para analisar períodos diferentes– foram divulgados nesta 2ª feira (17) pelo Banco Central. Leia mais

16 de dezembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Foi Lula e Dilma que fizeram o submarino Riachuelo, reivindica o PT

Foi Lula e Dilma que fizeram o submarino Riachuelo, reivindica o PT

O PT garante que o submarino Riachuelo elogiado por Jair Bolsonaro foi obra dos governos Lula e Dilma.

Entretanto, o presidente eleito não deu créditos ao papel dos petistas durante cerimônia de lançamento da capsula ao mar pela Marinha.

LEIA TAMBÉM
Bolsonaro quer plebiscito contra pobres e pretos para barbarizar na economia

O deputado Paulo Teixeira (PT-SP) protestou contra o esquecimento dos companheiros de partido. Segundo ele, o submarino foi desenvolvido e bancado pelos presidentes Lula e Dilma.

O PT já foi alvo de “roubo” semelhante no caso da . No começo deste ano, em Pernambuco, Michel Temer “inaugurou” a obra que era esperada pelos nordestinos desde D. Pedro II.

O nome Riachuelo faz alusão à Batalha Naval do Riachuelo, considerada decisiva na Guerra do Paraguai (1864-1870), com relevante atuação da Marinha do Brasil.

Hoje estivemos presentes em Itaguaí-RJ para Cerimônia de Lançamento ao Mar do Submarino Riachuello realizada pela Marinha do Brasil. 🚁🇧🇷 ⚓ ... 

Leia mais

14 de dezembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em O coração valente de Dilma, segundo as redes sociais

O coração valente de Dilma, segundo as redes sociais

A presidenta eleita Dilma Rousseff — sim, ela foi eleita e derrubada por um golpe — realizou uma angioplastia para desobstruir artérias do coração.

O procedimento foi realizado ontem com sucesso no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.

LEI TAMBÉM

Moro diz a Datena que ‘Lula fez até coisas boas’; assista ... 

Leia mais

14 de dezembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Requião quer depoimento de políticos que visitaram João de Deus

Requião quer depoimento de políticos que visitaram João de Deus

O senador Roberto Requião (MDB-PR) quer o depoimento de políticos famosos que visitaram o médium João Deus no caso de abusos sexuais.

Dentre os famosos que receberam os “passes” de João de Deus estão o presidente Michel Temer e os ex-presidentes Lula e Dilma. Também frequentaram a casa do médium o ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF); Paulo Skaf, presidente da Fiesp (Federação das Indústrias de São Paulo); artistas globais; juízes e procuradores.

LEIA TAMBÉM
Bolsonaro visita Silvio Santos e anuncia corte de publicidade na Globo

Requião quer ter certeza de que nenhum desses políticos sofreu algum tipo de abuso, por isso sugere que eles prestem depoimento.

Em seu Twitter, o senador paranaense abriu uma enquete sobre o assunto.

O politicos famosos que se apresentaram para receber passes de João de Deus devem ser chamados para prestar depoimento? ... 

Leia mais

10 de dezembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em CUT: Celebrar o Dia Internacional dos Direitos Humanos é lutar por Lula livre

CUT: Celebrar o Dia Internacional dos Direitos Humanos é lutar por Lula livre


A Central Única dos trabalhadores (CUT), uma das organizações promotoras da jornada internacional Lula Livre, divulgou nota nesta segunda-feira (10) denunciando “o golpe contra a presidente Dilma e o processo judicial fraudulento sem qualquer prova que mantém o ex-presidente Lula preso em Curitiba, desde 7 abril”. A entidade reitera “o compromisso com a construção de uma sociedade igualitária, livre, sem opressão e exploração”.

Na nota, a Central cita violações como a exploração dos trabalhadores e trabalhadores, o golpe que depôs uma presidenta legitimamente eleita e um processo judicial fraudulento sem qualquer prova que mantém o ex-presidente Lula preso político desde 7 de abril.

