13 de julho de 2016
por esmael
20 Comentários

Requião: “reunião da farsa pró-impeachment tem que ser realizada na Papuda”

roberto_requiaoO senador Roberto Requião (PMDB-PR), em entrevista ao Diário Centro do Mundo (DCM), classificou como “farsa” o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff. Segundo ele, pela quantidade de senadores citados da Lava Jato e com pedido de prisão, a reunião pró-golpe tem que ser realizada no presídio da Papuda. Abaixo, assista ao vídeo:

6 de Março de 2016
por esmael
5 Comentários

#OcupaRedeEsgoto: farofeiros ocupam triplex dos Marinhos em praia de Paraty (RJ)

Farofeiros ocuparam neste domingo (6) a praia da família Marinhos, em Paraty (RJ), num bem humorado protesto contra a Rede Globo.

A atividade foi registrada pela “Mídia Ninja”, que explicou os motivos em sua página na internet: contra o golpismo da emissora.

Na célebre praia encravada na Mata Atlântica tem um triplex avaliado em torno de R$ 80 milhões, mas, segundo reportagem do DCM, a família Marinho, dona da Globo, é a proprietária oculta desta mansão que estaria registrada em nome de uma offshore panamenha.

Leia a respeito da invasão da para da Globo:

Globo: Nós invadimos ‘sua’ praia!

Ativistas ocupam Triplex da família Marinho em Paraty

fotos e texto por Mídia NINJA

Farofeiros estão invadindo nesse momento a praia da família Marinho em Paraty — RJ, encravada no melhor ponto da Mata Atlântica brasileira. O triplex do clã hegemônico da mídia familiar foi ocupado neste domingo pela farofa chic da indignação.

Para ser erguida hoje, de acordo com o portal DCM, a mansão custaria cerca de R$ 8 milhões, pelas dificuldades técnicas e qualidade do

28 de Fevereiro de 2016
por esmael
33 Comentários

Documentário “A Lista de Furnas” mostra corrupção de tucanos na estatal de energia; assista ao vídeo

por Kiko Nogueira, do DCM

O DCM apresenta o documentário sobre a Lista de Furnas que prometemos entregar em mais um projeto de crowdfunding.

Com direção do talentoso documentarista e produtor Max Alvim, ele é baseado nas matérias de Joaquim de Carvalho, um dos melhores repórteres do Brasil, colaborador dileto do Diário.

Está ali toda a gênese e as imbricações de um dos grandes escândalos do país — e um dos que mais sofreram tentativas de ser abafado.

O momento do lançamento é oportuno. No sábado, 27 de fevereiro, ficou-se sabendo que o ex-deputado federal Roberto Jefferson e mais seis pessoas foram indiciados pela Delegacia Fazendária (Delfaz) por crime de corrupção ativa e lavagem de dinheiro na estatal mineira.

O Ministério Público Estadual (MPE) levou dez anos para se mexer. Entre os envolvidos estão empresários, lobistas e políticos. Ficou faltando muita gente. Entre as ausências, a de Dimas Toledo, ex-presidente da empresa indicado por Aécio. Dimas não foi indiciado por ter mais de 70 anos e, portanto, contar com o benefício da prescrição.

Assista ao vídeo:

O que o documentário do DCM traz:

. O que é, para que servia e quem produziu a relação de 156 políticos e os respectivos valores recebidos na campanha eleitoral de 2002 do caixa 2 de empresas que prestaram serviços para Furnas.

. Os principais nomes do esquema: gente como José Serra, então candidato a presidente, Geraldo Alckmin, candidato a governador de São Paulo, Aécio Neves, candidato a governador de Minas Gerais, e Sérgio Cabral, candidato a senador pelo Rio de Janeiro, além de candidatos a deputado, como, Alberto Goldman, Walter Feldman e Gilberto Kassab por São Paulo; Eduardo Paes, Francisco Dornelles e Eduardo Cunha pelo Rio de Janeiro; Dimas Fabiano, Danilo de Castro e Anderson Adauto por M

14 de Fevereiro de 2016
por esmael
9 Comentários

Lava Jato vira central de fofocas, enquanto o país é saqueado

A força-tarefa coordenada pelo juiz Sérgio Moro, a partir de Curitiba, transformou-se numa verdadeira central de fofocas da qual se esbaldam os barões da mídia e adversários do ex-presidente Lula.

