27 de setembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Segundo matemático da USP, Haddad tem 99,4% de chance de se eleger presidente

Segundo matemático da USP, Haddad tem 99,4% de chance de se eleger presidente

Para o matemático Sérgio Wechsler, professor da Universidade de São Paulo (USP), o candidato Fernando Haddad (PT) tem 99,4% de chances de ser o novo presidente do Brasil. A análise é baseadas nas pesquisas Ibope e Datafolha. ... 

Leia mais

15 de setembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Haddad foi quem mais sofreu interrupções no Jornal Nacional

Haddad foi quem mais sofreu interrupções no Jornal Nacional

A entrevista de Fernando Haddad (PT) ao Jornal Nacional ontem (14) foi uma tentativa de massacre por parte dos apresentadores Renata Vasconcellos e Willian Bonner. Mas o candidato à presidência conseguiu se esquivar dos ataques e responder com firmeza, mesmo com mais de 60 interrupções. ... 

Leia mais

5 de setembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Ciro Gomes explica a condenação sem provas contra Lula; assista

Ciro Gomes explica a condenação sem provas contra Lula; assista

Ciro Gomes (PDT) explicou, em uma sabatina do Estadão, porque a condenação de Lula pelo juiz Sérgio moro é ilegal e sem provas. ... 

Leia mais

24 de junho de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Facebook em declínio no Brasil; mídia dá grito de independência

Facebook em declínio no Brasil; mídia dá grito de independência

A Folha conta que teve recorde de acesso no site, no mês de maio, depois que deixou oficialmente o Facebook há três meses. ... 

Leia mais

17 de fevereiro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Requião: Intervenção militar no Rio pode significar o fim das eleições livres no Brasil

Requião: Intervenção militar no Rio pode significar o fim das eleições livres no Brasil

O senador Roberto Requião (MDB-PR), à luz da intervenção militar no Rio, alerta que as eleições livres e democráticas podem não ocorrer em outubro deste ano. Ou, noutra hipótese, ter o resultado fraudado. ... 

Leia mais

7 de janeiro de 2018
por Esmael Morais
17 Comentários

PSOL defende em manifesto direito de Lula ser candidato a presidente da República

Diferente de Ciro Gomes, do PDT, a ex-candidata do PSOL à Presidência da República Luciana Genro, do PSOL, por meio de sua corrente Movimento Esquerda Socialista (MES), lançou manifesto na sexta-feira (5) defendendo apoio ao direito de Lula ser candidato nas eleições deste ano. ... 

Leia mais

20 de outubro de 2013
por Esmael Morais
2 Comentários

“à‰ preciso entender as redes e as ruas”

por Igor Carvalho, na Revista FórumO caso Snowden é o último elo de uma cadeia que vem vindo de várias outras que já entenderam o enorme potencial das redes, de politizar as questões simplesmente pela circulação dos fluxos de informação. Por quê? Porque se o Estado e o mercado podem saber tudo sobre a população, explorando isso do ponto de vista do controle, por outro lado os movimentos também podem.! A ponderação é de Laymert Garcia dos Santos, doutor em Ciências da Informação pela Universidade de Paris VII e professor titular do Departamento de Sociologia do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Unicamp, e remete à  importância de se debater o funcionamento das redes e sua relação com as ruas, algo que veio à  tona com as manifestações de junho no Brasil.

Para Laymert, o advento do Wikileaks fez com que se prestasse mais atenção sobre quais informações as elites gostariam que não fossem reveladas. O conflito de classes, em escala global, começa a acontecer nas redes, porque existe uma política de controle e hierarquização da informação nas redes, e, do outro lado, há gente trabalhando para a desobstrução dos canais!, afirma. E isso é democracia, porque se você começa a fazer todo o fluxo de informação passar, as pessoas ficam sabendo o que os de cima não querem que elas saibam.! Confira abaixo trechos da entrevista, que está na edição 127 de Fórum.

Fórum !“ Dentro dessa sua ideia de entender o digital como o futuro e remetendo um pouco à s manifestações. Nós tínhamos esse setor do Gil, com o Juca Ferreira, no governo Lula, que tinha esse entendimento muito claro do papel da tecnologia aliada à  cultura. Mas as manifestações também não mostraram para certos setores que estão analógicos demais? Ou seja, nossos partidos de esquerda, muitos sindicatos e movimentos sociais não tratam desse tema ainda.

Laymert !“ Concordo plenamente com a análise que você faz, tem uma questão que para mim é complicada, a incapacidade que governos do PT tiveram em lidar com a questão da mídia. De certo modo, ela permaneceu intocada, até quando houve momentos em que alguma coisa de mais forte poderia ter sido feito, quando a Globo fez uma aposta errada no mercado financeiro e entrou em uma situação de crise. Ali havia um flanco aberto, mas o governo Lula foi lá e bancou, sem colocar condições.

Isso continua até hoje. Em parte, isso se deve ao fato de a esquerda brasileira nunca ter feito a crítica de fundo da mídia. E nem da tecnologia. A posição de esquerda de partidos, sindicatos etc. é de que os meios são neutros e tudo depende de quem se apropria dessa técnica e, portanto, quando chegar o momento de a esquerda estar no poder, se faz uma inversão de signos. Isso é o máximo que a esquerda pensou sobre essa questão, e há muitos anos venho pensando e batalhando por um outro entendimento, porque não é possível você considerar a tecnologia como algo meramente instrumental, quando ela modifica completamente tod Leia mais