18 de junho de 2018
por esmael
Comente agora

Estadão e a histeria anticorrupção

Bastou a lava jato chegar perto de tucanos para que o Estadão gritasse “Alto lá!” e chamasse de “histeria” as investigações da força-tarefa do juiz Sérgio Moro. Leia mais

12 de junho de 2018
por esmael
Comente agora

Estadão se abraça a Temer: o mais lindo governo que este país já teve

Em editorial, o Estadão comprou briga com os números e os brasileiros ao defender a indefensável tese de que o governo Michel Temer é o mais lindo que este país já viu. Leia mais

26 de maio de 2018
por esmael
Comente agora

Folha chama de “arruaceiros” caminhoneiros que lutam contra aumentos abusivos nos combustíveis

A Folha de S. Paulo, em editorial neste sábado (26), chama de “arruaceiros” os caminhoneiros em greve contra os aumentos abusivos nos combustíveis da Petrobras. Leia mais

20 de maio de 2018
por esmael
Comentários desativados em Acusaram o golpe: Estadão conclama “manifesto do cinismo”

Acusaram o golpe: Estadão conclama “manifesto do cinismo”

O jornalista Ricardo Cappelli afirma que o Estadão assume a coordenação da campanha do PSDB ao passar recibo, ao lado de FHC, do fracassado golpe que derrubou Dilma Rousseff e prendeu Luiz Inácio Lula da Silva. “O programa da Avenida Paulista não passa nas urnas”, sentencia o articulista. Leia mais

13 de maio de 2018
por esmael
Comentários desativados em Mandato de 8 anos para ministros do STF

Mandato de 8 anos para ministros do STF

A Folha dedicou um editorial para o STF que é uma graça. Acha que o maior problema na corte é a “divisão” no plenário e a quantidade de processos, sejam demandas de direitos ou mesmo de ações penais. Leia mais

9 de março de 2018
por esmael
Comentários desativados em A nova ‘ditabranda’ da Folha

A nova ‘ditabranda’ da Folha

A Folha está com saudades da ditadura que apoiou entre 1964 e 1985 e, por isso, retoma a ideia de uma nova ‘ditabranda’ em editorial nesta sexta (9). O jornalão paulistano crava no título “1964, o ano que não acabou” ao ironizar aqueles que denunciam o atual golpe de Estado. Leia mais

17 de fevereiro de 2018
por esmael
Comentários desativados em Intervenção militar no Rio de Janeiro não é consenso nem na velha mídia golpista

Intervenção militar no Rio de Janeiro não é consenso nem na velha mídia golpista

Reina o dissenso acerca da intervenção militar de Michel Temer no Rio de Janeiro. Além de dividir o STF e o Congresso, o ‘Vampiro Neoliberalista’ também semeou a discórdia na velha mídia golpista. Leia mais

24 de outubro de 2017
por esmael
20 Comentários

Estadão: lava jato é um partido político

Em editorial, o Estadão trata a atuação da força tarefa como uma organização partidária. “O nome disso é política partidária”, afirma o editorial desta terça-feira (24). A opinião do jornalão coincide com um fórum que realiza hoje com a participação do juiz Sérgio Moro e do procurador Deltan Dallagnol.

6 de setembro de 2017
por esmael
38 Comentários

Estadão pede a cabeça de Janot em editorial

O procurador-geral da República Rodrigo Janot tenta se segurar no cargo oferecendo denúncia apontando o ex-presidente Lula, como chefe de organização criminosa na Petrobras, após áudios comprovarem o conluio de integrantes do MPF com Joesley Batista. Mas a intempestiva incriminação do petista não convenceu nem o Estadão, que, em editorial, defende a demissão do chefe do Ministério Público Federal.

27 de maio de 2017
por esmael
13 Comentários

Advogado de Lula: Editorial de Veja chega com um ano de atraso

do Brasil 247

O advogado Cristiano Zanin Martins,da equipe da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, afirmou que o editorial publicado pela revista Veja desta semana denunciando “estado policial” causado pela Lava Jato chegou “com um ano de atraso”.

9 de fevereiro de 2017
por esmael
46 Comentários

Velha mídia agora denuncia excessos da Lava Jato e de Sérgio Moro

A Folha de S. Paulo e o Estadão, nesta quinta (9), detonam os procuradores e a Lava Jato. A primeira acolhe opinião de Eduardo Cunha, que fuzila Sérgio Moro; o segundo, denuncia o caráter antidemocrático da força-tarefa.

15 de outubro de 2016
por esmael
21 Comentários

Blog Gazeta do Povo “homenageia” professores com ATAQUES para defender Beto Richa

richa_gazeta_editorialPrimeiro, o ex-jornal Gazeta do Povo atacou os estudantes que ocupam legitimamente 500 escolas da rede pública. Hoje (15), o blog do grupo RPC “homenageia” os professores massacrando-os em editorial e fazendo uma apaixonada defesa do calote do governador Beto Richa (PSDB) em todos os servidores públicos do Paraná.

6 de setembro de 2016
por esmael
18 Comentários

Atrasada, Gazeta do Povo vê “subversivos” nas manifestações pelas Diretas Já

gazeta_subersivos_temerO blog Gazeta do Povo é um atraso. Em editorial nesta terça (6), o ex-jornal acusa a “esquerda” de patrocinar quebra-quebra no movimento Fora Temer. Nada mais falso. Nada mais criminoso.