“Nestes 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos, reivindicamos o cumprimento integral da Declaração Universal dos Direitos Humanos, repudiamos veementemente toda e qualquer ação e manifestação que resultem em sua violação, a começar pelos desmandos de Jair Bolsonaro e seus aliados, e reiteramos nosso compromisso com a construção de uma sociedade igualitária na qual o conjunto da humanidade se liberte de toda forma de opressão e exploração”, diz o trecho final da nota.

Leia a íntegra da nota

Celebrar o Dia internacional dos direitos humanos é lutar por Lula livre!

Em 10 de dezembro de 1948, a Organização das Nações Unidas (ONU) oficializou a Declaração Universal dos Direitos Humanos, um marco pioneiro entre variadas iniciativas de organismos internacionais destinadas a fomentar condutas de Estado pela defesa e a promoção dos direitos humanos. Ao longo destes 70 anos, foram obtidos avanços e conquistas históricas. Mas as violações aos direitos humanos não apenas persistem como vêm se aprofundando nos últimos anos. Depois de uma grande crise sistêmica, os capitalistas buscam recuperar seus lucros e capitais impondo uma agenda que intensifica a exploração das classes trabalhadoras, a espoliação dos povos e os ataques às liberdades democráticas, o que torna cada vez mais distante a efetivação da Declaração.

A situação do Brasil é expressão desta tendência internacional que se manifesta nas diversas regiões do mundo. A deposição de Dilma Rousseff sem crime de responsabilidade, a prisão de Lula sem qualquer prova e a eleição fraudulenta de Jair Bolsonaro servem ao propósito de criar as condições para reduzir salários, mercantilizar direitos e transferir o patrimônio público à iniciativa privada.

Este é o sentido da Emenda Constitucional 95, de 17 de dezembro de 2016, que institui um novo regime fiscal, congela o orçamento federal por vinte anos e diminui drasticamente os recursos públicos para áreas essenciais como educação, saúde e assistência social, configurando um verdadeiro desmonte do pouco de proteção social oferecida pelo Estado. Enquanto o IBGE projeta um crescimento populacional de mais de 10 milhões de habitantes nos próximos 10 anos, os golpistas ultraneoliberais querem impedir a correspondente ampliação dos investimentos sociais, que já são insuficientes para atender às demandas da população atual. Além disso, a medida implica em drástica redução dos recursos para a fiscalização ambiental, resultando em maior desmatamento, contaminação do meio ambiente e exploração indevida dos recursos naturais, bem como para a fiscalização do trabalho, permitindo a difusão do trabalho escravo contemporâneo e do trabalho infantil.

Do mesmo modo, a aprovação da terceirização irrestrita (Lei 13.429, de 31 de março de 2017) e da antirreforma trabalhista (Lei 13.467, de 13 de julho de 2017) generaliza a precarização do trabalho. Diferentemente do que é dito pelos apoiadores destas medidas, elas não exercerem qualquer influência positiva na geração de empregos e novos postos de trabalho. Pelo contrário, segundo o IBGE, registrou-se não só um aumento no percentual de desempregados, mas também um aumento no número de desalentados, que são aqueles que deixaram de buscar trabalho. Ademais, a possibilidade de que o negociado prevaleça sobre o legislado, resultaram em uma queda vertiginosa do número de Negociações Coletivas que tiveram sucesso em firmar acordos e convenções coletivas de trabalho.

Tais medidas ferem frontalmente o artigo 22 da Declaração Universal dos Direitos Humanos, no qual se afirma que todo ser humano tem direito à segurança social e à realização “dos direitos econômicos, sociais e culturais indispensáveis à sua dignidade e ao livre desenvolvimento da sua personalidade”. Ferem diretamente também o artigo 23 da Declaração, sobretudo em seu inciso primeiro: “Todo ser humano tem direito ao trabalho”, bem como “a condições justas e favoráveis de trabalho e à proteção contra o desemprego”. Se antes já era difícil, com essa legislação torna-se inviável cumprir com o artigo 25 da Declaração: “todo ser humano tem direito a um padrão de vida capaz de assegurar a si e a sua família saúde, bem estar, inclusive alimentação, vestuário, habitação, cuidados médicos e os serviços sociais indispensáveis, e direito à segurança”. Afinal, o Brasil passou a caminhar no sentido contrário: segundo o IBGE, entre 2016 e 2017, a pobreza cresceu quase 4% e a pobreza extrema aumentou 13%.

