8 de fevereiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Receita vai investigar auditores que investigam Gilmar Mendes

Receita vai investigar auditores que investigam Gilmar Mendes

A corregedoria da Receita Federal vai investigar os auditores fiscais instauraram investigação sobre o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes. A informação foi divulgada nesta sexta-feira (8) por Marcos Cintra, secretário do órgão, e confirmada pelo ministro da Economia, Paulo Guedes.  ... 

Leia mais

8 de fevereiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Gilmar Mendes pula com investigação da Receita: ‘abuso de poder’

Gilmar Mendes pula com investigação da Receita: ‘abuso de poder’

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), acusou a Receita Federal de cometer ‘abuso de poder’ por abrir procedimento para investigá-lo em focos de corrupção, lavagem de dinheiro, ocultação de patrimônio ou tráfico de influência. A devassa também atingiria a mulher dele, Guiomar Mendes. ... 

Leia mais

18 de janeiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em PT pede manifestação da PGR sobre decisão do ministro Fux

PT pede manifestação da PGR sobre decisão do ministro Fux

A senadora e presidenta do PT, Gleisi Hoffmann(PR), e o líder do PT na Câmara, Paulo Pimenta (RS), pediram nesta sexta-feira (18) uma manifestação imediata da Procuradora-geral da República, Raquel Dodge, sobre a suspensão das investigações criminais contra Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ).

Os parlamentares também querem que Dodge dê suporte ao Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ), que apura o caso, inclusive com a instituição de uma força-tarefa para fortalecer a investigação, com atuação dos órgãos federais: Receita Federal e Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).

LEIA TAMBÉM:

PT vai monitorar ataques de Bolsonaro à democracia ... 

Leia mais

5 de janeiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Bolsonaro mostrou ser um “Tiririca” piorado ao ser desmentido por subordinados

Bolsonaro mostrou ser um “Tiririca” piorado ao ser desmentido por subordinados

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) teve nesta sexta (4) o seu dia de “Tiririca” — ou teria sido um dia de cão? — nos episódios em que ele anunciou o aumento do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) e a redução do Imposto de Renda de 27,5% para 25%.

Bolsonaro

foi desmentido ... 

Leia mais

4 de janeiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Secretário da Receita Federal desmente Bolsonaro. Afinal, quem manda nessa joça?

Secretário da Receita Federal desmente Bolsonaro. Afinal, quem manda nessa joça?

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) parece que manda menos que seus subordinados ou não faz a mínima ideia do que diz.

Na tarde desta sexta (4), secretário especial de Receita Federal, Marcos Cintra, desmentiu Bolsonaro afirmar que seu superior hierárquico não assinou decreto algum aumentando alíquotas do Imposto sobre Operação Financeiras (IOF).

LEIA TAMBÉM

URGENTE: Bolsonaro pode já sofrer a primeira baixa no governo ... 

Leia mais

12 de julho de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Moro recua de blindagem a delatores na lava jato

Moro recua de blindagem a delatores na lava jato

O juiz Sérgio Moro recuou da blindagem empresas e delatores da força-tarefa no âmbito da esfera cível (reparação de danos).

Em despacho de 3 de julho, o magistrado teve de ceder a “utilização da prova compartilhada, sem restrições, para lançamento e cobrança de tributos, incluindo as multas pertinentes, mesmo contra colaboradores ou empresas lenientes”.

LEIA TAMBÉM

Moro age fora da lei para blindar delatores na lava jato ... 

Leia mais

25 de fevereiro de 2016
por Esmael Morais
5 Comentários

Gerdau é alvo da 6ª fase da Operação Zelotes da Polícia Federal

do Brasil 247

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira (25) mais uma fase da Operação Zelotes, tendo como alvo é a empresa Gerdau (GGBR4). A siderúrgica éinvestigada por suposta compra de decisões no Carf (Conselho Administrativo de Recursos Fiscais).

A PF cumpre 18 mandados de busca e apreensão e 20 de condução coercitiva (quando a pessoa presta depoimento na delegacia e depois é liberada) no Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, São Paulo, Pernambuco e no Distrito Federal. Nenhum mandado é de prisão. Um dos mandados de condução coercitiva é para o presidente do Conselho Consultivo do Grupo Gerdau, Jorge Gerdau.

