27 de Abril de 2015
por esmael
11 Comentários

Coluna da Gleisi Hoffmann: “A mania de perseguição, as mentiras e agora a repressão”

gleisi4*Gleisi Hoffmann

Colocar-se como perseguido, vítima da ação de outro, de preferência de seu antecessor ou do governo federal, dissimulando, mentindo sobre fatos e situações, são características já conhecidas do governador Beto Richa. A elas se somam agora o autoritarismo e uso da força para impor sua vontade, ainda que isso signifique jogar no lixo a palavra que deu e colocar o Estado sob regime de exceção.

A equipe do governador e sua base de apoio na Assembleia tem divulgado que o governo federal deve ao Estado do Paraná, tanto pelo Ministério da Fazenda como pelo Ministério da Saúde, e que isso é um dos motivos que está levando o governo a mexer com o Fundo de Previdência dos Servidores.

Essas afirmações são parecidas àquelas que Beto Richa faz quando diz que Luiz Abi é parente distante com o qual mantém apenas relações sociais. No momento seguinte surgem novos fatos a desnudar a mentira e a dissimulação.