7 de julho de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em O salário mínimo deveria ser R$ 3.804,06, afirma Dieese

O salário mínimo deveria ser R$ 3.804,06, afirma Dieese

O Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese) afirma que o salário mínimo deveria ser R$ 3.804,06 no mês de junho, qual seja, os trabalhadores brasileiros são “roubados” 3,99 vezes quando recebem apenas R$ 954. ... 

Leia mais

25 de junho de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Greve geral para a Argentina na véspera de jogo contra a Nigéria

Greve geral para a Argentina na véspera de jogo contra a Nigéria

A Argentina amanheceu em greve nesta segunda-feira (25) e não pela fraca atuação do atacante Messi na Copa do Mundo. Pelo contrário. Os trabalhadores argentinos cruzaram os braços hoje contra a política econômica do governo Mauricio Macri, uma espécie de Michel Temer [com votos] de los hermanos. ... 

Leia mais

17 de fevereiro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Só a intervenção do PT salva o Rio

Só a intervenção do PT salva o Rio

Já ficou claro que a intervenção militar no Rio de Janeiro, decretada por Michel Temer, nesta sexta (16), é pura pirotecnia política para que ele possa se safar nas eleições deste ano, isto é, se elas ocorrerem em outubro. [Sim, o Vampiro Neoliberalista é candidato à reeleição]. Somente uma intervenção do PT salvaria o Rio e, extensivamente, o Rio Grande do Sul. ... 

Leia mais

2 de janeiro de 2017
por Esmael Morais
6 Comentários

Greca leva o primeiro tombo de Richa

Não foi por falta de aviso. O recém-empossado prefeito de Curitiba Rafael Greca (PMN) levou o primeiro calote do governador Beto Richa (PSDB), pois não cumpriu a promessa de reintegrar o transporte coletivo na capital já no primeiro dia de gestão do neoaliado. Leia mais

6 de setembro de 2016
por Esmael Morais
73 Comentários

Marcelo Araújo: Guerra total ao UBER

marcelo_uber“O Uber é o traficante. O motorista é a ‘mula’ que leva a droga por necessidade de sobrevivência. O passageiro é o ‘usuário’, seduzido e induzido”, resume o advogado Marcelo Araújo, especialista em multa e trânsito, em sua coluna desta terça (6). Abaixo, leia, ouça, comente e compartilhe a íntegra do texto: Leia mais

31 de maio de 2016
por Esmael Morais
3 Comentários

Governo Fruet, na prática, joga contra as bikes como meio alternativo de transporte

fruet_taxi_marceloO advogado Marcelo Araújo, especialista de multa e de trânsito, aborta na coluna de hoje a proibição — pelo prefeito Gustavo Fruet (PDT) — do transporte de bicicletas na parte externa dos táxis. Segundo o colunista, o alcaide vai na contramão da resolução do Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN), que autoriza dispositivos para essa finalidade (rack, engate, etc.). Abaixo, leia, ouça, comente e compartilhe a íntegra do texto:
Leia mais

4 de janeiro de 2016
por Esmael Morais
12 Comentários

Gustavo Fruet diz ser “inevitável” novo reajuste na tarifa do ônibus

O prefeito Gustavo Fruet (PDT), considerado amigo dos donos das empresas de ônibus, em entrevista ao blog Bem Paraná, disse nesta segunda-feira (4) que um novo reajuste na tarifa é “inevitável”, tem que ser dado, pelo “edital” e pela “inflação”.

As notícias de Fruet também não são nada animadoras para os 12 mil motoristas e cobradores do sistema de transporte coletivo, pois, segundo o prefeito, a tendência é que de agora em diante é implantar o sistema eletrônico nos ônibus.

“Acho que o futuro ideal é ter 100% o cartão”, antecipou o pedetista.
Gustavo Fruet afirmou ainda que o fim da integração foi o fim do subsídio do governo do estado. “Agora se alguém quiser interpretar isso diferente, eu não tenho o que fazer”, lamentou.

