27 de Abril de 2015
por esmael
11 Comentários

Coluna da Gleisi Hoffmann: “A mania de perseguição, as mentiras e agora a repressão”

gleisi4*Gleisi Hoffmann

Colocar-se como perseguido, vítima da ação de outro, de preferência de seu antecessor ou do governo federal, dissimulando, mentindo sobre fatos e situações, são características já conhecidas do governador Beto Richa. A elas se somam agora o autoritarismo e uso da força para impor sua vontade, ainda que isso signifique jogar no lixo a palavra que deu e colocar o Estado sob regime de exceção.

A equipe do governador e sua base de apoio na Assembleia tem divulgado que o governo federal deve ao Estado do Paraná, tanto pelo Ministério da Fazenda como pelo Ministério da Saúde, e que isso é um dos motivos que está levando o governo a mexer com o Fundo de Previdência dos Servidores.

Essas afirmações são parecidas àquelas que Beto Richa faz quando diz que Luiz Abi é parente distante com o qual mantém apenas relações sociais. No momento seguinte surgem novos fatos a desnudar a mentira e a dissimulação.

13 de Maio de 2014
por esmael
35 Comentários

Coluna do Enio Verri: Richa vestiu a carapuça da incompetência e fez vergonha nacional

"Beto sucumbiu". Esta é a avaliação de Enio Verri, em sua coluna desta terça, ao analisar a entrevista de Beto Richa no programa Roda Viva, da TV Cultura, na semana passada; "Por uma hora e meia, em rede nacional, o governador envergonhou os paranaenses com seu despreparo técnico e um discurso vazio, recheado de inverdades e contradições", afirma o colunista; Para o deputado do PT, o tucano vestiu a carapuça da incompetência, confessou que não investiu na saúde o mínimo exigido pela Constituição e que não respeitou o limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal ao inchar a máquina com cargos comissionados; leia o texto e compartilhe.

“Beto sucumbiu”. Esta é a avaliação de Enio Verri, em sua coluna desta terça, ao analisar a entrevista de Beto Richa no programa Roda Viva, da TV Cultura, na semana passada; “Por uma hora e meia, em rede nacional, o governador envergonhou os paranaenses com seu despreparo técnico e um discurso vazio, recheado de inverdades e contradições”, afirma o colunista; Para o deputado do PT, o tucano vestiu a carapuça da incompetência, confessou que não investiu na saúde o mínimo exigido pela Constituição e que não respeitou o limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal ao inchar a máquina com cargos comissionados; leia o texto e compartilhe.

Enio Verri*

A entrevista de Beto Richa no programa Roda Viva, na TV Cultura, na semana passada, foi pródiga para ilustrar a desfaçatez do governador e o fracasso da gestão tucana no Paraná. Sem corar, Beto empilhou mentira em cima de mentira. Em rede nacional, vestiu a carapuça da incompetência e envergonhou os paranaenses. Leia mais