14 de março de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Congresso pode devolver ao governo MP que estrangula os sindicatos

Congresso pode devolver ao governo MP que estrangula os sindicatos

O presidente do Senado e do Congresso Nacional, Davi Alcolumbre (DEM-AP), reconheceu que a MP 873 “inviabiliza a existência dos sindicatos” e admitiu a possibilidade de devolver essa medida provisória à Presidência da República. ... 

Leia mais

12 de março de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Em clima de ‘toma lá, dá cá’, Bolsonaro indica vice-líderes no Congresso

Em clima de ‘toma lá, dá cá’, Bolsonaro indica vice-líderes no Congresso


Em clima de toma lá, dá cá, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) indicou os vice-líderes da base governista no Congresso Nacional. A formalização das indicações está no Diário Oficial da União (DOU) desta terça-feira (12). ... 

Leia mais

26 de fevereiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Presidente autoproclamado do Brasil estuda revogar tramitação da reforma da previdência

Presidente autoproclamado do Brasil estuda revogar tramitação da reforma da previdência

O presidente autoproclamado do Brasil, ator Zé de Abreu, estuda revogar a tramitação da reforma da previdência no Congresso Nacional. ... 

Leia mais

20 de fevereiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Veja com o será a tramitação da PEC da Previdência

Veja com o será a tramitação da PEC da Previdência

O presidente Bolsonaro foi à Câmara entregar a sua proposta de “reforma” da Previdência nesta quarta-feira (20). Como é uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC), ela precisa de aprovação de 3/5 dos deputados em dois turnos de votação. ... 

Leia mais

16 de fevereiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Projeto de lei Anticrime será apresentado ao Congresso na terça, diz Bolsonaro

Projeto de lei Anticrime será apresentado ao Congresso na terça, diz Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) afirmou na manhã deste sábado (16), em sua conta no Twitter, que o governo apresentará o projeto de lei Anticrime ao Congresso Nacional na terça-feira (19).  ... 

Leia mais

15 de fevereiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Oposição já ensaia pedir impeachment de Bolsonaro: ele não tem condições de governar

Oposição já ensaia pedir impeachment de Bolsonaro: ele não tem condições de governar

Na penúltima crise, o ministro Gustavo Bebianno ficou com a fama de mentiroso e o presidente Jair Bolsonaro com a de medroso. Os panos quentes desta sexta (15) apenas disfarçam o mal-estar de todos os envolvidos no conflito surgido com o laranjal do PSL. ... 

Leia mais

15 de fevereiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Bolsonaro é enquadrado por aliados que o obrigam “demitir” filho problema

Bolsonaro é enquadrado por aliados que o obrigam “demitir” filho problema

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) foi enquadrado por aliados que o obrigaram a “demitir” seu filho Carlos Bolsonaro, o Carluxo, das atividades de governo. ... 

Leia mais

4 de fevereiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Mensagem de Bolsonaro será lida na cerimônia de abertura do ano legislativo

Mensagem de Bolsonaro será lida na cerimônia de abertura do ano legislativo

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, levará hoje (4) ao Congresso Nacional a mensagem do presidente Jair Bolsonaro (PSL) para a abertura dos trabalhos legislativos. ... 

Leia mais

4 de fevereiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Gleisi detona a velha política de Bolsonaro; leia a íntegra

Gleisi detona a velha política de Bolsonaro; leia a íntegra

A presidenta nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann (PT-PR), em artigo especial, detona a velha política reinserida no Congresso Nacional por obra de Jair Bolsonaro (PSL) e seus aliados militares e a antiga Arena (agora DEM). ... 

Leia mais

30 de janeiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em CPI no Congresso para apurar crimes da Vale em Brumadinho

CPI no Congresso para apurar crimes da Vale em Brumadinho

O Senado e a Câmara devem abrir uma Comissão Parlamentar de Inquérito mista para apurar as responsabilidades pelos crimes ocorridos em Brumadinho (MG) ... 

Leia mais

7 de janeiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Datafolha: 54% é a favor da educação sexual e 71% defende discussão política nas escolas

Datafolha: 54% é a favor da educação sexual e 71% defende discussão política nas escolas


Pesquisa do Instituto Datafolha divulgada nesta segunda-feira (7) aponta que 71% da população defende discussões sobre política na escola. Já 54% informaram que são favoráveis à educação sexual. As duas questões são as mais atacadas pelo movimento pró-censura “Escola sem Partido” e em discursos do presidente Jair Bolsonaro (PSL).

A pesquisa trata de temas diretamente ligados ao projeto de lei Escola sem Partido, que foi arquivado em 2018 mas deve voltar à tramitação na Câmara dos Deputados na próxima legislatura. O Escola sem Partido é um dos carros-chefe do presidente Jair Bolsonaro, que chegou a afirmar na última sexta-feira (4) que o Brasil promove “doutrinação nas escolas e erotização das nossas crianças”.

