8 de junho de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Requião: “Saída Brasileira é a saída para o Paraná”

Requião: “Saída Brasileira é a saída para o Paraná”

O senador Roberto Requião (MDB-PR), em artigo especial, propõe uma receita “simples” para retomar o desenvolvimento e o emprego no Paraná e no Brasil. ... 

Leia mais

11 de março de 2016
por Esmael Morais
22 Comentários

Defesa pede proteção para delator de propina ao tucano Beto Richa

por Fábio Silveira, do blog Baixo Clero, de Londrina

O auditor fiscal Luiz Antônio de Souza, principal delator na Operação Publicano, pediu medidas especiais para garantir a segurança dele, em decorrência da abertura de investigações contra o governador Beto Richa (PSDB), autorizada pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ).

No pedido, alegando “razões de extrema cautela” e justificando temer “pela integridade física” de Souza, o advogado Eduardo Duarte Ferreira, que defende o delator, pediu que o juiz da 3ª Vara Criminal de Londrina, Juliano Nanuncio, determine “isolamento absoluto, monitoramento diuturno por câmeras de segurança, da movimentação de pessoas que cercam o cubículo que mantém a restrição de liberdade [de Souza]” e pede ainda que ele só faça as refeições com alimentos fornecidos pela sua família.

Ferreira lembra no requerimento que em interrogatório realizado na segunda-feira (7), Souza reafirmou a denúncia de que dinheiro de propina obtido por auditores fiscais em troca de facilitar a sonegação, teria alimentado a campanha de Beto Richa à reeleição. A afirmação tinha sido feita nos depoimentos ao Gaeco – e por isso subiu até a Procuradoria Geral da República, que pediu a abertura das investigações – e foi reafirmada em juízo, durante o interrogatório.Segundo o delator, foram R$ 4,4 milhões para a campanha do tucano.

Nesse mesmo interrogatório, Souza relatou ameaças à sua integridade física, feitas dentro da PEL 1, onde ele está preso. “Os fatos articulados pelo Requerente [Souza], por si só, demonstram a necessidade de medidas excepcionais visando a proteção de sua vida”, escreveu o advogado. Ele argumentou que a autorização do STJ para que Beto Richa seja investigado com base nas declarações feitas pelo delator – que deverá ser chamado novamente a depor – justificam as medidas de segurança.

“Tais questões afloram sentimentos de absoluto cuidado com a integridade física do Requerente, já, outrora, ameaçada por interesses muito menores. Logicamente que aqui não se imputa ao senhor Governador de Estado qualquer ação imprópria, porém, a cautela do caso induz o reconhecimento claro de que interesses enormes estão em jogo, sendo o Req Leia mais

8 de julho de 2015
por Esmael Morais
14 Comentários

Professores planejam “festa” de 50 anos para Richa no dia 29 de julho

richa_festa_profsO governador Beto Richa (PSDB) completará no próximo dia 29 de julho 50 anos de idade. A data também é simbólica para educadores paranaenses, pois nesse dia serão lembrados os três meses do massacre ocorrido em 29 de abril no Centro Cívico. ... 

Leia mais

8 de julho de 2015
por Esmael Morais
28 Comentários

Mais um parente do governador tucano Beto Richa é preso no Paraná

khalil_abi_richaMais um parente distante do governador Beto Richa (PSDB) foi preso nesta terça-feira (7) no Paraná. Segundo sites de notícia da região Norte, o empresário Khalil Albert Abi Antoun, de 48 anos, recebeu voz de prisão por crimes de receptação cometidos em maio de 2011.

De acordo com o portal Bonde, Antoun foi condenado, em primeira instância, por ocultar, em um galpão de sua propriedade, 7,7 mil peças de roupas avaliadas em aproximadamente R$ 220 mil. A mercadoria havia sido roubada de duas empresas de confecção, de Alvorada do Sul e Londrina, entre os dias 14 e 18 de maio de 2011.

A defesa do empresário entrou com um recurso contra a condenação no Tribunal de Justiça do Paraná, mas a apelação foi negada pelos desembargadores da 5ª turma no final de outubro de 2014. Leia mais

28 de maio de 2015
por Esmael Morais
10 Comentários

Sobe a arrecadação do governo Richa, mas dinheiro “some” do caixa

receita_calote_richa“Há algo de podre no reino da Dinamarca”, constava William Shakespeare na tragédia Hamlet.

Qualquer semelhança da sentença acima com o Paraná governado pelo tucano Beto Richa seria mera coincidência? Vamos ver abaixo.

De acordo com o Sistema Integrado de Acompanhamento Financeiro (Siaf), consultado pelo Blog do Esmael, entre janeiro e abril de 2015, houve aumento de 9,59% na receita arrecadada pelo governo do estado em comparação ao mesmo período de 2014.

Em números absolutos, entre janeiro de abril deste ano o tesouro estadual arrecadou R$ 12,345 bilhões ante os R$ 11,265 bilhões do ano passado. Portanto, houve acréscimo no caixa de R$ 1,080 bilhão nesse espaço de tempo.

O aumento da arrecadação tem a ver com os tarifaços de 40% no IPVA e de 50% no ICMS, como já era previsto.

O diabo é que esse dinheiro sumiu. Leia mais

23 de março de 2015
por Esmael Morais
22 Comentários

Discussão sobre corrupção no governo Richa gera quiproquó na Assembleia Legislativa do Paraná; assista

Não é a primeira vez que o deputado Hussein Bakri se dá mal ao cutucar Requião Filho; peemedebista sugeriu que o ex-prefeito de União da Vitória, condenado por fraude em licitação, deveria está na cadeia não na Assembleia; em fevereiro, o parlamentar do PSC chegou a perguntar em plenário “quem era Requião para falar em educação”; resposta vem a galope pelo filho do ex-governador: “Se o senhor não sabe quem é Roberto Requião, vou lhe dizer. O Requião andou sem segurança no meio dos servidores no dia da votação da comissão geral, quando o senhor estava dentro do camburão”, disse à época o deputado do PMDB; assista ao vídeo com o novo quiproquó.

Não é a primeira vez que o deputado Hussein Bakri se dá mal ao cutucar Requião Filho; peemedebista sugeriu que o ex-prefeito de União da Vitória, condenado por fraude em licitação, deveria está na cadeia não na Assembleia; em fevereiro, o parlamentar do PSC chegou a perguntar em plenário “quem era Requião para falar em educação”; resposta vem a galope pelo filho do ex-governador: “Se o senhor não sabe quem é Roberto Requião, vou lhe dizer. O Requião andou sem segurança no meio dos servidores no dia da votação da comissão geral, quando o senhor estava dentro do camburão”, disse à época o deputado do PMDB; assista ao vídeo com o novo quiproquó.

O k-suco ferveu nesta tarde na Assembleia Legislativa do Paraná. O deputado estadual Requião Filho (PMDB) usou o horário reservado à liderança do PMDB para responder ataques do colega de parlamento Hussein Bakri (PSC)... 

Leia mais