5 de dezembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Extrema pobreza cresce e atinge mais de 15 milhões de brasileiros

Extrema pobreza cresce e atinge mais de 15 milhões de brasileiros

O número de brasileiros na faixa de extrema pobreza no Brasil aumentou de 6,6% da população em 2016 para 7,4% em 2017, passando de 13,5 milhões para 15,2 milhões. ... 

Leia mais

20 de julho de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Lula manda recado: ‘A extrema pobreza aumentou durante o golpe’

Lula manda recado: ‘A extrema pobreza aumentou durante o golpe’

Luiz Inácio Lula da Silva, já em pré-campanha à Presidência da República, mandou recado indignado sobre o aumento da extrema pobreza durante o consórcio golpista (partidos de direita, parte do judiciário e da velha mídia). ... 

Leia mais

28 de maio de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Gordinhos em pânico: fábrica de chocolates Lacta vai parar nesta terça-feira em Curitiba

Gordinhos em pânico: fábrica de chocolates Lacta vai parar nesta terça-feira em Curitiba

O chocolate Lacta terá a produção suspensa nesta terça-feira (29), em Curitiba, devido à greve dos caminhoneiros. A informação da fábrica Mondelez, dona da marca, deixou os gordinhos em polvorosa na capital paranaense. ... 

Leia mais

27 de janeiro de 2018
por Esmael Morais
8 Comentários

“Nós [brasileiros] vivemos num momento de ditadura do judiciário”, denuncia Lula em vídeo

O ex-presidente Lula publicou um vídeo neste sábado (27), dirigido à África, explicando por que ele não pôde estar no encontro em Malabo, Guiné Equatorial, no evento da ONU/FAO sobre a fome no continente. “Nós vivemos num momento de ditadura do judiciário no Brasil”, disse. ... 

Leia mais

14 de agosto de 2017
por Esmael Morais
38 Comentários

Gleisi Hoffmann: “E a fome voltou ao Brasil”

A senadora Gleisi Hoffmann faz nesta segunda-feira (14) uma contundente denúncia contra o ilegítimo Michel Temer e seus sócios no golpe de Estado: conseguiram a proeza de trazer a fome de volta a milhões de brasileiros. A presidenta nacional do PT escreve ainda que os insensíveis golpistas já cortaram em apenas um ano 1,2 milhão de família do Bolsa Família. Leia mais

10 de julho de 2017
por Esmael Morais
21 Comentários

Gleisi: Com o golpe, fome volta ao Brasil

A senadora Gleisi Hoffmann, presidenta nacional do PT, lamenta a volta da fome no país após o golpe de Estado, que trouxe crianças pedintes de volta aos semáforos e à porta de supermercados. Ela escreve que, neste contexto, “Temer transformou-se em um zumbi a ponto de já cogitarem sua substituição pelo insosso e diminuto Rodrigo Maia”. Gleisi brada ainda as palavras de ordem nesse tempo de golpe: “Fome nunca mais! Fora Temer, Meireles, Maia!” Leia mais

2 de novembro de 2015
por admin
12 Comentários

Coluna da Gleisi Hoffmann: O direito de comer pode ser negociado para “recuperar” a economia?

Download

Gleisi Hoffmann*

Não é de hoje que o programa Bolsa Família sofre ataques. Quando foi lançado dizia-se que era o bolsa esmola e incentivo para a vagabundagem; as críticas mais à esquerda diziam que era paternalismo, programa compensatório.

No auge do governo Lula, quando ele tinha quase 90% de popularidade, o Bolsa Família foi politicamente disputado a tapas. O PSDB jurava que a iniciativa era sua, da gestão FHC, que tinha iniciado o projeto piloto. Os radicais de esquerda começaram a defendê-lo como um grande feito social, que minimamente combatia a desigualdade.

Agora, com as necessidades de ajustes ao orçamento, o programa sofre novos ataques. Desta feita, o relator geral do Orçamento da União, deputado Ricardo Barros, do PP do nosso Estado, propõe cortar R$ 10 bilhões do programa com a desculpa de equilíbrio fiscal e de que “todos” têm de dar sua contribuição. Mas o relator não propõe cortar as emendas parlamentares, ou o Fundo Partidário. Muito pelo contrário, neste caso ele propõe aumento.

Setores mais conservadores, inclusive do nosso Paraná, aplaudem a iniciativa. Ato contínuo, o governador Beto Richa, que nunca tem posicionamento firme e convicto sobre qualquer assunto, anunciou que cortaria pela metade o Programa Família Paranaense, ação da qual se gabava por complementar o Bolsa Família no Estado em “expressivos” R$ 10,00.  Vamos lembrar que este “programa” do Paraná foi uma das vitrines de sua campanha à reeleição! Será que mantém o intento ou recua, por medo de pressão, como fez no caso de fechamento de escolas?

Descompromisso do governo paranaense à parte, o fato é que o Bolsa Família, um dos programas mais bem sucedidos no mundo para o enfrentamento à pobreza no curto prazo, está na mira daqueles que nunca passaram necessidade na vida, que acham que o direito a comer pode ser negociado para recuperar a economia!