Para implementar sua agenda, os capitalistas se valem de diversos instrumentos para impedir a resistência popular à retirada de direitos: estimulam e apoiam a restrição de liberdades democráticas, o bloqueio do acesso à justiça do trabalho, o enfraquecimento dos sindicatos, bem como a perseguição, a prisão arbitrária e o assassinato lideranças e ativistas populares. Neste contexto se inserem os assassinatos de Marielle Franco, Anderson Gomes, Paulo Sérgio Almeida Nascimento, mestre Moa, Charlione Lessa, Aroldo Pereira de Souza, Aluísio Sampaio, José Bernardo da Silva e Rodrigo Celestino, entre tantos outras vidas ceifadas em 2018. Ademais, o aumento da violência contra povos indígenas, trabalhadores rurais, a juventude negra, a população LGBT e as mulheres expõe de modo dramático a situação alarmante em que se encontra o Brasil quando se trata do direito elementar à vida.

Estendendo para os demais setores da população um Estado de exceção que sempre imperou para a grande maioria do povo no meio rural e nas periferias urbanas, violam insistentemente o direito a um julgamento justo e imparcial mediante ilegalidades que ferem tanto a legislação brasileira quanto o artigo nono da Declaração Universal dos Direitos Humanos: “Ninguém será arbitrariamente preso, detido ou exilado”. As prisões do jovem Rafael Braga, da advogada Valéria Lucia dos Santos e do reitor Luiz Carlos Cancellier de Olivo são exemplos de arbitrariedade judicial e abuso de poder, assim como a prisão de Lula sem nenhuma prova.

A coalizão golpista que derrubou Dilma e impediu Lula de concorrer à presidência da República reuniu-se em torno de Bolsonaro para continuar e aprofundar a agenda de Temer. Por isso é tão importante para Bolsonaro e seus aliados manter Lula preso: ele segue tendo uma imensa capacidade de mobilização e a oposição a Bolsonaro terá mais chances de êxito se contar com sua contribuição. Por isso, a garantia das liberdades democráticas, a começar pela liberdade de Lula, é tão importante para a luta em defesa dos direitos da classe trabalhadora. Lula livre!

A Central Única dos Trabalhadores reitera seu irrestrito combate aos golpes desferidos contra os direitos sociais, a soberania nacional e as liberdades democráticas. Nestes 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos, reivindicamos seu cumprimento integral, repudiamos veementemente toda e qualquer ação e manifestação que resultem em sua violação, a começar pelos desmandos de Jair Bolsonaro e seus aliados, e reiteramos nosso compromisso com a construção de uma sociedade igualitária na qual o conjunto da humanidade se liberte de toda forma de opressão e exploração.

Executiva Nacional da CUT Leia mais

2 de dezembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Moro põe na mira bancos por repatriação de R$ 174,5 bilhões

Moro põe na mira bancos por repatriação de R$ 174,5 bilhões

Diz a lenda, ou melhor, O Globo, que o futuro ministro da Justiça Sérgio Moro irá investigar a internalização de R$ 174,5 bilhões. Necessariamente, se houver esta busca, o ex-juiz da lava jato colocará sob a mira bancos privados brasileiros.

LEIA TAMBÉM

Lula solto na terça-feira ... 

