13 de fevereiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Mourão diz preferir chamar o período da ditadura de governo de presidentes militares

Mourão diz preferir chamar o período da ditadura de governo de presidentes militares

O vice-presidente da República, general Antônio Hamilton Mourão (PRTB), afirmou na manhã desta quarta-feira (13) que prefere chamar o período da ditadura militar de “governo de presidentes militares”. A afirmação foi feita durante um seminário promovido pela revista Voto, em Brasília. ... 

Leia mais

1 de fevereiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Ditadura: Casa da morte, em Petrópolis, é declarada de utilidade pública

Ditadura: Casa da morte, em Petrópolis, é declarada de utilidade pública

A prefeitura de Petrópolis, na região serrana do Rio de Janeiro, publicou decreto que declara de utilidade pública, para fins de desapropriação, o imóvel conhecido como Casa da Morte. O local foi usado como centro clandestino pelo Centro de Informações do Exército (CIE) durante a ditadura militar (1964-1985) e lá ocorreram casos de tortura e morte. ... 

Leia mais

14 de janeiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Performance censurada por Witzel no Rio terá exibição pública nesta segunda

Performance censurada por Witzel no Rio terá exibição pública nesta segunda


A performance do coletivo ‘És Uma Maluca’, que deveria encerrar a exposição “Literatura Exposta”, na Casa França-Brasil (CFB), no Rio de Janeiro, será realizada na rua nesta segunda-feira (14). A apresentação aborda o tema da tortura durante a ditadura militar e deveria ter sido realizada neste domingo, mas foi censurada por determinação do governador Wilson Witzel (PSC).

A performance prevê a atuação de duas mulheres nuas, que farão interações com a obra “A voz do ralo é a voz de deus”. A nudez teria motivado o cancelamento. A Secretaria de Cultura nega, e afirma que a programação de encerramento não estaria prevista no contrato firmado entre o governo e a Casa França-Brasil. Para o coletivo “És Uma Maluca”, trata-se de censura.

“A proibição arbitrária por parte da Secretaria Estadual de Cultura nos causa perplexidade e imensa preocupação, pois mais uma vez estamos claramente sendo submetidos à censura. A performance que faríamos seria uma continuidade da proposta apresentada na instalação A Voz do Ralo e a Voz de Deus e já havia sido informada e aprovada pela CFB”, diz o coletivo em nota publicada pelo Facebook.

A performance será exibida nesta segunda-feira (14) na rua Visconde de Itaboraí, 78 , às 18h, em frente à CFB, no centro do Rio. Leia mais

13 de janeiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Censura: Governo Witzel proíbe evento artístico sobre a ditadura

Censura: Governo Witzel proíbe evento artístico sobre a ditadura


O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, alinhado com a ideologia do governo Bolsonaro, proibiu neste domingo (13) a Exposição Literatura Exposta, na Casa França-Brasil, que abordava o tema da tortura no período da ditadura militar.

O governador declarou que “o Estado precisa, ser informado previamente o que vai ser realizado dentro de um órgão público”, disse. “Não importa qual seria o tema daquela performance humana, mas no contrato não havia a previsão da performance. Por isso, o secretário me comunicou que a decisão dele seria não permitir”, informou.

A performance do coletivo “És Uma Maluca” intitulada “A voz do ralo é a voz de Deus”, com base no conto “Baratária”, de Rodrigo Santos, tinha dispostos seis mil insetos de plásticos saindo de um bueiro e continha áudios de declarações do presidente Jair Bolsonaro, que foram proibidas na inauguração e tiveram que ser substituídas por receitas de bolo, uma alusão à censura da ditadura militar.

Durante a instalação, duas artistas nuas apareciam interagindo com os insetos, outra referência às torturas de mulheres no governo militar, que sofreram com a introdução de baratas na vagina pelos torturadores.

Na avaliação do governador, a performance que faria referência à tortura na ditadura militar, deveria ser avaliada pela Vara de Infância e da Juventude. Segundo ele, foi o secretário Ruan Lira quem o comunicou “de que haveria uma exposição, com nudismo, com mulheres” e que a decisão seria “não permitir”.

