6 de junho de 2018
por esmael
Comentários desativados em PCC pode atacar no Paraná, alerta policial federal

PCC pode atacar no Paraná, alerta policial federal

A policial federal Bibiana Orsi, presidente do Sindicato dos Policiais Federais do Paraná, alerta às autoridades que o PCC (Primeiro Comando da Capital) poderá lançar ondas de ataques no estado a exemplo do que ocorreu em Minas Gerais. ... 

Leia mais

26 de março de 2018
por esmael
Comentários desativados em Lula em Foz do Iguaçu

Lula em Foz do Iguaçu

O ex-presidente Lula já está em Foz do Iguaçu, na tríplice fronteira, para participar de um ato político no Sindicato dos Eletricitários de Foz do Iguaçu (Sinefi). É a segunda cidade do Paraná que ele visita nesta segunda-feira (26). ... 

Leia mais

1 de janeiro de 2018
por esmael
9 Comentários

Michel Temer, ‘o melhor presidente que o Paraguai já teve’, segundo a Folha

Levantamento da Folha diz que continua crescendo a migração de empresas brasileiras para o Paraguai, apesar do trabalho quase escravo entrar em vigor desde 11 de novembro com a reforma trabalhista. Michel Temer deverá ser homenageado em Asunción como ‘melhor presidente que o Paraguai já teve’. ... 

Leia mais

26 de junho de 2015
por esmael
1 Comentário

Gleisi garante novamente a cota de US$ 300 para compras no Paraguai

paraguaiA senadora Gleisi Hoffmann (PT) conseguiu negociar a manutenção da cota de US$ 300 para compras de turistas brasileiros em visita por terra ao Paraguai.

O Itamaraty já estava tratando com o país vizinho a manutenção da taxa no Mercosul sobre vendas de produtos lácteos. Eles aceitaram. Assim, o Ministério da Fazenda vai prorrogar a entrada em vigor da portaria que diminuía a cota para US$ 150.

A redução da cota estaria vinculada ao estabelecimento de “freeshops” na região de fronteira. “Estamos agora definindo o prazo. Defendi que a prorrogação da cota atual seja por mais um ano, para dar tempo de regulamentar os freeshops. Fechado esse assunto, uma nova portaria será publicada,” afirmou.

A senadora Gleisi vem trabalhando o assunto desde ano passado. Ela já conseguiu reverter a redução da cota no ano passado, quando estava no Paraguai, em audiência com o presidente Cartes. Leia mais

15 de agosto de 2014
por esmael
2 Comentários

Richa tenta “devolver” condenação a Gleisi por uso da máquina, mas perde

A Justiça Eleitoral julgou improcedente a acusação de que a candidata à  governadora, Gleisi Hoffmann, da coligação Paraná olhando pra Frente!, teria usado dois sites de notícias para divulgar a revogação da Portaria do Ministério da Fazenda que reduziu a cota de compras no exterior como mote de campanha. Na representação, a Coligação “Todos pelo Paraná” do candidato Beto Richa, alegava que Gleisi teria realizado publicidade ilegal.

Os veículos citados na acusação são o Blog do Esmael e o Blog de Valdir Cruz, no site Notícias Paraná. A notícia era do! anúncio feito por Gleisi! de que a cota de importados livre de impostos nas fronteiras terrestres seria mantida em 300 dólares.

Em sua decisão, o juiz auxiliar Guido José Dà¶beli concluiu que as matérias divulgadas por dois veículos de comunicação do Paraná não foram publicidade institucional da candidata, mas veiculação de notícias produzidas a partir da interpretação dada pelos jornalistas ao anúncio feito pela representada. Ora, se determinado candidato divulga um fato e tal divulgação vira notícia na imprensa, não se pode dizer que houve publicidade institucional, mas legítimo exercício da atividade jornalística, o qual não pode ser cerceado ou censurado vez que a plena liberdade de imprensa e de expressão é garantida constitucionalmente!, justifica o juiz.

José Dà¶beli reforça seu parecer dizendo que “nas notícias veiculadas tanto pelos blogs quanto pelas páginas em redes sociais da representada não houve a divulgação de atos, programas, obras públicas, serviços e campanhas, autorizadas por agentes públicos… Apenas fazem referência ao anúncio, pela representada, de medida tomada pelo governo federal no que toca à  política de cotas de importação regulamentadas por meio de portarias do Ministério da Fazenda”. Ainda observa que, na divulgação feita pela Empresa Brasileira de Comunicação sobre a suspensão da redução da cota pelo Governo, sequer citar o nome de Gleisi Hoffmann.

Para o coordenador jurídico da campanha Gleisi Hoffmann, Luiz Fernando Pereira, a ação foi apenas uma tentativa de politizar o fato, já que a notícia foi divulgada em outros meios de comunicação. Além disso, a candidata não tem competência para autorizar publicidade institucional do governo federal.