Ele também é integrante do Conselho de Desenvolvimento Econômico, o “Conselhão”, ligado à Presidência da República.

A suspeita é que o grupo tenha tentado interferir no Carf no pagamento de multas que somariam R$ 1,5 bilhão. A PF está nos endereços da empresa cumprindo mandado de busca. Leia mais

10 de setembro de 2015
por Esmael Morais
7 Comentários

Prefeitura confirma que concessionárias são obrigadas a emitir nota fiscal do pedágio

pedagiosA Prefeitura de São José dos Pinhais, município da região metropolitana de Curitiba, onde está situada a praça de pedágio que cobra dos veículos que trafegam pela rodovia BR-277, entre Curitiba e o Litoral, confirmou que as concessionárias devem emitir nota fiscal pelo serviço prestado aos consumidores.

A informação é do Jornal

Folha do Litoral News ... 

Leia mais

3 de setembro de 2015
por Esmael Morais
31 Comentários

‘Pedágio é obrigado fornecer nota fiscal a usuário’, diz Receita Federal

pedagio_receita_mauroDurou pouco mais de 24 horas a “triste” história contada pela Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias (ABCR). Diferente do que informou a entidade em carta aberta, as empresas de pedágio são obrigadas SIM a fornecer nota fiscal para os usuários de rodovias delegadas a elas.

De acordo com a Receita Federal, na Instrução Normativa RFB nº 1.099, de 15 de dezembro de 2010, é obrigatória a emissão do cupom fiscal no momento da passagem do veículo e do pagamento do pedágio.

Cupom fiscal é equivalente à nota fiscal cuja função de ambos é controlar da carga tributária que é passada ao Estado. Portanto, a NÃO emissão da nota fiscal pelas pedageiras poderá levar à desconfiança de que há sonegação grossa nesse negócio.

O Dr. Mauro Ricardo Costa, como funcionário da Receita Federal, cedido para exercer a função de secretário de Estado da Fazenda, pode estar “prevaricando” se continuar exigindo a nota fiscal dos pequenos comerciantes ao mesmo tempo em que “afrouxa o sutiã” para as concessionárias de pedágio.

A polêmica surgiu devido ao vídeo publicado nas redes sociais, repercutido aqui no Blog do Esmael, em que o usuário exige a nota fiscal na praça de pedágio.

Segundo o senador Roberto Requião (PMDB), o vídeo viralizado na internet foi filmado pelo líder do governo Beto Richa (PSDB) na Assembleia, Luiz Cláudio Romanelli (PMDB), o mais famoso “fura-pedágio” do Paraná.

O Blog do Esmael mostrou ontem (2) que a cidade do Rio de Janeiro, por lei, obriga as pedageiras de fornecer o cupom fiscal desde março deste ano.

Assista ao vídeo:

A seguir, leia a íntegra da ‘Instrução Normativa da Receita Federal do Brasil’ sobre a obrigatoriedade da emissão de nota fiscal pelas concessionárias de pedágio: Leia mais

28 de agosto de 2015
por Esmael Morais
24 Comentários

CPMF teria coibido movimentações suspeitas da Lava Jato

moro_cmpf_youssefEm 2007, o Congresso Nacional extinguiu a CPMF (Contribuição Provisória Sobre Movimentação Financeira) — o popularmente conhecido “imposto do cheque”. Do dia para noite, o Sistema Único de Saúde (SUS) deixou de receber cerca de R$ 80 bilhões anuais em valores atualizados.

A alíquota de 0,38% foi defenestrada porque possibilitava o controle da circulação de grandes somas de dinheiro, geralmente sonegados, por meio do Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras).

A roubalheira que hoje é investigada pela Lava Jato poderia ter sido combatida na origem se a CPMF ainda existisse. Portanto, os que são contra o “imposto do cheque” é porque temem a Receita Federal e praticam a sonegação.

Na época, o Coaf exigia que se informasse ao governo as movimentações de pessoas físicas e jurídicas que ultrapassarem o volume de R$ 5 mil e R$ 10 mil por semestre. Era um horror para os sonegadores contumazes.

A volta da CMPF sob o rótulo de “Contribuição Intefederativa da Saúde (CIS)” seria uma bênção para a saúde pública e um reforço no combate à corrupção e facilitaria operações como a Lava Jato.

