1 de fevereiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em PT, PSOL, PSB e Rede formalizam bloco de esquerda em oposição a Bolsonaro

PT, PSOL, PSB e Rede formalizam bloco de esquerda em oposição a Bolsonaro

As bancadas do PT, PSB, PSOL e Rede formalizaram no começo da tarde de hoje (1) a criação de um bloco parlamentar de oposição ao governo de Jair Bolsonaro (PSL) na Câmara dos Deputados. O documento de formalização do bloco foi protocolado pelos líderes do PT, Paulo Pimenta (RS), do PSB, Tadeu Alencar (PE), do PSOL, Ivan Valente (SP), e da Rede, Joenia Wapichana (RR), num ato em que estavam acompanhados por dirigentes dos quatro partidos e diversos parlamentares. ... 

Leia mais

31 de janeiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em PT, Psol, PSB e Rede formam bloco de oposição ao governo Bolsonaro na Câmara

PT, Psol, PSB e Rede formam bloco de oposição ao governo Bolsonaro na Câmara

O PT, Psol. PSB e Rede formalizaram nessa quinta-feira (31) um bloco de oposição ao governo de Bolsonaro na Câmara de Deputados. O bloco, que conta com 98 parlamentares, não definiu ainda um nome único para concorrer à presidência da casa nesta sexta-feira (1º). ... 

Leia mais

22 de janeiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em PT, PSB e PSOL convidam PDT, PCdoB e Rede para bloco de oposição

PT, PSB e PSOL convidam PDT, PCdoB e Rede para bloco de oposição

Os presidentes do PT, PSB e PSOL estiveram reunidos nesta terça-feira (22)  para debater a criação de um bloco de partidos de oposição ao governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) na Câmara Federal.  ... 

Leia mais

21 de janeiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em PSB reúne nesta segunda e aponta para candidatura de oposição a Rodrigo Maia

PSB reúne nesta segunda e aponta para candidatura de oposição a Rodrigo Maia


A bancada do Partido Socialista Brasileira (PSB) se reúne nesta segunda-feira (21), às 19h, na sede do partido em Brasília, para definir sua posição na disputa pela presidência da Câmara. A tendência manifestada pelo presidente do PSB, Carlos Siqueira, é pelo lançamento de uma candidatura contra o nome de Rodrigo Maia (DEM-RJ), apoiada pelo governo Bolsonaro.

“Creio que não iremos apoiar o candidato de Bolsonaro, uma vez que já decidimos que o partido fará oposição e, em consequência, não estará com o candidato do governo”, declarou Carlos Siqueira, referindo-se a Maia.

No encontro dos socialistas, também será discutida a composição do chamado bloquinho (PSB, PDT e PSB) com o PT, MDB, PTB e PP, tendo em vista a disputa da Mesa. “Nós gostaríamos que ingressassem o PCdoB e PDT, mas estes dois últimos já anunciaram indicativo de apoio ao Maia. Podemos ter mais de um candidato. E estarem unidos no segundo turno contra Maia”, ressalta o presidente nacional da sigla, Carlos Siqueira em entrevista para jornais de Recife (PE). Leia mais

21 de janeiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em PSB decide apoio à presidência da Câmara nesta segunda

PSB decide apoio à presidência da Câmara nesta segunda

A bancada do PSB na Câmara dos Deputados se reúne na noite desta segunda-feira (21), em Brasília, com o objetivo de decidir que candidato irá apoiar para presidência da Casa.

LEIA TAMBÉM:

Flávio Bolsonaro revela ‘talento imobiliário’ na Record e ‘cobra’ explicações de Queiroz ... 

Leia mais

17 de janeiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em PSB descarta apoio a Rodrigo Maia, diz Siqueira

PSB descarta apoio a Rodrigo Maia, diz Siqueira

O presidente do Partido Socialista Brasileiro (PSB), Carlos Siqueira, descartou o apoio a Rodrigo Maia (DEM-RJ) candidato à presidência da Câmara dos Deputados. Ele informou aos presidentes e lideranças de bancadas do PDT e PCdoB na noite de quarta-feira (16) em reunião para discutir uma posição conjunta do chamado “bloquinho”.

O PSB considera que a adesão do PSL de Bolsonaro compromete a independência de Maia. “Fiz um apelo para que eles revejam a posição deles. Mas não devemos rever a nossa”, disse o presidente do PSB, Carlos Siqueira. A bancada do PSB havia feito uma reunião na semana passada onde 16 deputados, dos cerca de vinte presentes, decidiram por não apoiar Rodrigo Maia.

