Jornalistas brasileiros vão discutir taxação de plataformas digitais no 39º Congresso da Fenaj

A partir de sexta-feira, 17 de setembro, jornalistas brasileiros dão início às discussões da proposta para taxar as plataformas digitais. O debate ocorrerá durante o 39º Congresso da FENAJ (Federação Nacional dos Jornalistas), que estuda a criação de um ​fundo de jornalismo com pagamento de Google, Apple, Facebook, Amazon e Microsoft. O 39º Congresso será … Read more

Veja sucumbe e Luis Nassif tem direito de resposta na revista depois de 12 anos

O jornalista Luis Nassif comemora o direito de resposta na revista Veja concedido pela Justiça depois de 12 anos. A publicação da editora Abril lutou por mais de uma década contra Nassif, que, ao longo das últimas décadas, vem denunciando a milícia da velha mídia golpista, que se especializou em moer reputações e em montar … Read more

Nassif explica aumento no preço do arroz que Bolsonaro e Guedes não entendem; assista

Por que o arroz está tão caro?

O jornalista Luis Nassif, do GGN, explica como a queima de estoques reguladores da Conab pelo governo Bolsonaro se relaciona com a explosão nos preços do arroz.

“Essa ideia que tudo que tem regulação é ruim… Eles não fazem a menor ideia do que estão falando”, disse, se referindo à equipe econômica do ministro da Economia Paulo Guedes.

Nassif afirma que o mercado não é complexo, porém ele é fundamentalista.

Sobre o aumento do preço do arroz, o jornalista assegura que se trata de mais uma barbeiragem do governo, que tem ideia fixa pelo teto de gastos e por economizar dinheiro para pagar os juros d dívida interna –que favorece os bancos.

Nassif desmistifica ainda que o preço do arroz subiu porque o povo está comendo mais. “Parem de falar bobagem”, recomendou.

Para o jornalista do GGN, a bancada ruralista quer o estoque baixo por que isso faz o preço aumentar.

“As altas do arroz têm uma explicação óbvia. Mas tão óbvia que é inacreditável a maneira como a mídia cobriu o episódio, aceitando acriticamente os argumentos do Secretário de Política Econômica, Adolfo Sachsida, e da Ministra da Agricultura Tereza Cristina”, critica Nassif.

Em seu vídeo, o Luis Nassif detalha que “com a pandemia, países que pensam em seus cidadãos seguraram as exportações, para garantir o abastecimento interno. Com isso, houve redução na oferta mundial, elevando os preços do arroz”. “Ao mesmo tempo, houve uma grande desvalorização do real, tornando os preços do arroz, em reais, muito mais atraentes, quando exportados.”

“Do lado de Tereza Cristina, a explicação de que o produtor de arroz sofreu muito nos últimos anos e, agora, está tendo a oportunidade de se recuperar. Do lado de Sachsida a explicação simplista de que o governo colocou muito dinheiro nas mãos do pobre, que passou a comer mais”, diz Nassif.

Ocorre, contudo, que o argumento segundo qual os pobres causaram o aumento no preço do arroz, por causa do auxílio emergencial de R$ 600, foi usado pela primeira vez na sexta-feira (4) pelo próprio presidente Jair Bolsonaro. Na visão dele, para segurar os preços basta cortar pela metade a ajuda do governo para os mais vulneráveis. Evidentemente que é mais uma fake news, como didaticamente explica Nassif.

Com informações do Jornal GGN.

LEIA TAMBÉM

  • “Se o arroz está caro, comam macarrão!”, dizem a Bolsonaro donos de supermercados
  • Bolsonaro acabou até com o bolinho de arroz, além de reduzir o auxílio emergencial
  • Em nota, Condor afirma que é alvo de fake news com arroz a R$ 42,99
  • Condor, apoiador de Bolsonaro, vende arroz a R$ 42 no Paraná
  • A quem favorece a criminalização da política e da advocacia?

    Quando lemos uma notícia espetaculosa na velha mídia –e até nos blogs progressistas– sempre temos de ter em mente uma questão: a quem ela favorece?

    Dito isso, a quem favorece a criminalização da política?

