6 de agosto de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Delegados da lava jato serão interrogados por divulgar grampos ilegais de Marisa Letícia

Delegados da lava jato serão interrogados por divulgar grampos ilegais de Marisa Letícia

A União pediu que delegados da lava jato sejam interrogados em ação de indenização por danos morais, movida pela família do ex-presidente Lula, pela divulgação de conversas privadas da ex-primeira-dama Marisa Letícia, morta em fevereiro de 2017. ... 

Leia mais

25 de julho de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Roberto Amaral: O pleito de outubro e a divisão das forças populares

Roberto Amaral: O pleito de outubro e a divisão das forças populares

O ex-ministro Roberto Amaral advoga a tese de que só a unidade salva a esquerda e o país do colapso neoliberal. “A dispersão de nossas forças, ou nossa crassa dificuldade de ampliar ao centro, tem sido decisiva nos reveses”, escreve. ... 

Leia mais

13 de julho de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Cappelli: Os dilemas da esquerda

Cappelli: Os dilemas da esquerda

O jornalista Ricardo Cappelli escreve nesta sexta 13 sobre os dilemas da esquerda brasileira. “Com a união cada vez mais improvável, PCdoB e PSB vivem dilemas e contradições”, analisa para então alertar ao PT: “Num paradoxo curioso, força pode virar isolamento.” ... 

Leia mais

28 de junho de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em PT, PSB, PSOL, PCdoB e PDT lançam manifesto conjunto na terça-feira

PT, PSB, PSOL, PCdoB e PDT lançam manifesto conjunto na terça-feira

Os cinco principais partidos de esquerda — PT, PSB, PSOL, PCdoB e PDT — divulgam na próxima terça-feira, 3 de julho, em Brasília, um manifesto da Frente para a Reconstrução e Desenvolvimento do Brasil.  ... 

Leia mais

18 de junho de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Justiça proíbe ‘escola sem partido’ em Curitiba

Justiça proíbe ‘escola sem partido’ em Curitiba

O juiz substituto Thiago Flôres Carvalho, da 2ª Vara da Fazenda Pública de Curitiba, concedeu liminar nesta sexta-feira (15) suspendendo a tramitação do projeto de lei que cria o “Programa Escola Sem Partido” no sistema municipal de ensino de Curitiba. ... 

Leia mais

13 de junho de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Moro age fora da lei para blindar delatores na lava jato

Moro age fora da lei para blindar delatores na lava jato

Que os “prêmios” nas delações premiadas da lava jato são institutos não previstos na lei brasileira isto todos nós já sabemos. Mas o que vem à tona nesta quarta (13), de forma mais explícita, é que o juiz Sérgio Moro age fora da lei, outra vez, para blindar empresas e delatores da força-tarefa no âmbito da esfera cível (reparação de danos). ... 

Leia mais

18 de novembro de 2015
por Esmael Morais
6 Comentários

Governo desautoriza Levy, que defende projeto recessivo de Serra

vagner_levyO ministro da Fazenda Joaquim Levy foi desautorizado na manhã desta quarta-feira (18) pelo ministro-chefe da Casa Civil, Jaques Vagner, acerca de audiência pública na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado. ... 

Leia mais

27 de abril de 2015
por Esmael Morais
11 Comentários

Coluna da Gleisi Hoffmann: “A mania de perseguição, as mentiras e agora a repressão”

gleisi4*Gleisi Hoffmann

Colocar-se como perseguido, vítima da ação de outro, de preferência de seu antecessor ou do governo federal, dissimulando, mentindo sobre fatos e situações, são características já conhecidas do governador Beto Richa. A elas se somam agora o autoritarismo e uso da força para impor sua vontade, ainda que isso signifique jogar no lixo a palavra que deu e colocar o Estado sob regime de exceção.

A equipe do governador e sua base de apoio na Assembleia tem divulgado que o governo federal deve ao Estado do Paraná, tanto pelo Ministério da Fazenda como pelo Ministério da Saúde, e que isso é um dos motivos que está levando o governo a mexer com o Fundo de Previdência dos Servidores.

