11 de março de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Caem chefe de gabinete, secretário adjunto, assessor especial e diretores do MEC

Caem chefe de gabinete, secretário adjunto, assessor especial e diretores do MEC

Foi publicada uma edição extra do Diário Oficial da União nesta segunda-feira (11) exonerando ocupantes de cargos do alto escalão do Ministério da Educação. ... 

Leia mais

4 de março de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Bolsonaro mentiu: Brasil é um dos que menos investe em educação

Bolsonaro mentiu: Brasil é um dos que menos investe em educação

Diz o ditado que mentira tem perna curta. É verdade. O papo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) de que o Brasil gasta mais em educação em relação ao PIB que a média de países desenvolvidos não resistiu 24 horas.  ... 

Leia mais

4 de março de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Paraná Pesquisas dá “OK” para Bolsonaro filmar crianças cantando hino nacional nas escolas

Paraná Pesquisas dá “OK” para Bolsonaro filmar crianças cantando hino nacional nas escolas

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) poderá retomar a ideia do Ministério da Educação (MEC) de filmar alunos e funcionários de escolas cantando o hino nacional, a julgar pelo levantamento da Paraná Pesquisas divulgado nesta segunda-feira (4) de Carnaval. ... 

Leia mais

26 de fevereiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Presidente autoproclamado do Brasil estuda revogar tramitação da reforma da previdência

Presidente autoproclamado do Brasil estuda revogar tramitação da reforma da previdência

O presidente autoproclamado do Brasil, ator Zé de Abreu, estuda revogar a tramitação da reforma da previdência no Congresso Nacional. ... 

Leia mais

26 de fevereiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Ministro da Educação recua sobre hinos nas escolas

Ministro da Educação recua sobre hinos nas escolas

O ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez, voltou atrás do comunicado que fez sobre a execução do hino nacional nas escolas brasileiras. ... 

Leia mais

26 de fevereiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Requião detona ministros aloprados de Bolsonaro

Requião detona ministros aloprados de Bolsonaro

O eterno senador da República, Roberto Requião (MDB-PR), não perdoou os aloprados ministros de Jair Bolsonaro (PSL). Pelo Twitter, o emedebista detonou: ... 

Leia mais

27 de janeiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em MEC divulga nesta segunda resultados do Sisu

MEC divulga nesta segunda resultados do Sisu

O Ministério da Educação (MEC) divulga nesta segunda-feita (28) o resultado Sistema de Seleção Unificada (Sisu), pela internet e pelo aplicativo do Sisu. Os estudantes que não foram selecionados podem participar da lista de espera a partir de terça-feira (29). ... 

Leia mais

9 de janeiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Confusão de Bolsonaro: MEC recua e vai rever edital sobre livros didáticos

Confusão de Bolsonaro: MEC recua e vai rever edital sobre livros didáticos

A “bateção de cabeça” é grande nos diversos ministérios do governo de Jair Bolsonaro. A nova confusão foi sobre o edital que liberava os critérios técnicos e pedagógicos então adotados pelo Ministério da Educação (MEC) na aquisição dos livros didáticos para a rede pública de ensino. O ministro da pasta Rodrigo Vélez Rodríguez, em nota, disse que vai rever o edital. Segundo informação do jornal O Globo.

“O ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez, decidiu tornar sem efeito o 5º Aviso de Retificação do edital do PNLD 2020, publicado no dia 2 de janeiro, tendo em vista os erros que foram detectados no documento cuja produção foi realizada pela gestão anterior do MEC e enviada ao FNDE em 28 de dezembro de 2018”, diz trecho da nota.

O edital serve de orientação para a aquisição de obras distribuídas pelo governo a alunos do ensino fundamental das escolas públicas do país. Ele está disponível no site do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

“O MEC reitera o compromisso com a educação de forma igualitária para toda a população brasileira e desmente qualquer informação de que o governo Bolsonaro ou o ministro Ricardo Vélez decidiram retirar trechos que tratavam sobre correção de erros nas publicações, violência contra a mulher, publicidade e quilombolas de forma proposital”, finaliza o documento. Leia mais

26 de novembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Confederação de trabalhadores em instituições de ensino repudia indicação de Vélez para o MEC

Confederação de trabalhadores em instituições de ensino repudia indicação de Vélez para o MEC


A reunião do conselho da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino (Contee), que aconteceu em Brasília entre os dias 22 a 24 de novembro, aprovou um manifesto de repúdio à indicação do colombiano Ricardo Vélez Rodríguez para o Ministério da Educação (MEC). Para a Contee, dar o comando da educação brasileira para um representante de ultradireita “é uma afronta ao magistério e aos defensores de uma educação democrática”.