Funciona mais ou menos assim: a velha mídia promove devassa na vida dos petistas, aí Moro dá a chancela, independente da veracidade ou não das “suspeitas” sem provas veiculadas nos veículos de comunicação.

A Operação Lava Jato virou fofoca tucana contra o PT. E, por essa e outras, a força-tarefa do “justiceiro” Moro perdeu fôlego e já cansou o distinto público.

O diabo é que setores petistas e da esquerda em geral caíram na pauta (armadilha) da velha mídia ao discutir essas bobagens de triplex (Lula), apartamento em Paris (FHC), sítio (D. Marisa) e mansão (dos Marinhos).

Enquanto os barões da velha mídia promovem um divertere supostos bens ocultos, como sempre frisa o senador Roberto Requião (PMDB-PR), no sentido de desviar do que realmente é essencial, o Brasil vai sendo saqueado aceleradamente.

Para o país, mais essencial que a pauta (armadilha) do falso moralismo, algo udenista, seria reduzir os juros do cartão de crédito que bate na casa dos inacreditáveis 431% ao ano (nos EUA é de 20% ao ano), bem como os lucros pornográficos que os bancos vêm obtendo (em 2015: Itaú R$ 23,32 bilhões, Bradesco R$ 17,19 bilhões, Santander R$ 6,62 Bilhões…).

Nessa linha do divertere, do desviar da atenção ao que realmente interessa, o Congresso Nacional deverá retomar o projeto das terceirizações, a quebra do monopólio no pré-sal, e o governo Dilma colocará na pauta as reformas da Previdência e dos sindicatos. Enfim, pautas contra os trabalhadores.

Volto à vaca fria, ou seja, às fofocas dos lavadeiros e das lavanderias da Lava Jato.

Quem melhor narrou esses factoides (fofocas) da Lava Jato com o excelente jornalista Luís Nassif, que disseca o modus operandi da força-tarefa comandada pelo juiz Moro.

“O bordão anterior de que “a Lava Jato investiga fatos, e não pessoas” é substituído por insinuações graves contra as “altas esferas do Governo Federal”, modo pouco sutil de se referir a Lula”, anotou Nassif neste domingo (14).

O jornalista ainda observou que “o caso Solaris, o edifício que tem o tal tríplex que pretendem atribuir a Lula”, teve a pauta derruba após o DCM (Dário Centro do Mundo) publicar uma matéria sobre a casa da família Marinho em Parati. Recupera uma reportagem da Bloomberg de 8 de março de 2012. A reportagem narra os crimes ambientais da família Marinho.

Por causa dos factoides — fofocas histéricas — contra Lula, como no caso das cachaças do ex-presidente transportadas para o sítio ou os pedalinhos em Atibaia, a Lava

17 de novembro de 2014
por esmael
27 Comentários

Derrotado nas urnas, Aécio está livre de explicações sobre aeroporto e suas rádios? Sim ou não?

DCM_Aecio_luciana.jpgpor Paulo Nogueira*, do DCM

O comportamento triunfal de Aécio na dupla derrota !“ perdeu o Brasil e Minas nas eleições !“ é uma aberração.

O que Aécio deveria fazer !“ além de dar expediente no Senado, coisa para a qual recebe um bom salário do contribuinte !“ é explicar tudo que ficou malcontado em sua campanha.

Primeiro, o aeroporto de Claudio. Não é porque a mídia o poupou, e as eleições passaram, que este caso está resolvido.

Não está.

Até aqui, ele não deu uma única explicação convincente. O máximo que fez, na campanha, foi chamar Luciana Genro de leviana quando ela tocou no assunto.

Outro ponto vital que exige transparência são os meios de comunicação de propriedade da família Neves em Minas.

Em si, é um absurdo um político ter rádios, o que aliás a Constituição !“ teoricamente !“ proíbe.

