11 de Janeiro de 2018
por esmael
13 Comentários

Só Freud explica sentença de Moro

A jurista Cristiane Brandão, professora de Direito Penal e Criminologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) abandona o direito e recorre a Sigmund Freud, o Pai da Psicologia, para entender e explicar a sentença de Moro. Ela destaca o tom defensivo na decisão do juiz Sérgio Moro. Leia mais

28 de dezembro de 2017
por esmael
3 Comentários

Requião critica encarceramento em massa e defende pena alternativa no Brasil

O senador Roberto Requião (PMDB-PR) defendeu a descriminalização das drogas como passo fundamental para acabar com a superlotação nos presídios brasileiros. Segundo ele, o encarceramento em massa é insano e aponta 726.712 pessoas que estavam presas em junho de 2016, perfazendo a terceira maior população carcerária do planeta. “… eles vão prendendo a rapaziada morena do Brasil e pobre e de repente um rapaz desses fica cinco ou seis anos na penitenciária sem ser julgado”, criticou em vídeo publicado nas redes sociais. Leia mais

3 de setembro de 2016
por esmael
43 Comentários

Dilma denuncia ao mundo ‘estado de exceção’ no Brasil pós-golpe

dilma_protestos_temerA presidente deposta Dilma Rousseff denunciou ontem (2) ao mundo, durante entrevista à imprensa internacional, que o Brasil vive um pré ‘estado de exceção’, onde são desrespeitados direitos fundamentais — como o de manifestação — previstos na Constituição Federal.

14 de agosto de 2016
por esmael
15 Comentários

Carlos Lessa denuncia hoje, em Curitiba, que Michel Temer quer privatizar o Brasil

requiao_lessa_circoO economista Carlos Lessa participará neste domingo (14), às 18 horas, do Circo da Democracia, em Curitiba, onde ele vai denunciar o desvio do papel do BNDES em tempos de golpe de Estado. Segundo ele, o interino Michel Temer quer utilizar o banco de desenvolvimento e fomento para fazer corretagem na venda de ativos de estatais.

23 de julho de 2016
por esmael
29 Comentários

Requião classifica como ‘idiota’ ação da PF que prendeu suspeitos de terrorismo

requiao_terrorismo“Qualquer sistema antiterror inteligente recomenda evitar publicidade, imagine publicidade quando não há terror”, escreveu senador Roberto Requião (PMDB-PR) em sua conta no Twitter. O parlamentar classifica como “idiota” a ação da Polícia Federal que prendeu suspeitos de terrorismo a 15 dias dos Jogos Olímpicos.

2 de julho de 2016
por esmael
8 Comentários

STF suspende processo contra jornalistas do Paraná até julgamento definitivo

Hylda Cavalcanti, da RBA

stf_gazeta_do_povoA ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu na quinta (30) suspender os processos dos juízes paranaenses contra o jornal Gazeta do Povo e alguns de seus profissionais, até que seja julgado o mérito de uma reclamação de abuso de direito, apresentada pelo plenário do tribunal. Magistrados do Paraná são acusados de tentativa de impor censura a jornalistas daquela publicação, como suposta reação a reportagens que divulgaram seus salários e demais vencimentos.

12 de agosto de 2015
por esmael
27 Comentários

Lula dá recado ao país: não julguem Dilma por seis meses de mandato

por Eunice Pereira, para a Rede Brasil Atual, via Brasil 247
Brasília – “Quem chegou onde a gente chegou, não pode retroceder. Quero dizer que estou preparando meu caminho para voltar a viajar pelo meu país”, afirmou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na abertura oficial da 5ª Marcha das Margaridas. “Eu quero ver se nossos adversários estão dispostos a andar por este país e discutir este país como ele precisa ser discutido”, disse.

Lula defendeu a presidenta Dilma Rousseff, pedindo para que ela não seja julgada por uma crise econômica que ela não criou. “A crise não começou no Brasil. Ela começou nos Estados Unidos e na Europa”, explicou. “Algumas pessoas não perceberam que a eleição acabou dia 26 de outubro e que a Dilma é presidenta deste país.”

O ex-presidente afirmou que os mesmos setores que querem “jogar a responsabilidade das dificuldades atuais a presidenta Dilma” e que se “agora se apresentam como solução, entregaram o país quebrado e devendo dinheiro para o FMI”.

Sobre as ameaças de impeachment da presidenta, Lula definiu como tentativa de dar como inacabada uma campanha eleitoral na qual os adversários saíram derrotados. “Eles não perceberam que a eleição acabou. Eles não saem do palanque”, disse Lula.