Leia mais

29 de novembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Palocci deixa a prisão em Curitiba

Palocci deixa a prisão em Curitiba


O ex-ministro Antonio Palocci deixou na tarde desta quinta-feira (29) a prisão, na sede da Polícia Federal em Curitiba. Premiado depois apresentar falsas acusações contra o ex-presidente Lula e a presidente Dilma Rousseff, o ex-ministro passará a desfrutar de regime prisional semiaberto domiciliar, sob monitoramento e uso de tornozeleira eletrônica.

Segundo especialistas da área jurídica, a delação premiada tem funcionado como um mecanismo de barganha, intimidação e criminalização seletiva no marcos da operação Lava Jato.

Às 10h55 o sistema eletrônico processual da 12.ª Vara da Justiça Federal em Curitiba, responsável pela execução provisória da pena de Palocci, registrou o recebimento da ata da sessão de julgamento de ontem (28) do Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF-4) habilitando a soltura. Leia mais

28 de novembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Palocci pode ser solto hoje

Palocci pode ser solto hoje


O TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) retoma hoje (28) o julgamento que pode dar ao ex-ministro Antonio Palocci o direito da prisão domiciliar, depois de assinar um acordo de delação premiada na Operação Lava Jato.

De acordo com advogados do PT, o ex-ministro operou um acordo com a Polícia Federal em troca de falsas acusações contra o ex-presidente Lula e a presidenta legítima Dilma Rousseff.

Palocci, preso desde setembro de 2016, não resistiu às pressões e aceitou delatar em um processo nebuloso e sem transparência, conduzido pela Polícia Federal.

A expectativa é que o ex-ministro da Fazenda durma em casa ainda nesta quarta-feira (28). Leia mais

26 de novembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Em artigo, Gleisi explica por que continuam perseguindo o PT

Em artigo, Gleisi explica por que continuam perseguindo o PT

A presidenta nacional do PT, Gleisi Hoffmann, expõe em artigo os motivos da sistemática e doentia perseguição a Lula e ao PT.

POR QUE CONTINUAM PERSEGUINDO O PT

Gleisi Hoffmann*

Perseguem o PT porque não admitem que o povo brasileiro possa ter uma força política organizada nacionalmente para defender os interesses dos trabalhadores, dos mais pobres e do país.

Menos de um mês depois das eleições, o PT e suas principais lideranças foram alvo de uma série de ataques por parte de setores do Ministério Público e do sistema judicial. São denúncias falsas, ações e operações espetaculosas, sem fundamento e sem provas, com claro caráter de perseguição política. Expõem o conluio desses setores com Jair Bolsonaro, que tem um só objetivo na política: acabar com o PT.

LEIA TAMBÉM

‘Nova ação é atentado contra Estado de Direito’, diz defesa de Lula ... 

Leia mais

23 de novembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Partido enfrenta perseguição judicial fora da lei, diz PT

Partido enfrenta perseguição judicial fora da lei, diz PT

A direção nacional do PT divulgou uma nota nesta sexta-feira (23) na qual afirma que a ação iniciada pela 10a Vara Federal do Distrito Federal contra os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, além de ex-dirigentes do PT, não se sustenta em fatos nem provas. O Ministério Público Federal (MPF) acusa os petistas de pertencerem a uma organização criminosa.

LEIA TAMBÉM:

O partido da lava jato chegou ao poder, segundo a imprensa alemã ... 

Leia mais

19 de novembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Prefeitos pressionam Temer pela permanência dos cubanos no Mais Médicos

Prefeitos pressionam Temer pela permanência dos cubanos no Mais Médicos


O Encontro dos Municípios Brasileiros – “Avanços da Pauta Municipalista”, que começa nesta tarde de segunda-feira(19) na sede da Confederação Nacional de Municípios (CNM), em Brasília, discutirá alternativas para a permanência dos médicos cubanos no Programa Mais Médicos. Prefeitos e secretários municipais estarão na capital federal para reuniões e contatos com autoridades governamentais. Os prefeitos terão um encontro com Michel Temer.

