31 de março de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Sob Bolsonaro e Witzel, milícias ampliam poder no Rio de Janeiro

Sob Bolsonaro e Witzel, milícias ampliam poder no Rio de Janeiro

Nem os snipers (franco atiradores) do governador do Rio, Wilson Witzel, nem a “arma secreta” do presidente Jair Bolsonaro estão sendo páreos para as milícias privadas. ... 

Leia mais

9 de fevereiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Petição online pede a cassação de Flávio Bolsonaro no Senado

Petição online pede a cassação de Flávio Bolsonaro no Senado

O k-suco começou a ferver para o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), pois uma petição online exige a cassação do filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL). ... 

Leia mais

24 de janeiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Flávio Bolsonaro afirma ao SBT que não vai renunciar; assista

Flávio Bolsonaro afirma ao SBT que não vai renunciar; assista

O senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL), afirmou nesta quinta-feira (24), em entrevista ao SBT, que não vai renunciar ao mandato para proteger o governo.  ... 

Leia mais

22 de janeiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Milicianos homenageados na Alerj aproximam Flávio Bolsonaro da morte de Marielle

Milicianos homenageados na Alerj aproximam Flávio Bolsonaro da morte de Marielle

O ex-capitão Adriano Magalhães da Nóbrega, procurado pela operação “Os Intocáveis”, e o major da PM Ronald Paulo Alves Pereira, preso na manhã desta terça (22), foram homenageados na Alerj em 2003 e 2004, por indicação do deputado estadual Flávio Bolsonaro. ... 

Leia mais

21 de janeiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Queiroz teria se escondido em favela dominada por milícia

Queiroz teria se escondido em favela dominada por milícia

Fabrício Queiroz, pivô do escândalo envolvendo a família Bolsonaro, teria se escondido em uma favela em Rio das Pedras no Rio de Janeiro por quase duas semanas.

A revelação é do jornalista Lauro Jardim de O Globo.

Após a revelação das transações suspeitas, em dezembro do ano passado, Queiroz sumiu do mapa, tendo reaparecido no hospital Albert Einstein, em São Paulo. O sumiço foi de quase duas semanas.

LEIA TAMBÉM:

Globo debocha de Flávio Bolsonaro em novo quadro do Fantástico; assista ... 

Leia mais

18 de dezembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Ex-PM suspeito de envolvimento nas mortes de Marielle e Anderson é preso

Ex-PM suspeito de envolvimento nas mortes de Marielle e Anderson é preso

A Polícia Civil do Rio prendeu na manhã desta terça feira (18), na Baixada Fluminense, um ex-PM suspeito do envolvido nas mortes da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes. Trata-se de Renato Nascimento Santos, conhecido como Renatinho Problema.

LEIA TAMBÉM:

Raul Jungmann: Políticos poderosos estão por trás do assassinato de Marielle ... 

Leia mais

14 de dezembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em PSOL responsabiliza autoridades pela proteção de Marcelo Freixo

PSOL responsabiliza autoridades pela proteção de Marcelo Freixo


A bancada do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) divulgou nota em que exige responsabilidade das autoridades diante de mais uma ameaça à vida do deputado federal eleito Marcelo Freixo (PSOL). O parlamentar carioca foi alvo de um plano da milícia para executá-lo neste sábado (15) durante agenda política pública em Campo Grande, Zona Oeste do Rio. O partido pede “providências das autoridades e repudia o hediondo plano de execução de Freixo”, afirma o comunicado.

Confira a íntegra da nota da bancada do PSOL:

A bancada federal do PSOL na Câmara – tanto a atual quanto a próxima, que toma posse em fevereiro, da qual Marcelo Freixo faz parte – tomou ciência do plano para executá-lo durante reunião que fazia esta tarde, em Brasília.

A revelação das apurações da Polícia Civil do RJ ocorre na véspera do nono mês da execução de vereadora Marielle Franco e Anderson Gomes, ainda sem elucidação. Essa ineficiência, que nutre a cultura da impunidade, faz com que criminosos se sintam à vontade para elaborar esse plano macabro de execução de Freixo. A planejada barbárie vulnerabiliza também a nossa já frágil democracia: a trama letal seria praticada em agenda pública do nosso parlamentar no próximo fim de semana. O livre exercício do mandato é atingido, e isso é inaceitável.

A bancada federal do PSOL repudia esta trama, exige redobrada proteção a Marcelo Freixo, inclusive em Brasília, e cobra resultados da investigação que vitimou Marielle e Anderson. Exigirá agora providências do atual Ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, e, a partir de 1º de janeiro, das novas autoridades da República, notadamente o futuro Ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro. A responsabilidade pela proteção a Freixo e a tantos defensores de direitos humanos ameaçados é do Estado brasileiro.

