9 de fevereiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Dallagnol defende investigação de auditores da Receita contra Gilmar Mendes

Dallagnol defende investigação de auditores da Receita contra Gilmar Mendes

O procurador federal, Deltan Dallagnol, coordenador da Lava Jato no Ministério Público Federal em Curitiba, usou o Twitter na noite desta sexta-feira (8) para defender o procedimento investigatório instaurado por auditores fiscais da Receita Federal contra o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes. ... 

Leia mais

20 de janeiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Pimenta: Bolsonaro faz parte de uma organização criminosa; assista

Pimenta: Bolsonaro faz parte de uma organização criminosa; assista

O líder do PT na Câmara, Paulo Pimenta (PT-RS), publicou um vídeo neste domingo (20) denunciando a família Bolsonaro de fazer parte de uma perigosa organização criminosa.

Para o dirigente petista, há gravidade nas denúncias do Ministério Público porque o Coaf demostrou R$ 7 milhões de movimentação atípica. “Tem relação com as milícias”, denunciou Pimenta.

LEIA TAMBÉM

‘Bolsonaro te enganou, babaca’ bomba neste domingo ... 

Leia mais

19 de outubro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em URGENTE: TSE ABRE INVESTIGAÇÃO CONTRA JAIR BOLSONARO

URGENTE: TSE ABRE INVESTIGAÇÃO CONTRA JAIR BOLSONARO

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que não é uma corte bolivariana nem comunista, abriu investigação sobre caixa 2 e fake news do candidato Jair Bolsonaro (PSL).

LEIA TAMBÉM

Reviravolta na eleição presidencial do Brasil, vê imprensa internacional ... 

Leia mais

12 de julho de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Ratinho perde o “vice dos sonhos” na disputa pelo governo do Paraná

Ratinho perde o “vice dos sonhos” na disputa pelo governo do Paraná

O deputado Ratinho Junior (PSD), pré-candidato ao governo do Paraná, pode ter perdido o “vice” dos sonhos. Segundo a coluna Radar, da Veja, o presidente licenciado da Federação das Indústrias do Paraná (Fiep), Edson Campagnollo (PRB), é alvo de investigação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco).

Ainda de acordo com a Veja, Campagnollo é investigado pela Polícia Civil por malversação dos recursos da entidade, cujo orçamento ultrapassa os 500 milhões de reais anuais.

O presidente da Fiep pode estar sendo vítima de “fogo amigo” no grupo de Ratinho, haja vista que é enorme a lista de pretendentes ao cargo de vice do filho do apresentador do SBT.

“Um dossiê sobre o caso circula nos meios políticos do Paraná e aliados de Ratinho Júnior já defendem a escolha de outro companheiro de chapa. Campagnollo é filiado ao PRB”, anota a coluna Radar.

Além de Campagnollo, que deixou a presidência para concorrer a vice, também pleiteiam o lugar na chapa de Ratinho o presidente da Fecomércio, Darci Piana (PSD), Norberto Ortigara (PSDB) e o ex-prefeito de Assis Chateaubriand, Marcel Micheletto (PR).
Leia mais

11 de julho de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Moro jura que não estava em Portugal no ‘domingo negro’ contra Lula

Moro jura que não estava em Portugal no ‘domingo negro’ contra Lula

O juiz Sérgio Moro vai alegar em sua defesa no Conselho Nacional de Justiça (CNJ) que não estava em Portugal, no domingo (8), durante o imbróglio da soltura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A informação é do Valor.

LEIA TAMBÉM

URGENTE: Moro será investigado pelo CNJ ... 

Leia mais

10 de julho de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em URGENTE: Moro será investigado pelo CNJ

URGENTE: Moro será investigado pelo CNJ

A conduta do juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba, será investigada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

O ministro João Otávio de Noronha, corregedor-geral do CNJ, determinou nesta terça-feira (10) abertura de um procedimento para apurar a conduta de Moro que desobedeceu à ordem judicial do desembargador Rogério Favreto, do TRF4, para libertar Lula no domingo (8).

O CNJ também investigará os desembargadores João Pedro Gebran Neto, que suspendeu a decisão do colega, o próprio Favreto, quem mandou soltar o ex-presidente da República.

“As oito representações apresentadas até agora ao CNJ, Conselho Nacional de Justiça, contra o Desembargador Rogério Favreto e as duas apresentadas contra o juiz Sérgio Moro serão sobrestadas e apensadas ao Procedimento determinado pelo Corregedor Nacional, já que se trata de uma apuração mais ampla dos fatos”, explicou o CNJ.

A tendência é que todos — Moro e os desembargadores do TRF4 — se salvem no CNJ.

Leia mais

29 de março de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Delegados da Polícia Civil divulgam nota contra Beto Richa

Delegados da Polícia Civil divulgam nota contra Beto Richa

O Sindicato dos Delegados de Polícia Civil do Paraná (sindepol) e a Associação dos Delegados de Polícia (Adepol) divulgaram nota conjunta, nesta quinta (29), contra o governador Beto Richa (PSDB) pelo afastamento do delegado Wilkinson Fabiano Oliveira de Arruda da investigação que apura o atentado contra a vida do ex-presidente Lula.

As entidades policiais dizem que repudiam “qualquer ingerência externa em investigações policiais que atentem contra a independência funcional do Delegado de Polícia, enquanto membro de carreira jurídica que desempenha atividade essencial e exclusiva de Estado, nos termos da Lei 12830/13.”

Não consta que os delegados da Polícia Civil sejam petistas ou “esquerdopadas”, como

sugeriu Richa ... 