A decisão do governo do Rio de Janeiro é um ato arbitrário de censura e de veto a um evento artístico, que nos remete para um tempo de trevas e perseguições por motivos políticos e ideológicos. Leia mais

7 de janeiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Vestibular da Fuvest usa textos de Karl Marx e Chico Buarque

Vestibular da Fuvest usa textos de Karl Marx e Chico Buarque

Ignorando a orientação do governo do ultradireitista Jair Bolsonaro (PSL) de acabar com o “marxismo cultural” nas universidades, a segunda fase da prova do vestibular da Fuvest para a Universidade de São Paulo (USP), que aconteceu neste domingo (6), teve textos de Karl Marx, Chico Buarque e tirinha de Laerte.

LEIA TAMBÉM:

Faustão esculhamba Bolsonaro ao vivo na Globo; assista ... 

Leia mais

4 de janeiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Globo é chutada; SBT em alta no governo Bolsonaro

Globo é chutada; SBT em alta no governo Bolsonaro

A TV Globo enfrenta sua maior crise de autoridade desde a ditadura militar. A emissora perdeu o privilégio das notícias exclusivas do governo, pois as fontes migraram para as concorrentes nesta ordem: SBT, Record e Bandeirantes.

Coube ao SBT anunciar na entrevista com Jair Bolsonaro (PSL), nesta quinta (3), por exemplo, que a reforma da previdência pretendida por ele prevê idade mínima de 62 anos para homens e 57 para mulheres.

LEIA TAMBÉM
Bolsonaro reclama de vazamento no Coaf, mas nomeou especialista em vazamentos

“O que pretendemos fazer é botar num plano da reforma da Previdência um corte até o fim de 2022. Aí seria aumentar para 62 (anos) para homens e 57 (anos) para mulheres. Mas não de uma vez só. Um ano a partir da promulgação e outro a partir de 2022”, antecipou ao SBT Brasil, programa veiculado na televisão de Silvio Santos.

Mesmo chutada, a tevê dos Marinho não se entrega. Na transmissão da cerimônia do presidente da República, na terça-feira (1º), o jornalista William Bonner para o “Capitão” ao vivo no Jornal Nacional.

O senador Roberto Requião (MDB-PR) não deixou de observar que a Globo narrou a posse de Bolsonaro como se fosse um conto de fadas. “Foi a cobertura da reconciliação? Uma forma de abrir os cofres da União?”, perguntou o parlamentar.

“A TV Globo esta ‘fechada’ com o Bolso. O ‘bolso’ dela própria”, completou Requião, um dos principais críticos da velha mídia e do governo Bolsonaro.

A TV Globo esta “fechada”com o Bolso.
O “bolso” dela própria. ... 

Leia mais

1 de janeiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Datafolha: otimismo com Bolsonaro é menor desde a redemocratização

Datafolha: otimismo com Bolsonaro é menor desde a redemocratização

O capitão reformado do Exército Jair Bolsonaro (PSL) assumirá a Presidência da República nesta terça (1º), às 15h, sob o signo do menor otimismo desde a redemocratização do país.

Segundo o instituto, 65% dos brasileiros têm a expectativa de que a gestão Bolsonaro será boa ou ótima. Ele será regular para 17%. Os que consideram que o novo presidente será ruim ou péssimo somam 12% e não souberam responder apenas 6%.

LEIA TAMBÉM

Datafolha fuzila Bolsonaro: 61% contrários à liberação da posse de armas de fogo ... 

Leia mais

29 de dezembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Bolsonaro poderá ter Alexandre Garcia como porta-voz, o mesmo da ditadura

Bolsonaro poderá ter Alexandre Garcia como porta-voz, o mesmo da ditadura

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) poderá escolher o jornalista Alexandre Garcia, ex-Globo, como porta-voz do governo de extrema-direita que iniciará a partir de 1° de janeiro.

Depois de 30 anos, Garcia deixou a Globo após chocar-se com a linha editorial da emissora dos Marinhos.

O jornalista que já serviu a ditadura militar, no governo João Figueiredo, vinha enaltecendo demais Bolsonaro nas colunas do Bom Dia Brasil.

Alexandre Garcia ganhou cartão vermelho na Globo, mas pode começar o ano empregado no governo Bolsonaro. Leia mais

27 de dezembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em ‘Sistema Bolsonaro de Televisão’ bomba no Twitter

‘Sistema Bolsonaro de Televisão’ bomba no Twitter

A farsa da entrevista do motorista Fabrício Queiroz no SBT, nesta quarta (26), rendeu o apelido à emissora de ‘Sistema Bolsonaro de Televisão’. Este é um dos tópicos mais discutidos desta quinta (27) no Twitter.

