25 de janeiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Datafolha: Apenas 11% acreditam que Bolsonaro beneficiará trabalhador

Datafolha: Apenas 11% acreditam que Bolsonaro beneficiará trabalhador

Segundo pesquisa do Instituto Datafolha apenas 11% dos brasileiros acreditam que o governo de Jair Bolsonaro (PSL) trará algum benefício para a classe trabalhadora. O levantamento foi feito no final do ano de 2018. ... 

Leia mais

15 de janeiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Datafolha: 70% dos brasileiros reprovam as pautas de Bolsonaro

Datafolha: 70% dos brasileiros reprovam as pautas de Bolsonaro

Deu ruim para o presidente Jair Bolsonaro (PSL), segundo o Datafolha. Pesquisa do instituto aponta que 70% dos brasileiros reprovam as pautas do capitão reformado do Exército.

Com exceção do controle de imigrantes e redução da maioridade penal para 16 anos, revela o Datafolha, a maioria absoluta é contrária as teses extravagantes de Bolsonaro.

LEIA TAMBÉM

Ações da Taurus despencam após decreto de Bolsonaro ... 

Leia mais

15 de janeiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Entidades organizam campanha contra ‘liberação’ da posse de armas

Entidades organizam campanha contra ‘liberação’ da posse de armas

Entidades da sociedade civil e especialistas organizam campanha nacional contra as medidas de Bolsonaro para “liberar” o acesso à posse de armas. 60% da população são contrários à posse de armas e defendem proibição. O movimento pretende mobilizar a população para barrar o decreto do governo da extrema-direita.

O Instituto Sou da Paz é uma das entidades que faz parte da iniciativa e iniciará uma campanha nacional para reforçar o entendimento de que o combate à violência e ao crime se dá por meio de investimento em segurança, e não armando a população. A campanha vai afirmar, por exemplo, que a política de Bolsonaro pode ser fatal nos casos de violência doméstica.

“Será um retrocesso e deve acelerar as mortes violentas com armas de fogo”, disse Ivan Marques, diretor-executivo do instituto, ao jornal Folha de São Paulo.

O diretor do instituto lembrou, ainda, que, mesmo com o Estatuto do Desarmamento, a comercialização de armas continuou no país. De acordo com dados da Polícia Federal (PF), seis armas são vendidas por hora no Brasil.

“O Estatuto é um código com 35 artigos e não é uma legislação unitária, tem regulamentos, decretos, portarias e normas. É um complexo de normas que determina a política de controle de armas, não há porque retrocedermos nessa conquista”, explicou.

A lei 10.826 de 2003, sancionada pelo ex-presidente Lula, foi responsável por salvar mais de 160 mil vidas entre 2003 e 2012, apontam dados do Instituto Sou da Paz com base no relatório do Mapa da Violência. Atualmente, a taxa de homicídio no Brasil é de 29,9%, o que indica que o desarmamento ajudou a estancar o crescimento do número de homicídios no país.

Antes da lei que estabeleceu regras e restringiu o acesso a armas e munições, em 2003, o índice de homicídios por arma de fogo crescia a 8% ao ano.

Pesquisa do Intituto Datafolha revela que seis em cada dez brasileiros são contrários a posse de armas e defendem a sua proibição. O percentual, que atingiu 55% em outubro, passou para 61% na pesquisa realizada entre os dias 18 e 19 de dezembro de 2018 e divulgada nesta segunda-feira (14). O total de pessoas favoráveis ao porte de armas caiu para 37% – em outubro era 41% – e 2% não opinaram.

Leia mais

15 de janeiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Aumenta a percepção de discriminação no país

Aumenta a percepção de discriminação no país

O instituto Datafolha indica que 30% dos brasileiros já sentiu discriminação de classe. Também aumentou o percentual de pessoas que dizem ter sofrido preconceito de cor, orientação sexual, religião ou gênero.

O preconceito de classe é mais sentido no Sudeste do país (35%) e menos no Nordeste (25%). Também é maior em cidades grandes que pequenas (34% nas cidades com mais de 500 mil habitantes e 21% nas com menos de 50 mil).

Segundo a Folha de S. Paulo, o presidente Bolsonaro (PSL) disse na campanha que “tudo é coitadismo” no Brasil.

“Coitado do negro, coitada da mulher, coitado do gay, coitado do nordestino, coitado do piauiense. Tudo é coitadismo no Brasil, nós vamos acabar com isso”.

Justamente por isso, os eleitores do “coiso” dizem sofrer menos preconceito do que os eleitores de Fernando Haddad (PT).

26% dos eleitores de Bolsonaro disseram já ter sofrido discriminação por classe social e 18% por racismo. Entre os eleitores de Haddad (PT), 37% declararam terem sido vítimas de preconceito de classe, e 27% de racismo.