Na entrevista ao blog Bem Paraná, o prefeito admitiu pela primeira vez ser candidato à reeleição. Fruet vai apostar na tese de que é “limpinho” em relação aos concorrentes, livre de escândalos, para conquistar o eleitor em outubro deste ano.

Leia mais

29 de dezembro de 2015
por Esmael Morais
8 Comentários

Prefeito Gustavo Fruet também “afrouxou a tanga” para a máfia do ICI

O prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet (PDT), esperou o início das festas de fim de ano para renovar o milionário – e não menos polêmico – contrato com o Instituto Curitiba de Informática (ICI), organização social responsável pela manutenção de diversos serviços de tecnologia de informação e comunicação da administração municipal.

Na campanha de 2012, quando ainda era candidato, Fruet propunha abrir a caixa preta do ICI. Agora, no entanto, mudou de ideia ao renovar o contrato com órgão privado pela bagatela de R$ 8,5 milhões.

Portanto, a Prefeitura de Curitiba continua refém da “máfia da informática”, ou seja, os curitibanos dependem e confiam seus dados pessoais a um grupo que sistematicamente faz chantagens ao poder público municipal.

Não foi só do ICI que a gestão Gustavo Fruet renovou laços de amizade.

A máfia do transporte coletivo também vai bem, obrigado. Segundo a Paraná Pesquisas, é a área pior avaliada com 65% de reprovação.

Nos últimos dois meses, a Prefeitura de Curitiba realizou dois aportes financeiros via Urbs – órgão que gerencia o sistema de transporte na capital – para as empresas concessionárias pagarem férias e 13º salário de motoristas e cobradores sob pena delas realizarem “locaute”.

O primeiro adiantamento da Urbs para a máfia dos ônibus foi de R$ 5 milhões e, na surdinha, houve outra transferência de R$ 8 milhões triangulada pela Câmara Municipal de Curitiba, que devolveu orçamento “carimbado” para “socorrer” essas  concessionárias.

O diabo é que esse dinheiro da Urbs, portanto público, que irrigou o caixa das empresas do transporte coletivo fez falta para os 1,5 mil trabalhadores na própria Urbs. Na véspera de Natal, em ato de desespero, eles chegaram a bloquear o tráfego de ônibus que saiam de Curitiba para o interior.

E o pior de tudo isso: vem aí, no período do Carnaval, mais um reajuste na tarifa do ônibus.

Essas relações promíscuas entre a administração Gustavo Fruet, ICI e máfia do transporte, fatalmente, serão o recheio nos debates eleitorais de 2016.

Leia mais

30 de setembro de 2015
por Esmael Morais
14 Comentários

Coluna do Rafael Greca: Prefeitura de Curitiba, refém de interesses sombrios

Download

Rafael Greca*

A Prefeitura de Curitiba é refém de interesses sombrios, danosos ao interesse público.

Refém não só da trágica desintegração da Rede Metropolitana de Transportes, onde o povo sofre com o preço e a queda de qualidade dos serviços.

Refém da decadência da Saúde Pública, onde se somam vários óbitos por omissão de socorro nas UPAS – lembrai da infeliz dona Maria da Luz das Chagas dos Santos morta na calçada às portas do Posto 24 Horas da Fazendinha, após longa espera. Lembrai do saudoso Emérson Antoniacomi, morto à espera de UTI, após vários dias na UPA Boa Vista. Mártires classificados pelas bizarras pulseirinhas coloridas do protocolo de Manchester.

Refém ainda do acréscimo da dívida pública municipal com os hospitais prestadores de serviços SUS, aí incluídos R$ 10 milhões atrasados no ressarcimento de serviços pediátricos do Hospital Pequeno Príncipe.

A Prefeitura de Curitiba é também refém do abandono cruel dos desvalidos, que deambulam, doentes, famintos e sem rumo pelas ruas de um centro transformado em cracolândia, ou põem fogo em imóveis históricos, como aconteceu domingo passado com a Casa de Portugal, onde a rua Duque de Caxias encontra a Paula Gomes.

