1 de fevereiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Oposição a Renan diz que já tem 41 senadores apoiando o voto aberto

Oposição a Renan diz que já tem 41 senadores apoiando o voto aberto

Um grupo de senadores que tenta barrar um novo mandato de Renan Calheiros (MDB-AL) na presidência do Senado afirma que já tem 41 senadores apoiando a votação aberta para a eleição de hoje. ... 

Leia mais

9 de janeiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Toffoli nega voto aberto para a eleição do presidente da Câmara

Toffoli nega voto aberto para a eleição do presidente da Câmara

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, negou nesta quarta-feira (9) um pedido para que eleição do presidente da Câmara fosse realizada por meio de voto aberto.

LEIA TAMBÉM:

Kim Kataguiri quer votação aberta para escolha do presidente da Câmara ... 

Leia mais

6 de janeiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Senado deve ignorar STF e manter votação secreta para presidência da Casa

Senado deve ignorar STF e manter votação secreta para presidência da Casa

O Senado Federal deve manter a eleição secreta para a presidência da Casa, em 01 de fevereiro de 2019, mesmo depois de o ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinar que o voto seja aberto.

LEIA TAMBÉM:

“Vá pra Bolívia!” é o novo bordão da direita racista de Bolsonaro ... 

Leia mais

11 de dezembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Requião faz discurso de despedida no Senado; assista

Requião faz discurso de despedida no Senado; assista

O senador Roberto Requião (MDB-PR) fez nesta terça-feira (11) um discurso em tom de despedida no Senado Federal.

Como um preâmbulo, Requião classificou como “expulsão” o que houve com os médicos cubanos do programa Mais Médicos. O senador fez duras críticas às intolerâncias manifestadas pelo presidente eleito.

Ele fez um relato das sua trajetória e das ideias que defende na vida política. Fez um balanço da sua atuação como senador nos últimos 8 anos. Se colocou como um defensor da soberania nacional.

“Enquanto respirar, viverei pelo Brasil, fiel, intransigentemente fiel à utopia que me embala desde a meninice. O sonho de um país soberano, desenvolvido e bom, para todos”, disse o senador.

Assista ao discurso na íntegra:

Leia mais

15 de maio de 2018
por editor
Comentários desativados em ‘Nova lei trabalhista só traz desemprego e redução salarial’, diz Paulo Paim

‘Nova lei trabalhista só traz desemprego e redução salarial’, diz Paulo Paim

A reforma trabalhista do ilegítimo Michel Temer gera desemprego e impede o acesso do trabalhador à Justiça. Essa foi a conclusão da audiência pública realizada pela Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) nesta segunda-feira (14) no Senado. A Comissão está discutindo a proposta de

um novo Estatuto do Trabalho ... 

Leia mais

9 de maio de 2018
por editor
Comentários desativados em Paulo Paim propõe Estatuto do Trabalho para reverter a ‘reforma’ de Temer

Paulo Paim propõe Estatuto do Trabalho para reverter a ‘reforma’ de Temer

O senador Paulo Paim (PT-RS) apresentará uma proposta de Estatuto do Trabalho para tentar recompor os diretos dos trabalhadores destruídos pela ‘reforma’ do ilegítimo Michel Temer (MDB). A proposta será divulgada em uma subcomissão temporária que vem discutindo o tema no Senado desde agosto do ano passado.

O Estatuto será composto por mais de 900 artigos e terá o objetivo de conciliar interesses dos trabalhadores e dos empregadores. Paim afirmou que pretende ampliar os direitos trabalhistas e que a proposta está aberta a sugestões.

“Nós vamos ouvir a todos. Porque assim é que é a democracia, saber ouvir o contraditório. E respeitar inclusive os que pensam diferente. E o relatório final que vai na linha da justiça e negando aquele absurdo que infelizmente virou lei”. Afirmou o senador.

A ‘reforma’ trabalhista do ilegítimo retirou direitos históricos dos trabalhadores precarizando as relações de trabalho e prejudicando os trabalhadores mais vulneráveis. A medida sofre oposição dos magistrados do trabalho, do Ministério Público do Trabalho, sem falar nos sindicatos e centrais sindicais.