Com informações da Folha de S. Paulo. Leia mais

14 de janeiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Requião explica por que é contra redução da maioridade penal

Requião explica por que é contra redução da maioridade penal

O senador Roberto Requião (MDB-PR), destoando da velha mídia, das pesquisas e Jair Bolsonaro (PSL), afirmou nesta segunda-feira (14) que é contra a redução da maioridade penal para 16 anos.

“Os jovens precisam ter expectativa de vida, escolarização, formação profissional, opções gratuitas de lazer”, ao registrar que é contrário a criminalização da mocidade.

A manifestação de Requião se deu na esteira da pesquisa divulgada hoje pelo Datafolha segundo a qual 84% dos brasileiros defendem a redução da maioridade penal.

O senador paranaense argumenta que a maioria dos países que reduziram a maioridade penal voltaram atrás porque não diminuiu a violência. “A Espanha e a Alemanha voltaram atrás na decisão de criminalizar menores de 18 anos. Hoje, 70% dos países estabelecem 18 anos como idade penal mínima”, escreve.

Leia a íntegra da opinião de Requião:

Porque votei contra a redução da maioridade penal ... 

Leia mais

13 de janeiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Datafolha: Maioria dos brasileiros é contra redução das reservas indígenas

Datafolha: Maioria dos brasileiros é contra redução das reservas indígenas

60% dos brasileiros é contra a redução das reservas indígenas. É o que aponta uma pesquisa do instituto Datafolha publicada pela Folha de S. Paulo.

LEIA TAMBÉM:

Responsável por demarcações de terras indígenas de Bolsonaro ataca ONGs ... 

Leia mais

10 de janeiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Bolsonaro perde todas as batalhas ideológicas, diz Datafolha

Bolsonaro perde todas as batalhas ideológicas, diz Datafolha

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) perde todas as batalhas ideológicas que seu governo representa, diz pesquisa do Datafolha.

De acordo com levantamento do instituto, divulgado ao longo deste início de janeiro, os brasileiros não deram ‘carta branca’ para o capitão reformado do Exército como ele imagina ter. Pelo contrário.

O Datafolha pontua a derrota ideológica de Bolsonaro da seguinte forma:

* 60% são contra privatizações;
* 57% são contra o corte de direitos trabalhistas;
* 61% são contra a liberação da posse de arma de fogo;
* 66% são contra a submissão aos Estados Unidos;
* 54% são a favor da educação sexual na escola; e
* 71% são a favor do debate político nas escolas.

Aí, Bolsonaro, tomou? Leia mais

7 de janeiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Datafolha: 54% é a favor da educação sexual e 71% defende discussão política nas escolas

Datafolha: 54% é a favor da educação sexual e 71% defende discussão política nas escolas


Pesquisa do Instituto Datafolha divulgada nesta segunda-feira (7) aponta que 71% da população defende discussões sobre política na escola. Já 54% informaram que são favoráveis à educação sexual. As duas questões são as mais atacadas pelo movimento pró-censura “Escola sem Partido” e em discursos do presidente Jair Bolsonaro (PSL).

A pesquisa trata de temas diretamente ligados ao projeto de lei Escola sem Partido, que foi arquivado em 2018 mas deve voltar à tramitação na Câmara dos Deputados na próxima legislatura. O Escola sem Partido é um dos carros-chefe do presidente Jair Bolsonaro, que chegou a afirmar na última sexta-feira (4) que o Brasil promove “doutrinação nas escolas e erotização das nossas crianças”.

De acordo com o instituto, o apoio a discussões políticas em sala de aula cresce à medida da escolaridade dos entrevistados: entre os que têm nível superior, 83% defendem o assunto. O percentual cai para 72% entre os que concluíram o ensino médio, e 62% dos que possuem nível fundamental.

De todos os ouvidos em relação à discussão política nas escolas, 20% apoiam totalmente, enquanto 28% discordam totalmente. Outros 8% não souberam ou não quiseram responder.

O ensino de educação sexual também é defendido entre os que têm maior escolaridade, mas em menor escala: entre os que têm nível superior 63% são favoráveis; enquanto ensino médio e fundamental representam 54% e 49%, respectivamente.

Os que são favoráveis à educação sexual representam 54% do total de entrevistados, sendo que 35% aprovam totalmente o ensino. Os que discordam totalmente também são 35%. As mulheres representam a maior parcela dos favoráveis: são 56% do total. Entre os que são contrários, 53% são evangélicos e 54% votaram em Bolsonaro.

As estatísticas divulgadas hoje fazem parte de uma pesquisa realizada nos dias 18 e 19 de dezembro com 2.077 pessoas. Dados divulgados no último sábado (5) indicaram que a maioria da população também é contrária à política de privatizações e redução das leis trabalhistas.