De acordo com o instituto, o apoio a discussões políticas em sala de aula cresce à medida da escolaridade dos entrevistados: entre os que têm nível superior, 83% defendem o assunto. O percentual cai para 72% entre os que concluíram o ensino médio, e 62% dos que possuem nível fundamental.

De todos os ouvidos em relação à discussão política nas escolas, 20% apoiam totalmente, enquanto 28% discordam totalmente. Outros 8% não souberam ou não quiseram responder.

O ensino de educação sexual também é defendido entre os que têm maior escolaridade, mas em menor escala: entre os que têm nível superior 63% são favoráveis; enquanto ensino médio e fundamental representam 54% e 49%, respectivamente.

Os que são favoráveis à educação sexual representam 54% do total de entrevistados, sendo que 35% aprovam totalmente o ensino. Os que discordam totalmente também são 35%. As mulheres representam a maior parcela dos favoráveis: são 56% do total. Entre os que são contrários, 53% são evangélicos e 54% votaram em Bolsonaro.

As estatísticas divulgadas hoje fazem parte de uma pesquisa realizada nos dias 18 e 19 de dezembro com 2.077 pessoas. Dados divulgados no último sábado (5) indicaram que a maioria da população também é contrária à política de privatizações e redução das leis trabalhistas.

Com informações de Congresso em Foco Leia mais

6 de janeiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Bolsonaro pagará bônus para perito do INSS que cortar pensões e aposentadorias

Bolsonaro pagará bônus para perito do INSS que cortar pensões e aposentadorias

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) vai enviar ao Congresso Nacional uma Medida Provisória (MP) que tem o objetivo de fazer um pente pente-fino em todos os benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

LEIA TAMBÉM:

Datafolha: ‘Governo Bolsonaro acabou antes de começar’ ... 

Leia mais

29 de dezembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Moro sucumbe ao lobby das armas de fogo

Moro sucumbe ao lobby das armas de fogo

O futuro ministro da Justiça, Sérgio Moro, defende a flexibilização do estatuto do desarmamento em até 100 dias.

A ideia do ex-titular da lava jato é que um decreto presidencial permita a posse de arma, sem a necessidade de aprovar lei no Congresso Nacional.

Ao Blog do Esmael, um parlamentar reagiu à proposta de Moro: “grachinha” (SIC). Leia mais

28 de dezembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em PT não participará da posse de Bolsonaro no Congresso

PT não participará da posse de Bolsonaro no Congresso


Em comunicado divulgado à imprensa nesta sexta-feira (28), o Partido dos Trabalhadores (PT) e suas bancadas parlamentares reafirmaram o compromisso com o voto popular, mas denunciaram a falta de lisura da eleição, “que foi distorcida pelo golpe, pela proibição da candidatura de Lula e a disseminação de fake news”, segundo avaliam os petistas.

Para o PT, a decisão de não comparecer ao evento da posse do presidente eleito, Jair Bolsonaro(PSL), é uma atitude de caráter político. “o resultado das urnas é fato consumado, mas não representa aval a um governo autoritário, antipopular e antipatriótico, marcado por abertas posições racistas e misóginas, declaradamente vinculado a um programa de retrocessos civilizatórios”, diz o comunicado da legenda.

Confira a íntegra do comunicado:

PT reafirma compromisso com o voto, mas denuncia falta de lisura da eleição, que foi distorcida pelo golpe, pela proibição da candidatura de Lula e disseminação de fake news

O Partido dos Trabalhadores nasceu na luta da sociedade brasileira pelo restabelecimento da democracia, em 1980. Em quase quatro décadas de existência, o PT sempre reconheceu a legitimidade das instituições democráticas e atuou dentro dos marcos do Estado de Direito; combinando esta atuação com nossa presença nas ruas e nos movimentos sociais, aprofundando a participação da sociedade na democracia.

Participamos das eleições presidenciais no pressuposto de que o resultado das urnas deve ser respeitado, como sempre fizemos desde 1989, vencendo ou não. Mantemos o compromisso histórico com o voto popular, mas isso não nos impede de denunciar que a lisura do processo eleitoral de 2018 foi descaracterizada pelo golpe do impeachment, pela proibição ilegal da candidatura do ex-presidente Lula e pela manipulação criminosa das redes sociais para difundir mentiras contra o candidato Fernando Haddad.

O devido respeito à Constituição também torna obrigatórios a denúncia e o protesto contra as ameaças do futuro governo de destruir por completo a ordem democrática e o Estado de Direito no Brasil. Da mesma forma denunciamos o aprofundamento das políticas entreguistas e ultraliberais do atual governo, o desmonte das políticas sociais e a revogação já anunciada de históricos direitos trabalhistas.