Os presidentes das legendas decidiram que devem seguir se reunindo como bloco partidário, que é integrado pelo PSB, PDT e PCdoB, apesar de apoiarem candidatos diferentes para a disputa da Câmara.

A eleição para a presidência da Casa ocorrerá em 1º de fevereiro, mesmo dia em que os deputados tomarão posse.

Leia mais

16 de janeiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em “Aliança da esquerda com Maia não se justifica”, diz Freixo

“Aliança da esquerda com Maia não se justifica”, diz Freixo

Marcelo Freixo, deputado federal eleito e candidato do PSOL à presidência da Câmara dos Deputados, declarou, nesta quarta-feira (16), que nada justifica uma aliança com Rodrigo Maia para a eleição da presidência da Câmara. Ele disse ainda que espera contar com o apoio do PT e do PSB. As informações são do site ‘O Antagonista’.

Sobre a aliança do PCdoB e do PDT com Rodrigo Maia, ele afirmou:“Para mim, a nossa aliança [da esquerda] com Maia já não se justificava antes do apoio do PSL. O vínculo com o PSL só piora, porque o PSL é o governo de Jair Bolsonaro.”

Freixo defende a unidade da esquerda com base em um programa “não só para a eleição da Câmara, mas para o futuro do país e da democracia”. Leia mais

10 de janeiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Maioria da bancada do PSB não quer apoiar Maia e ‘bloco de Ciro’ procura alternativa

Maioria da bancada do PSB não quer apoiar Maia e ‘bloco de Ciro’ procura alternativa


A maioria da bancada do PSB na Câmara dos Deputados é contra apoiar a reeleição de Rodrigo Maia (DEM-RJ) para a presidência da Câmara dos Deputados. A informação é do presidente do PSB, Carlos Siqueira, após reunião nesta quinta (10) com os deputados federais do partido na sede da legenda, em Brasília.

“Ficou evidente pela amplíssima maioria a preferência dos nossos deputados pela formação de um bloco que se opõe à candidatura do Rodrigo Maia. No entanto, ela não teve um caráter deliberativo porque formamos um bloco com PC do B e PDT”, disse.

O presidente do PSB afirmou que o principal motivo para a recusa na aliança com Rodrigo Maia é o apoio do PSL de Jair Bolsonaro a sua candidatura: “Houve a adesão do PSL que ele aceitou sem discutir com os demais apoiadores e isso inviabiliza completamente nosso apoio a ele”.

O bloco de centro-esquerda formado pelo PSB, PDT e PCdoB, que tem o apoio do ex-candidato à presidência da República pelo PDT, Ciro Gomes, agora procura uma alternativa para enfrentar a candidatura aliada ao governo Bolsonaro.

*Com informações do Poder360

Leia mais

3 de janeiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Parte da esquerda pode aderir ao acordo Bolsonaro-Maia na Câmara

Parte da esquerda pode aderir ao acordo Bolsonaro-Maia na Câmara

Vem aí chuvas e trovoadas no campo da esquerda na Câmara. Parte dela — PCdoB, PDT e PSB — articula no ‘escurinho’ para aderir ao acordo de Jair Bolsonaro (PSL) para reeleger Rodrigo Maia (DEM-RJ).

PCdoB tem mais proximidade política com Maia e, por isso, é o partido que acaba chancelando a vinda do PDT e do PSB para o acordo ‘Bozo-Botafogo’.

LEIA TAMBÉM

Em menos de 24h, Bolsonaro toma 17 medidas que ‘ferram’ o povão ... 

Leia mais

21 de dezembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Flávio Dino para Bolsonaro: Nosso compromisso é com o Brasil, não com os EUA

Flávio Dino para Bolsonaro: Nosso compromisso é com o Brasil, não com os EUA

O governador reeleito pelo Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), deu uma “sabugada” no presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), que se manifestou com ironia na noite desta-quinta feira (20) sobre a formação do bloco de oposição ao seu futuro governo composto pelo PCdoB, PDT e PSB.

LEIA TAMBÉM:

PSB, PDT e PCdoB formam bloco de oposição a Bolsonaro na Câmara ... 

Leia mais

21 de dezembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Flávio Dino: PT será parceiro do bloco PSB, PDT e PCdoB

Flávio Dino: PT será parceiro do bloco PSB, PDT e PCdoB

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), de olho na eleição presidencial de 2022, quer parceria do PT com o bloco parlamentar PSB, PDT e PCdoB.