A Confederação Nacional dos Municípios(CNM), na semana passada, divulgou nota em que demonstrou preocupação com a saída dos profissionais cubanos do programa. Segundo a nota de sexta-feira (16), foi feito um apelo ao Ministério da Saúde e à Presidência da República para novas medidas sejam apresentadas até sexta-feira (23).

A entidade protocolou ofício na Embaixada de Cuba solicitando a permanência dos profissionais cubanos até o fim do ano, bem como a abertura de negociação com a confederação e o governo brasileiro para que busquem alternativas para garantir o atendimento à população brasileira.

De acordo com a nota do CNM, entre os 1.575 municípios que têm somente médico cubano do programa, 80% possuem menos de 20 mil habitantes. O receio é que a ausência dos profissionais de Cuba leve à desassistência básica de saúde a mais de 28 milhões de pessoas.

*Com informações da Agência Brasil Leia mais

15 de novembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em 15 de novembro de 1889, o 1º golpe militar brasileiro

15 de novembro de 1889, o 1º golpe militar brasileiro

Há exatos 129 anos o Brasil inaugurava a Era dos Golpes Militares, movimento que depôs o imperador D. Pedro II e instaurou a República.

As elites de antanho preferiram o golpe militar para derrubar a monarquia à revolução social com a participação do povo, pois, se este participasse do levante também exigiria participar do poder.

A verdadeira Revolução Social só ocorreu em 1930, com Getúlio Vargas, cujo movimento foi de ruptura com a velha política do café com leite representada pelas arcaicas elites paulistanas e mineiras.

Desde de então, o Brasil vem enfrentando de tempos em tempos golpes e períodos autoritários dentre os quais o de 1937 — ainda sob Vargas — a pretexto de combater os “comunistas”. Essa ditadura ficou conhecida como “Estado Novo” ou Terceira República e durou até 1945.

A próxima ditadura militar se deu em 1º de abril de 1964 e manteve o país sob a escuridão por longos 21 anos, isto é, caiu em 1985 por força do movimento popular Diretas Já.

Os brasileiros só voltaram a escolher o presidente da República em 1989, ironicamente 100 anos após o primeiro golpe militar liderado pelo marechal Deodoro da Fonseca.

Em 2016, novamente, o Brasil sofreu um novo golpe que derrubou a presidenta Dilma Rousseff. A participação dos militares foi discreta neste episódio, mas participaram indiretamente.

Na eleição de 2018, culminada com a questionável [pelo PT] vitória do ex-capitão do Exército Jair Bolsonaro, houve maior efetividade dos militares. A prisão de Lula para não participar do pleito foi uma das ingerências das Forças Armadas, segundo relatou o próprio comandante Eduardo Villas Boas. Ele revelou que calculou uma intervenção no Supremo Tribunal Federal (STF), em abril passado, caso a corte concedesse um habeas corpus libertando o ex-presidente para concorrer ao Palácio do Planalto.

Como se vê, caro leitor, o golpe militar deste ano foi mais sutil, calculista, midiático, jurídico e financeiro (bancos privados), portanto mais sofisticado que o de 15 de novembro de 1889, mas a fraude eleitoral deste outubro — segundo os petistas — é mais golpe a ser inscrito na história da República. Leia mais

30 de outubro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em O PT nasceu da adversidade

O PT nasceu da adversidade

O deputado Enio Verri (PT-PR) minimiza a derrota parcial na eleição de 2018 ao afirmar que o Partido dos Trabalhadores nasceu da adversidade.

LEIA TAMBÉM

PT avalia hoje as eleições ... 

Leia mais

16 de outubro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Pesquisas erraram em 2014 e continuam errando feio em 2018

Pesquisas erraram em 2014 e continuam errando feio em 2018

A “ampla” vantagem para Jair Bolsonaro (PSL) neste segundo turno poderá ser uma experiente frustrante para o ex-capitão do Exército, pois os institutos têm como regra errar muito. Vide a eleição de 2014.

LEIA TAMBÉM

Ibope: Cai para 7,5% distância para a virada de Haddad ... 

Leia mais