9 de fevereiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Os estranhos tuítes de Janaina Paschoal sobre a saúde de Bolsonaro

Os estranhos tuítes de Janaina Paschoal sobre a saúde de Bolsonaro

A deputada estadual Janaina Paschoal (PSL-SP) tem publicado tuítes bastante estranhos, ultimamente, dentre os quais chama atenção um sobre a saúde do presidente Jair Bolsonaro (PSL). ... 

Leia mais

3 de fevereiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Piora o estado de saúde de Bolsonaro, diz Folha

Piora o estado de saúde de Bolsonaro, diz Folha

A Folha de S. Paulo, deste domingo (3), informa que houve uma piora do estado de saúde do presidente Jair Bolsonaro (PSL). ... 

Leia mais

14 de dezembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Apagão no Mais Médicos: três mil deram o cano na população

Apagão no Mais Médicos: três mil deram o cano na população


Governo golpista de Temer e o futuro presidente Bolsonaro haviam anunciado o preenchimento de todas as vagas do programa Mais Médicos após saída dos cubanos, fato que não se confirmou. O prazo para que os médicos se apresentassem nos locais de trabalho terminou nesta sexta-feira (15). 3 mil médicos brasileiros que se inscreveram no programa ainda não se apresentaram nos municípios para os quais foram designados.

A situação pode ficar ainda mais grave caso os outros 4 mil médicos brasileiros que já se apresentaram no trabalho deixem os cargos a partir de março do ano que vem, quando começam as residências médicas do país. Caso isso ocorra, o problema voltará praticamente à estaca zero já que a soma dos que desistiram com a dos que podem desistir está bem próximo do total de 8.517 vagas oferecidas.

O desmanche do Mais Médicos foi resultado direto das ameaças e bazófias de Jair Bolsonaro que, de forma irresponsável, provocou o rompimento do acordo com a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), organismo que intermediava a relação com o governo cubano.

*Com informações do site do PT e Agências Leia mais

20 de novembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em A desumana política de Jair Messias Bolsonaro

A desumana política de Jair Messias Bolsonaro

O deputado Enio Verri (PT-PR) descreve a desumana política do presidente eleito Jair Messias Bolsonaro (PSL), o Lúcifer para os pobres, o Anjo Caído, que implementa no país o ‘Menos Médicos’ — deixando 60 milhões de brasileiros sem assistência à saúde — ao expulsar os profissionais cubanos.

Política desumana ... 

Leia mais

18 de novembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Bolsonaro nem assumiu e já criou o programa Menos Médicos

Bolsonaro nem assumiu e já criou o programa Menos Médicos

Para o deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB), a ignorância sobre o alcance social da atuação dos médicos cubanos, somada ao viés ideológico e ao discurso equivocado do presidente eleito, só trará prejuízos a milhões de brasileiros pobres. “A continuar nessa toada, será que [Jair Bolsonaro] pretende privatizar o SUS após inviabilizá-lo?”, questiona.

LEIA TAMBÉM

Bolsonaro perde ‘guerra ideológica’ para prefeitos no caso dos médicos cubanos ... 

Leia mais

18 de novembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Bolsonaro: Prefeitos estão ficando com os médicos cubanos

Bolsonaro: Prefeitos estão ficando com os médicos cubanos

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) está perdendo da ‘guerra ideológica’ para a realidade dos municípios brasileiros.

LEIA TAMBÉM

Médico cubano vira secretário da Saúde no RS para driblar ‘Menos Médicos’ de Bolsonaro ... 

Leia mais

17 de novembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Médico cubano vira secretário da Saúde no RS para driblar ‘Menos Médicos’ de Bolsonaro

Médico cubano vira secretário da Saúde no RS para driblar ‘Menos Médicos’ de Bolsonaro

Tem males que vêm para o bem, no caso do médico cubano Richel Colazzo. Com o fim do Mais Médicos, anunciado esta semana pelo presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), ele foi convidado para ser o secretário de Saúde do município de Chapada (RS).

LEIA TAMBÉM

Bolsonaro estuda cortar em até 50% salários de servidores públicos ... 