O SBT partiu para o mais desbragado puxa-saquismo, após a eleição, ao resgatar o slogan da ditadura ‘Brasil, ame-o ou deixe-o’ para agradar os militares, mais precisamente o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL).

LEIA TAMBÉM
Datafolha reprova Bolsonaro: 66% contra submissão do Brasil aos EUA

Na noite de ontem, em retribuição, a emissora de Silvio Santos foi a escolhida para dar o furo do ex-assessor de Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) — papel que sempre era delegado à Globo desde a ditadura militar, .

Quanto ao conteúdo das explicações de Queiroz para a movimentação atípica de R$ 1,2 milhão, coitado, não convenceu. A emenda saiu pior que o soneto, segundo todos os analistas políticos do país.

Em entrevista ao Sistema Bolsonaro de Televisão …
Queiroz não sabe em qual hospital ficou internado !!!
Estranho neh….?? pic.twitter.com/Q8XHqo2fGH ... 

Leia mais

14 de dezembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em O AI-5 suspendeu o habeas corpus; Lula tenta o benefício há 8 meses

O AI-5 suspendeu o habeas corpus; Lula tenta o benefício há 8 meses

O famigerado AI-5 (Ato Institucional nº 5) completou nesta quinta (13) 50 anos. Por meio de decreto do general Costa e Silva, ditador de plantão, os militares suspenderam o habeas corpus.

A título de comparação, nesses tempos de lava jato, o ex-presidente Lula tenta sem sucesso há 8 meses um habeas corpus junto às cortes superiores.

LEIA TAMBÉM

Moro diz a Datena que ‘Lula fez até coisas boas’; assista ... 

Leia mais

13 de dezembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Bolsonaro já defendeu a reedição do temido AI-5

Bolsonaro já defendeu a reedição do temido AI-5

Era para durar alguns dias, talvez um mês. Acabou vigorando dez anos, de 13 de dezembro de 1968 a dezembro de 1978. Significou o endurecimento do regime militar no governo do general Costa e Silva.

O período conhecido como “anos de chumbo’ deu poder de exceção aos militares para punir arbitrariamente os que fossem inimigos do regime ou classificados como inimigos da pátria. Eram tempos do lema ‘Brasil, ame-o ou deixe-o’ cujo slogan foi ressuscitado recentemente pelo dono do SBT,

Silvio Santos ... 

Leia mais

23 de novembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Sob Bolsonaro, escolas terão de comemorar o golpe militar de 1964

Sob Bolsonaro, escolas terão de comemorar o golpe militar de 1964

O recado foi dado pelo futuro ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodriguez, anunciado nesta quinta (22) pelo presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL).

LEIA TAMBÉM

Comentarista da TV cubana detona Bolsonaro; assista ... 

Leia mais

20 de novembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Eduardo Bolsonaro sugere que Folha de São Paulo seja usada como papel higiênico

Eduardo Bolsonaro sugere que Folha de São Paulo seja usada como papel higiênico

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) sugeriu ontem (19), pelo Twitter, que o jornal Folha de São Paulo seja usado como papel higiênico. O assunto está entre os Trending Topics da rede social nesta terça-feira (20).

LEIA TAMBÉM:
Bolsonaro anuncia que Wagner Rosário permanecerá na CGU

“A todo momento tentam criar intrigas e principalmente desgastar os filhos. Mas acredito que todos já sabem qual é a da @monicabergamo né? Se alguém ainda compra a Folha já pode economizar no papel higiênico”, tuitou o filho do presidente eleito.

O deputado ficou irritado com Monica Bergamo porque ela repercutiu que Bolsonaro recebeu a sugestão de convidar Alexandre Garcia, da TV Globo, para assumir a comunicação de seu governo.

Considerado brilhante por Eduardo Bolsonaro, Alexandre Garcia serviu à ditadura militar como porta-voz do general João Batista Figueiredo.

A todo momento tentam criar intrigas e principalmente desgastar os filhos. Mas acredito que todos já sabem qual é a da @monicabergamo né? Se alguém ainda compra a Folha já pode economizar no papel higiênico.

No mais, sigo leitor/seguidor do brilhante @alexandregarcia 👏 https://t.co/YmPiew6nwB ... 

Leia mais

18 de novembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em SBT pode ressuscitar miniprogramas que “puxavam o saco” de governos

SBT pode ressuscitar miniprogramas que “puxavam o saco” de governos

O Sistema Brasileiro de Televisão, o SBT, do empresário e apresentador Silvio Santos, pode ressuscitar ‘A Semana do Presidente’ para “puxar o saco” do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) e dos militares.