No manifesto publicado, a confederação aponta que o indicado ao comando do MEC, representante de um discurso perigoso e hidrófobo, que, entre outros absurdos, exalta o golpe de 1964, acusa o magistério de “doutrinação marxista” e vocifera contra uma suposta “ideologia de gênero”, opondo-se frontalmente à concepção de uma educação plural, reflexiva, inclusiva e voltada para o combate a todos os tipos de discriminação”. Confira a íntegra do documento.

Manifesto contra a indicação de Ricardo Vélez Rodríguez para o MEC

Os/as professores/as e técnicos/as administrativos reunidos no XX Conselho Sindical da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino — Contee, realizado, em Brasília, de 22 a 24 de novembro de 2018, manifestam seu repúdio à indicação de Ricardo Vélez Rodríguez para o Ministério da Educação e a entrega da pasta ao conservadorismo e reacionarismo obscurantista representada pelo professor emérito da Escola de Comando e Estado Maior do Exército.

Filósofo e professor universitário aposentado em uma instituição pública, o indicado de Bolsonaro parece, num contrassenso, desconhecer as duas coisas: a importância do pensamento livre e crítico — do qual a filosofia é símbolo há milênios — e o papel da educação na construção da cidadania, do qual a universidade pública é um exemplo. Pelo contrário, é o representante de um discurso perigoso e hidrófobo, que, entre outros absurdos, exalta o golpe de 1964, acusa o magistério de “doutrinação marxista” e vocifera contra uma suposta “ideologia de gênero”, opondo-se frontalmente à concepção de uma educação plural, reflexiva, inclusiva e voltada para o combate a todos os tipos de discriminação.

A indicação de Vélez Rodríguez é mais uma afronta ao magistério (cada vez mais atacado e perseguido, algo que se acentuou após as eleições) e aos defensores de uma educação democrática. Ao mesmo tempo, a escolha do novo ministro demonstra a necessidade e a urgência da luta em defesa de princípios que estão garantidos na Constituição: a livre manifestação do pensamento e a livre expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença, bem como a liberdade de aprender, ensinar, pesquisar e divulgar o pensamento, a arte e o saber e o pluralismo de ideias e de concepções pedagógicas.

Brasília, 24 de novembro de 2018.

Confederação Nacional dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino — Contee Leia mais

24 de novembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em ‘Escola Sem Partido’ é rejeitada por 150 entidades de 87 países

‘Escola Sem Partido’ é rejeitada por 150 entidades de 87 países

Foto: Mídia Ninja.

Durante a 6ª Assembleia Mundial da Campanha Global pela Educação, no Nepal, representantes de Mais de 150 entidades de 87 países aprovaram por unanimidade uma moção de emergência contra o projeto Escola Sem Partido no Brasil. O documento foi proposto pela Campanha Latinoamericana pelo Direito à Educação (Clade), com apoio de entidades dos Estados Unidos, Reino Unido, Alemanha, Suíça, Noruega, Dinamarca, países do continente africano e instituições como Oxfam e a ONU.

O projeto de lei Escola Sem Partido (PL 7180/14), identificado como “Lei da Mordaça” pretende proibir o que chama de “prática de doutrinação política e ideológica” pelos professores, além de vetar atividades e a veiculação de conteúdos que não estejam de acordo com as convicções morais e religiosas dos pais do estudante. Define, ainda, os deveres dos professores, que devem ser exibidos em cartazes afixados nas salas de aula. O projeto de lei também esteve no centro do debate sobre a escolha do futuro ministro da Educação.

De acordo com a moção, “o ultraconservadorismo de governos e movimentos tem atacado a pluralidade pedagógica, a liberdade de cátedra, a perspectiva da igualdade das identidades de gênero e orientações sexuais, além das de minorias étnico-raciais, e ao mesmo tempo, promovendo a militarização na educação”.