Essas afirmações são parecidas àquelas que Beto Richa faz quando diz que Luiz Abi é parente distante com o qual mantém apenas relações sociais. No momento seguinte surgem novos fatos a desnudar a mentira e a dissimulação. Leia mais

9 de novembro de 2014
por Esmael Morais
29 Comentários

Bolsa-Imprensa x Bolsa-Família: Verdades & mitos pós-eleição e regulação da mídia no Brasil

bolsa_imprensa_bolsa_familia.jpgDurante a campanha presidencial deste ano deparamos com mitos e verdades, que, à  medida que o evento fica para trás e despimo-nos daquelas paixões eleitorais, fica mais fácil analisarmos friamente o que se passou e projetarmos o nosso futuro.  ... 

Leia mais

26 de outubro de 2014
por Esmael Morais
59 Comentários

Reeleita, Dilma Rousseff clama por paz, união e mudanças no país

do Brasil 247
Aos gritos de olê, olê, olá, Dilma foi recebida por militante do PT em São Paulo. Seu primeiro agradecimento foi ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Em seguida, ao vice Michel Temer e a sua esposa Marcela. Depois, vieram os presidentes dos partidos que a apoiam, começando por Rui Falcão, do PT.

Eis trechos de sua fala:

“Chegamos ao final de uma disputa que mobilizou todas as forças dessa Nação. Tenho palavras de agradecimento e conclamação. Agradeço a meu vice e aos partidos que sustentaram nossa aliança. Agradeço a cada um e a cada uma dos integrantes dessa militância combativa, que foi a alma e a força dessa vitória. E agradeço a todos os brasileiros e brasileiras.

Agradeço, do fundo do mundo do meu coração, ao militante número 1 das causas do povo brasileiro: o presidente Lula. Conclamo a todos os brasileiros e brasileiras a nos unirmos. Não acredito que essas eleições tenham dividido o Brasil ao meio. Entendo que elas mobilizaram emoções contraditórias, mas movidas por um sentimento comum: a busca de um futuro melhor.

Em lugar de ampliar divergências, creio que é hora de construção de pontes. O calor liberado no fragor da disputa pode ser transformado em energia construtiva de um novo momento no Brasil. Em alguns momentos da história, resultados apertados produziram mudanças mais rápidas e mais amplas. Essa é minha esperança. Aliás, é minha certeza. Esta presidenta aqui está disposta ao diálogo e este é meu primeiro compromisso neste segundo mandato. Toda eleição é uma forma de mudança. Principalmente para nós, que vivemos numa das maiores democracias do mundo.

Quero ser uma presidenta muito melhor do que fui até agora. Quero ser uma pessoa ainda melhor do que tenho me esforçado por ser. A palavra mais dita foi mudança. O tema mais amplamente invocado foi reforma. Estou sendo reconduzida à  presidência para realizar as grandes mudanças que a sociedade brasileira exige. Estou pronta a responder a essa convocação. Sei do poder que cada presidente tem de liderar as grandes causas populares. E eu o farei.”

Em seguida, Dilma defendeu o plebiscito pela reforma política. “Quero discutir esse tema profundamente com o novo Congresso Nacional e com toda a sociedade brasileira”.

Com as urnas apuradas, a presidente Dilma Rousseff teve 51,6% e Aécio Neves 48,4%. Ela venceu no Norte, no Nordeste, em Minas Gerais, no Rio de Janeiro e perdeu em São Paulo.

O resultado é muito semelhante ao da pesquisa Datafolha, que apontou vitória de Dilma por 52% a 48%.

Com a vitória, o Partido dos Trabalhadores, que foi criado em 1980, terá um ciclo de 16 anos no poder.

Abaixo, reportagem da Agência Brasil:
Luana Lourenço e Sabrina Craide !“ Repórteres da Agência Brasil

Com 97,62% das urnas apuradas, a atual presidenta da República, Dilma Rousseff (PT), tem 51,38% dos votos válidos e está matematicamente reeleita para o cargo. O candidato Aécio Neves (PSDB) tem 48,62% dos votos válidos até o momento.