Durante visita à  cidade de Assunção, no dia 22 de julho, onde se encontrou com o presidente Horácio Cartes, no Palácio de los Lopes, e visitou o Senado paraguaio, Gleisi comentou sobre a suspensão da Portaria no 307, do Mi Leia mais

22 de julho de 2014
por esmael
16 Comentários

Cota de compras na fronteira continua em US$ 300, anuncia Gleisi

A redução da cota de importação, sem incidência de impostos, por via terrestre, de US$ 300 para US$ 150 por pessoa, nem entrou em vigor e será suspensa pelo governo. A informação foi divulgada hoje pela senadora Gleisi Hoffmann, candidata a governadora do Paraná, justamente do Paraguai, onde cumpre agenda com os governantes daquele país. Um novo texto deve ser publicado amanhã (23) no Diário Oficial da União e, por enquanto, tudo permanece como está.

“Esta medida não vai entrar em vigência. Era, na realidade, uma regulamentação sobre free shops e não deveria tratar da cota. A redução será suspensa e vamos voltar à  cota de US$ 300!, disse. Na manhã de hoje, a candidata se encontrou com o presidente Horácio Cartes, no Palácio de los Lopes, e visitou o Senado paraguaio.

Segundo o secretário da Receita Federal, Carlos Alberto Barreto, houve um pequeno cochilo! no prazo para entrada em vigor da portaria. Ele explicou que o prazo precisa ser ampliado para que as lojas francas nas cidades fronteiriças tenham mais tempo para se adaptarem à s mudanças. Ele avalia que o novo prazo pode ser de até um ano. Até lá, a cota de importação sem impostos por via terrestre continua em US$ 300.

A medida vai afetar cidades fronteiriças que tenham “comércio forte” com o Brasil. São essas que têm um comércio forte e, nesse sentido, tem lojas francas do outro lado da fronteira. Nos demais estabelecimentos de comércio normal não haverá problemas, pois têm legislação própria”, disse Barreto.

Pela medida, as importações acima de US$ 150 por via terrestre serão tributadas com alíquota de 50% do imposto de importação. A nova cota valerá também para transporte lacustre e fluvial. Não houve alteração para o transporte aéreo, que continua US$ 500 por passageiro.

Leia mais

25 de abril de 2014
por esmael
9 Comentários

Agora vai: DNIT apresenta consórcio vencedor para construção da segunda ponte entre Foz e o Paraguai

Antiga reivindicação de moradores e comerciantes dos dois lados da fronteira, nova ponte internacional deverá desafogar a Ponte da Amizade (Brasil e Paraguai); não custa perguntar: e a ponte entre Matinhos e Guaratuba, no Litoral, sai?

Antiga reivindicação de moradores e comerciantes dos dois lados da fronteira, nova ponte internacional deverá desafogar a Ponte da Amizade (Brasil e Paraguai); não custa perguntar: e a ponte entre Matinhos e Guaratuba, no Litoral, sai?

O Departamento Nacional de Infraestrutura de! Transportes (DNIT) apresentou nesta quinta-feira (24) o consórcio vencedor da licitação para construção da segunda ponte entre Foz do Iguaçu e Ciudad del Este. A reivindicação é antiga e visa desafogar a Ponte da Amizade, principal ligação entre o Brasil e o Paraguai. ... 

Leia mais

9 de dezembro de 2013
por esmael
18 Comentários

Veja essa: Taniguchi, secretário de Richa, leva calote de US$ 450 mil de empresários paraguaios

Parece piada pronta, mas não é. O secretário de Estado de Planejamento do Paraná, Cássio Taniguchi, braço direito do governador Beto Richa (PSDB), levou um calote de US$ 450 mil de empresários privados do Ciudad Del Este, no Paraguai.

Taniguchi é um dos principais ideólogos no governo tucano que defende o calote em fornecedores, paralisação de obras e descumprimento de acordos com os servidores públicos para resolver a crise financeira do estado.

à‰ o típico caso do feitiço se voltando contra o feiticeiro.

Segundo o site Foz Notícias, citando o diário paraguaio “Vanguardia” (clique aqui), Taniguchi teria usado sua fama de ex-prefeito de Curitiba e de urbanista para vender seu peixe aos paraguaios.

Coincidência ou não, os empresários paraguaios alegam a mesma coisa que o governo do Paraná alega quando dá calote na praça: “crise financeira”.

O site iguaçuense afirma que a Aliança Público-privado! contratou o secretário de Richa para fazer o Plano Diretor de Desenvolvimento de Ciudad Del Este, cidade paraguaia que faz fronteira com Foz do Iguaçu (PR). Detalhe: até agora nada pagou. Deu calote.

Moral da história: aqui se faz, aqui se paga.

Leia a matéria de Digão Monzon, site Foz Notícias:

Calote à  Paraguaia !“ Tanigushi espera pagamento de U$ 450 mil

Parece que a maré de azar do Secretário Cassio Tanigushi está de volta. Segundo o jornal paraguaio Vanguardia! o ex-prefeito de Curitiba levou um calote de U$ 450 mil de empresários de Ciudad Del Este, que parecem não estar preocupados com a dívida.