Paim é relator e vice-presidente da subcomissão para discutir as relações de trabalho dentro da Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) do Senado. A proposta de Estatuto do Trabalho será apresentada nesta quinta-feira (10) em reunião da subcomissão. Leia mais

12 de maio de 2016
por Esmael Morais
12 Comentários

Senador da Rede diz que impeachment ainda não está definido

Agência Brasil

Randolfe_RodriguesO líder da Rede Sustentabilidade, senador Randolfe Rodrigues (AP), disse hoje (12), após a aprovação da admissibilidade do impeachment da presidenta Dilma Rousseff pelo plenário do Senado, que o processo não está definido. Defensor de novas eleições, Randolfe afirmou que o governo do vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB) não tem legitimidade. Leia mais

11 de maio de 2016
por Esmael Morais
5 Comentários

O processo de impeachment continua

processo

No dia em que o Senado votará o afastamento da presidenta Dilma para que ela seja julgada em processo de impedimento de seu mandato, todos acompanham ansiosos as notícias de Brasília. O senador Alvaro Dias (PV), em sua coluna semanal, afirma que o processo é legítimo, e até agora tem transcorrido de forma democrática e transparente. Segundo ele, os senadores estão prontos para debater, votar e seguir para o próximo passo do processo: o julgamento definitivo da presidenta. Leia e ouça a seguir.  Leia mais

27 de abril de 2016
por Esmael Morais
19 Comentários

As pedaladas e o conjunto da obra

obra

O senador Alvaro Dias (PV) sustenta que houve crime de responsabilidade por parte da presidenta Dilma Rousseff (PT) e, portanto, defende que ela seja julgada impedida de governar pelo Senado Federal. Além das “pedaladas fiscais” que, segundo o senador, foram alertadas por técnicos do tesouro, haveria o “conjunto da obra” que incluem outras operações financeiras suspeitas na visão de Dias. Leia e ouça sua coluna a seguir.
Leia mais

26 de abril de 2016
por Esmael Morais
7 Comentários

“Querem chegar, sentar na minha cadeira, mas sem voto”, diz Dilma

dilmaba

A presidenta Dilma Rousseff voltou a dizer hoje (26) que o processo de impeachment é uma tentativa de fazer uma eleição indireta por quem quer chegar ao Poder sem votos.

“O poder vem do voto popular direto. Esse impeachment, que é golpe, na verdade é uma tentativa de fazer uma eleição indireta por aqueles que não têm voto. Se eles querem chegar ao Poder e não tem crime [de responsabilidade], só tem um caminho: disputem eleições. Eles querem chegar, sentar na minha cadeira, mas sem voto. Esse é o problema. É claro que isso é muito confortável: você não tem que prestar conta para o povo brasileiro”, disse Dilma. Leia mais

26 de abril de 2016
por Esmael Morais
10 Comentários

Tucano Anastasia será relator do golpe no Senado

anastasiaPor votação nominal com 16 votos a cinco, o nome do senador Antonio Anastasia (PSDB-MG) foi aprovado na manhã desta terça (26) para a relatoria da comissão do Senado que analisa a admissibilidade do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff. O tucano era a única indicação para o cargo, mas parlamentares governistas pediram o impedimento do nome de Anastasia para a função. Leia mais

24 de março de 2016
por Esmael Morais
6 Comentários

Coluna do Reinaldo de Almeida César: O outono de Beto Richa

Reinaldo de Almeida César*

E eis que novamente chega, para nós outros que estamos abaixo da linha do Equador, a estação do outono austral.

Não tenho dúvidas em dizer que é também o outono da gestão do governador Beto Richa, cujos acertos e erros serão julgados pela história. E, talvez, pela massa dos eleitores paranaenses em 2018.

É chegado o outono do atual ocupante temporário do Iguaçu, porque de agora em diante, a velocidade do passar dos dias se acelera. É quando a fina areia da ampulheta parece ser ainda mais fina, esvaindo-se com incrível rapidez pelo vértice do artefato de tempo.

De agora até a desincompatibilização do cargo para fins eleitorais, restam apenas e exatos dois anos.

Tire feriados, esticados finais de ano, temporadas de praia em Caiobá, períodos em que despesas já não podem mais ser empenhadas, lapsos de tempo em que o orçamento ainda não foi votado e liberado, prazos licitatórios e de contratação de obras previstos na lei e veja quanto ainda resta de tempo útil para o atual governo. É muito pouco.