Mineira de Belo Horizont Leia mais

8 de agosto de 2014
por Esmael Morais
12 Comentários

Coluna do Ricardo Mac Donald: Regalias no judiciário

Ricardo Mac Donald, em sua coluna desta sexta, aborda a questão da Superestrutura do Estado, cujo tema se desdobrará em vários capítulos; colunista constata que o Brasil é o país que paga os melhores salários para o Judiciário, Ministério Público e Tribunais de Conta; nessas superestruturas estão os melhores salários, as maiores aposentadorias, regalias como 60 dias de férias e mais 20 dias de recesso no final do ano, auxílios variados, imunidade e estabilidade de emprego!, afirma. Mac Donald ainda chama à  reflexão: O País é suficientemente rico para suportar esse gasto e ainda fazer frente à s questões de Saúde, Segurança, Educação e Mobilidade?!; leia o texto e compartilhe.

Ricardo Mac Donald, em sua coluna desta sexta, aborda a questão da Superestrutura do Estado, cujo tema se desdobrará em vários capítulos; colunista constata que o Brasil é o país que paga os melhores salários para o Judiciário, Ministério Público e Tribunais de Conta; nessas superestruturas estão os melhores salários, as maiores aposentadorias, regalias como 60 dias de férias e mais 20 dias de recesso no final do ano, auxílios variados, imunidade e estabilidade de emprego!, afirma. Mac Donald ainda chama à  reflexão: O País é suficientemente rico para suportar esse gasto e ainda fazer frente à s questões de Saúde, Segurança, Educação e Mobilidade?!; leia o texto e compartilhe.

Ricardo Mac Donald* ... 

Leia mais

1 de novembro de 2013
por Esmael Morais
69 Comentários

Empréstimos batem na trave e Richa inaugura novo chororô

Richa sabe que seu chororô contra o governo federal emitem lágrimas de crocodilo, pois a incompetência administrativa de sua equipe conseguiu a proeza de quebrar o Paraná; na guerra da informação, tucano omite que ultrapassou limite prudencial com gastos na folha de pagamento estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF); teto é de 46,55%, mas, de acordo com o balanço de setembro, atingiu 48,69%; pelo sim pelo não, governo do Paraná coloca insuficiência técnica! na conta da ministra Gleisi Hoffmann.

Richa sabe que seu chororô contra o governo federal emitem lágrimas de crocodilo, pois a incompetência administrativa de sua equipe conseguiu a proeza de quebrar o Paraná; na guerra da informação, tucano omite que ultrapassou limite prudencial com gastos na folha de pagamento estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF); teto é de 46,55%, mas, de acordo com o balanço de setembro, atingiu 48,69%; pelo sim pelo não, governo do Paraná coloca insuficiência técnica! na conta da ministra Gleisi Hoffmann.

O governador Beto Richa (PSDB) inaugurou ontem uma nova rodada de “chororôs” porque empréstimos pleiteados junto à  União bateram na trave outra vez. Em artigo no Estadão, por exemplo, o tucano repetiu o mantra da “perseguição política” ao Paraná. ... 

Leia mais

16 de setembro de 2013
por Esmael Morais
31 Comentários

Requião e Pessuti unidos pela candidatura própria no Paraná

Bombeiros tentam reaproximar Pessuti e Requião no PMDB do Paraná; rompidos há três anos, os dois se uniram tacitamente pela candidatura própria no Paraná; juntos, calculam correligionários, senador e ex-governador têm 80% da convenção estadual do partido; bancada estadual peemedebista prefere!, até junho, continuar namoro com governador Beto Richa.

Bombeiros tentam reaproximar Pessuti e Requião no PMDB do Paraná; rompidos há três anos, os dois se uniram tacitamente pela candidatura própria no Paraná; juntos, calculam correligionários, senador e ex-governador têm 80% da convenção estadual do partido; bancada estadual peemedebista prefere!, até junho, continuar namoro com governador Beto Richa.

Política é arte de colocar o macaco na água e o peixe no galho. Tudo é possível acontecer, inclusive unir adversários de antanho. ... 

Leia mais