Com informações de Congresso em Foco Leia mais

5 de janeiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Datafolha: maioria da população rejeita agenda de Bolsonaro de privatizações e fim da CLT

Datafolha: maioria da população rejeita agenda de Bolsonaro de privatizações e fim da CLT

Pesquisa realizada pelo Instituto Datafolha divulgada neste sábado (5) mostra que a maioria da população rejeita a agenda neoliberal e privatista do governo Bolsonaro (PSL).  O levantamento apontou que 60% das pessoas rejeitam as privatizações e 57% são contra o fim dos direitos trabalhistas contidos na Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT).

Segundo a pesquisa, apenas 34% da população concorda que o governo deve vender o maior número possível de suas empresas. Outros 5% afirmaram não ter opinião formada e 1%, neutro.

As privatizações encontram maior aprovação entre os mais ricos, na faixa de renda superior a dez salários mínimos (56%). Homens, pessoas com curso superior e moradores do Centro-Oeste e do Norte também são mais favoráveis à venda das estatais, afirma o Datafolha. Mulheres, pessoas com escolaridade média, moradores do Sul e do Nordeste e os mais pobres rejeitam majoritariamente as privatizações.

Em outro recorte, apenas entre partidários da sigla de Bolsonaro, o PSL, o apoio às privatizações é majoritário: 65% defendem a medida. Entre simpatizantes do PSDB – partido historicamente ligado às privatizações de estatais federais, estaduais e municipais –, o número de apoiadores atualmente é 41%. Já entre petistas estão os que expressam menor apoio à venda de empresas públicas (29%).

Já em relação à reforma trabalhista, a redução ou flexibilização das leis que regulamentam as relações entre setores patronais e os trabalhadores é apoiada por 40% dos brasileiros. A pesquisa indicou que 3% dos ouvidos disseram disseram não ter opinião sobre o assunto.

Homens, mais ricos e moradores do Sul são os mais favoráveis à reforma. Novamente, são os apoiadores do PSL de Bolsonaro que lideram, com 50% dos que querem reduzir a proteção aos trabalhadores. Em posição contrária estão os mais pobres, mulheres, moradores do Centro-Oeste e do Norte e simpatizantes do PT —estes com 65% de discordância.

Nos últimos dias, evidenciou-se que as privatizações são alvo de controvérsia dentro do primeiro escalão do governo Bolsonaro. Na sexta-feira (4), o próprio presidente levantou dúvidas sobre a compra da divisão de aviação civil da Embraer pela Boeing, ao afirmar que vê ameaças ao que ele chamou de “patrimônio nosso”.

A pesquisa ouviu 2.077 pessoas em 130 cidades, em 18 e 19 de dezembro A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou menos.

*Com informações de RBA/Folha de São Paulo

Leia mais

5 de janeiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Datafolha: o povo é contra privatizações e reforma trabalhista

Datafolha: o povo é contra privatizações e reforma trabalhista

Deu ruim para o presidente Jair Bolsonaro (PSL), informa pesquisa do Datafolha divulgada neste sábado (5). A maioria dos brasileiros é contra redução de leis trabalhistas e privatizações.

De acordo com o instituto, 60% abominam as privatizações de empresas públicas e 57% preferem o capeta a reduzir mais garantias trabalhistas.

LEIA TAMBÉM

Metalúrgico formado em engenharia pelo FIES entrega diploma para Lula assinar ... 

Leia mais

1 de janeiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Datafolha: otimismo com Bolsonaro é menor desde a redemocratização

Datafolha: otimismo com Bolsonaro é menor desde a redemocratização

O capitão reformado do Exército Jair Bolsonaro (PSL) assumirá a Presidência da República nesta terça (1º), às 15h, sob o signo do menor otimismo desde a redemocratização do país.

Segundo o instituto, 65% dos brasileiros têm a expectativa de que a gestão Bolsonaro será boa ou ótima. Ele será regular para 17%. Os que consideram que o novo presidente será ruim ou péssimo somam 12% e não souberam responder apenas 6%.

LEIA TAMBÉM

Datafolha fuzila Bolsonaro: 61% contrários à liberação da posse de armas de fogo ... 

Leia mais

31 de dezembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Datafolha fuzila Bolsonaro: 61% contrários à liberação da posse de armas de fogo

Datafolha fuzila Bolsonaro: 61% contrários à liberação da posse de armas de fogo

O feitiço virou contra o feiticeiro, pois o Datafolha afirma que aumentou o número de brasileiros contrários à liberação posse de arma de fogo no Brasil. Em outubro, 55% discordavam de liberar o armamento. Agora, em dezembro, 61% rejeitam a proposta do presidente eleito Jair Bolsonaro.

As mulheres são as que mais reprovam a liberação da arma de fogo, com 71%, ante 51% dos homens.