O ex-presidente reconheceu que o momento é difícil, mas lembrou que, os que hoje pedem o impeachment da presidenta Dilma,

20 de julho de 2015
por esmael
4 Comentários

Primeiro-ministro de Portugal desmente O Globo e nega lobby de Lula

do Brasil 247, com Rede Brasil Atual
coelho_globo_lulaO primeiro-ministro de Portugal, Pedro Passos Coelho, desmentiu nesta segunda-feira 20 matéria do jornal O Globo, publicada ontem (19) sobre suposto lobby do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em favor da construtora Odebrecht. “O ex-presidente Lula da Silva não me veio meter nenhuma cunha para nenhuma empresa brasileira”, afirmou o primeiro-ministro à imprensa portuguesa.

“Para ser uma coisa que toda a gente perceba direitinho, é assim. Não me veio dizer: há aqui uma empresa que eu gostava que o senhor, se pudesse, desse ali um jeitinho. Isso não aconteceu. E nem aconteceria, estou eu convencido, nem da parte dele, nem da minha parte”, afirmou também o primeiro-ministro português. A expressão “meter uma cunha” a que Coelho se refere significa em Portugal “fazer lobby”.

4 de Abril de 2015
por esmael
9 Comentários

Santayanna questiona Moro e a Lava Jato: cadê o bom senso?

santayannaDa Justiça, o que principalmente se espera é bom senso

Por Mauro Santayanna, na Rede Brasil Atual, via Brasil 247

Quando suas decisões afetam não apenas o réu e sua vítima, mas centenas, milhares de cidadãos, o promotor deve acusar e o juiz, julgar, com a mente e o coração voltados para o que ocorrerá, in consequentia.

Nos últimos anos, a nação tem tido, na área de obras públicas, bilhões de reais em prejuízo. E isso não apenas devido a falhas de gestão – que, com a exceção dos Tribunais de Contas, não devem ser analisadas pelo Judiciário – ou de casos de corrupção, alguns com mais de 20 anos.

Houve também a paralisação – a caneta – de grandes obras de infraestrutura. Belo Monte, a terceira maior hidrelétrica do mundo, em construção na Amazônia em um momento que o país precisa desesperadamente de energia, teve suas obras judicialmente suspensas por dezenas de vezes, o que também contribuiu para que se somassem meses, anos de atraso ao seu prazo de entrega; e também para a multiplicação de seus custos.

23 de Fevereiro de 2014
por esmael
40 Comentários

Lula vai a Cuba discutir tentativa de golpe de Estado na Venezuela

da Rede Brasil Atual
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva viajará amanhã (24) para Havana, onde será recebido na terça-feira pelo presidente cubano, Raúl Castro, segundo informou neste domingo sua assessoria de imprensa. Lula permanecerá em Cuba até quinta-feira e durante sua visita se reunirá também com outros líderes do governo cubano.

Durante a viagem, o ex-presidente falará sobre energia e produção agrícola com os dirigentes cubanos e também conhecerá o porto de Mariel, no oeste da ilha, projeto realizado com apoio do Brasil.

Em 27 de janeiro, a presidente Dilma Rousseff e Raúl Castro inauguraram a primeira fase do porto do Mariel, cuja construção foi negociada por Lula.

O terminal, situado a 45 quilômetros ao oeste de Havana, está sendo construído pela Odebrecht e contou com um financiamento de US$ 682 milhões do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Em sua última viagem à  ilha, em janeiro do ano passado, Lula também visitou as obras do porto, construído para ser a principal porta de entrada e saída do comércio exterior cubano.

Como informou o 247 na semana passada, ex-presidente Lula, na qualidade de maior liderança da esquerda latino-americana, desembarcará em Havana para conversas com Raúl e Fidel Castro, uma vez que Cuba seria o país mais afetado pela queda do regime chavista na Venezuela (leia mais aqui).

27 de Janeiro de 2014
por esmael
3 Comentários

Essenciais nas escolas, mas governos tratam professores como profissionais de segunda classe

por Cida de Oliveira e Sarah Fernandes, da Rede Brasil AtualDas 20 metas estabelecidas pelo Plano Nacional de Educação (PNE) que tramita no Congresso Nacional há quatro anos, a que equipara o rendimento dos professores ao de outras categorias com escolaridade equivalente é a que terá maior impacto na melhoria do ensino público brasileiro. A opinião é do presidente da Associação Nacional de Pesquisa em Financiamento da Educação (Fineduca), José Marcelino de Rezende Pinto, que avaliou o impacto financeiro do PNE numa perspectiva de superação do déficit de atendimento e de um ensino de qualidade. O grande responsável pelo aumento da qualidade da educação é o aumento da qualidade do trabalho do professor!, avalia Marcelino, que é também integrante da Campanha Nacional pelo Direito à  Educação e docente no campus de Ribeirão Preto da USP.