    Inicialmente, três polos são visivelmente favorecidos com a criminalização da política: 1- o bolsonarismo, que ainda se apresenta contra o antissistema; 2- o lavajatismo, cuja militância partidária de setores do MP visa alcançar o poder; e 3- a velha mídia corporativa, que vive de cliques e fake news.

    A guerra contra a advocacia, por meio de lawfare, a exemplo da campanha contra o defensor de Lula e o presidente da OAB, são exemplos nítidos desse movimento político.

    Sim, as operações policialescas das forças-tarefas do Ministério Público e da Lava Jato, quase todas elas, têm o cunho político-partidário.

    Mais cedo eu escrevi no meu perfil do Twitter que “Essas ações do MP, polícias, etc., durante as eleições precisam acabar. Elas [as operações] funcionam como tendências partidárias com o objetivo de modificar a vontade do eleitor. São fake news com fé pública. Pirotecnias, portanto.”

    Nos Estados Unidos, país que a burguesia brasileira tem como farol, é inimaginável a interferência policial em assuntos eleitorais tal qual nestas plagas. A não ser que haja um flagrante delito em curso.

    Enquanto não temos uma proibição expressa da pirotecnia em tempos eleitorais, aqui, nós ao menos podemos identificar o objetivo dessas operações midiáticas respondendo a quem elas servem, a quem interessam tais ações do MP e das polícias.

    A princípio, os maiores beneficiários do momento são os governos federal e estadual de plantão que têm o monopólio da força policial e da relação com setores do judiciário.

    Ganha um doce quem responder que ‘Jair Messias Bolsonaro’ foi o maior beneficiário das últimas ações policialescas. Com Globo e tudo.

    O que o presidente da República chama de “esperteza” nós entendemos como abuso de poder.

    Lula diz que é “muito grave” censura a Nassif e à reportagem sobre o BTG Pactual

    O ex-presidente Lula afirmou nesta segunda-feira (31) que é “muito grave” a decisão do juiz que mandou proibir reportagens do Jornal GGN sobre o banco BTG Pactual. O petista se refere à censura imposta pela 32ª Vara Cível do Rio de Janeiro ao site do jornalista Luis Nassif, conforme noticiou e se solidarizou mais cedo … Read more

    Nassif é censurado pela justiça do Rio. Blog do Esmael se solidariza com jornalistas do Jornal GGN

    O jornalista Luis Nassif, do Jornal GGN, teve uma reportagem sobre o banco BTG Pactual censurada pela 32ª Vara Cível do Rio de Janeiro. Primeiramente, a solidariedade do Blog do Esmael com Nassif e equipe. Nós sabemos o que é ser censurado em pleno século XXI, pois, ao longo de sua existência, nossa página também … Read more

    Nassif anuncia dossiê sobre o passado de Sergio Moro

    O veterano jornalista Luis Nassif, do Jornal GGN, anunciou a confecção de um dossiê definitivo sobre o passado do ex-juiz Sérgio Moro. “Do Banestado à Lava Jato: um dossiê sobre o passado de Sergio Moro”, anunciou o site. De acordo com Luis Nassif, ele e sua equipe do GGN irão recontar a história de um … Read more

    Nassif: todos as hipóteses levam aos Bolsonaro

    O veterano jornalista Luis Nassif, do Jornal GGN, desenha hipóteses de como a mídia blinda os Bolsonaro e aliados milicianos nos casos do assassinato da vereadora Marielle Franco, das rachadinhas, dentre outros malfeitos. Nassif afirma que a velha mídia não aprofunda as investigações porque o barco de Bolsonaro afundaria rapidamente. O jornalista assenta às suas … Read more

    Deltan Dallagnol se solidariza com procurador acusado de receber propina de doleiro

    O procurador Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa Lava Jato, provou neste sábado (30) que ‘corvo não come corvo’ ao se solidarizar com o colega acusado de receber propina do doleiro Dario Messer. Deltan, alvo de uma dezena de processos no CNMP, testemunhou a favor do procurador Januário Paludo, apontado pela Polícia Federal como beneficiário de … Read more

