26 de Março de 2018
por Redacao
Comente agora

Intervenção provoca mais uma morte na Rocinha; é a 9ª desde sábado

Uma operação do Batalhão de Operações Especiais (Bope) nesta segunda-feira-feira(26) provocou a morte de mais um morador da Rocinha. A ação militar aconteceu dois dias depois da morte de oito pessoas no último sábado(24) na comunidade. Nos depoimentos na Delegacia de Homicídios, os PMs disseram que faziam combate ao tráfico de drogas. As famílias dos mortos dão outra versão: a polícia invadiu um baile funk na comunidade e, segundo testemunhas, chegou atirando. Leia mais

21 de Março de 2018
por Redacao
Comentários desativados em Moradores de favelas organizam Comissão Popular da Verdade no Rio

Moradores de favelas organizam Comissão Popular da Verdade no Rio

Uma Comissão Popular da Verdade para acompanhar a atuação das forças de segurança no Rio de Janeiro está sendo articulada por moradores de favelas, movimentos sociais, organizações de direitos humanos, universidades, centros de pesquisas e diversos mandatos parlamentares. Uma das maiores preocupações da futura Comissão da Verdade é com o aumento da restrição de liberdades aos moradores das favelas. Com a intervenção militar, as populações de comunidades pobres são alvos de constantes operações de contingentes das Forças Armadas. A morte da vereadora e ativista social, Marielle Franco, funcionou como um “gatilho” para um maior ativismo em defesa dos direitos humanos nas favelas do Rio.

Para Shirley Muriel, moradora da Rocinha e membro do Coletivo de Favelas, que participa da construção da comissão, esse é um espaço muito importante para que os mais pobres consigam sobreviver e resistir à intervenção militar no dia a dia. Leia mais

20 de Março de 2018
por Redacao
Comentários desativados em Marielle Franco estampa capa do Washington Post como ‘símbolo global’

Marielle Franco estampa capa do Washington Post como ‘símbolo global’

Marielle Franco estampa capa do ‘Washington Post’  desta terça-feira (20) como ‘símbolo global’ “Uma política negra foi morta a tiros no Rio. Agora é um símbolo global”, afirma a publicação. Leia mais

20 de Março de 2018
por Redacao
Comentários desativados em Atos em todo país nesta terça exigem a punição dos assassinos de Marielle

Atos em todo país nesta terça exigem a punição dos assassinos de Marielle

Atos em todo país nesta terça-feira (20) exigem a punição dos assassinos de Marielle e rapidez e transparência nas investigações.  A jornada ’20M #Marielle Vive!’ será mais um momento de protesto “por sua memória, pelo fim do genocídio da população negra, por um basta no feminicídio, por toda a luta LGTB, pelos moradores de favela e por aqueles que não se calam frente a injustiças”, diz a convocatória das manifestações. No Paraná, estão programados atos em Curitiba e Ponta Grossa. Leia mais

19 de Março de 2018
por Redacao
Comentários desativados em Moradores da Maré fazem protesto contra a morte de Marielle e Anderson

Moradores da Maré fazem protesto contra a morte de Marielle e Anderson

Moradores da Favela da Maré fizeram na tarde deste domingo (18) um protesto contra a morte da vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ) e do motorista Anderson Gomes. Centenas de pessoas saíram da Vila do Pinheiro e seguiram pela Linha Amarela e Avenida Brasil. Leia mais

17 de Março de 2018
por Redacao
Comentários desativados em Intervenção completou primeiro mês com aumento da violência no Rio

Intervenção completou primeiro mês com aumento da violência no Rio

A violência explodiu no primeiro mês da intervenção federal  na Segurança Pública do estado do Rio, segundo levantamento da plataforma Fogo Cruzado, desenvolvida como uma ferramenta de mapeamento coletivo de tiroteios e disparos de armas de fogo no Rio de Janeiro. Relatório divulgado na última quinta-feira(15) constatou um aumento nos homicídios a tiros desde que o governo do presidente golpista Michel Temer (MDB) decretou a intervenção. Com resultados pífios e desastrosos, Temer adiou a viagem que faria ao Rio neste sábado para realizar o balanço da intervenção. Leia mais

17 de Março de 2018
por Redacao
Comentários desativados em Aula inaugural sobre ‘O golpe de 2016’ na UFPR homenageou Marielle

Aula inaugural sobre ‘O golpe de 2016’ na UFPR homenageou Marielle

O Teatro da Reitoria da UFPR, na noite de sexta-feira (16), foi o palco da aula inaugural sobre ‘O golpe de 2016″, conduzida pelos professores Ricardo Costa de Oliveira, do departamento de Ciências Sociais, e Andrea Caldas, diretora do Setor de Educação. O evento teve início com uma homenagem à Marielle, ativista social e vereadora do PSOL, assassinada no Rio de Janeiro, na quarta-feira (14). A emoção tomou conta do público, que entoava palavras de ordem de “Marielle, presente!, “Fora Temer” e “Fora golpistas”. Na platéia, muitas pessoas empunhavam cartazes improvisados exigindo a punição rigorosa para os assassinos e o fim da intervenção no Rio de Janeiro. Leia mais

