24 de janeiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Flávio Bolsonaro afirma ao SBT que não vai renunciar; assista

Flávio Bolsonaro afirma ao SBT que não vai renunciar; assista

O senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL), afirmou nesta quinta-feira (24), em entrevista ao SBT, que não vai renunciar ao mandato para proteger o governo.  ... 

Leia mais

3 de dezembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em ‘A perseguição é contra o Brasil’, explica Enio Verri

‘A perseguição é contra o Brasil’, explica Enio Verri

Para o deputado Enio Verri (PT-PR), por meio de uma campanha de ódio, a elite conseguiu com que a população odiasse o partido [PT] que mais fez pelo Brasil.

LEIA TAMBÉM

Moro não vê autoritarismo em Bolsonaro, mas em Haddad ... 

Leia mais

3 de dezembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Gleisi: ‘Contra o PT, são tigrões; contra Bolsonaro, são uns gatinhos’

Gleisi: ‘Contra o PT, são tigrões; contra Bolsonaro, são uns gatinhos’

A senadora Gleisi Hoffmann denuncia o seletivismo da mídia e do judiciário. “Para perseguir Lula e o PT, rugem como leões, mas diante das denúncias contra Bolsonaro miam como gatinhos”, escreve.

Para Bolsonaro, proteção; para o PT, perseguição ... 

Leia mais

26 de novembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Em artigo, Gleisi explica por que continuam perseguindo o PT

Em artigo, Gleisi explica por que continuam perseguindo o PT

A presidenta nacional do PT, Gleisi Hoffmann, expõe em artigo os motivos da sistemática e doentia perseguição a Lula e ao PT.

POR QUE CONTINUAM PERSEGUINDO O PT

Gleisi Hoffmann*

Perseguem o PT porque não admitem que o povo brasileiro possa ter uma força política organizada nacionalmente para defender os interesses dos trabalhadores, dos mais pobres e do país.

Menos de um mês depois das eleições, o PT e suas principais lideranças foram alvo de uma série de ataques por parte de setores do Ministério Público e do sistema judicial. São denúncias falsas, ações e operações espetaculosas, sem fundamento e sem provas, com claro caráter de perseguição política. Expõem o conluio desses setores com Jair Bolsonaro, que tem um só objetivo na política: acabar com o PT.

LEIA TAMBÉM

‘Nova ação é atentado contra Estado de Direito’, diz defesa de Lula ... 

Leia mais

2 de novembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Até a revista Veja afirma que Moro impulsionou tese da perseguição a Lula

Até a revista Veja afirma que Moro impulsionou tese da perseguição a Lula

Antipetista até a medula, a revista Veja traz reportagem na capa com o superministro Sérgio Moro. De acordo com a publicação da Abril, a nomeação do juiz da lava jato impulsiona a tese do PT segunda qual Lula foi condenado por motivação política.

LEIA TAMBÉM

Sérgio Moro prendeu Lula e ganhou emprego do adversário de extrema-direita, diz imprensa mundial ... 

Leia mais

22 de outubro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Bolsonaro precisará de vários campos de concentração, a julgar pelo discurso de banimento

Bolsonaro precisará de vários campos de concentração, a julgar pelo discurso de banimento

O presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), a julgar pelo discurso deste domingo (21), precisará mais do que um campo de concentração para banir seus opositores.

LEIA TAMBÉM

Bolsonaro tem 2 pedidos de cassação no TSE ... 

Leia mais

19 de outubro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Veja essa: Moro jura que está sendo perseguido pelo PT

Veja essa: Moro jura que está sendo perseguido pelo PT

O juiz Sérgio Moro disse em sua defesa ao CNJ (Conselho Nacional de Justiça) que está sendo perseguido pelo PT. Mais precisamente pelos deputados Wadih Damous (RJ), Paulo Pimenta (RS) e Paulo Teixeira (SP).