    Luis Nassif denuncia intimidação pela Polícia do governador Witzel; assista

    O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), enviou uma intimação por meio da Polícia Civil de São Paulo ao jornalista Luis Nassif. A intimação é para que Nassif explique por que chamou o governador Witzel de genocida. Em vídeo, Nassif explicou que o conceito de genocida se encaixa perfeitamente em Witzel: “é genocida … Read more

    Nassif: Não existe interfone no condomínio de Bolsonaro

    O jornalista Luis Nassif afirmou nesta quinta-feira (31) não há interfone no condomínio Vivendas da Barra, onde mora o presidente Jair Bolsonaro (PSL), logo, deduz, não teria como o porteiro interfonar para a casa 58. “Se fizer jornalismo, a Globo conseguirá ressuscitar a denúncia”, orienta Nassif, experiente repórter, que critica o vício do jornalismo prato … Read more

    CPI das Fake News quer ouvir Santos Cruz, Joice, Delegado Waldir e membros do governo

    A comissão parlamentar mista de inquérito que investiga notícias falsas nas redes sociais e assédio virtual aprovou nesta quarta-feira (23) os depoimentos de vários membros do governo federal. Assim como um ex-integrante: o ex-ministro Carlos Alberto dos Santos Cruz, da Secretaria-Geral da Presidência da República, que foi convidado pela CPI mista. Já dois integrantes do … Read more

    CCR Rodonorte mostra que dinheiro compra até felicidade na lava jato

    A concessionaria de pedágio CCR Rodonorte fechou acordo com a lava jato e deverá pagar multa de R$ 750 milhões. Isso mostra que dinheiro compra até felicidade no âmbito da força-tarefa. O milionário valor tem a ver com a investigação criminal decorrente do pagamento de propina ao ex-governador do Paraná Beto Richa (PSDB) e, segundo … Read more

    Moro é peça fundamental no xadrez antidemocrático de Bolsonaro

    O jornalista Luís Nassif, no portal CGN, prevê tempos difíceis no Brasil sob a égide de Jair Bolsonaro e seu escudeiro Sérgio Moro — alçado à condição de superministro da Justiça e do combate à corrupção. LEIA TAMBÉM Moro virou prisioneiro de Lula; defesa pedirá anulação da pena No trecho da análise do jornalista acerca … Read more

    Alvaro Dias, o pior do debate na Globo

    O senador Alvaro Dias, candidato do Podemos à Presidência da República, conseguiu uma rara unanimidade neste Brasil dividido em ódios: foi o pior do debate na TV Globo. Dias levou sabugadas de Fernando Haddad (PT) e do ex-ministro Henrique Meirelles (MDB). Até pessoas que se dizem de direita abominaram o desempenho do candidato do Podemos. … Read more

    Adeus, Veja! Em artigo, Nassif explica como o discurso do ódio põe fim à Abril

    O jornalista Luís Nassif, em excelente artigo em seu blog, detalha os motivos que estão levando Veja à morte. Ele atribui o fim da Abril a erros estratégicos de Roberto Civita e ao discurso do ódio de um tipo de jornalismo de esgoto. “O primeiro lance foi se valer do estilo jornalismo de esgoto para … Read more

    Deu ruim para o ministro do STF Luís Roberto Barroso; ação questiona palestra de R$ 46,8 mil

    Conta o jornalista Luís Nassf, em seu site, que o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luis Roberto Barroso, foi alvo de uma ação popular que questiona o pagamento de R$ 46,8 mil do Tribunal de Contas do Estado de Rondônia (TCE-RO) a uma palestra do ministro. De acordo com o Jornal GGN, de Nassif, … Read more

    Juiz que arrancou Garotinho de hospital foi beneficiado por prerrogativa de foro

    por Luis Nassif, do Jornal GGN

    juiz_garotinhoResponsável pela prisão do ex-governador do Rio, Anthony Garotinho e, depois, por sua retirada do Hospital Souza Aguiar, contrariando parecer médico sobre sua saúde, o juiz Glaucenir Silva de Oliveira já foi personagem de episódios pesados de abuso de poder.

    Read more

    Sem-vergonha, Senado aprova autorização para Temer pedalar à vontade

    Agência Senado, via Brasil 247

    temer_pedalandoFoi sancionada e publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira (2) a Lei 13.332/2016, que flexibiliza as regras para abertura de créditos suplementares. Crédito suplementar é um reforço a uma despesa já prevista na lei orçamentária.