17 de Março de 2018
por Redacao
Comentários desativados em Marielle, presente! Rio tem novos protestos nesta sexta

Marielle, presente! Rio tem novos protestos nesta sexta

Novos protestos ocorreram nesta sexta-feira (16) no Rio de Janeiro em homenagem à vereadora do PSOL Marielle Franco, assassinada a tiros na noite de quarta-feira(14), junto com seu motorista, Anderson Gomes. As manifestações desta noite demandaram das autoridades governamentais o fim da intervenção e rapidez e transparência nas apurações. Leia mais

16 de Março de 2018
por Redacao
Comentários desativados em Intervenção de Temer no Rio perde apoio da população; cresce a resistência no Exército

Intervenção de Temer no Rio perde apoio da população; cresce a resistência no Exército

A repercussão internacional do assassinato da ativista social e vereadora, Marielle Franco (POSL), e de seu motorista, Anderson Pedro Gomes, abriu novamente um forte debate sobre a eficácia da intervenção militar patrocinada pelo governo golpista de Temer na segurança pública do Rio de Janeiro. Com resultados pífios, os diversos entes envolvidos travam uma intensa guerra de bastidores sobre as competências e papéis na condução das operações, basicamente de cerco e vigilância às comunidades pobres da cidade. Depois da derrota na tentativa de reforma da Previdência no Congresso, as apostas do governo golpista se voltaram para a intervenção, que perde fôlego politico e apoio da população. Leia mais

15 de Março de 2018
por Redacao
Comentários desativados em Câmara realiza sessão em homenagem à Marielle e cria comissão para acompanhar investigação do crime

Câmara realiza sessão em homenagem à Marielle e cria comissão para acompanhar investigação do crime

Com girassóis em punho e uma faixa preta em sinal de luto, parlamentares de diversos partidos homenagearam, em sessão solene da Câmara dos Deputados, nesta quinta-feira (15), a vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ) e o motorista dela Anderson Gomes, assassinados na noite de quarta-feira (14) no centro do Rio de Janeiro. Leia mais

15 de Março de 2018
por Redacao
Comentários desativados em Assassinato de Marielle abala intervenção militar no Rio e tem forte repercussão no exterior

Assassinato de Marielle abala intervenção militar no Rio e tem forte repercussão no exterior

O brutal assassinato da ativista social e vereadora, Marielle Franco, é o assunto mais comentado nas redes sociais e despertou forte questionamento na política de segurança adotada no Rio de Janeiro, com a intervenção militar decretada pelo governo golpista de Temer. Atos de protestos estão programados em todo o país e até no exterior no dia de hoje.  A imprensa internacional destacou o fato, com ênfase no resultado da ação das forças de segurança, questionando a atuação dos efetivos militares que diante de um constante “fogo cruzado” trazem um maior risco para a população das comunidades afetadas pelas operações. Leia mais

1 de Março de 2018
por esmael
2 Comentários

Eleições 2018 podem não acontecer. O espectro da ditadura ronda o Brasil

São cada vez mais evidentes os sinais de que as eleições deste ano poderão não acontecer. A burguesia golpista não tem segurança sobre o melhor caminho a seguir — se realiza o pleito em outubro ou não –, pois ela não conseguiu sequer um candidato competitivo. Por isso a guerrilha midiática-jurídica contra Lula. Leia mais

21 de Fevereiro de 2018
por esmael
1 Comentário

Do Exército, espera-se um milagre. Ou a intervenção não é sobre segurança?

O ex-ministro Roberto Amaral observa que a mídia vende o Exército como a panaceia, de quem se espera um milagre, e faz um inquietante questionamento: “Ou a intervenção não é sobre segurança?” Para ele, as Forças Armadas estão sendo utilizadas numa operação, no Rio, nitidamente de caráter político-eleitoral. Leia mais

18 de Fevereiro de 2018
por esmael
2 Comentários

Romanelli: ‘Temer agiu corretamente ao intervir no Rio’

Para o deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB), líder do governo Beto Richa (PSDB) na Assembleia Legislativa do Paraná, Michel Temer “agiu corretamente” ao intervir no Rio de Janeiro porque essa era uma decisão inevitável diante do verdadeiro quadro de barbárie que a cidade e o estado fluminense vivem. Leia mais

18 de Fevereiro de 2018
por esmael
Comentários desativados em Chico Alencar: Intervenção militar no Rio já fez as duas primeiras vítimas

Chico Alencar: Intervenção militar no Rio já fez as duas primeiras vítimas

O deputado federal Chico Alencar (PSOL-RJ), ao analisar os efeitos da intervenção militar no Rio, atribuiu a Michel Temer as duas primeiras vítimas: o governo Pezão e a reforma da previdência. Leia mais

17 de Fevereiro de 2018
por esmael
Comentários desativados em Só a intervenção do PT salva o Rio