O Brasil só saiu do mapa da miséria e da fome, e pela primeira vez forma uma geração sem fome no Brasil, porque um homem pobre, sofrido pela fome, operário metalúrgico, assumiu o comando do país. Só quem sentiu a dor da fome, como Lula, tem sensibilidade para garantir um programa de renda mínima, que assegure ao menos três refeições ao dia. Isso é o mínimo que um desenvolvimento econômico decente pode pretender.

Só no Paran Leia mais

13 de maio de 2014
por Esmael Morais
50 Comentários

Novo comercial do PT ataca fantasmas da era FHC; assista ao vídeo

PT lança nova ofensiva contra "fantasma" do desemprego da era FHC; comercial que estreia nesta terça (13) diz que Brasil não quer voltar atrás", diz o texto, lembrando que nos anos 90 imperava o desemprego, a fome, a miséria; assista ao vídeo.

PT lança nova ofensiva contra “fantasma” do desemprego da era FHC; comercial que estreia nesta terça (13) diz que Brasil não quer voltar atrás”, diz o texto, lembrando que nos anos 90 imperava o desemprego, a fome, a miséria; assista ao vídeo.

O Partido dos Trabalhadores estreia novo comercial nesta terça (13) no horário eleitoral.  ... 

Leia mais

11 de abril de 2014
por Esmael Morais
61 Comentários

Governo Richa deixa alunos passando fome nas escolas do Paraná

Professores e pais de alunos relatam ao blog a tristeza causada pela falta de merenda nas escolas; em Pato Branco, por exemplo, alimentos vencidos são preparados para as crianças que correm risco de intoxicação; nos colégios agrícolas os mantimentos sumiram das prateleiras em fevereiro, no início das aulas, e não foram mais repostos; crise financeira e de gestão também levou o governo Richa a suspender obras nos municípios; nesta sexta, 11, Gleisi anunciou liberação de R$ 817 milhões de empréstimo ao Paraná por meio do Proinveste do governo federal; há um problema sério de gestão que bagunça de forma insolúvel as finanças do estado, ou seja, o caixa estadual se transformou em um verdadeiro saco sem fundo!, portanto, a operação de crédito autorizada hoje pode não ser a panaceia.

Professores e pais de alunos relatam ao blog a tristeza causada pela falta de merenda nas escolas; em Pato Branco, por exemplo, alimentos vencidos são preparados para as crianças que correm risco de intoxicação; nos colégios agrícolas os mantimentos sumiram das prateleiras em fevereiro, no início das aulas, e não foram mais repostos; crise financeira e de gestão também levou o governo Richa a suspender obras nos municípios; nesta sexta, 11, Gleisi anunciou liberação de R$ 817 milhões de empréstimo ao Paraná por meio do Proinveste do governo federal; há um problema sério de gestão que bagunça de forma insolúvel as finanças do estado, ou seja, o caixa estadual se transformou em um verdadeiro saco sem fundo!, portanto, a operação de crédito autorizada hoje pode não ser a panaceia.

O Colégio Estadual Pato Branco, que leva o nome do município localizado no Sudoeste, a 437 km de Curitiba, o antigo PREMEN, não tem merenda para os 1,3 mil alunos desde o início do ano letivo em 10 de fevereiro. As cozinheiras do estabelecimento de ensino fazem merenda dia sim dia não com os alimentos vencidos em janeiro, que sobraram do ano passado. ... 

Leia mais

7 de novembro de 2013
por Esmael Morais
22 Comentários

ONU vai importar o programa “Mais Fome” do tucano Beto Richa?

Falta comida nos quartéis para os policiais militares do Paraná, que enfrentam os bandidos de barriga vazia; enquanto isso, no mundo de Alice e da propaganda de Beto Richa, o Sistema de Segurança do Estado será copiado pela Organização das Nações Unidas (ONU); até os tucanos do tradicional Passeio Público de Curitiba sabem que não há vagas no sistema prisional; há déficit de 7 mil lugares; distritos policiais em todo o Paraná, que não são locais apropriados para guarda de apenado, estão abarrotados; comida fornecida aos condenados mais se parece a lixo; agentes penitenciários são desvalorizados; PCC (Primeiro Comando da Capital) comanda o sistema prisional. Será que a ONU quer mesmo importar o PCC e o programa "Mais Fome"?; opine.

Falta comida nos quartéis para os policiais militares do Paraná, que enfrentam os bandidos de barriga vazia; enquanto isso, no mundo de Alice e da propaganda de Beto Richa, o Sistema de Segurança do Estado será copiado pela Organização das Nações Unidas (ONU); até os tucanos do tradicional Passeio Público de Curitiba sabem que não há vagas no sistema prisional; há déficit de 7 mil lugares; distritos policiais em todo o Paraná, que não são locais apropriados para guarda de apenado, estão abarrotados; comida fornecida aos condenados mais se parece a lixo; agentes penitenciários são desvalorizados; PCC (Primeiro Comando da Capital) comanda o sistema prisional. Será que a ONU quer mesmo importar o PCC e o programa “Mais Fome”?; opine.

A centenária Polícia Militar do Paraná (PMPR) vive na prática o programa “Mais Fome” lançado pelo governo Beto Richa (PSDB). Falta alimentação aos policiais militares, que vão enfrentar bandidos de barriga vazia. ... 

Leia mais