LEIA TAMBÉM

Bolsonaro banido do WhatsApp ... 

Leia mais

17 de setembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Lava jato da Argentina pede prisão preventiva para Cristina Kirchner

Lava jato da Argentina pede prisão preventiva para Cristina Kirchner

Depois de ferrar com a democracia no Brasil, o modelo lava jato quer desgraçar ainda mais a Argentina. O juiz federal Claudio Bonadio, do país vizinho, pediu hoje (17) a prisão preventiva da ex-presidente da República e senadora Cristina Kirchner, de ex-integrantes do seu governo e de empresários suspeitos de pagar propina e por formação de quadrilha.

É praticamente o mesmo roteiro que o consórcio jurídico-midiático aplicou contra Lula e o tirou da disputa presidencial de outubro. Cristina é favorita na corrida pela Casa Rosada, após o desastre do governo Mauricio Macri.

As acusações envolvem o setor de construção civil e obras públicas realizadas nos mandatos de Cristina e do marido, já morto, Néstor Kirchner. O processo ganhou o apelido de “cadernos de corrupção”, porque as investigações identificaram várias anotações, cuidadosamente descritas.

Como Cristina Kirchner é parlamentar e dispõe de foro privilegiado, só poderá ser detida se dois terços dos senadores aprovarem a perda de imunidade. Não há data para essa votação ocorrer.

Desde que o escândalo de corrupção veio à tona, no começo de agosto, vários empresários e ex-funcionários do governo acusados fizeram acordos de delação premiada e reconheceram a existência das propinas e o envolvimento de Cristina e Néstor em esquemas escusos.

Com informações da Agência Brasil e demais agência latinas.
Leia mais

13 de julho de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Absolvição reforça ilegalidade da prisão de Lula

Absolvição reforça ilegalidade da prisão de Lula

A sentença absolutória em favor de Luiz Inácio Lula da Silva, na acusação de obstrução de Justiça, reforça o caráter ilegal da prisão do ex-presidente.

O juiz da 10ª Vara da Justiça Federal em Brasília, Ricardo Leite, absolveu Lula do primeiro processo que ele se tornou réu na lava jato. Ou seja, o magistrado desnudou a fake news da operação do juiz Sérgio Moro,

segundo a senadora Gleisi Hoffmann ... 

Leia mais

21 de junho de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Após absolvição, PT vai pedir indenização em votos para Gleisi Hoffmann

Após absolvição, PT vai pedir indenização em votos para Gleisi Hoffmann

O vice-presidente do PT no Paraná, Arilson Chiorato, à luz da absolvição pelo STF, disse ao Blog do Esmael que o partido irá pedir indenização em votos para Gleisi Hoffmann. A parlamentar concorrerá a deputada federal na eleição de outubro.

De acordo com Chiorato, Gleisi poderá fazer mais de 300 mil votos após o Supremo declará-la inocente na última terça (19).

“Uma resposta do povo paranaense à luta de Gleisi e às atrocidades e atropelos da lava jato, que perseguiu a defensora e porta-voz de Lula”, afirmou o vice-presidente petista. Leia mais

19 de junho de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em STF inicia julgamento de Gleisi

STF inicia julgamento de Gleisi

O subprocurador-geral da República Carlos Alberto Carvalho de Vilhena, representante do Ministério Público Federal (MPF), a faz a sustentação oral de acusação contra a senadora Gleisi Hoffmann.

LEIA TAMBÉM

Gleisi absolvida por goleada no STF ... 

Leia mais

18 de junho de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Dilma aponta farsa jurídica contra Gleisi

Dilma aponta farsa jurídica contra Gleisi

A presidenta eleita Dilma Rousseff apontou nesta segunda-feira (18) a farsa jurídica contra a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR). Segundo Dilma, a presidenta nacional do PT é vítima de perseguição movida por meio de delações mentirosas e sem provas, obtidas em investigações ilegais e abusivas.