“Não há nenhum propósito de ‘isolar’ o PT”, afirma Dino, para quem seria uma ideia “absurda” porque se trata do maior partido do campo popular no Brasil.

LEIA TAMBÉM
Bolsonaro terá posse esvaziada pela oposição

O governador comunista afirma ainda que a constituição do bloco parlamentar não impede diversas outras formas de aliança e diálogo com o PT e outras forças anti-Bozo.

Sobre o bloco parlamentar PSB, PDT e PCdoB, não há nenhum propósito de “isolar” o PT. Isso seria um absurdo, considerando que se trata do maior partido do campo popular no nosso país. Bloco parlamentar não impede diversas outras formas de aliança e diálogo. ... 

Leia mais

20 de dezembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Bolsonaro terá posse esvaziada pela oposição

Bolsonaro terá posse esvaziada pela oposição

A oposição que anunciou nesta quinta (20) a formação de um bloco de oposição – PDT, PCdoB e PSB — também antecipou o esvaziamento da posse do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL).

“PDT, PSB e PCdoB confirmam bloco de oposição a Bolsonaro na Câmara. Se me apoiassem é que preocuparia o Brasil!”, ironizou Bolsonaro.

LEIA TAMBÉM

“Eu não estou preso, eu sou refém”, diz ex-presidente Lula ... 

Leia mais

20 de dezembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em PSB, PDT e PCdoB formam bloco de oposição a Bolsonaro na Câmara

PSB, PDT e PCdoB formam bloco de oposição a Bolsonaro na Câmara


O Partido Socialista Brasileiro (PSB), o Partido Democrático Trabalhista (PDT) e o Partido Comunista do Brasil (PCdoB) anunciaram nessa quinta-feira (20) que atuarão como um bloco parlamentar de oposição ao presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) na Câmara dos Deputados. O novo bloco terá um total de 69 deputados federais na legislatura que se inicia em 2019.

A decisão foi tomada através dos líderes das bancadas federais: Os deputados Tadeu Alencar (PSB), André Figueiredo (PDT) e Orlando Silva (PCdoB).

As três legendas operam um processo de demarcação de campos na esquerda, atualmente liderada pelo PT, e buscam um protagonismo maior no cenário político e eleitoral do país. Uma posição defendida pelo candidato do PDT à presidência da República, Ciro Gomes. Leia mais

27 de novembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Haddad pode virar ‘ongueiro’ se apostar em esquerda por fora dos partidos, diz Cappelli

Haddad pode virar ‘ongueiro’ se apostar em esquerda por fora dos partidos, diz Cappelli

O jornalista Ricardo Cappelli critica o candidato derrotado do PT, Fernando Haddad, por rejeitar postos nas estruturas de direção partidária e apostar em “frentes com a sociedade”. Para o articulista, Haddad pode virar um ‘ongueiro’ ao flertar com uma esquerda por fora dos partidos e das estruturas formais de poder.

TRAVESSIA NO MAR REVOLTO

Ricardo Cappelli*

A entrevista de Haddad à Folha é interessante. Localiza corretamente alguns dos elementos da conjuntura internacional que nos levaram à derrota.

O capítulo sobre as conversas com Ciro possui contradições. Acerta quando diz que faltou ao pedetista habilidade para construir uma aproximação, e que Ciro erra ao querer construir uma alternativa de centro-esquerda rompendo com o Lulismo.

LEIA TAMBÉM

Deltan enquadra STF: nada de indulto de Natal ... 

Leia mais

21 de novembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Bloco de centro-esquerda vai tomando corpo no Congresso

Bloco de centro-esquerda vai tomando corpo no Congresso

A construção de um bloco que una os partidos de oposição de centro-esquerda e esquerda avança na Câmara e no Senado.

Parlamentares e dirigentes do PT, PDT, PSB, PROS e PCdoB estiveram reunidos na manhã desta terça-feira (21) para formatação do bloco.

Os deputados Orlando Silva (PCdoB-SP), André Figueiredo (PDT-CE), Alessandro Molon (PSB-RJ) e Tadeu Alencar (PSB-PE), debateram com o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB) o cenário e a posição das legendas frente ao governo de Jair Bolsonaro.

Dino afirmou nas redes sociais que a conversa foi “boa” e que houve diálogo positivo sobre “desafios para o campo popular e sobre a formação de bloco parlamentar”.

O líder da bancada pedetista, André Figueiredo, afirmou que o tom entre as lideranças foi de “construção de uma frente de esquerda que faça um novo modelo de oposição”.