“Como estratégia política, os agentes promotores do ultraconservadorismo têm incentivado a censura a professoras e professores por parte de estudantes e famílias, prática que tem se tornado cada vez mais frequente”, apontou. “Como exemplo, no Brasil, por meio do movimento “Escola sem Partido”, e na Alemanha, por orientação do partido de extrema direita “Alternativa para a Alemanha”, estudantes são incentivados a filmar suas aulas e viralizam publicações nas redes sociais, acusando injustamente professoras e professores de proselitismo ideológico, cientificismo e estímulo à sexualização de crianças e jovens, afirmando que estariam promovendo o que denominam de “ideologia de gênero”, conceito falacioso difundido por fundamentalismos religiosos”, alertam as entidades.

*Com informações de Agências Leia mais

23 de novembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Sob Bolsonaro, escolas terão de comemorar o golpe militar de 1964

Sob Bolsonaro, escolas terão de comemorar o golpe militar de 1964

O recado foi dado pelo futuro ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodriguez, anunciado nesta quinta (22) pelo presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL).

LEIA TAMBÉM

Comentarista da TV cubana detona Bolsonaro; assista ... 

Leia mais

22 de novembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Evangélicos perdem embate da Educação para Olavo de Carvalho

Evangélicos perdem embate da Educação para Olavo de Carvalho

O jornalista Olavo de Carvalho, principal doutrinador de direita do futuro governo Bolsonaro, venceu o embate com a bancada da Bíblia ao indicar para o Ministério da Educação (MEC) o filósofo colombiano Ricardo Vélez Rodríguez.

LEIA TAMBÉM

URGENTE: Justiça Federal determina fechamento de pedágio no Paraná ... 

Leia mais

22 de novembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Bolsonaro indica colombiano de ultradireita para o MEC

Bolsonaro indica colombiano de ultradireita para o MEC


O presidente eleito, Jair Bolsonaro(PSL), anunciou nesta quinta-feira (22), pelo twitter, a indicação do colombiano Ricardo Vélez Rodriguez, para o cargo de ministro da Educação. De perfil direitista, Vélez atualmente é professor emérito da Escola de Comando e Estado Maior do Exército. O indicado defende uma “política dura” para enfrentar o que chama de “doutrinação marxista” nas universidades e no conjunto do sistema educacional brasileiro.

“Vélez é professor de Filosofia, mestre em Pensamento Brasileiro pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, doutor em Pensamento Luso-Brasileiro pela Universidade Gama Filho e pós-Doutor pelo Centro de Pesquisas Políticas Raymond Aron, de Paris, com ampla experiência docente e gestora”, informou o presidente eleito pela rede social.

Leia mais

11 de novembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em MEC autoriza faculdade de partido da igreja Universal

MEC autoriza faculdade de partido da igreja Universal

O Ministério da Educação (MEC) autorizou a criação de uma faculdade pela fundação do Partido Republicano Brasileiro (PRB), sigla da igreja Universal do Reino de Deus, do Bispo Edir Macedo.

Com o nome de Faculdade Republicana Brasileira, a instituição de ensino funcionará em Brasília a partir de 2019 ofertando o curso de Ciência Política para cem alunos.

Assim, o PRB será o primeiro partido no Brasil a ter uma faculdade credenciada pelo Ministério da Educação.

O PRB integra atualmente a base do governo do presidente ilegítimo Michel Temer (MDB) e foi um dos principais apoiadores de Jair Bolsonaro (PSL) através da igreja Universal.

Segundo o pastor da igreja e reitor da nova faculdade, Renato Junqueira, embora seja ligada a Universal, a nova instituição de ensino não tem o objetivo de promover doutrinação ideológica.

“Não aceitaremos de forma nenhuma qualquer tipo de doutrinação em sala de aula. Repudiamos essa prática. Não queremos formar militantes”, disse Junqueira.
Leia mais

4 de novembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Tema de redação do Enem é alvo de críticas de bolsonaristas

Tema de redação do Enem é alvo de críticas de bolsonaristas

Pelo Twitter, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) informou que o tema da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2018 é ‘Manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet’. Neste domingo (4), os candidatos respondem as provas de Ciências Humanas, Linguagens e Redação.