O hediondo plano de execução de Freixo é a urdidura de um atentado contra o Estado Democrático de Direito. Merece repúdio de todos os que prezam pelos mais elementares princípios civilizatórios. E ação efetiva para evitar que tais tramas – de absurda continuidade – continuem a ser articuladas.

Chico Alencar, líder do PSOL na Câmara dos Deputados

Brasília, 13 de dezembro de 2018 Leia mais

13 de dezembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Plano de milicianos para assassinar Marcelo Freixo é descoberto pela Polícia

Plano de milicianos para assassinar Marcelo Freixo é descoberto pela Polícia


A Polícia Civil do Rio de Janeiro descobriu um plano de milicianos para assassinar o deputado estadual Marcelo Freixo (PSOL-RJ) neste sábado (15). O deputado federal eleito pelo PSOL participaria de uma atividade pública com militantes e professores da rede particular de ensino em Campo Grande, Zona Oeste do Rio. De acordo com um relatório confidencial a que teve acesso o jornal O Globo, um policial militar e dois comerciantes estariam planejando o assassinato de Freixo.

Eles teriam ligação com um grupo de milicianos da Zona Oeste do Rio, o mesmo que é investigado pelo assassinado de Marielle Franco. De acordo com o jornal, o relatório foi repassado para vários setores da inteligência da secretaria de Segurança do Rio de Janeiro com fotografias dos suspeitos citados.

Essa não é a primeira ameaça de morte que Freixo recebe. O deputado presidiu a CPI das Milícias em 2008 e, desde então, vem contando com proteção policial por conta das constantes ameaças.

Pelo Twitter, Freixo, que já cancelou sua agenda no sábado, criticou o fato de que, mesmo com os resultados positivos da CPI, nada foi feito para combater a “máfia” carioca. “No mês em quem a CPI das Milícias completa 10 anos, voltei a ser ameaçado. A CPI foi um marco no combate ao crime: mais de 200 indiciados e principais chefes presos. Apresentamos 48 medidas para enfrentar a máfia, mas nada foi feito”, escreveu o deputado.

*Com informações de Agências Leia mais

13 de dezembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Urgente: Polícia realiza operação para prender milicianos suspeitos do assassinato de Marielle

Urgente: Polícia realiza operação para prender milicianos suspeitos do assassinato de Marielle


Agentes da Divisão de Homicídios da Polícia Civil estão nas ruas nesta quinta-feira (13) para cumprir os primeiros mandados de prisão e de busca e apreensão relacionados às mortes da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, informou a TV Globo.

As operações policiais ocorrem em Juiz de Fora, em Minas. No RJ, equipes estão na Zona Oeste do Rio; em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense; em Petrópolis, na Região Serrana; e em Angra dos Reis, na Costa Verde – onde equipe da Delegacia de Homicídios foi encurralada por criminosos.

As mortes de Marielle e Anderson completam nove meses nesta sexta-feira (14).

*Com informações de TV Globo e jornal O Globo Leia mais

10 de maio de 2018
por Redacao
Comentários desativados em Reconstituição do assassinato de Marielle será na noite desta quinta

Reconstituição do assassinato de Marielle será na noite desta quinta

A Delegacia de Homicídios da Capital (DH) faz nesta quinta-feira (10), no Rio de Janeiro, a reprodução simulada das mortes da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, ocorridas na noite de 14 março deste ano. A reconstituição está prevista para as 22h, no local onde ocorreu o crime, no bairro do Estácio, na zona Central do Rio.

 
O trabalho, feito pela Polícia Civil, contará com apoio logístico das Forças Armadas. A partir das 20h, serão interditadas as ruas no entorno do local onde ocorreu o crime.Ficarão fechados os seguintes trechos: Rua Joaquim Palhares entre as Ruas Haddock Lobo e Rua Ulysses Guimarães; Rua João Paulo I, entre a Avenida Paulo de Frontin e Rua Joaquim Palhares e Rua Estácio de Sá entre a Rua Hélio Beltrão e Rua Joaquim Palhares.

Segundo a polícia, durante a reprodução, poderão ser disparados tiros em pontos específicos para análise da perícia. Por isso, toda a área será bloqueada para o acesso de pedestres e veículos. Por questões de segurança, os moradores da região só poderão acessar as ruas bloqueadas após serem autorizados pelos policiais. Leia mais