As considerações de Dilma Rousseff ocorrem na véspera do julgamento de Gleisi pela Segunda Turma do STF. Confira:

A FARSA JURÍDICA CONTRA GLEISI ... 

Leia mais

16 de junho de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Gleisi será julgada por defender Lula e a democracia brasileira, diz PT

Gleisi será julgada por defender Lula e a democracia brasileira, diz PT

O PT não tem dúvidas de que o julgamento da senadora Gleisi Hoffmann na próxima terça (19), na Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal, será um julgamento político por ela defender Lula e a democracia brasileira.

Para parlamentares de todas as colorações políticas, as acusações contra a presidenta nacional do partido não se sustentam por falta de provas e têm caráter estritamente político.

“As denúncias não têm qualquer sustentação técnica nem jurídica. Ela está sendo julgada pelo papel político que exerce no Brasil. Toda solidariedade à nossa presidenta e pelo respeito que ela merece como mulher, cidadã e dirigente de um dos maiores partidos de esquerda do mundo”, disse a senadora Fátima Bezerra (PT-RN).

Não é só dentro do PT que Gleisi obteve solidariedade. O senador

Roberto Requião (MDB-PR) ... 

Leia mais

15 de junho de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em ‘Lava jato usou grampos ilegais para eliminar chance de defesa de Lula’, denuncia advogada do petista

‘Lava jato usou grampos ilegais para eliminar chance de defesa de Lula’, denuncia advogada do petista

A advogada Valeska Teixeira Zanin Martins afirmou nesta sexta (15), no Rio, no IX Encontro Brasileiro da Advocacia Criminal, que os grampos ilegais da lava jato no escritório do qual é sócia tinham como objetivo eliminar qualquer possibilidade de defesa para o ex-presidente Lula.

LEIA TAMBÉM

URGENTE: Grampos ilegais de Moro serão julgados pela 2ª Turma do STF ... 

Leia mais

12 de junho de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Estadão se abraça a Temer: o mais lindo governo que este país já teve

Estadão se abraça a Temer: o mais lindo governo que este país já teve

Em editorial, o Estadão comprou briga com os números e os brasileiros ao defender a indefensável tese de que o governo Michel Temer é o mais lindo que este país já viu.

O jornalão dos Mesquitas utiliza marcações que eles ajudaram a detonar com o golpe, tais como “democracia”, “pactos constitucionais”, “economia”, etc.

Segundo o Datafolha, apenas 3% dos brasileiros aprovam o Vampirão Neoliberalista. É disparado o pior avaliado na história do Brasil. Nem o mais sanguinário ditador africano tem tamanha rejeição de Temer.

O Estadão — e a mídia em geral — tem de entender que o golpe de 2016, consumado para derrubar Dilma Rousseff, desgraçou a economia e produziu 14 milhões de desempregados; quebrou o pacto constitucional de 1988 ao retirar direitos dos trabalhadores; e ameaça da democracia por não reconhecer o resultado das urnas e estimular a perseguição de adversários políticos por meio do lawfare.
Leia mais

2 de maio de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Dilma: “Eu temo pela vida de Lula”

Dilma: “Eu temo pela vida de Lula”

A presidenta eleita Dilma Rousseff disse esta terça (1º), na Argentina, durante a 44ª Feira Internacional do Livro de Buenos Aires, que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva corre risco de ser envenenado da prisão. O petista é mantido preso político desde o dia 7 de abril na Polícia Federal de Curitiba.

“Eu temo pela vida de Lula, pela água que ele toma, pela comida que ele come. Os líderes do golpe são capazes de tudo e precisam eliminar Lula”, denunciou Dilma.

A presidenta eleita disse aos argentinos que, livre, o ex-presidente Lula será eleito o próximo presidente do Brasil.

Dilma também se encontrou com a ex-presidenta e atual senadora argentina Cristina Kirchner. Elas discutiram os ataques à democracia no Brasil e na Argentina e da perseguição aos governos populares e às lideranças de ambos os países, bem como da prisão arbitrária de Lula.