Leia mais

16 de novembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Gleisi lamenta saída dos médicos cubanos; ouça a entrevista

Gleisi lamenta saída dos médicos cubanos; ouça a entrevista

A senadora Gleisi Hoffmann, presidenta nacional do PT, em entrevista nesta sexta (16) rebateu um a um os ‘disparates’ e ‘informações falsas’ sobre a cooperação entre a OPAS e o governo brasileiro, no convênio que traz médicos de Cuba. Gleisi lembra ainda que isso garante cobertura médica eficiente a um custo baixo para as prefeituras, que arcam com moradia e alimentação dos médicos.

OUÇA A ENTREVISTA ... 

Leia mais

16 de novembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Em artigo, Dilma fulmina Bolsonaro por destruição do Mais Médicos

Em artigo, Dilma fulmina Bolsonaro por destruição do Mais Médicos

A presidenta eleita Dilma Rousseff, vítima do golpe de 2016, lembra que lançou o programa em 2013 antes mesmo de assumir Palácio do Planalto. Ela afirma que Jair Bolsonaro, ao destruir o programa com os médicos cubanos, causa danos irreparáveis à população mais pobre deste país.

LEIA TAMBÉM

Médico cubano: Bolsonaro é lacaio dos Estados Unidos; assista ao vídeo ... 

Leia mais

15 de novembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Bolsonaro quer voucher na saúde e na educação, isto é, privatizar tudo

Bolsonaro quer voucher na saúde e na educação, isto é, privatizar tudo

O programa ‘

Menos Médicos ... 

Leia mais

15 de novembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Gleisi sugere detector de mentiras em Bolsonaro

Gleisi sugere detector de mentiras em Bolsonaro

A presidenta nacional do PT, Gleisi Hoffmann, perdeu a paciência com as fake news e sugeriu detector de mentiras no presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL).

LEIA TAMBÉM

Cidade do Paraná que deu 74% dos votos a Bolsonaro perde 75% dos médicos ... 

Leia mais

14 de novembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Presidente de Cuba dá sabugada em Bolsonaro após fim do Mais Médicos

Presidente de Cuba dá sabugada em Bolsonaro após fim do Mais Médicos

O presidente de Cuba, Miguel Díaz-Canel Bermúdez, pelo Twitter, deu uma sabugada em seu homólogo eleito Jair Bolsonaro (PSL) acerca do fim do programa Mais Médicos no Brasil.

LEIA TAMBÉM

Após ameaças de Bolsonaro, Cuba vai se retirar do Mais Médicos ... 

Leia mais

14 de novembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Bolsonaro cria o ‘Menos Médicos’ e deixa 24 milhões de brasileiros sem saúde

Bolsonaro cria o ‘Menos Médicos’ e deixa 24 milhões de brasileiros sem saúde

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) deu mais uma mostra de irresponsabilidade ao criar o ‘Menos Médico’ e provocar o fim do programa Mais Médico. Com isso, cerca de 24 milhões de brasileiros ficarão sem assistência médica no País.

LEIA TAMBÉM
Fim do Mais Médicos repercute no meio político

Sempre com viés ideológico, Bolsonaro finge apoiar os profissionais cubanos ao dizer que defende o pagamento integral aos médicos cubanos. O presidente eleito deveria, antes de tudo, zelar pelo salário digno aos brasileiros, bem como pelo atendimento decente na saúde de seus compatriotas.

“Condicionamos à continuidade do programa Mais Médicos a aplicação de teste de capacidade, salário integral aos profissionais cubanos, hoje maior parte destinados à ditadura, e a liberdade para trazerem suas famílias. Infelizmente, Cuba não aceitou”, discursou Bolsonaro.

A presidenta nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann, lamentou o fim do vitorioso programa Mais Médico criado no governo Dilma Rousseff.

“Os médicos cubanos não mais participarão do Mais Médicos. Fiquei triste pelo povo brasileiro que é tão bem assistido por eles. Vi esse programa nascer e ajudei a implementá-lo. Mas entendo as razões: o desrespeito, ameaças e violência com que Bolsonaro trata Cuba não lhes deixam em segurança”, criticou a parlamentar.

Bolsonaro deixa os 24 milhões de brasileiros sem atendimento à saúde em nome do combate à “ditadura cubana” e de seus caprichos ideológicos de extrema-direita.

“Além de explorar seus cidadãos ao não pagar integralmente os salários dos profissionais, a ditadura cubana demonstra grande irresponsabilidade ao desconsiderar os impactos negativos na vida e na saúde dos brasileiros e na integridade dos cubanos”, vomita.