“Não é você colocar um giz na mão do professor, que é um trabalhador essencial para o desenvolvimento do país, e achar que isso é suficiente para que ele possa prestar um trabalho de qualidade. à‰ preciso que ele tenha condições para trabalhar de forma confortável e empolgante”, diz a presidenta da União Nacional dos Estudantes (UNE), Virgínia Barros.

Entre trabalhadores, estudantes e analistas do setor, o consenso é que a equação depende diretamente da qualidade das condições salariais e de trabalho de quem tem sob sua responsabilidade ensinar a ler, escrever, fazer contas e, mais que isso, contribuir para a formação de cidadãos e de futuros profissionais. Nobre e estratégica em qualquer projeto de nação, porém, a profissão é cada vez mais desprestigiada no país e também a menos atrativa, o que preocupa gestores, que temem por um colapso. E não faltam motivos para a carência cada vez maior de mestres em sala de aula.

De acordo com uma estimativa do impacto financeiro do PNE, que leva em consideração dados de 2009 da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), do IBGE, elaborada pelo presidente da Fineduca, um professor dos anos finais do ensino fundamental, que precisou se graduar numa faculdade para ocupar a função, ganha menos que um profissional que não tem a mesma exigência para exercer seu ofício.

Com salário médio mensal de R$ 1.603,00 na época em que o estudo foi feito, ele ganhava menos que um caixa de banco !“ profissão que dispensa nível de formação mínimo !“ e que um técnico em química, com nível médio de escolaridade; o equivalente a 3/4 da remuneração de jornalistas; e menos que a metade do que ganham economistas, administradores ou advogados.

info1

De modo geral, segundo o Pnad, a média salarial dos professores da educação básica no Brasil equivale a pouco mais da metade (59%) da de outros profissionais com nível superior, como engenheiro civil e médico

8 de outubro de 2013
por esmael
16 Comentários

Marineiros radicais já começam fogo amigo e a pedir ‘Fora Campos’

por Helena Sthephanowitz, da Rede Brasil Atual
Diz a sabedoria popular que casamentos por interesse, e não por amor, costumam ter dois dias felizes: o da cerimônia e o do divórcio. Passada a festa começam a aparecer os problemas em escala crescente.

No “casamento” político de fachada entre Marina Silva e o PSB de Eduardo Campos, com o divórcio já anunciado para depois de o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) oficializar a criação do partido Rede Sustentabilidade, já começam a aparecer as divergências.

Nas redes sociais nota-se o sentimento de decepção da grande maioria dos “sonháticos”. Outros, ainda mal informados, acreditam que Marina Silva entrou no PSB para continuar candidata a presidente, ignorando que o partido já tem dono e candidatura própria. E uma minoria, de entusiastas da candidatura da ex-senadora, já faz uma guerrilha virtual para impor o nome de Marina na cabeça da chapa, defenestrando o projeto político de Eduardo Campos.

Alguns marineiros não perderam tempo. No próprio sábado (5) !“ dia da festança de casamento !“, antes mesmo de, digamos, partir o bolo, começaram a disparar panfletos virtuais, iniciando uma campanha viral com a mensagem: “Entre nessa campanha você também. Não quero Eduardo Campos, quero Marina Silva. Curta e Compartilhe!”.

Nas recentes pesquisas eleitorais, Marina Silva aparece com até seis vezes mais intenções de votos do que Campos, dependendo do cenário simulado. Se esse quadro persistir por mais alguns meses (e há grande probabilidade de que persista), as pressões para Marina encabeçar a chapa devem crescer, complicando a vida de Campos !“ o que pode provocar sérias discussões domésticas sobre a relação.

Opiniões que alimentam essa desconfiança não faltam. Por exemplo, o ex-candidato à  Presidência da República pelo Psol Plínio de Arruda Sampaio disse em alto e bom som: “Se Eduardo não se cuidar, a Marina passa a perna nele. Ela é muito esperta e pode tirar a candidatura dele. A Marina é carreirista.”

O jornalista Paulo Moreira Leite, da revista Istoà‰, já especula o deslocamento de Eduardo Campos para uma candidatura ao Senado por Pernambuco, cedendo a candidatura presidencial para Marina Silva, como uma saída honrosa para Campos, caso não decole, sem se queimar entre seus seguidores.

à‰ uma lógica política meio enviesada, mas obedece à  mesma lógica de conveniência da entrada de Marina no PSB, ca