Verdades secretas: Ratinho Junior perde três siglas nas vésperas da reeleição no PR

Verdades secretas: Ratinho Junior perde três siglas nas vésperas da reeleição no PR

Google News

O governador Ratinho Junior (PSD) enfrenta no Paraná o efeito colateral da federação partidária formada pelos partidos de esquerda e progressistas no País. Até agora ele perdeu três siglas nas vésperas da campanha pela sua reeleição.

Além PSB e PV, que sinalizam associação com o PT, esta semana também teve a baixa do PSDB, que, na eleição de 2018, foi a principal força motriz na sua vitória. Agora os tucanos lançam o ex-prefeito de Guarapuava, Cesar Silvestri Filho, egresso do Podemos, ao Palácio Iguaçu.

Fruto dessa movimentação política, o PSDB deve perder o deputado Ademar Traiano, presidente da Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP), para o PSD do governador. O deputado Artagão de Mattos Leão, do PSB, também pretende ingressar na canoa de Ratinho.

Os parlamentares terão a janela partidária entre 3 de março e 1° de abril, quando eles poderão trocar de legenda sem perder os respectivos mandatos.

O Palácio Iguaçu ainda espera mais uma ou duas baixas de siglas na sua base de sustentação, que podem lançar candidatura que sirva de palanque ao presidente Jair Bolsonaro (PL) –preterido pelo governador de plantão.

Como o leitor sabe, Ratinho Junior casou de papel passado com o suspeito ex-juiz Sergio Moro e o senador Alvaro Dias –ambos do Podemos.

Veja também  Sergio Moro, que não elegeu vereador em Curitiba, vai tentar emplacar "Janja Moro" em São Paulo