Dificilmente o que não foi feito em seis longos anos, será agora feito em míseros dois.

Já, já, faremos o cotejo do que foi executado no Programa PARANÁ SEGURO, programa oficial do governo para o setor.

Nesta despretensiosa análise, estou a assumir a premissa de que Sua Excelência haverá de apresentar seu nome às urnas, em 2018.

Neste ponto, sou lembrado pelos meus sempre indóceis botões que os procedimentos investigativos no STJ, PGR e PF, sobre as operações Publicano e Quadro-Negro, haverão de empurrar o governador para a disputa eleitoral.

Seria um arriscado luxo permanecer sem foro privilegiado, num país que redescobriu o significado deste instituto jurídico.

Não se s Leia mais

20 de outubro de 2015
por Esmael Morais
7 Comentários

Gleisi se solidariza com jovens que levaram “geral” na chegada à Conferência da Juventude do Paraná

geral

O Conselho Municipal de Juventude de Curitiba distribuiu nesta terça-feira (20) Nota de Repúdio ao Governo do Estado (leia abaixo) contra a ação policial que recepcionou a delegação de Curitiba na 3ª Conferência Estadual de Juventude do Paraná.

A conferência ocorreu no fim de semana em Faxinal do Céu, município de Pinhão, e a referida ação da polícia ocorreu na madrugada do dia 17 (sábado). Segundo os participantes, os policiais fortemente armados e com cães obrigaram toda a delegação de Curitiba a desembarcar do ônibus para ser revistada.

A senadora Gleisi Hoffmann (PT) manifestou solidariedade aos jovens reprimidos pela polícia. Ela criticou o governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), por promover uma repressão à juventude que não se verificava desde o regime militar.

“Deixo aqui meu protesto ao governo do estado do Paraná, porque, infelizmente, está levando a imagem do nosso estado para o Brasil e para o mundo como um estado arrogante e antidemocrático” completou a senadora.

Os representantes do governo alegam que se tratava de uma “operação padrão”, mas somente a delegação de Curitiba sofreu esse constrangimento.

Leia a seguir a Nota do Conselho Municipal de Juventude de Curitiba: Leia mais

13 de agosto de 2015
por Esmael Morais
4 Comentários

Requião vai apresentar alternativa ao “Arrocho Levy” para recuperar a Petrobras e a economia; assista

requiaolevyO senador Roberto Requião (PMDB) anunciou nesta quinta-feira (13), em pronunciamento no Senado, que vai apresentar projetos de lei para que a Petrobras retome os investimentos e recupere toda a extensa cadeia econômica do petróleo, hoje em crise, em função da operação Lava Jato e dos cortes no orçamento da estatal. Veja o vídeo abaixo.

Ele lembrou que a Petrobras é responsável por parte substancial do PIB brasileiro e que sua paralisia afeta fortemente a economia nacional, já em recessão.

Segundo o senador, o Brasil amorteceu os efeitos da crise mundial que explodiu em 2008 quando o Tesouro Nacional liberou 100 bilhões de reais em 2009, e mais 80 bilhões de reais em 2010 para que fossem aplicados no setor produtivo. Graças a isso, em 2009, o Brasil cresceu mais de sete por cento, enquanto a Europa e os Estados Unidos amargavam números negativos.

A mesma coisa pode ser feita agora, argumentou o senador. Nesse sentido, ele vai apresentar projeto de lei ao Senado.

Requião comunicou também que vai propor a incidência de imposto de renda sobre lucros e dividendos, isentos por Fernando Henrique Cardoso (PSDB), o que permite à pequena parcela de brasileiros pagar menos imposto de renda que os assalariados. Esse imposto, lembrou, existe em todos os países civilizados. E caso existisse, arrecadaria boa parte do que o chamado “ajuste Levy” pretende amealhar, sacrificando principalmente os trabalhadores.

Veja  a seguir o pronunciamento do senador paranaense: Leia mais

13 de agosto de 2015
por Esmael Morais
9 Comentários

Papa Francisco pode canonizar Gleisi Hoffmann depois de briga com bancos

papa_banco_gleisi

Doeu nas partes baixas da velha mídia a ideia de aumentar os impostos dos bancos no país. A senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) apresentou ontem relatório à Medida Provisória 675, que prevê elevação da alíquota  de 15% para até 22,5% – acima dos 20% propostos inicialmente pelo governo federal.

