Em live desta quinta, Bolsonaro deve reafirmar mentiras que contou na Assembleia-Geral da ONU

Bolsonaro promete convocar em live manifestação de 7 de setembro e contestar ‘coxa sarada’ de Lula

Google News

O presidente Jair Bolsonaro tende a ocupar parte de sua live desta quinta-feira (26/08) para reforçar a convocação das manifestações de 7 de setembro e contestar a veracidade da ‘coxa sarada’ do ex-presidente Lula, cuja foto quebrou a internet esta semana.

Bolsonaro voltará a confirmar presença nas manifestações na Praça dos Três Poderes, em Brasília, e na Avenida Paulista, em São Paulo. Os atos são contra ministros do STF e TSE, bem como contra o Congresso Nacional –casas [Câmara e Senado] que o mandatário têm maioria, o que demonstra destorneamento político do inquilino do Palácio do Planalto.

Em tom de galhofa, o presidente também foi orientado a comentar a ‘coxa sarada’ do ex-presidente Lula registrada pelo fotógrafo Ricardo Stuckert, durante visita ao Ceará. Bolsonaro irá dizer que os músculos do petistas são fruto de muito Photoshop.

Bolsonaro teria ficado mais indignado com as imagens da ‘coxas dura’ de Lula do que com a rejeição de seu pedido de impeachment ao ministro do Supremo, Alexandre de Moraes, cujo processo foi arquivado pelo senador Rodrigo Pacheco (DEM-MG) na noite desta quarta-feira (25/08).

No roteiro da live de hoje à noite, também estão novas críticas ao STF e TSE, e o presidente Jair Bolsonaro retornará à tese da liberdade de expressão e repetirá que luta contra um câncer no Brasil.

O preço da gasolina igualmente merecerá atenção de Bolsonaro, haja vista que o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse que a culpa de o litro do combustível estar acima de R$ 7 é do governo federal, que adota aumentos com base na variação cambial do dólar e na cotação internacional do Petróleo.