LEIA TAMBÉM

Bolsonaro é uma grande fake news, segundo Joaquim Barbosa ... 

Leia mais

15 de outubro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Haddad cogia Mario Sérgio Cortella no Ministério da Educação

Haddad cogia Mario Sérgio Cortella no Ministério da Educação

O presidenciável Fernando Haddad (PT), no Dia do Professor, cogitou nomear Mario Sérgio Cortella como ministro da Educação.

“Sou amigo do Mario Sérgio Cortella há anos. Ele acompanhou meu trabalho como ministro e há muito tempo digo que ele deveria pensar em ocupar o Ministério da Educação. Quero montar a equipe dos melhores”, escreveu no Twitter.

Cortella é filósofo, escritor, educador, palestrante e professor universitário. Ele é conhecido por divulgar questões sociais ligadas à filosofia na sociedade contemporânea.

Sou amigo do Mario Sérgio Cortella há anos. Ele acompanhou meu trabalho como ministro e há muito tempo digo que ele deveria pensar em ocupar o Ministério da Educação. Quero montar a equipe dos melhores. ... 

Leia mais

9 de agosto de 2018
por editor
Comentários desativados em AO VIVO: Manifestação na UFPR contra os cortes do governo golpista

AO VIVO: Manifestação na UFPR contra os cortes do governo golpista

Direto de Curitiba, em frente ao prédio histórico da UFPR. Acompanhe a manifestação contra os cortes do governo golpista no orçamento da educação superior.

LEIA TAMBÉM:

‘O Desmonte da Ciência e da Pesquisa no Brasil’ ... 

Leia mais

9 de agosto de 2018
por editor
Comentários desativados em Manifestação na UFPR nesta quinta contra os ataques do governo golpista

Manifestação na UFPR nesta quinta contra os ataques do governo golpista

A comunidade acadêmica da Universidade Federal do Paraná (UFPR) realizará hoje (9) uma

manifestação contra os cortes de recursos da Capes ... 

Leia mais

8 de agosto de 2018
por editor
Comentários desativados em Ato na UFPR contra os cortes de bolsas da Capes

Ato na UFPR contra os cortes de bolsas da Capes

Nesta quinta-feira (9), a comunidade acadêmica da Universidade Federal do Paraná (UFPR) realizará um

Ato contra os cortes de recursos da Capes ... 

Leia mais

3 de agosto de 2018
por Redacao
Comentários desativados em Entidades científicas divulgam Carta Aberta ao governo Temer em defesa da Capes

Entidades científicas divulgam Carta Aberta ao governo Temer em defesa da Capes


A Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) e mais trinta entidades representativas das comunidades científica, tecnológica e acadêmica e dos sistemas estaduais e municipais de ciência, tecnologia e inovação do país divulgaram nesta sexta-feira (3) uma carta aberta ao presidente da República, Michel Temer, contra o corte no orçamento de 2019 da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). O documento foi enviado também aos ministros da Educação, Rossieli Soares da Silva, da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, do Planejamento, Esteves Pedro Colnago Junior, e da Fazenda, Eduardo Refinetti Guardia. Leia na íntegra o documento:

Carta Aberta ao Presidente da República

As entidades nacionais, abaixo relacionadas, representativas das comunidades científica, tecnológica e acadêmica e dos sistemas estaduais e municipais de ciência, tecnologia e inovação (CT&I), dirigem-se à Vossa Excelência e à população brasileira para expressar seu total apoio à manifestação do Conselho Superior da Capes, do dia 01 de agosto de 2018, contra um corte significativo no orçamento para 2019 daquela agência, que desempenha um papel essencial na pesquisa e na pós-graduação do País. Caso ele seja mantido, os impactos serão muito graves para todos os Programas de Fomento da Capes, impossibilitando, inclusive, o pagamento integral de cerca de 200 mil bolsas a partir de agosto de 2019.