29 de julho de 2016
por esmael
27 Comentários

Em editorial, Estadão declara guerra contra os direitos dos trabalhadores do Brasil

estadao_centrais_temerA velha mídia já definiu que estará do lado dos patrões e dos golpistas na luta pela retirada dos direitos trabalhistas. Em asqueroso editorial, o Estadão ataca nesta sexta (29) o sistema sindical, que desenha resistência unitária à “ponte do futuro” do interino Michel Temer (PMDB).

24 de julho de 2016
por esmael
30 Comentários

Globo manda Temer acabar com o ensino gratuito; o interino vai obedecer

temer_globoO interino Michel Temer (PMDB) é o atraso do atraso do atraso. Ou seja, seu governo poderá acabar com conquistas sociais centenárias como a Lei Áurea e o ensino superior gratuito, mais recente, cujo direito foi inscrito na Constituição Federal de 1988. A ordem para cobrar mensalidades nas universidades públicas partiu neste domingo (24) do editorial d’O Globo. Obediente, Temer deverá fazê-lo após o impeachment.

2 de abril de 2016
por esmael
14 Comentários

Em editorial, Folha agora prega golpe contra Dilma e Temer. Adivinha quem assumiria a Presidência?

O jornal Folha de S. Paulo, em editorial publicado neste sábado (2), surtou de vez ao defender a “deposição constitucional” da presidente Dilma Rousseff e a renúncia do vice-presidente Michel Temer, que, na opinião do veículo, não dispõe de apoio da sociedade.

O editorial, que representa a opinião oficial do jornal, afirma que a presidente tem que ser afastada mesmo que falte “comprovação cabal” de que ela tenha cometido crime. “Dilma deve renunciar já para poupar o país do trauma do impeachment”.

A Folha também diz que é importante afastar a “figura nefasta” de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) da presidência da Câmara.

Pela fórmula do jornalão dos Frias, por WO, a Presidência da República cairia no colo do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL).
Na sequência, o próximo na linha sucessória seria o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF).

A Folha, no entanto, propõe que o  Tribunal Superior Eleitoral julgue as contas da chapa eleita em 2014 e a casse. “Seja por essa saída, seja pela renúncia dupla, a população seria convocada a participar de nova eleição presidencial, num prazo de 90 dias.”

Neste momento de desatino da Folha, recorre-se à opinião supersincera do ministro Luís Roberto Barroso: “Meu Deus do céu! Essa é a nossa alternativa de poder. Eu não vou fulanizar, mas quem viu a foto sabe do que estou falando”.

Leia a íntegra do editorial da Folha:

Nem Dilma nem Temer

A presidente Dilma Rousseff (PT) perdeu as condições de governar o país.

É com pesar que este jornal chega a essa conclusão. Nunca é desejável interromper, ainda que por meios legais, um mandato presidencial obtido em eleição democrática.

Depois de seu partido protagonizar os maiores escândalos de corrupção de que se tem notícia; depois de se reeleger à custa de clamoroso estelionato eleitoral; depois de seu governo provocar a pior recessão da história, Dilma colhe o que merece.

Formou-se imensa maioria favorável a seu impeachment. As maiores manifestações políticas de que se tem registro no Brasil tomaram as ruas a exigir a remoção da presidente. Sempre oportunistas, as forças dominantes no Congresso ocupam o vazio deixado pelo colapso do governo.

A administração foi posta a serviço de dois propósitos: barrar o impedimento, mediante desbragada compra de apoio parlamentar, e proteger o ex-presidente Lula e companheiros às voltas c

18 de junho de 2015
por esmael
30 Comentários

RPC/Gazeta do Povo volta a atacar professores e defender governo Richa

ediitorial_alepO jornal Gazeta do Povo, carro-chefe do grupo de comunicação RPC, em editorial, atacou nesta quinta-feira (18) os professores que almejam reajuste de 8,17% na data-base. O veículo defende abertamente a proposta do governador Beto Richa (PSDB) de reposição de apenas 3,45% e classifica como “oportunistas” aqueles que defendem o cumprimento da lei.

O editorial também saiu em defesa da dupla infernal Luiz Claudio Romanelli (PMDB), líder do governo na Assembleia, e o presidente da Casa e do PSDB do Paraná, Ademar Traiano, dando-lhes razão no embate contra os educadores e a diminuta bancada de oposição.

Ao tomarem conhecimento do antológico editorial, parlamentares oposicionistas ironizaram: “O Romanelli levou os donos da Gazeta/RPC para dar uma voltinha na ‘charrete’ do Traiano”; eles se referiram ao automóvel avaliado em 700 paus que o presidente da Assembleia bateu no último sábado, em Curitiba, enquanto fiscalizava professores repondo aulas.

Como era de esperar, a Gazeta do Povo lamenta o jogo democrático na Assembleia onde a minoria utiliza de táticas próprias do parlamento para alongar o debate. Na verdade, os donos do jornalão já sentem saudades do tratoraço naquela Casa, ou seja, da aprovação de projetos sem muita participação popular.

A Gazeta do Povo apresenta-se mais realista que o rei ao atacar os professores que suspenderam a greve e voltaram às aulas em respeito aos alunos e à sociedade. Portanto, fique claro, é falso o argumento de que o reajuste de 3,45% satisfez a categoria após um “acordo” com a oposição. Pelo contrário, ampliou as feridas provocadas no dia 29 de abril.