Milhares de brasileiros podem morrer pela falta que os médicos cubanos farão nos mais longínquos rincões, no Brasil profundo. É bom já ir acostumando…

Condicionamos à continuidade do programa Mais Médicos a aplicação de teste de capacidade, salário integral aos profissionais cubanos, hoje maior parte destinados à ditadura, e a liberdade para trazerem suas famílias. Infelizmente, Cuba não aceitou. ... 

Leia mais

10 de novembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em ACM Neto: Só agora será possível saber o que pensa o novo governo

ACM Neto: Só agora será possível saber o que pensa o novo governo

O presidente nacional do DEM e prefeito de Salvador, ACM Neto, afirmou nesta sexta-feira (9) que o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) ganhou um cheque em branco dos brasileiros.

LEIA TAMBÉM:

Bolsonaro confirma a extinção do Ministério do Trabalho ... 

Leia mais

7 de novembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Gleisi é alvo de novo ataque de fake news de bolsonaristas

Gleisi é alvo de novo ataque de fake news de bolsonaristas

A máquina de fake news de Jair Bolsonaro (PSL), mesmo depois da eleição, ainda está em plena atividade. A denúncia é da senadora Gleisi Hoffmann, presidenta nacional do PT, alvo de novo ataque de cibercriminosos.

LEIA TAMBÉM

Artigo de juiz português “acaba” com Sérgio Moro; leia a íntegra ... 

Leia mais

14 de setembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em IDH do Brasil é pior que da Venezuela

IDH do Brasil é pior que da Venezuela

Para quem teme que o Brasil “vire” uma Venezuela, seria bom saber que o Índice de Desenvolvimento Humano dos vizinhos ao norte é melhor que o nosso.

O IDH do Brasil subiu 0,001 ponto em 2017 na comparação com 2016; ou seja, quase nada. Numa escala que vai de 0 a 1 estamos com 0,759.

Pelo índice, o Brasil permanece na 79ª posição do ranking que inclui 189 países. Na América Latina, ocupamos o 5º lugar, atrás do Chile, Argentina, Uruguai e Venezuela.

O indice é uma medida comparativa usada para classificar os países pelo seu grau de “desenvolvimento humano”.

A medida é composta a partir de dados de expectativa de vida, educação e renda das pessoas. Cada ano, os países membros da ONU são classificados de acordo com essas medidas.

Com informações da

Agência Brasil ... 

Leia mais

31 de agosto de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Organizações Sociais colecionam esquemas de corrupção na Saúde em todo o país

Organizações Sociais colecionam esquemas de corrupção na Saúde em todo o país

A Operação S.O.S deflagrada pela Polícia Federal nesta sexta (31), no Rio, vem consolidando a ideia de que as Organizações Sociais (OSs) são um antro de desvio de dinheiro da saúde em todo o país.

As prisões do ex-secretário de Saúde do Rio de Janeiro, Sérgio Cortês, e dos empresários Miguel Iskin e Gustavo Estellita são apenas a repetição de um esquema corriqueiro.

Só para ficar em alguns exemplos, recentemente as Câmaras Municipais de Foz do Iguaçu e Araucária, ambas cidades no Paraná, praticamente ficaram sem vereadores porque a Justiça decretou a prisão deles por envolvimento em corrupção nas famigeradas OSs.

Na fase de hoje, segundo o Ministério Público Federal, foi possível estimar que os contratos fraudados permitiram o desvio de cerca de R$ 74 milhões dos cofres públicos.

O MPF informa que o objetivo é aprofundar a investigação sobre fraudes na Secretaria de Saúde, com a contratação da Organização Social Pró-Saúde, que administrou vários hospitais do estado a partir de 2013, como os Getúlio Vargas, Albert Schuartz, Adão Pereira Nunes e Alberto Torres.

Resumo da ópera: a privatização faz muito mal à saúde dos brasileiros.

NOTA À IMPRENSA (em 03/09/2018, às 15h21) ... 

