Paulo Rossi: “‘MP do Magazine Luiza’ é uma fraude do PT contra os trabalhadores”

Empresária Luiza Trajano, dona da rede Magazine Luiza, que se celebrizou recentemente por conta de polêmica com o jornalista Diogo Mainardi, em entrevista na Globonews, agora entrou na mira do presidente da União Geral dos Trabalhadores, Paulo Rossi, que a acusa de promover lei !“ em nome do PT -- que precariza o trabalho temporário; matéria tramita no Congresso com apelido de "MP do Magazine Luiza!; proposta permite que empresas, principalmente indústrias e comércio varejista, façam contratos temporários diretamente com os trabalhadores por 14 dias, renováveis (com intervalo de 7 dias corridos) até o limite de 60 dias por ano. A pergunta é: quem mais perderá com isso?!, questiona Rossi, para logo responder: os trabalhadores perderão, somente eles!; ele também acusa a Fifa de interferir na soberania nacional; leia o artigo do sindicalista.
Empresária Luiza Trajano, dona da rede Magazine Luiza, que se celebrizou recentemente por conta de polêmica com o jornalista Diogo Mainardi, em entrevista na Globonews, agora entrou na mira do presidente da União Geral dos Trabalhadores, Paulo Rossi, que a acusa de promover lei !“ em nome do PT — que precariza o trabalho temporário; matéria tramita no Congresso com apelido de “MP do Magazine Luiza!; proposta permite que empresas, principalmente indústrias e comércio varejista, façam contratos temporários diretamente com os trabalhadores por 14 dias, renováveis (com intervalo de 7 dias corridos) até o limite de 60 dias por ano. A pergunta é: quem mais perderá com isso?!, questiona Rossi, para logo responder: os trabalhadores perderão, somente eles!; ele também acusa a Fifa de interferir na soberania nacional; leia o artigo do sindicalista.
Paulo Rossi*

Parece piada pronta, mas não é! O governo federal quer precarizar ainda mais as relações de trabalho em nosso país.

O Ministério do Trabalho e Emprego, pasta comandada pelo PDT !“ Partido originalmente constituído pelos ideais trabalhistas, pretende editar uma portaria flexibilizando a contratação de trabalhadores temporários pelo setor privado. Essas contratações anteriormente visavam somente a Copa do Mundo da FIFA, entidade máxima do futebol e que tem mandado e desmandado em nossa soberania nacional. Infelizmente, durante o dia o senhor ministro, Manoel Dias, prega o combate ao trabalho escravo e defende o Trabalho Decente, mas nos bastidores seus subordinados trabalham para por em prática essa medida que escraviza o trabalhador brasileiro.

No próprio governo, essa medida, apelidada de “MP do Magazine Luiza!, 2!ª maior rede varejista do Brasil, comandada pela empresária Luiza Trajano, que declinou do convite da presidenta Dilma para se tornar ministra das Micro e Pequenas Empresas, mas mesmo assim mantém grande influência junto à  presidenta da República, está caminhando mais rápido do que podemos imaginar. O lobby é grande, e caso isso aconteça, será na prática o maior desrespeito à  CLT !“ Consolidação das Leis do Trabalho, à  Constituição Federal e principalmente à  classe trabalhadora brasileira, como “nunca antes na história deste país!.