Leia mais

14 de abril de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Para 91%, lava jato só investiga um lado

Para 91%, lava jato só investiga um lado

Pesquisa da “insuspeita” IPSOS/Estadão fulmina o conto segundo qual a lava jato faz “justiça” com “imparcialidade”. De acordo com o levantamento, 91% dos brasileiros acreditam que a força-tarefa do juiz Sérgio Moro “deveria investigar todos os políticos”. Ou seja, há uma evidente percepção de que o rigor só vale para um lado — o de Lula e o PT.

“A seletividade da Lava Jato e sua perseguição a Lula ficam evidentes na pesquisa do Instituto Ipsos, do Estadão. Nem eles conseguem esconder isso, apesar de colocarem a manchete contra o Lula”, afirmou neste sábado a senadora Gleisi Hoffmann, presidenta nacional do PT.

Pela sondagem do IPSOS, o povão mais uma vez afirma que nunca viu “juiz imparcial”, “entrevistado do Ibope”, “enterro de anão”, “chester vivo”, “cabeça de bacalhau”, “salário durar trinta dias” e “lava jato investigando político do PSDB”.

*Respondendo ao primeiro parágrafo: a lava jato faz “injustiça” e atua com “parcialidade” como se fosse um partido político, portanto, age de forma “partidarizada”. Leia mais

17 de março de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Lava jato completa 4 anos de proteção a tucanos, afirma Pimenta

Lava jato completa 4 anos de proteção a tucanos, afirma Pimenta

O líder da bancada do PT na Câmara, Paulo Pimenta (RS), em artigo especial, afirma que a lava jato completa hoje (17) quatro anos de proteção a políticos do PSDB. Ele escreve ainda que o roteiro da força-tarefa foi assumido pela Rede Globo de Televisão.

Lava Jato, do combate à corrupção para a farsa e a perseguição contra o PT e Lula

Por Paulo Pimenta (*)

A Operação Lava Jato iniciou-se no dia 17 de março de 2014. De lá pra cá, já são quatro anos em que Dallagnol, Moro e companhia vasculham a vida do ex-presidente Lula sem obter qualquer prova contra ele.

Em suas fases iniciais, a Lava Jato prendeu, em março daquele ano, o doleiro Alberto Youseff (delator de estimação do juiz Sérgio Moro) e Paulo Roberto Costa, ex-diretor da Petrobras. Em setembro de 2014, Paulo Roberto Costa entrega à Justiça o nome de vários políticos ligados ao PMDB que recebiam propina, entre eles Romero Jucá e Henrique Eduardo Alves.

Ao bater em figurões do partido de Michel Temer e apurar que os diretores investigados na Lava Jato haviam assumido postos de relevância na Petrobras durante o governo Fernando Henrique (1995-2002) e que tais investigações poderiam atingir integrantes do PSDB, a Lava Jato, da noite para o dia, tomou outro rumo.

O que poderia ter sido um efetivo avanço no combate à corrupção no país se tornou em um instrumento de perseguição política ao Partido dos Trabalhadores, à presidenta Dilma Rousseff e ao ex-presidente Lula. Cooptada pela Rede Globo, a Operação Lava Jato passou a ser conduzida cinematograficamente por roteiristas saídos de dentro do Projac.

Inicialmente, foi feito um corte: só poderiam ser investigados os atos na Petrobras durante os governos Lula e Dilma; as irregularidades do governo tucano e FHC tinham que ser esquecidas. A senha para que ex-diretores e empreiteiros, que roubaram durante décadas na Petrobras, saíssem da prisão, agora, era “Lula”. Bastava mencionar Lula para deixar a prisão para trás e ir para casa desfrutar dos milhões roubados ao longo dos anos.

