13 de Maio de 2014
por esmael
28 Comentários

Após “grevezinha” de 24h nas delegacias, agentes penitenciários pedem intervenção no Paraná

 80% das delegacias fazem "grevezinha" de 24 horas no Paraná e amanhã, quarta-feira (14), agentes penitenciários protestam contra a transferência de 1,3 mil presos para o sistema "sem o devido contingenciamento de vagas"; Sindicato dos Agentes Penitenciários do Paraná acusam o governador Beto Richa (PSDB) de apenas! passar a batata quente para o vizinho, ou seja, de mudar o local do problema que continua; entidade representativa dos agentes penitenciários pede intervenção e fiscalização de órgãos como Ministério Público, Comissão de Direitos Humanos da OAB/PR, Pastoral Carcerária do Paraná, Comissões de Segurança e Direitos Humanos da Assembleia Legislativa e Conselho Penitenciário (COPEN).


80% das delegacias fazem “grevezinha” de 24 horas no Paraná e amanhã, quarta-feira (14), agentes penitenciários protestam contra a transferência de 1,3 mil presos para o sistema “sem o devido contingenciamento de vagas”; Sindicato dos Agentes Penitenciários do Paraná acusam o governador Beto Richa (PSDB) de apenas! passar a batata quente para o vizinho, ou seja, de mudar o local do problema que continua; entidade representativa dos agentes penitenciários pede intervenção e fiscalização de órgãos como Ministério Público, Comissão de Direitos Humanos da OAB/PR, Pastoral Carcerária do Paraná, Comissões de Segurança e Direitos Humanos da Assembleia Legislativa e Conselho Penitenciário (COPEN).

à‰ grave a crise que assola a segurança pública do Paraná. Primeiro, são as delegacias que estão paralisadas desde a 0h de hoje (13), cuja paralisação irá até a 0h de amanhã, em protesto contra a superlotação das cadeias no estado. Nesta quarta-feira (14) será a vez dos agentes penitenciários fazerem manifestação contra a transferência de 1.300 apenados para o sistema penitenciário “sem o devido contingenciamento de vagas”. Leia mais