4 de setembro de 2017
por Esmael Morais
8 Comentários

PMDB-PR emite nota de repúdio à corrupção no “criminoso” governo Beto Richa

A Comissão Executiva do PMDB do Paraná aprovou por unanimidade, nesta segunda-feira (3), nota de repúdio à corrupção no governo de Beto Richa (PSDB). O partido atribui a derrota sofrida nas eleições de 2014 a “ações criminosas” do tucano reveladas no âmbito da Operação Quadro Negro. Leia mais

8 de maio de 2015
por Esmael Morais
9 Comentários

Mais moções de repúdio contra Richa, Francischini e deputados governistas

repudioContinuam a surgir moções de repúdio contra o governador Beto Richa (PSDB), seu quase ex-secretário de Segurança Pública, Fernando Francischini (SSD), e até contra os deputados governistas, protestando contra o massacre dos servidores em 29 de abril e contra o confisco da previdência dos servidores.

E as manifestações estão vindo até de lugares improváveis, como o município de Farol, próximo a Campo Mourão, que tem uma prefeita aliada do governador, Ângela Kraus (PTdoB). Pois bem, a moção foi apresentada pelo líder do governo na Câmara Municipal e aprovada por unanimidade.

Outro local inusitado foi a cidade catarinense de Brusque. Lá, a Câmara Municipal aprovou por unanimidade uma moção de repúdio ao governador Beto Richa, ao até então secretário de Educação Fernando Xavier Ferreira, ao secretário de Segurança Pública Fernando Francischini e ao até então comandante da PMPR, coronel PM César Kogut.

Os vereadores de Prudentópolis também aprovaram o envio de ofício ao governador Beto Richa (PSDB), em repúdio ao massacre dos professores e servidores. Leia mais

7 de maio de 2015
por Esmael Morais
65 Comentários

Em nota de repúdio, PMs afirmam que Francischini é “inimigo número um”

francischini_vs_pmprNove entidades representativas de policiais militares da ativa e reserva, em nota de repúdio conjunta, apontaram o secretário de Segurança Pública do Paraná, Fernando Francischini, como “inimigo número um” da corporação. Esta é a segunda nota contra o titular da pasta, que ontem foi alvejado por um manifesto de 16 coronéis.

De acordo com o manifesto, Francischini é merecedor do repúdio porque culpa os policiais, que viajaram do interior como se fossem animais amontoados em micro-ônibus, tiveram suas diárias pagas com atraso, e rigorosamente cumpriram as ordens do próprio secretário.

As entidades estão bronqueadas pela acusação que “Batman” fez esta semana contra o ex-comandante geral da PM, coronel César Kogut, de que ele seria o responsável pelo massacre dos professores no último dia 29 de abril, as associações de PMs foram à forra:

“Na função de Secretário de Segurança Pública, retirou recursos da PMPR, deixou 57% da frota parada por falta de manutenção, atrasou o pagamento das empresas prestadoras de atendimento à saúde, atrasou diárias, terço de férias, promoções e progressões, e não pagou nenhuma parcela transitória de ensino aos militares que ministram aulas nos estabelecimentos de ensino militar”, diz um trecho do documento. Leia mais

28 de março de 2015
por Esmael Morais
20 Comentários

OAB publica ‘Nota de Repúdio’ sobre caso de racismo contra médica afrodescendente

oab2A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Seção Paraná, publicou através da Comissão de Igualdade Racial e de Gênero, presidida pelo advogado Mesael Caetano dos Santos, uma nota de repúdio sobre o caso de racismo contra uma médica gaúcha do programa Mais Médicos, que trabalha no município de Santa Helena, no Oeste do Paraná.

O caso veio a público nesta semana quando a médica Thatiane Santos da Silva registrou queixa contra a secretária municipal de Saúde de Santa Helena, Terezinha Madalena Bottega, alegando comentários racistas por causa do penteado no estilo “dreadlock” que ela usa. Leia a nota a seguir. Leia mais

30 de setembro de 2014
por Esmael Morais
59 Comentários

PMDB abre processo de expulsão contra Pessuti, que pulou a cerca

O presidente estadual do PMDB do Paraná, Rodrigo Rocha Loures, nesta terça-feira (30), em nota de repúdio, informou abertura de processo de expulsão do ex-governador Orlando Pessuti que ontem à  noite pulou a cerca partidária.

Pessuti apareceu no horário eleitoral do governador Beto Richa (PSDB) pedindo para que os eleitores não votassem no senador Roberto Requião, candidato do PMDB ao Palácio Iguaçu.

“… peço a você que está nos assistindo, não vote em Requião. à‰ isso mesmo, não vote em Requião!”, pregou o ex-governador.

Para Rocha Loures, a atitude de Pessuti foi “irresponsável” e ocorreu porque o ex-governador ainda não teria conseguido absorver a derrota na convenção estadual.

“Essa ação caracteriza descumprimento das normas estatutárias com claro objetivo de tumultuar o processo eleitoral, não havendo outra medida se não as legalmente cabíveis”, diz trecho da nota assinada por Rocha Loures.

Leia a íntegra da nota de repúdio contra Pessuti:
http://www.esmaelmorais.com.br/wp-content/uploads/2014/09/nota_repudio_pessuti.pdf

Leia mais

4 de abril de 2012
por Esmael Morais
3 Comentários

Guerra intestina virtual e laranjices no PT

* Petistas realizam encontro municipal dia 15 de abril

Dois fatos, duas verdades. O primeiro é que o campo majoritário do PT, que defende apoio a Gustavo Fruet, lançou uma nota de repúdio contra a baixaria na internet supostamente impetrada pelos partidários da candidatura própria.

O segundo fato diz respeito a militantes petista que, achando que enrolam as duas alas em contenda, assinaram as duas teses – a que propõe a candidatura própria e a que luta pela coligação.

Os comandantes do campo pró-Fruet e das alas pró-Dr. Rosinha e Tadeu Veneri, bem-humorados, chegaram a um veredicto sobre a duplicidade de assinaturas nas teses: “laranjice”.

Voltado à  vaca fria, ou seja, à  guerra intestina na internet. Segue abaixo a nota de repúdio petista contra a baixaria nas redes sociais:

“Nota de Repúdio Leia mais