“Debatemos a união de partidos do campo democrático por projeto de desenvolvimento e união. A pauta aqui é o Brasil!”, disse.

Nesta quarta-feira haverá uma outra rodada de conversas, desta vez entre as fundações dos partidos. O encontro que acontecerá na sede do PDT, em Brasília, e no próximo dia 29 de novembro também será marcado com um ato político de lançamento da Frente Ampla e Democrática contra o Fascismo.

Juntos, os partidos somam 143 votos na Câmara.

As informações são do

Portal Vermelho ... 

Leia mais

21 de novembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em PT no bloco de esquerda. Vem aí a Frente Ampla Antifascismo

PT no bloco de esquerda. Vem aí a Frente Ampla Antifascismo

Errou quem apostou na divisão da esquerda após a eleição presidencial e vitória de Jair Bolsonaro (PSL). Está nascendo a Frente Ampla e Democrática Contra o Fascismo.

LEIA TAMBÉM

LULA SOLTO ... 

Leia mais

14 de novembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Cappelli: Ciro não pode errar a música do bloco, que não é frente antipetista

Cappelli: Ciro não pode errar a música do bloco, que não é frente antipetista

O jornalista Ricardo Cappelli explica que é errada qualquer sinalização de que a eventual formação de um bloco com PDT, PSB e PCdoB seja um movimento anti-PT. Ele também “belisca” Ciro Gomes: “Errou ao não declarar apoio a Haddad no segundo turno. Erra novamente ao dinamitar pontes com o PT.”

LEIA TAMBÉM

Lula presta depoimento hoje no caso do sítio de Atibaia ... 

Leia mais

30 de outubro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Bolsonaro também terá oposição em bloco do PDT, PCdoB e PSB

Bolsonaro também terá oposição em bloco do PDT, PCdoB e PSB

O k-suco já começou a ferver para Jair Bolsonaro (PSL) antes mesmo da posse, ou seja, não haverá lua de mel com PDT, PCdoB e PSB que anunciaram esta noite o 1º bloco de oposição ao presidente eleito.

LEIA TAMBÉM

Bolsonaro pode sofrer 1ª derrota na Câmara com reforma da previdência ... 

Leia mais

28 de outubro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Ciro Gomes diz que nunca mais fará campanha com o PT

Ciro Gomes diz que nunca mais fará campanha com o PT

Magoado e com pensamento fixo em 2022, Ciro Gomes, candidato do PDT derrotado no primeiro turno, disse neste domingo (28) em Fortaleza, no Ceará, que nunca mais pretende fazer campanha com o PT.

Perguntado sobre os motivos que o levaram a ficar neutro no segundo turno, Ciro respondeu: “Eu não estou neutro, desde a primeira hora eu tomei posição. Eu só não quero fazer campanha com o PT, nunca mais”.

Ontem, o pedetista postou um vídeo nas redes sociais no qual disse esperar que os eleitores votem com a democracia, contra a intolerância e pelo pluralismo, mas não se posicionou sobre o segundo turno.

Ciro Gomes ainda está muito magoado com o PT por causa da manobra feita pelo partido para tirar o PSB da sua aliança, prefere ficar na oposição a qualquer um que vença neste segundo turno para se tornar uma alternativa na disputa de 2022.
Leia mais

27 de outubro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Em São Paulo, Márcio França virou com 51% e Dória tem 49%, segundo o Datafolha

Em São Paulo, Márcio França virou com 51% e Dória tem 49%, segundo o Datafolha


Na véspera do segundo turno para governador de São Paulo, Márcio França (PSB) e João Doria (PSDB) estão tecnicamente empatados, com o candidato do PSB liderando pela primeira vez, com 51% dos votos válidos, ante 49% do tucano.

Segundo a pesquisa Datafolha divulgada neste sábado (27), é a primeira vez que há empate técnico entre os dois.

Nessa situação, de acordo com o instituto, não é possível afirmar qual candidato será o vencedor neste domingo (28). Para a contabilidade dos votos válidos são excluídos os votos em branco ou nulos e os indecisos -é assim que a Justiça Eleitoral contabiliza e divulga o resultado oficial.

As entrevistas foram feitas nesta sexta-feira (26) e sábado (27). Foram ouvidas 5.093 pessoas em 73 municípios para a sondagem, registrada na Justiça Eleitoral com o código SP-03417/2018. Os contratantes da pesquisa foram a Folha e a TV Globo. Leia mais