Leia mais

16 de março de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em CPI no Congresso para investigar a execução da vereadora Marielle Franco

CPI no Congresso para investigar a execução da vereadora Marielle Franco

A Polícia Federal fala em “abrir inquérito” para investigar o uso de munições compradas pela Polícia Federal para executar a vereadora Marielle Franco (PSOL), no Rio, na última quarta (14). PF não pode investigar PF. Tem que haver distanciamento. A primeira investigação que precisa ocorrer é no Congresso Nacional por meio de uma CPI, isto é, se os parlamentares não se acovardarem.

As justificativas para a abertura de uma CPI no Congresso são basicamente dois: 1- Foi um crime político que possui ineditismo; 2- Os lotes de munição utilizada para assassinar a vereadora do PSOL vieram da PF (comprados em 2006, em Brasília).

O advogado Clóvis Costa, de Curitiba, explica por quê da grande comoção e repercussão: nos últimos 35 anos, pelo menos, não houve a suspeita de execução de nenhum governador, senador, deputado federal, estadual ou vereador de capitais, por questões relacionadas ao exercício do mandato.

“Os casos de Olavo Pires e Ceci Cunha não tiveram relação com o exercício da atividade parlamentar, assim como o caso do vereador João Monteiro de Castro (Rio) e do governador Edmundo Pinto”, afirmou o advogado.
Leia mais

5 de março de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Michel Temer ficou chateado e quer discutir a relação com Raquel Dodge

Michel Temer ficou chateado e quer discutir a relação com Raquel Dodge

Já foi

dito aqui ... 

Leia mais

5 de fevereiro de 2018
por Esmael Morais
73 Comentários

Medo do ‘Tiririca dos Ricos’ une Alckmin a Temer na corrida presidencial de 2018

O dublê de apresentador e candidato da Globo, Luciano Huck, está incomodando bastante o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), a ponto de o tucano se submeter a segurar no “fio desencapado” chamado Michel Temer (PMDB), o homem mais odiado do planeta, segundo todas as pesquisas internacionais.

Alckmin, empatado com Huck nas sondagens eleitorais, teme o que “Tiririca dos Ricos”, como afirmou recentemente o jornalista

Reinaldo Azevedo ... 

Leia mais

17 de junho de 2017
por Esmael Morais
26 Comentários

Bancada jovem do PSDB votará pela investigação de Temer

O ilegítimo Michel Temer deverá contabilizar defecções na bancada do PSDB, pois cerca de 15 deputados da ala jovem do partido votará pela investigação do ilegítimo e levantará a bandeira das diretas já. Leia mais

9 de fevereiro de 2017
por Esmael Morais
15 Comentários

Golpe para ‘barrar Lava Jato’ será investigado pelo STF, decide Fachin

A “Saída Michel” para estancar a sangria da Lava Jato será investigada pelo Supremo, pois, nesta quinta (9), o ministro Edson Fachin abriu inquérito para investigar os peemedebistas Romero Jucá, José Sarney, Renan Calheiros e Sergio Machado por obstrução à operação do juiz Sérgio Moro. Leia mais

16 de outubro de 2016
por Esmael Morais
27 Comentários

Ricardo Barros, ministro dos Planos de Saúde, será investigado pelo Ministério Público Federal

barros_richa_silvioO ministro dos Planos de Saúde Ricardo Barros será investigado pelo Ministério Público Federal por sua atuação em campanhas eleitorais. Leia mais

25 de novembro de 2013
por Esmael Morais
55 Comentários

Unânime, OAB pede ao CNJ que investigue Joaquim Barbosa

do Brasil 247Foi aprovada nesta segunda (25), por unanimidade, pela Ordem dos Advogados do Brasil, uma decisão que ainda é ainda mais grave do que uma simples moção de repúdio ao presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa. A OAB irá cobrar do Conselho Nacional de Justiça uma investigação sobre a troca do juiz responsável pela execução das penas do chamado “mensalão”.

Após pressões de Joaquim Barbosa, repudiadas por juristas e advogados, o juiz titular da Vara de Execuções Penais, Ademar Vasconcelos, foi substituído por Bruno Ribeiro, filho de um dirigente do PSDB do Distrito Federal. A decisão fere direitos da magistratura e também dos réus.

A decisão do presidente do STF causou espanto na magistratura.

“Eu espero que não esteja havendo politização, porque não vamos permitir a quebra de um princípio fundamental, que é uma garantia do cidadão, do juiz natural, independentemente de quem seja o réu”, afirmou João Ricardo dos Santos Costa, presidente eleito da Associação dos Magistrados do Brasil.

Segundo o jurista Claudio Lembo, já existem razões objetivas para o impeachment de Joaquim Barbosa. Os juristas Dalmo de Abreu Dallari e Celso Bandeira de Mello publicaram um manifesto em que defendem uma reação do Supremo Tribunal Federal, para que a corte não se torne refém de seu presidente.

A OAB agiu em resposta a uma cobrança pública feita no início desta tarde por um ex-presidente da entidade, José Roberto Batochio, em reportagem publicada no 247.

“Se alguém pode trocar um juiz, porque acha que este será mais rigoroso com os réus, deveria também ser facultado aos réus o direito de escolher o juiz pelo qual querem ser julgados”, disse Batochio.

Pela primeira vez na história, o Conselho Nacional de Justiça receberá um pedido de investigação contra um ato de seu próprio presidente, uma vez que Joaquim Barbosa, como chefe do STF, acumula também o comando do CNJ.

Leia abaixo a nota da OAB:
segunda-feira, 25 de novembro de 2013 à s 18h23

Salvador (BA) – O Conselho Pleno da OAB aprovou por aclamação o envio pela diretoria da entidade, de ofício requerendo a análise do Conselho nacional de Justiça (CNJ), sobre a regularidade da substituição de magistrado da Vara de Execuções Criminais. A decisão do Pleno foi motivada pela recente substituição do juiz re Leia mais