PSB e PDT planejam dobradinha pela Prefeitura de Curitiba em 2024: Goura e Ducci discutem aliança

Nesta sexta-feira (28/7), os partidos PDT e PSB deram um passo significativo rumo às eleições municipais de 2024, quando pretendem formar uma dobradinha visando a Prefeitura de Curitiba. O deputado estadual Goura Narataj, do PDT, e o deputado federal Luciano Ducci, do PSB, reuniram-se para discutir uma possível aliança visando o pleito do próximo ano. Ambos os partidos fazem parte da base de apoio do governo do presidente Lula (PT).

Ducci relatou que a reunião foi produtiva e que tratou de parcerias entre PSB e PDT não apenas para a capital paranaense, mas também para a região metropolitana e outros municípios do estado do Paraná. Essa aliança surge como uma possibilidade sólida em meio à indefinição do Partido dos Trabalhadores (PT) na capital paranaense. Enquanto o PT ainda não apresenta um projeto concreto para a Prefeitura de Curitiba, aliados do campo lulista veem a falta de definição como uma oportunidade para fortalecerem suas posições políticas.

O deputado Luciano Ducci tem sido ativo em suas movimentações políticas, buscando alianças e fechando acordos com outros partidos. Recentemente, ele manifestou sua intenção de ser o candidato a prefeito apoiado pelo presidente Lula em Curitiba, o que torna essa aliança com o PDT ainda mais estratégica para ambas as legendas. Ducci vem destacando sua competitividade nas pesquisas internas realizadas por diferentes partidos, o que o coloca em uma posição vantajosa em comparação a outros candidatos, como Ney Leprevost (União), Paulo Martins (PL) e Eduardo Pimentel (PSD).

Economia

Por outro lado, embora indefinido, o PT também está em meio a suas próprias articulações internas. O deputado estadual Goura, que é visto como um virtual candidato a prefeito de Curitiba pelo PDT, está se aproximando do presidente estadual do PT, Arilson Chiorato, e da bancada petista devido aos posicionamentos progressistas que mantêm há mais de quatro anos e meio. Ainda assim, o PT não descarta a possibilidade de apoiar Luciano Ducci no segundo turno das eleições, caso ele alcance essa etapa do pleito.

Ducci, por sua vez, busca os apoios do PDT e do PT – bem como do PCdoB e PV – já no primeiro turno. Ele já se coloca como candidato do Lula e do vice Geraldo Alcimin na capital do Paraná.

Natal Foz

Enquanto aliados do campo lulista buscam fortalecer suas posições em meio à indefinição do PT, o atual prefeito de Curitiba, Rafael Greca (PSD), parece indicar o vice-prefeito Eduardo Pimentel, também do PSD, como seu sucessor na Prefeitura de Curitiba. Essa movimentação do PSD contribui para aumentar as perspectivas políticas na capital paranaense, trazendo ainda mais relevância para a aliança entre PDT e PSB e, possivelmente, os partidos da Federação Brasil Esperança (PT, PCdoB e PV).

As negociações entre PDT e PSB, as movimentações do PT e as decisões do PSD prometem ser elementos-chave para o cenário político curitibano em 2024. A formação de uma aliança entre PDT e PSB abre caminhos para uma disputa eleitoral mais acirrada, enquanto o PT e o PSD também fortalecem suas posições para a sucessão na Prefeitura de Curitiba. A população curitibana fica atenta a essas movimentações, pois elas podem definir o futuro político da cidade.

Portanto, fique ligado no Blog do Esmael para entender essas movimentações bastidores da política em Curitiba.

Economia

LEIA TAMBÉM

Refis 2023