Moro e Dallagnol, com uma estranhíssima ligação com os Estados Unidos e obcecados pelos holofotes da TV Globo, abandonaram (se é que algum dia tiveram) qualquer imparcialidade, qualquer conduta ética do servidor público, para atuarem de forma seletiva, parcial e à margem das leis e da Constituição.

A partir daí, todos conhecem o script: muitas convicções e nenhuma prova; perseguições; powerpoint; jogo midiático e delações dirigidas para prejudicar o ex-presidente Lula, como recentemente denunciou um ex-executivo da Odebtechet ao afirmar que foi chamado pelos procuradores para “rechear história” contra Lula.

No livro “O processo Penal do Espetáculo“,o juiz de direito do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro Rubens R. R. Casara fala do papel do Poder Judiciário dentro de uma nova configuração de Estado, na contenção dos “indesejáveis”, a partir de uma lógica de um projeto neoliberal.

“O enredo do “julgamento penal” é uma falsificação da realidade, uma representação social distante da complexidade do fato posto à apreciação do Poder Judiciário. Em apertada síntese, o fato é descontextualizado, redefinido, adquire tons sensacionalistas e passa a ser apresentado, em uma perspectiva maniqueísta, como uma luta entre o bem e o mal, entre os mocinhos e os bandidos. O caso penal passa a ser tratado como uma mercadoria que deve ser atrativa para ser consumida. A consequência mais gritante desse fenômeno passa a ser a vulnerabilidade a que fica sujeito o vilão escolhido para o espetáculo. Para seguir o programa e atender ao enredo, construído e dirigido a partir do “desejo de audiência”, a lei pode ser afastada. O espetáculo aposta na exceção. O enredo que pauta o processo e é consumido pela sociedade, com o auxílio dos meios de comunicação de massa”.

Lula foi condenado por uma mentira publicada no jornal “O Globo”, referente ao tríplex do Guarujá.

Uma tese à margem da lei foi criada para que esse processo saísse do Ministério Público de São Paulo e fosse parar na
Lava Jato.

Moro desconsiderou 73 testemunhas que inocentaram Lula.

Todos os envolvidos no processo do tríplex foram absolvidos; menos Lula, cujo processo foi arrastado a Curitiba por Moro.

Aos questionamentos da defesa de Lula, Moro alegava repetidamente que não eram necessárias provas.

Agora, depois de toda perseguição e ilegalidades, depois de um prejuízo de R$ 160 bilhões à Petrobras e ao país desde
o início da Lava Jato, Moro anuncia que está de malas prontas para os Estados Unidos, como se tentasse apagar suas digitais na “cena do crime”.

O fim desse roteiro seria perfeito, mas todos os envolvidos nessa trama farsesca contra o ex-presidente Lula não contavam apenas com uma coisa: que depois de todo esse massacre, Lula continuaria na preferência do eleitor brasileiro.

O ex-presidente vence em todas as pesquisas realizadas no Brasil contra qualquer candidato. Aliás, na última pesquisa, Lula lidera com mais de o dobro em relação ao segundo lugar e os votos brancos e nulos.

Lula continua imbatível por tudo que fez e por tudo que representa para o povo brasileiro. A farsa da Lava Jato contra Lula não foi engolida pelo povo brasileiro.

*Paulo Pimenta é deputado federal (PT-RS) e líder do partido na Câmara dos Deputados.
Leia mais

13 de março de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Em defesa da justiça, da democracia e de Lula

Em defesa da justiça, da democracia e de Lula

O deputado Enio Verri (PT-PR) descreve o script golpista para os próximos dias. “A julgar pelo cumprimento do roteiro para manter o País como uma gigantesca colônia agrícola, Lula deverá ser preso, e o tribunal de exceção que o persegue fará de tudo para impedir a sua candidatura.” O parlamentar insiste na “desobediência já” em relação à prisão do líder petista.

Em defesa da justiça, da democracia e de Lula ... 

Leia mais