LEIA TAMBÉM:

Silvio Santos resgata slogan da ditadura ‘Brasil, Ame-o ou Deixe-o’ ... 

Leia mais

6 de novembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em SBT retira do ar vinheta que resgata slogan da ditadura

SBT retira do ar vinheta que resgata slogan da ditadura

A televisão de Silvio Santos, o SBT, passou a exibir nesta terça (6) uma série de vinhetas de nacionalistas em sua programação. Em uma delas era exibido o slogan da ditadura “Brasil, ame-o ou deixe-o”. Diante da repercussão extremamente negativa e da onda de protestos que tomou conta da internet, a emissora retirou mensagem do ar.

LEIA TAMBÉM:
Silvio Santos resgata slogan da ditadura ‘Brasil, Ame-o ou Deixe-o’

Segundo o SBT, a escolha do slogan foi um equívoco, pois não teriam notado que a frase era um bordão de uma das épocas mais repressivas da ditadura.

Políticos de diversos partidos se pronunciaram no Twitter a respeito das vinhetas da televisão de Silvio Santos.

O deputado federal por São Paulo do Psol, Ivan Valente, classificou a vinheta da emissora como algo “bizarro e sombrio”.

“O homem do baú sempre bajulando quem está no poder. Bolsonaro disse que queria o Brasil como há 50 anos. Silvio Santos atendeu ao pedido. Bizarro e sombrio”, escreveu Ivan Valente.

O deputado petista Marco Maia associou a vinheta do SBT ao “medo de perder verba publicitária”.

“Já deu para perceber que o medo de perder a verba publicitária é maior do que a dignidade, né Silvio Santos? Bolsonaro disse que queria o Brasil como há 50 anos e o SBT atendeu ao pedido e fez uma propaganda com o lema da ditadura militar”, afirmou Marco Maia.

Manuela D’Ávila, do PCdoB, candidata a vice-presidente na chapa de Haddad, criticou as vinhetas e sugeriu que o SBT “enaltece a ditadura”.

Eu te amo meu Brasil ,eu te amo ,meu coração é ”e“Brasil ame-o ou deixe-o” são propagandas da ditadura militar. Nós amamos o BR. O de todas as cores, credos e opiniões políticas. Enaltecer a ditadura não é amar ao Brasil, mas repugnar a democracia e as conquistas da Constituição de 88, criticou Manuela.

Jandira Feghali, deputada federal pelo PCdoB, que empresas de comunicação se tornam “lambedoras de botas” por verbas publicitárias.

“‘Ame-o ou deixe-o’ é a coisa mais triste que uma concessão pública pode se prestar em pleno 2018. Resgatar uma expressão da Ditadura em que a frase, tida como nacionalista, na verdade era para sufocar o contraditório e movimentos sociais. A disputa pela verba publicitária não pode fazer com que empresas de Comunicação se tornem ‘lambedoras de botas’ bizarras”, sentenciou Jandira.

O homem do baú sempre bajulando quem está no poder. Bolsonaro disse que queria o Brasil como há 50 anos. Silvio Santos atendeu ao pedido. Bizarro e sombrio.https://t.co/2NbrIQr5QN ... 

Leia mais

6 de novembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Silvio Santos resgata slogan da ditadura ‘Brasil, Ame-o ou Deixe-o’

Silvio Santos resgata slogan da ditadura ‘Brasil, Ame-o ou Deixe-o’

O apresentador Silvio Santos, dono do SBT, veiculou vídeo na emissora resgatando o lema da ditadura ‘Brasil, Ame-o ou Deixe-o’ e gerou veementes protestos nas redes sociais.

LEIA TAMBÉM
General Mourão: Preocupações com o futuro da democracia é “choro de perdedores”

O presidente nacional do PSOL, Juliano Medeiros, avisou que não sairá do Brasil nem que a vaca tussa arroz doce.

“Alô Sílvio Santos! Alô Bolsonaro! Alô extrema-direita brasileira! Não adianta ameaçar. Daqui não sairemos, daqui ninguém nos tira. O Brasil é nossa casa. E lutaremos para que ele seja a casa de todos os brasileiros e brasileiras”, reagiu o dirigente psolista.