O resultado das urnas é fato consumado, mas não representa aval a um governo autoritário, antipopular e antipatriótico, marcado por abertas posições racistas e misóginas, declaradamente vinculado a um programa de retrocessos civilizatórios.

O ódio do presidente eleito contra o PT, os movimentos populares e o ex-presidente Lula é expressão de um projeto que, tomando de assalto as instituições, pretende impor um Estado policial e rasgar as conquistas históricas do povo brasileiro.

Não compactuamos com discursos e ações que estimulam o ódio, a intolerância e a discriminação. E não aceitamos que tais práticas sejam naturalizadas como instrumento da disputa política. Por tudo isso, as bancadas do PT não estarão presentes à cerimônia de posse do novo presidente no Congresso Nacional.

Seguiremos lutando, no Parlamento e em todos os espaços, para aperfeiçoar o sistema democrático e resistir aos setores que usam o aparato do Estado para criminalizar adversários políticos.

Fomos construídos na resistência à ditadura militar, por isso reafirmamos nosso compromisso de luta em defesa dos direitos sociais, da soberania nacional e das liberdades democráticas.

Deputado Paulo Pimenta, líder do PT na Câmara
Senador Lindbergh Farias, líder do PT no Senado
Senadora Gleisi Hoffmann, presidenta nacional do PT Leia mais

27 de dezembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Bolsonaro poderá exonerar até 100 mil servidores no 1º dia de governo

Bolsonaro poderá exonerar até 100 mil servidores no 1º dia de governo

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), assim que assumir o cargo, poderá exonerar até 100 mil funcionários públicos comissionados, funções de confiança e gratificações.

A exoneração de cargos de ‘livre provimento’ a serem preenchidos pelo presidente da República nada tem a ver com a diminuição do mesmo, enxugamento da máquina pública, blá, blá, blá. Pelo contrário.

LEIA TAMBÉM

‘Sistema Bolsonaro de Televisão’ bomba no Twitter ... 

Leia mais

13 de dezembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Bolsonaro já defendeu a reedição do temido AI-5

Bolsonaro já defendeu a reedição do temido AI-5

Era para durar alguns dias, talvez um mês. Acabou vigorando dez anos, de 13 de dezembro de 1968 a dezembro de 1978. Significou o endurecimento do regime militar no governo do general Costa e Silva.

O período conhecido como “anos de chumbo’ deu poder de exceção aos militares para punir arbitrariamente os que fossem inimigos do regime ou classificados como inimigos da pátria. Eram tempos do lema ‘Brasil, ame-o ou deixe-o’ cujo slogan foi ressuscitado recentemente pelo dono do SBT,

Silvio Santos ... 

Leia mais

10 de dezembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Bolsonaro sob o signo do impeachment

Bolsonaro sob o signo do impeachment

A velha mídia, com destaque para a Folha, já compara o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) ao ex-presidente Fernando Collor Mello, que sofreu impeachment em 1992.

LEIA TAMBÉM

Ator Alexandre Nero explica, no Faustão, porque Lula é ‘o cara’ no Nordeste; assista ... 

Leia mais

4 de dezembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Bolsonaro abre hoje balcão do ‘toma-lá-dá-cá’ com as velhas raposas do Congresso

Bolsonaro abre hoje balcão do ‘toma-lá-dá-cá’ com as velhas raposas do Congresso

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) não resistiu ao fisiologismo das velhas raposas do rabo felpudo no Congresso Nacional.

Daqui a pouco, em Brasília, o capitão reformado do Exército abrirá oficialmente o balcão do ‘toma-lá-dá-cá’ de seu futuro governo.

LEIA TAMBÉM

STF pode libertar Lula nesta terça; acompanhe aqui ... 

Leia mais

12 de novembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em URGENTE: Bolsonaro reconhece derrota na reforma da previdência

URGENTE: Bolsonaro reconhece derrota na reforma da previdência

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) reconheceu derrota ao não conseguir votar reforma da previdência este ano.

LEIA TAMBÉM

Bolsonaro desidrata Moro, que perde o CADE ... 

Leia mais

7 de novembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Velha mídia põe “derrota” nos salários do STF na conta de Bolsonaro

Velha mídia põe “derrota” nos salários do STF na conta de Bolsonaro

Para a velha mídia, o aumento dos salários dos ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) para R$ 39 mil foi uma “derrota” do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL).

LEIA TAMBÉM

Veja por que Fernanda Lima causa medo nos bolsominions; assista ao vídeo ... 

Leia mais