Tanigushi usou de sua fama de urbanista para vender seu peixe, e foi contratado por uma Aliança Público-privado! para fazer o Plano Diretor de Desenvolvimento de Ciudad Del Este, cidade paraguaia que faz fronteira com Foz do Iguaçu (PR).

A empresária Natalia Rodriguez Chan, de Ciudad Del Est, explica que o setor privado seria responsável por pagar Tanigushi. Ainda não juntamos esse dinheiro. Tampouco queremos incomodar os empresários com isso agora, pois o comércio está em crise. Por isso vamos deixar esse Plano Diretor de lado por enquanto! disse Chan, que é a atual Presidente da Associação de Desenvolvimento Comercial em entrevista para o Diário Vanguardia.

Tanigushi já ocupou os microfones da mídia paraguaia para divulgar as maravilhas que seriam realizadas no centro comercial da cidade que também é famosa pela confusão de suas ruas e aglomero de pessoas.

Leia mais

4 de novembro de 2013
por esmael
83 Comentários

Richa perde o controle e PCC já toma conta da tríplice fronteira

O insuspeito Jornal Hoje, de Cascavel, no Oeste do Paraná, traz reportagem de Juliet Manfrin sobre a instalação do PCC (Primeiro Comando da Capital) na região da tríplice fronteira (Brasil, Paraguai e Argentina). Na prática, o jornal, de propriedade do deputado federal tucano Alfredo Kaefer (PSDB), denuncia o que todos os paranaenses já sabem faz tempo: Beto Richa (PSDB) perdeu o controle da Segurança Pública. Enquanto o pau canta na fronteira, o tucano visita New York, New York… Leia o texto:

PCC avança e Cascavel se torna importante polo na fronteira

por Juliet Manfrin

A incorporação de pequenos grupos criminosos já faz parte da estratégia ousada do PCC (Primeiro Comando da Capital) que praticamente exterminou, a partir da fusão, com o segundo mais poderoso da área: o Comando vermelho. Para isso, a organização que nasceu no estado de São Paulo e que comanda atos criminosos de dentro de cadeias e presídios em todo o País, está se alastrando e criando raízes cada vez mais profundas em inúmeras cidades brasileiras.

O acompanhamento feito por forças policiais na região Oeste revela que o PCC está, mais do que nunca, presente em alguns municípios. Cascavel já funciona como um dos núcleos mais importantes ao bando que também tem agido como intermediador entre gangues e pequenas ações, uma espécie de célula-mãe, um paladino da justiça no meio. O Primeiro Comando tem dado a cartada final para resolver conflitos entre grupos criminosos.

Em levantamento recente feito pela Polícia Federal vem esta e outras constatações. O PCC também se instalou do outro lado da fronteira, no Paraguai, bem próximo do Paraná e do Mato Grosso do Sul.

Dali é mais fácil comandar o ciclo da maconha, desde o plantio até o processamento e o transporte da droga. Para eliminar com os atravessadores, o Primeiro Comando da Capital está investindo pesado em plantações de grande escala da erva no país vizinho.

E onde Cascavel se consolida nisso tudo? Com base neste mesmo levantamento de agentes da PF e de acompanhamento de outras forças policiais que atuam na fronteira, é possível identificar que, dos núcleos regionais, a cidade é uma das mais atuantes.

Atualmente são aproximadamente 100 detentos nas unidades prisionais locais !“ carceragem da 15!ª Subdivisão Policial, PEC (Penitenciária Estadual de Cascavel) e PIC (Penitenciária Industrial de Cascavel). Geralmente eles são mulas !“ nome dado a pessoas que traficam drogas para a facção. São traficantes presos na região e que permanecem cem detidos na cidade. Ao serem pegos ampliam com facilidade a rede dentro do sistema prisional com a autorização do PCC. Atrás das grades eles podem batizar! outros presos para que sejam fiéis! ao grupo que passa oferecer certas rega Leia mais

30 de setembro de 2013
por esmael
1 Comentário

Campagnolo se encontra com Dilma

O presidente da Fiep, Edson Campagnolo, foi recebido nesta segunda, no Palácio do Planalto, pela presidenta Dilma durante solenidade com o presidente do Paraguai, Horacio Cartes; o empresário paranaense é o vice dos sonhos da ministra Gleisi, na disputa pelo Palácio Iguaçu.

O presidente da Fiep, Edson Campagnolo, foi recebido nesta segunda, no Palácio do Planalto, pela presidenta Dilma durante solenidade com o presidente do Paraguai, Horacio Cartes; o empresário paranaense é o vice dos sonhos da ministra Gleisi, na disputa pelo Palácio Iguaçu.

O presidente da Federação das Indústrias do Paraná (Fiep), Edson Campagnolo, se encontrou hoje, em Brasília, com a presidenta Dilma.  ... 

Leia mais