24 de dezembro de 2017
por esmael
5 Comentários

Por que o “indulto” a Youssef não chocou?

O doleiro Aberto Youssef ganhou a liberdade no dia 17 de novembro do ano passado, depois de 2 anos e oito meses, apesar de condenado a 121 anos e 11 meses de prisão pelo juiz Sérgio Moro.

20 de dezembro de 2017
por esmael
9 Comentários

As tarifas de serviços subiram abusivamente 81% na “República dos Bancos”

Esqueça se algum dia você leu que a “República de Curitiba” mandava no país. Bobagem. Fake news. Quem manda no Brasil, de fato, é a “República dos Bancos”. Basta conferir os 58 pacotes de serviços financeiros que sofreram 81% de reajustes abusivos.

16 de dezembro de 2017
por esmael
17 Comentários

Romulus Maya: Cunha “negociou” exclusão de amigo de Moro na CPMI da JBS

O advogado Romulus Maya, apresentador do Expresso da Manhã, d’O Cafezinho, afirma que o ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) “negociou” com o juiz Sérgio Moro a não menção a seu amigo pessoal Carlos Zucolotto na CPMI da JBS. “A casa caiu em Curitiba! De vez!”, anota Romulus.

14 de dezembro de 2017
por esmael
Comentários desativados em Carlos Marun, relator da CPMI da JBS, ‘afrouxou o garrão’ para a lava jato

Carlos Marun, relator da CPMI da JBS, ‘afrouxou o garrão’ para a lava jato

O deputado Carlos Marun (PMDB-MS), conhecido na Câmara como “Viúva Porcina“, aquele que foi sem nunca ter sido, ‘afrouxou o garrão’ para a lava jato no relatório final da CPMI da JBS.

30 de novembro de 2017
por esmael
3 Comentários

Tacla Duran promete provar ilícitos da lava jato em depoimento na CPI da JBS

Daqui a pouco, a partir das 9 horas, o ex-advogado da Odebrecht Rodrigo Tacla Duran vai depor na CPI da JBS, via videoconferência, na qual promete apresentar provas sobre o comércio de delações premiadas no âmbito da lava jato.

29 de novembro de 2017
por esmael
14 Comentários

Damous dá mostras de como agirá na CPI da JBS no depoimento de Tacla Duran; assista

O deputado Wadih Damous (PT-RJ) deu mostras ontem (28), na CPI da JBS, de como inquerirá nesta quinta (30) o ex-advogado da Odebrecht Rodrigo Tacla Duran em videoconferência da comissão de investigação. O depoente vai denunciar — e promete provar com fartos documentos — a existência de um comércio de venda de delações no âmbito da Operação lava jato.

28 de novembro de 2017
por esmael
18 Comentários

Manifesto político da lava jato cria ‘paridade de armas’ para a “batalha final” de 2018

Ao sair do armário com um manifesto político, talvez sem desejar, a força-tarefa lava jato pode ter criado uma espécie de ‘paridade de armas’ para a “batalha final” de 2018 anunciada nesta segunda-feira (27) pelo procurador Deltan Dallagnol.