Esse corte contraria decisão do Congresso Nacional, que incluiu na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) a proibição de redução de recursos para a educação e a saúde, em relação ao orçamento aprovado para 2017, corrigido pela inflação. É fundamental que essa diretriz seja mantida por Vossa Excelência, conforme lhe foi manifestado pelos representantes das entidades científicas, em reunião do Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia, no dia 01 de agosto.

Em diversas manifestações anteriores, dirigidas ao Governo Federal e ao Congresso Nacional, afirmamos a importância da progressiva recuperação de recursos para as agências federais de fomento à CT&I – CNPq, Capes e Finep – já que os cortes drásticos que incidiram sobre elas, aliados a dificuldades financeiras de diversas Fundações de Amparo à Pesquisa, ameaçam a sobrevivência do sistema nacional de CT&I. Além da necessidade imperiosa de manutenção dos recursos da Capes, são essenciais o não contingenciamento dos recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT) e a preservação e ampliação dos recursos do CNPq, que também se encontra em situação difícil, com capacidade reduzida de investimento.

É importante destacar que o papel e as obrigações do Estado, em relação à CT&I, estão claramente fixados na Constituição Brasileira e devem ser cumpridos: Capítulo IV, DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO, “Art. 218. O Estado promoverá e incentivará o desenvolvimento científico, a pesquisa, a capacitação científica e tecnológica e a inovação. § 1º A pesquisa científica básica e tecnológica receberá tratamento prioritário do Estado, tendo em vista o bem público e o progresso da ciência, tecnologia e inovação. (…) § 3º O Estado apoiará a formação de recursos humanos nas áreas de ciência, pesquisa, tecnologia e inovação, inclusive por meio do apoio às atividades de extensão tecnológica, e concederá aos que delas se ocupem meios e condições especiais de trabalho. “

Novos cortes em um orçamento já tão reduzido para ciência, tecnologia, inovação e educação terão consequências catastróficas para toda a estrutura de pesquisa no país, para os setores empresariais que apostam em inovação, para a qualidade de vida da população e para o protagonismo internacional do país. Respeitar o Artigo 218 da Constituição e a LDO aprovada pelo Congresso Nacional significa preservar condições mínimas para o desenvolvimento econômico e social da nação brasileira.

03 de agosto de 2018.

Academia Brasileira de Ciências (ABC)

Associação Nacional dos Dirigentes de Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes)

Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap)

Conselho Nacional de Secretários Estaduais para Assuntos de Ciência e Tecnologia (Consecti)

Fórum Nacional de Secretários Municipais da Área de Ciência e Tecnologia

Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC)

Associação Brasileira de Centros e Museus de Ciência (ABCMC)

Associação Brasileira de Cristalografia (ABCr)

Associação Brasileira de Estudos de Defesa (ABED)

Associação Brasileira de Estudos Sociais das Ciências e das Tecnologias (ESOCITE-BR)

Associação Brasileira de Etnomusicologia (ABET)

Associação Brasileira de Lingüística (ABRALIN)

Fórum de Ciências Humanas, Sociais e Sociais Aplicadas (Fórum CHSSA)

Sociedade Astronômica Brasileira (SAB)

Sociedade Brasileira de Biociências Nucleares (SBBN)

Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos (SBCTA)

Sociedade Brasileira de Farmacognosia (SBFgnosia)

Sociedade Brasileira de Física (SBF)

Sociedade Brasileira de Fisiologia Vegetal (SBFV)

Sociedade Brasileira de Genética (SBG)

Sociedade Brasileira de História da Ciência (SBHC)

Sociedade Brasileira de História da Educação (SBHE)

Sociedade Brasileira de Ictiologia (SBI)

Sociedade Brasileira de Imunologia (SBI)

Sociedade Brasileira de Medicina Tropical (SBMT)

Sociedade Brasileira de Melhoramento de Plantas (SBMP)

Sociedade Brasileira de Microbiologia (SBM)

Sociedade Brasileira de Micro-ondas e Optoeletrônica (SBMO)

Sociedade Brasileira de Paleontologia (SBP)

Sociedade Brasileira de Pesquisa Operacional (SOBRAPO)

Sociedade Brasileira de Protozoologia (SBPz)

Sociedade Brasileira de Telecomunicações (SBrT)

Sociedade de Arqueologia Brasileira (SAB) Leia mais