Aquilo que o engessado prefeito Fruet chama de “herança maldita” dos prefeitos Ducci e Richa já deveria ter sido debelado. Passaram-se vários anos, pois o tempo voa, mas, infelizmente, a poupança dos predadores da cidade continua crescendo numa boa.

Falo da absurda pendência com o ICI. Instituto Curitiba de Informática.

Uma cidade não pode ter donos ou sub-donatários. A nossa tem.

O ex-CPD do IPPUC virou propriedade particular de um conglomerado de empresas privadas – Perform, Consult, e-Governe.

Li na Gazeta do Povo, que não mais pertencem ao Município de Curitiba, a base de dados e os códigos para lançamento de Impostos – IPTU, ISS, ITBI – Dívida Ativa, Alvarás Municipais.

O ICI também domina os códigos para Requisições de Compras, Estoques e Almoxarifado, Controle da Frota, Folha de Pagamento e Recursos Humanos, ICS e IPMC.

O magnífico prédio, construído e inaugurado por mim, enquanto Prefeito de Curitiba, em 1996, na rua São Pedro 910, passou a ser sede do conglomerado privado.

Na minha gestão de prefeito havia algumas empresas terceirizadas prestando serviços de informática ao IPPUC, mas a gestão era totalmente pública.

Nas gestões dos meus sucessores Tanigushi, Richa e Ducci o ICI – Instituto Curitiba de Informática foi criado enquanto organização social. Tentacular, virou monstro, até se tornar dono da informação pública . Onde está a informação, sabidamente, ali está o Poder.

A denúncia é gravíssima e abre uma caixa preta que permanece indevassável. Segundo a Gazeta do Povo, o Instituto Curitiba de Informática (ICI) cobra da prefeitura, pelo uso de sistemas de tecnologia da informação que o próprio município pagou para desenvolver.

Tudo começa em contratos de gestão, assinados em 2006, com valores mensais de serviço no total, sem especificação de quais serviços seriam prestados. Havia uma planilha desatralada do contrato, acordada de maneira informal.

Mas como as coisas sempre podem piorar, em 2010, uma manobra contratual, suprimiu a oitava cláusula do contrato ICI-PMC, e repassou “gratuitamente” a propriedade dos códigos-fontes dos sistemas utilizados pela administração municipal para o instituto – que é uma entidade privada.

A engenharia desta lesiva solução teria sido perpetrada por funcionário indicado pelos empresários. Um caso típico e sombrio de “gulosa raposa posta para cuidar dos ovos do galinheiro”.

Na cláusula oitava, ficou especificado que “a propriedade dos sistemas aplicativos (…) é do ICI”.

Isso permitiu que o tal Instituto – organização Leia mais

6 de agosto de 2015
por Esmael Morais
7 Comentários

Pedágio caro e mortes no cotidiano da BR-369 no Norte do Estado

pedagioA situação da BR-369 entre as regiões Norte e Norte Pioneiro do Paraná, até o Sul do estado de São Paulo é complicada. O pedágio, é um absurdo. Somando-se as duas praças entre Londrina e Ourinhos (SP) passa de R$ 30,00. E a insegurança é brutal, percebida pelos frequentes acidentes com muitas mortes. ... 

Leia mais

10 de março de 2015
por Esmael Morais
19 Comentários

à”nibus ruim e caro atropela popularidade Fruet; 65% reprovam prefeito de Curitiba, diz PR Pesquisas

O prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet (PDT), segundo a Paraná Pesquisas, é aprovado por apenas 30% do eleitorado da capital. Em abril de 2013, esse índice era de 66% e em dezembro do ano passado era de 44%.

Por outro lado, a reprovação do prefeito curitibano só fez aumentar no mesmo período. Em abril de 2013, apenas 27% rejeitavam Fruet; em dezembro do ano passado, 50%, e agora 65% o reprovam.

Para o diretor-presidente da Paraná Pesquisas, Murilo Hidalgo, a desintegração do transporte público com a região metropolitana e o aumento no preço da tarifa do ônibus — que saltou de R$ 2,85 para R$ 3,30 — puxaram para baixo a popularidade de Gustavo Fruet. De acordo com a sondagem, 64% consideram a pior área na gestão do pedetista.