“O slogan “Brasil, Ame-o ou Deixe-o” era a senha para matar, torturar e fazer desaparecer todos os que divergiam do governo”, recordou o Jornalistas Livres.

O jornalista e escritor Marcelo Rubens Paiva chamou o dono do SBT de puxa saco dos militares. “É bom lembrar que Silvio Santos ganhou a concessão do general Figueiredo depois de puxar-lhe o saco e criar o quadro chamado O Dia do Presidente, desbancando as favoritas Abril e Jornal do Brasil”.

Assista ao vídeo:

Silvio Santos é um capacho descarado!

Jair Bolsonaro eleito, e ele já reedita o slogan dos generais, durante a Ditadura: "Brasil, Ame-o ou Deixe-o". Era a senha para matar, torturar e fazer desaparecer todos os que divergiam do governo. pic.twitter.com/HsjCYMiDUK ... 

Leia mais

30 de outubro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Comissário da União Européia diz que Bolsonaro é populista de extrema direita

Comissário da União Européia diz que Bolsonaro é populista de extrema direita

O francês Pierre Moscovici, chefe da área de economia da União Européia afirmou que Jair Bolsonaro é um populista de extrema direita. “Atrás dele, vemos a sombra dos militares que estiveram por um longo tempo no poder no Brasil, constituindo uma ditadura terrível”.

As declarações de Pierre, que já foi ministro da França, foram feitas ontem (29), segundo

reportagem do Estadão ... 

Leia mais

27 de outubro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Deputados americanos fazem carta contra Bolsonaro

Deputados americanos fazem carta contra Bolsonaro


Dezoito deputados do Partido Democrata dos Estados Unidos enviaram ontem (27) uma carta ao secretário de Estado americano, Mike Pompeo, condenando Jair Bolsonaro (PSL) por encorajar a violência política, mostrar falta de compromisso com a democracia e atacar minorias.

Na carta, chamam o candidato do PSL de extremista de direita que está se beneficiando de uma campanha eleitoral marcada por “violência política” e “um dilúvio de notícias falsas e desinformação”.

Os deputados pedem para que o governo americano diga ao governo brasileiro que as posições de Bolsonaro são “inaceitáveis”. Eles afirmam que o candidato “regularmente elogia a ditadura militar do Brasil, foi acusado de discursos de ódio contra grupos de minorias e disse que não vai reconhecer o resultado das eleições, caso perca”.

Os americanos esperam que os Estados Unidos condenem “toda a violência política no Brasil” e tomem “uma posição firme em oposição a esse retrocesso”.

Com informações do DW
Leia mais

26 de outubro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Crendiospai: A ditadura já começou em Curitiba, dizem bolsonaristas

Crendiospai: A ditadura já começou em Curitiba, dizem bolsonaristas

Adoradores de Jair Bolsonaro e do general Mourão exibiram nesta tarde, em Curitiba, bonecos gigantes dos ditos cujos. Para eles, a ditadura já começou na capital paranaense.

LEIA TAMBÉM

Eleitores de Haddad em Portugal pedem maior segurança para votar no 2º turno ... 

Leia mais

25 de outubro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Caetano Veloso no The New York Times: Tempos sombrios estão vindo para o meu país

Caetano Veloso no The New York Times: Tempos sombrios estão vindo para o meu país


Em artigo publicano ontem no The New York Times, um dos jornais mais conhecidos e conceituados do mundo, o cantor e compositor Caetano Veloso fala sobre os tempos sombrios que estão por vir no Brasil se Bolsonaro tornar-se presidente da República no próximo domingo.

Para Caetano Veloso, “o Brasil está enfrentando uma ameaça da extrema direita, uma tempestade de conservadorismo populista”.

O músico alerta para uma onda de “medo e ódio” no Brasil se Bolsonaro vir a ser o presidente.

“Se Bolsonaro vencer a eleição, os brasileiros podem esperar uma onda de medo e ódio”, disse.

Caetano também fala sobre as propostas e as declarações absurdas do candidato do PSL.

“Bolsonaro defende a venda irrestrita de armas de fogo , propõe uma presunção de autodefesa se um policial matar um “suspeito” e declarar que um filho morto é preferível a um homossexual, comenta.

De acordo com Caetano, “forças das trevas, de dentro e de fora, agora parecem estar nos forçando para trás e para baixo”.

Leia a íntegra do artigo de Caetano Veloso no The New York Times:

Tempos sombrios estão vindo para o meu país ... 

Leia mais