    Read more

    Nassif denuncia “poder de chantagem” que Lava Jato conquistou contra adversários políticos até no Supremo

    nassif_veja_moroO jornalista Luis Nassif, no portal GGN, se solidarizou com o ministro do STF Dias Toffoli que foi alvo do “poder de chantagem” que a Lava Jato conquistou em conluio com a mídia golpista.

    Read more

    Dilma define o norte: voltar ao governo e convocar novas eleições

    do Luis Nassif Online, no portal GGC

    dilma_temer_jamaisPresidente afastada pelo processo de impeachment, Dilma Rousseff disse em entrevista publicada pela BBC Brasil, nesta segunda (1/8), que sua proposta é retornar ao governo e convocar um plebiscito para antecipar a eleição presidencial.

    Read more

    Entrevista de Dilma na TV Brasil, que desafia Temer, vai ao ar nesta quinta

    dilma_rousseff_tv

    O jornalista Luis Nassif informa que a entrevista com a presidente eleita Dilma Rousseff, gravada no último domingo, irá ao ar nesta quinta-feira (9), às 22 horas, pela EBC, TV Brasil, e Rede Minas.

    O Blog do Esmael também vai transmitir a entrevista histórica conduzida por Nassif.

    A estatal TV Brasil, da EBC (Empresa Brasileira de Comunicação), desafia o golpe de Estado perpetrado pelo interino Michel Temer (PMDB).

    Read more

    Lava Jato vira central de fofocas, enquanto o país é saqueado

    Lava Jato adere ao "divertere" ao fomentar fofocas contra o ex-presidente Lula, candidatíssimo em 2018;, mais essencial que a pauta (armadilha) do falso moralismo, algo udenista, seria reduzir os juros do cartão de crédito que bate na casa dos 431% ao ano, bem como os lucros pornográficos dos bancos em 2016 (Itaú R$ 23,32 bilhões, Bradesco R$ 17,19 bilhões, Santander R$ 6,62 Bilhões...); ao desviar da atenção do que realmente interessa, o Congresso Nacional deverá retomar o projeto das terceirizações, a quebra do monopólio no pré-sal, e o governo Dilma colocará na pauta as reformas da Previdência e dos sindicatos.
    Lava Jato adere ao “divertere” ao fomentar fofocas contra o ex-presidente Lula, candidatíssimo em 2018;, mais essencial que a pauta (armadilha) do falso moralismo, algo udenista, seria reduzir os juros do cartão de crédito que bate na casa dos 431% ao ano, bem como os lucros pornográficos dos bancos em 2016 (Itaú R$ 23,32 bilhões, Bradesco R$ 17,19 bilhões, Santander R$ 6,62 Bilhões…); ao desviar da atenção do que realmente interessa, o Congresso Nacional deverá retomar o projeto das terceirizações, a quebra do monopólio no pré-sal, e o governo Dilma colocará na pauta as reformas da Previdência e dos sindicatos.
    A força-tarefa coordenada pelo juiz Sérgio Moro, a partir de Curitiba, transformou-se numa verdadeira central de fofocas da qual se esbaldam os barões da mídia e adversários do ex-presidente Lula.

    Funciona mais ou menos assim: a velha mídia promove devassa na vida dos petistas, aí Moro dá a chancela, independente da veracidade ou não das “suspeitas” sem provas veiculadas nos veículos de comunicação.

    A Operação Lava Jato virou fofoca tucana contra o PT. E, por essa e outras, a força-tarefa do “justiceiro” Moro perdeu fôlego e já cansou o distinto público.

    O diabo é que setores petistas e da esquerda em geral caíram na pauta (armadilha) da velha mídia ao discutir essas bobagens de triplex (Lula), apartamento em Paris (FHC), sítio (D. Marisa) e mansão (dos Marinhos).

    Enquanto os barões da velha mídia promovem um divertere supostos bens ocultos, como sempre frisa o senador Roberto Requião (PMDB-PR), no sentido de desviar do que realmente é essencial, o Brasil vai sendo saqueado aceleradamente.

    Read more