O levantamento do instituto também atribui a desaprovação do prefeito da capital à  saúde, que é a segunda área mais mal avaliada: 61% acham o serviço ruim ou péssimo.

Fruet segue a mesma pegada do governador Beto Richa (PSDB) e da presidenta Dilma Rousseff (PT), que também viram sua popularidade despencando no Paraná. O tucano é reprovado por 76,1% e a petista é rejeitada por 82% dos paranaenses, conforme prospecção da Paraná Pesquisas.

O levantamento sobre Gustavo Fruet foi encomendado pelo jornal Gazeta do Povo, entre os dias 3 e 7 de março, em Curitiba. Foram entrevistados 819 eleitores maiores de 16 anos. A margem de erro é de 3,5% e o grau de confiança estimado em 95%.

Veja o infográfico da pesquisa:

pr_pesquisa_curitiba

Leia mais

4 de abril de 2014
por Esmael Morais
11 Comentários

Requião anuncia instalação da ‘CPI dos à”nibus’ no Senado; assista ao vídeo

Roberto Requião anunciou ontem, no Senado, que já possui assinaturas para iniciar trabalhos na CPI dos à”nibus; expectativa do parlamentar é que a comissão inicie os trabalhos na semana que vem; prefeito da capital paranaense, Gustavo Fruet, e o governador do Paraná, Beto Richa, poderão ser convocados pela CPI para explicar o imbróglio na composição da tarifa em Curitiba e na região metropolitana; assista ao vídeo.

Roberto Requião anunciou ontem, no Senado, que já possui assinaturas para iniciar trabalhos na CPI dos à”nibus; expectativa do parlamentar é que a comissão inicie os trabalhos na semana que vem; prefeito da capital paranaense, Gustavo Fruet, e o governador do Paraná, Beto Richa, poderão ser convocados pela CPI para explicar o imbróglio na composição da tarifa em Curitiba e na região metropolitana; assista ao vídeo.

O senador Roberto Requião (PMDB-PR) informou ontem (3), ao plenário do Senado, que já conseguiu as assinaturas necessárias para o início da CPI do Transporte Público. ... 

Leia mais

14 de fevereiro de 2014
por Esmael Morais
14 Comentários

Coluna do Ricardo Mac Donald: “Metrô curitibano começa a sair do lugar”

Ricardo Mac Donald, em sua coluna desta sexta, revela que o Metrô Curitibano começa a sair do papel e ganhar seus primeiros movimentos; de 17,6 km de extensão e 14 estações previstas, a obra custará R$ 4,6 bilhões cujo financiamento foi garantido pela presidenta Dilma à  capital paranaense; segundo o colunista, além do metrô, estão previstos no mesmo pacote a conclusão da Linha Verde e melhorias nos ônibus da Linha Inter II; "O prefeito Gustavo Fruet está tratando o Metrô com os pés no chão, sabendo que ainda há vários obstáculos a serem vencidos e que esse modal, quando concluído, atenderá 15% dos usuários, aqueles do Eixo Norte !“ Sul", relata Mac Donald; leia o texto.

Ricardo Mac Donald, em sua coluna desta sexta, revela que o Metrô Curitibano começa a sair do papel e ganhar seus primeiros movimentos; de 17,6 km de extensão e 14 estações previstas, a obra custará R$ 4,6 bilhões cujo financiamento foi garantido pela presidenta Dilma à  capital paranaense; segundo o colunista, além do metrô, estão previstos no mesmo pacote a conclusão da Linha Verde e melhorias nos ônibus da Linha Inter II; “O prefeito Gustavo Fruet está tratando o Metrô com os pés no chão, sabendo que ainda há vários obstáculos a serem vencidos e que esse modal, quando concluído, atenderá 15% dos usuários, aqueles do Eixo Norte !“ Sul”, relata Mac Donald; leia o texto.

Ricardo Mac Donald* ... 

Leia mais