O aumento da alíquota da Contribuição Sobre o Lucro Líquido (CSLL) dos bancos reforçará em R$ 6 bilhões/ano os programas e projetos sociais do governo Dilma.

Depois desse relatório, a senadora paranaense deveria ser canonizada pelo papa Francisco — um árduo crítico do parasitismo do capital financeiro.

É bom frisar que senadores do PSDB e do DEM, ontem, não deixaram a parlamentar ler em plenário o relatório que taxa os lucros dos banqueiros.

A velha mídia capitaneada pela Globo, Estadão, Folha, etc., nas últimas horas culparam “Santa Gleisi” pela queda nas bolsas de valores.

Responda rápido, sem deter muito no mérito do assunto: quanto mesmo o ilustre leitor tem aplicado nas bolsas?

O capital vadio, como costuma dizer o  senador Roberto Requião (PMDB-PR), só serve para especular e não produz uma agulha, não gera um emprego sequer.

Lembrando o velho e bom dramaturgo alemão Bertold Brecht, quem é mais ladrão – o ladrão do banco ou o próprio dono do banco?

Portanto, quem o Estado deve prender primeiro?

O leitor pode opinar a respeito do tema. Leia mais

3 de julho de 2015
por Esmael Morais
23 Comentários

Golpe de Cunha para aprovar redução da maioridade penal vai parar no STF

stfO golpe aplicado pelo presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), ao submeter novamente à votação e aprovar “na marra” a proposta de redução da maioridade não colou. Deputados e senadores contrários à medida, entidades como a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e a Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), e até o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio Mello, condenaram a manobra que fere a Constituição Federal.

Deputados do PT, PMDB, PPS, PSB, PCdoB, PSOL e PDT decidiram recorrer ao STF contra a manobra na Câmara. A OAB afirmou que, se a medida também avançar no Senado, entrará com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade no Supremo. O deputado Alessandro Molon (PT-RJ), com apoio de vários outros parlamentares, entrará na semana que vem com um mandado de segurança contra Eduardo Cunha. O senador Roberto Requião (PMDB-PR) classificou Cunha como “industrial da loucura” na Câmara. Leia mais

24 de junho de 2015
por Esmael Morais
11 Comentários

Blog do Esmael vai transmitir ao vivo missão de Requião na Venezuela

aecio_requiao_venezuelaO senador Roberto Requião (PMDB) vai transmitir ao vivo pela TV 15, a partir da noite desta quarta-feira (24), a visita dos parlamentares brasileiros à Venezuela.

O Blog do Esmael também mostrará para o Brasil e o mundo as atividades da comitiva liderada pelo senador paranaense no país de Nicolás Maduro (inclusive a saída do aeroporto de Caracas*).

Na viagem a Venezuela nos acompanha a TV15 e TV Senado. Uma visita Honesta de observação democrática.Ao vivo TV15 o que a mídia não mostra. ... 

Leia mais

23 de junho de 2015
por Esmael Morais
44 Comentários

Francischini Kid quer Nicolás Maduro ‘persona non grata’ no Paraná

Tal pai, tal filho: Francischini Kid segue as pegadas conservadoras do pai Fernando Francischini, o polêmico Batman.

Tal pai, tal filho: Francischini Kid segue as pegadas conservadoras do pai Fernando Francischini, o polêmico Batman.

O deputado estadual Felipe Francischini (SD) apresentou requerimento nesta terça-feira (23) considerando o presidente da República Bolivariana da Venezuela, Nicolás Madura, ‘persona non grata’ no Paraná.

O parlamentar é filho do polêmico deputado federal e ex-secretário da Segurança Pública do Paraná, Fernando Francischini, que comandou a operação militar contra os professores e servidores públicos, no dia 29 de abril, que resultou em 213 feridos durante votação do confisco da poupança previdenciária.

Na justificativa de Francischini Kid, Venezuela é um país “ditatorial” e “corrupto”.

Em 2007, a Assembleia Legislativa declarou o então presidente venezuelano Hugo Chávez em ‘persona non grata’ no estado. O governador na época era Roberto Requião (PMDB), que, por coincidência,

embarcará nesta quarta-feira (24) para o país caribenho em missão oficial pelo Senado ... 

Leia mais