Leia mais

23 de julho de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Governo do Paraná estuda fechar escolas, universidades e extinguir órgãos de pesquisa

Governo do Paraná estuda fechar escolas, universidades e extinguir órgãos de pesquisa

O Blog do Esmael teve acesso a um estudo da Secretaria de Estado da Fazenda do governo do Paraná que prevê fechamento de escolas da educação básica, universidades estaduais, extinção de órgãos de pesquisa como EMATER, CODAPAR e IAPAR, bem como a extinção do auxílio-moradia para juízes.

O objetivo do governo do Paraná, cujo estudo foi iniciado ainda na gestão de Beto Richa (PSDB), seria economizar 6,7% do orçamento do estado, qual seja, R$ 1,755 bilhão só no primeiro ano. O potencial de redução da carga tributária atingiria R$ 9,209 bilhões nos próximos cinco anos.

No detalhamento do estudo vazado ao Blog do Esmael, o governo hoje pilotado por Cida Borghetti (PP) redefiniria o “porte” das 2,1 mil escolas da rede pública e criar o “voucher” para o ensino superior, que, traduzindo no bom português, as vagas deixariam de ser abertas no sistema público para serem compradas junto a instituições privadas de ensino.

Ainda segundo o documento, seria extinto o auxílio-moradia para juízes, promotores e membros do Tribunal de Contas do Estado (TCE) e elevada a idade mínima em 5 anos para aposentadoria de policiais militares sem regra de transição.

Também há aumento para 14% da alíquota de contribuição para a previdência e modificações para a concessão de pensões no regime próprio, bem como fim de licenças especiais e exigência de, no mínimo, 18 horas semanais de permanência de professores universitários em sala de aula.

O documento ainda sinaliza com a transferência da gestão dos hospitais universitários para o Fundo Estadual de Saúde.

Como se depreende, caro leitor, o melhor ainda está por vir…

Dois remanescentes do governo Beto Richa disputam o Palácio Iguaçu na eleição deste ano: a própria governadora Cida Borghetti e o ex-secretário do tucano e deputado Ratinho Junior (PSD).
Leia mais

7 de julho de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em O salário mínimo deveria ser R$ 3.804,06, afirma Dieese

O salário mínimo deveria ser R$ 3.804,06, afirma Dieese

O Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese) afirma que o salário mínimo deveria ser R$ 3.804,06 no mês de junho, qual seja, os trabalhadores brasileiros são “roubados” 3,99 vezes quando recebem apenas R$ 954.

De acordo com o Dieese, o salário mínimo necessário para sustentar uma família de quatro pessoas no mês de junho deveria ter sido de R$ 3.804,06.

O número é calculado com base no valor da cesta básica mais cara entre todas as capitais do país. Em junho, a mais cara registrada foi a de Porto Alegre, que ficou em R$ 452,81.

O mínimo apontado pelo Dieese corresponde a 3,99 vezes o salário mínimo atual e é o necessário para atender o trabalhador e a família nos quesitos moradia, alimentação, educação, saúde, lazer, vestuário, higiene, transporte e Previdência Social, como determinado pela Constituição federal.

Segundo a instituição, o trabalhador remunerado pelo piso nacional comprometeu, em fevereiro, 43,79% para adquirir os mesmos produtos que, em janeiro, demandavam 44,21% e, em fevereiro de 2017, 44,25%.

Do portal

Vermelho ... 

Leia mais

3 de julho de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Temer, o presidente do sarampo

Temer, o presidente do sarampo

Michel Temer ressuscitou o sarampo no Brasil. As autoridades sanitárias reconhecem que há cerca de 500 casos confirmados e mais de 1,5 mil em investigação nos estados do Amazonas e Roraima, região Norte do país.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), não havia registro da doença no Brasil até julho de 2015. Até então, a moléstia era considerada erradicada no país.

Entretanto, após o golpe de Temer, surtos de doenças como sarampo, poliomielite e rubéola voltaram a assombrar os brasileiros. Um dos motivos que concorreu para o retorno dessas moléstias foi o congelamento de investimentos na saúde pelos próximos 20 anos (PEC 95).

Para a OMS, a principal razão por trás do aumento de casos de sarampo são as falhas nos programas de imunização, além de pouca cobertura de grupos marginalizados, interrupções na entrega de vacinas e falhas nos sistemas de vigilância sanitária.

Resumo da ópera: além de restaurar a semiescravidão, com a reforma trabalhista, Michel Temer ressuscitou o sarampo; é o Brasil voltando 70 anos em 2.

Leia mais