Só a intervenção do PT salva o Rio

Já ficou claro que a intervenção militar no Rio de Janeiro, decretada por Michel Temer, nesta sexta (16), é pura pirotecnia política para que ele possa se safar nas eleições deste ano, isto é, se elas ocorrerem em outubro. [Sim, o Vampiro Neoliberalista é candidato à reeleição]. Somente uma intervenção do PT salvaria o Rio e, extensivamente, o Rio Grande do Sul. Leia mais

16 de Fevereiro de 2018
por esmael
1 Comentário

No Rio, o prefeito Crivella ‘sumiu’ e o governador Pezão estava ‘descansando’ no SPA

Para justificar politicamente a intervenção militar de Michel Temer no Rio, a Globo escrachou o prefeito Marcelo Crivella (PRP) e o governador Luiz Fernando Pezão (MDB). Segundo a emissora, o primeiro estava “perdido” na Europa e o segundo “descansando” num SPA durante o Carnaval. Leia mais

16 de Fevereiro de 2018
por esmael
1 Comentário

Temer autoriza Exército a metralhar no Rio

A intervenção autorizada por Michel Temer, o Vampiro Neoliberalista, dará liberdade plena para o Exército metralhar alvos hostis — leia-se morros — no Rio de Janeiro, como recomendou recentemente Jair Bolsonaro (PSL-RJ) a executivos do mercado financeiro em evento do BTG Pactual. Leia mais

22 de novembro de 2015
por esmael
18 Comentários

Polícia retira barracas de manifestantes pró-impeachment em frente ao Congresso Nacional

da Agência Brasil

Cerca de 15 barracas de manifestantes a favor do impeachment da presidenta Dilma Rousseff foram arrancadas do gramado imediatamente em frente ao Congresso Nacional, pela Polícia Legislativa. A polícia responsável pela segurança do Congresso tentou negociar com os acampados, mas, como não teve sucesso, retirou barracas e faixas, dispersando os manifestantes.

Em um ponto mais recuado do gramado, manifestantes de outro acampamento, que pediam a destituição do governo via intervenção militar, desarmaram as próprias barracas mas entraram em confronto com um grupo contrário, que chegou gritando as palavras de ordem “Não vai ter golpe”. A Polícia Militar do Distrito Federal, que tem jurisdição sobre a área, usou gás de pimenta para dispersar a briga. Após o confronto, os grupos se retiraram do local.

O grupo pró-intervenção militar é o mesmo que, na semana passada, se envolveu em uma confusão com integrantes da Marcha das Mulheres Negras. Um policial civil do Maranhão acampado com os manifestantes disparou quatro tiros para o alto e depois se entregou à polícia.  De acordo com outros acampados, os tiros se destinavam a dispersar um grupo de pessoas que agrediam uma jovem a favor da intervenção militar. Já as participantes da Marcha das Mulheres Negras disseram que algumas mulheres tentaram derrubar um boneco inflável que estava no acampamento.

Após o inci

13 de Maio de 2014
por esmael
28 Comentários

Após “grevezinha” de 24h nas delegacias, agentes penitenciários pedem intervenção no Paraná

 80% das delegacias fazem "grevezinha" de 24 horas no Paraná e amanhã, quarta-feira (14), agentes penitenciários protestam contra a transferência de 1,3 mil presos para o sistema "sem o devido contingenciamento de vagas"; Sindicato dos Agentes Penitenciários do Paraná acusam o governador Beto Richa (PSDB) de apenas! passar a batata quente para o vizinho, ou seja, de mudar o local do problema que continua; entidade representativa dos agentes penitenciários pede intervenção e fiscalização de órgãos como Ministério Público, Comissão de Direitos Humanos da OAB/PR, Pastoral Carcerária do Paraná, Comissões de Segurança e Direitos Humanos da Assembleia Legislativa e Conselho Penitenciário (COPEN).


80% das delegacias fazem “grevezinha” de 24 horas no Paraná e amanhã, quarta-feira (14), agentes penitenciários protestam contra a transferência de 1,3 mil presos para o sistema “sem o devido contingenciamento de vagas”; Sindicato dos Agentes Penitenciários do Paraná acusam o governador Beto Richa (PSDB) de apenas! passar a batata quente para o vizinho, ou seja, de mudar o local do problema que continua; entidade representativa dos agentes penitenciários pede intervenção e fiscalização de órgãos como Ministério Público, Comissão de Direitos Humanos da OAB/PR, Pastoral Carcerária do Paraná, Comissões de Segurança e Direitos Humanos da Assembleia Legislativa e Conselho Penitenciário (COPEN).

à‰ grave a crise que assola a segurança pública do Paraná. Primeiro, são as delegacias que estão paralisadas desde a 0h de hoje (13), cuja paralisação irá até a 0h de amanhã, em protesto contra a superlotação das cadeias no estado. Nesta quarta-feira (14) será a vez dos agentes penitenciários fazerem manifestação contra a transferência de 1.300 apenados para o sistema penitenciário “sem o devido contingenciamento de vagas”. Leia mais