Na prática, a pesquisa Datafolha fuzila a intenção de Bolsonaro e dos ministros general Heleno (GSI) e

Sérgio Moro (Justiça) ... 

Leia mais

27 de dezembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Datafolha reprova Bolsonaro: 66% contra submissão do Brasil aos EUA

Datafolha reprova Bolsonaro: 66% contra submissão do Brasil aos EUA

Foto do Grafite do artista brasileiro Yuri Sousa, conhecido como Bad Boy Preto.

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) é reprovado por 66% dos brasileiros quanto o assunto é submissão aos Estados Unidos, diz pesquisa do instituto Datafolha publicada nesta quinta (26).

O alinhamento automático do Brasil aos interesses dos norte-americanos é a mola mestra da diplomacia de Bolsonaro que, antes mesmo de assumir, rompeu com Cuba, Venezuela, Nicarágua, China dentre outros países que ameaçam a hegemonia cultural e econômica dos Estados Unidos.

LEIA TAMBÉM

Globo leva chapéu de Bolsonaro no ‘Caso Queiroz’ ... 

Leia mais

24 de dezembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Bolsonaro é um Collor piorado

Bolsonaro é um Collor piorado

A ideia não é estragar a ceia de Natal, mas que o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) tem um jeitão do ex-presidente Fernando Collor de Mello — impichado em 1992 — isto tem.

“A principal semelhança está no estilo de campanha hipersonalizado e sem mediação partidária: ambos foram candidatos de micropartidos”, escreve Marcus André Melo, professor titular de ciência política da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), em artigo na Folha.

LEIA TAMBÉM

Morre ex-assessor de Beto Richa denunciado pela lava jato ... 

Leia mais

23 de dezembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Datafolha: Otimismo dos brasileiros bate nos céus

Datafolha: Otimismo dos brasileiros bate nos céus

Pesquisa do Datafolha divulgada neste sábado (23), nas vésperas do Fora Temer, garante que o otimismo dos brasileiros bate nos céus.

De acordo com o instituto, “65% dos entrevistados acham que a situação econômica do Brasil vai melhorar nos próximos meses, ante apenas 23% que diziam isso no levantamento anterior, de agosto deste ano”, anota a Folha.

LEIA TAMBÉM

TSE pode cassar senador eleito ‘ficha-suja’ e manter Requião; leia a íntegra do pedido de liminar ... 

Leia mais

29 de outubro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Veja quais pesquisas acertaram o resultado de presidente da República

Veja quais pesquisas acertaram o resultado de presidente da República

O Blog do Esmael fez um quadro com as apostas que os institutos de pesquisa fizeram na antevéspera e véspera da eleição de domingo. O resultado final das urnas foi Bolsonaro 55% x 45% Haddad. Abaixo, confira as sondagens divulgadas 1 dia antes:

LEIA TAMBÉM

Adeus, querida Globo ... 

Leia mais

28 de outubro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Haddad pode vencer neste domingo, apontam pesquisas

Haddad pode vencer neste domingo, apontam pesquisas

Os três principais institutos de pesquisas do país — Vox Populi, Datafolha e Ibope — apontam para a virada de Fernando Haddad (PT) na reta final.

LEIA TAMBÉM

PESQUISA VOX/247: Haddad e Bolsonaro empatados em 50% ... 

Leia mais

27 de outubro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Haddad vira no Ibope e Datafolha entre as mulheres

Haddad vira no Ibope e Datafolha entre as mulheres

Pesquisas do Datafolha e do Ibope confirmaram neste sábado (27) que Fernando Haddad (PT) virou entre o eleitorado feminino.

LEIA TAMBÉM

Bolsonaro e Haddad empatados, diz Datafolha ... 

Leia mais

27 de outubro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Ibope, Datafolha e Vox Populi divulgam últimas pesquisas para Presidente

Ibope, Datafolha e Vox Populi divulgam últimas pesquisas para Presidente

Os institutos de pesquisa Ibope, Datafolha e Vox Populi divulgarão neste sábado (27) as últimas sondagens antes o início da votação deste segundo turno.

LEIA TAMBÉM

Haddad lidera entre os gays com 57% e Bolsonaro tem 29%, diz Datafolha ... 

Leia mais

27 de outubro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Bolsonaro tenta tapetão contra Haddad e censura contra ex Pink Floyd

Bolsonaro tenta tapetão contra Haddad e censura contra ex Pink Floyd

Ensandecido, o candidato Jair Bolsonaro (PSL) partiu para o tapetão para tentar impedir a virada de Fernando Haddad (PT) na véspera da eleição.

LEIA TAMBÉM

Bolsonaro é abandonado por aliados e surta na frente das câmeras; assista ... 

Leia mais