14 de novembro de 2014
por esmael
30 Comentários

DCM: A guerra fria da PF contra o PT

por Paulo Nogueira, do Diário do Centro do Mundo

Policia_Federal.jpgCoincidências acontecem, mas !¦

Mas a superoperação da Polícia Federal no caso Petrobras nesta manhã de sexta feira parece feita sob medida. Leia mais

2 de Fevereiro de 2014
por esmael
33 Comentários

Joaquim Barbosa tira foto em Miami com empresário foragido

do Brasil 247
O presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, se envolveu em mais uma polêmica. Ainda sem conseguir justificar as 11 diárias financiadas pela Corte em suas férias na Europa, circula atualmente na internet uma imagem em que o magistrado aparece em Miami ao lado de um foragido da Justiça brasileira.

Barbosa aparece com Antonio Mahfuz em imagem postada no seu Facebook, com a legenda: Sob a mesma luz que guiava os peregrinos no deserto! Renasce a esperança com o Justiceiro. Thanks God!!.

Segundo Paulo Nogueira, do Diário do Centro do Mundo, não haveria problema nenhum não fosse Mahfuz a chamada chave de cadeia. Ele fugiu do Brasil, há quinze anos, e deixou atrás de si copiosos calotes. Uma contabilidade recente coloca Mahfuz como réu em 221 processos!.

Colunista lembra que, o foi exatamente para escapar da cadeia que ele se refugiou na Flórida, onde sabemos que JB comprou um apartamento em nome de uma empresa imaginária, para não pagar imposto!.

Mahfuz foi processado pelo seu principal credor, o banco Chase Manhattan e por suas irmãs, sob a acusação de que ele falsificou a assinatura do pai numa procuração que lhe dava poderes para administrar os negócios do patriarca, Elias Mahfuz, um imigrante sírio que montou do nada um patrimônio respeitável no interior de São Paulo.

Segundo Nogueira, seja qual for a origem da confraternização de Mahfuz e Joaquim Barbosa, está claro que ele deve uma satisfação aos brasileiros (Leia mais no DCM).

Condenado na AP 470, Delúbio Soares repercutiu a foto no Twitter com o post: “Antônio Mahfuz: 221 processos, prisão decretada, foragido do Brasil. Em Miami, com Joaquim Barbosa, num bar.”

1 de dezembro de 2013
por esmael
13 Comentários

Datafolha confirma que “bomba” do mensalão virou um “peido de véia”

Exagero da velha mídia golpista acabou martirizando os "mensaleiros" Dirceu, Genoino e Delúbio; pesquisa Datafolha comprova que "bomba" das prisões virou "peido de véia" diante do crescimento de Dilma; "Quando você exagera na dose dos ataques gera um sentimento de revolta nas pessoas. Ao contrário do que você pretende, o atacado passa a ser visto como um injustiçado, uma vítima", opina o jornalista Paulo Nogueira, do Diário do Centro do Mundo; nas redes sociais, diante do iminente triunfo eleitoral da candidata do PT e de Lula em 2014, cresce a virulência dos ataques de "cibertucano" -- os ciberguerrilheiros ligados ao PSDB -- que flertam com o fascismo ao destilarem ódio.

Exagero da velha mídia golpista acabou martirizando os “mensaleiros” Dirceu, Genoino e Delúbio; pesquisa Datafolha comprova que “bomba” das prisões virou “peido de véia” diante do crescimento de Dilma; “Quando você exagera na dose dos ataques gera um sentimento de revolta nas pessoas. Ao contrário do que você pretende, o atacado passa a ser visto como um injustiçado, uma vítima”, opina o jornalista Paulo Nogueira, do Diário do Centro do Mundo; nas redes sociais, diante do iminente triunfo eleitoral da candidata do PT e de Lula em 2014, cresce a virulência dos ataques de “cibertucano” — os ciberguerrilheiros ligados ao PSDB — que flertam com o fascismo ao destilarem ódio.

No último feriadão de 15 de Novembro, da República, o ministro Joaquim Barbosa, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), fez o que fez com apoio incondicional da velha mídia, buscando xeque-mate em Dilma Rousseff. Rasgou até a Constituição em nome de um objetivo político. Leia mais