Seja bem-vinda, CIS. Os larápios que entrem debaixo da cama!
Leia mais

15 de abril de 2015
por Esmael Morais
33 Comentários

Prisão de Vaccari criminaliza o PT e todos os partidos políticos do país

alckmin_vaccari_aecioDiferente do que imagina o mais desavisado, a prisão de João Vaccari Neto, tesoureiro nacional do PT, na manhã desta quarta (15), não é apenas mais um capítulo da luta contra o partido de Lula e da presidenta Dilma. Pelo contrário. Trata-se de mais um passo rumo à criminalização da política como um todo. Em perspectiva, atinge todas as legendas de todos os matizes ideológicas.

Para a distinta massa, até mesmo aquela que foi à rua pelo impeachment de Dilma e gritou fora o PT, nenhum dos partidos políticos que aí estão não prestam. É dessa ojeriza alimentada pela velha mídia e udenistas de plantão, loucos por holofotes, que nascem o fascista, o aventureiro, disposto a liderar um Estado de exceção.

A despolitização da sociedade é terreno fértil para gestar o autoritarismo. Portanto, os antipetistas cavam a própria cova da democracia.

Vaccari, culpado, tem que pagar pelo erro, mas soa estranho que somente dirigentes petistas tenham caído no xilindró. Parece coisa sob encomenda. Até o santo desconfia dessa seletividade. Nenhum político do PSDB, embora haja evidências de que vários tenham cometido “crimes” mais cabeludos que o tesoureiro do PT.

Só para ficar em alguns exemplos, a Operação Zelote, que investiga fraude de R$ 19 bilhões na Receita Federal, e o escândalo SwissLeaks-HSBC, são maiores que a Lava Jato. Nessas duas maracutaias têm os barões da mídia envolvidos, por isso não vêm à tona.

Sem falar na picaretagem do trensalão, envolvendo o metrô do governo tucano de São Paulo, e na lista de Furnas, que tem o senador Aécio Neves (MG) como principal protagonista.

O tesoureiro do PT preso será encaminhado ainda hoje para a carceragem da PF em Curitiba.
Leia mais

30 de setembro de 2014
por Esmael Morais
17 Comentários

àlvaro tenta censurar Gomyde, mas perde outra vez na Justiça

O senador àlvaro Dias, do PSDB, que defende a continuidade na cadeira, mais uma vez, não conseguiu censurar o programa de TV do desafiante Ricardo Gomyde, do PCdoB, no programa eleitoral gratuito. Pelo menos nos tribunais, o comunista tem dado trabalho ao tucano.

O juiz Leonardo Castanho Mendes, do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE), nesta terça-feira (30), negou liminar concedendo direito de resposta ao veterano parlamentar.

Gomyde levou à  telinha denúncia de que àlvaro teria sido flagrado pela Receita Federal por não declarar aplicações financeiras de R$ 6 milhões e que teria requerido R$ 1,6 milhão relativos à  aposentadoria de ex-governador.

Assista ao vídeo:

“A prova não era difícil, bastava ao representante trazer cópia de sua declaração de renda. Comprovaria, sem margem para dúvida, a declaração de referido numerário e demonstraria se tratar de afirmação inverídica”, diz o despacho do magistrado, ao negar liminar ao senador do PSDB.

O comunista aproveitou a decisão judicial para cutucar mais uma vez o “pai” do cachorrinho Bichon Frisé Hugo Henrique: “Por que não mostra a declaração de renda?”.

A seguir, leia a íntegra da decisão da Justiça Eleitoral:

Despacho

Decisão Liminar em 30/09/2014 – RP N!º 335225 DR!º LEONARDO CASTANHO MENDES

REPRESENTAà‡àƒO 3352-25.2014.6.16.0200

Procedência : Curitiba

Representante : àlvaro Fernandes Dias

Advogados : Paulo Roberto Gôngora Ferraz e outros

Representado : Coligação “Paraná olhando pra frente”

Representado : Ricardo Crachineski

Representado : José Elizeu Chociai

Representado : Paulo Edson Pratinha Alves

DECISàƒO LIMINAR

1. Trata-se de pedido de direito de resposta apresentado por àlvaro Fernandes Dias em face de Ricardo Crachineski, José Elizeu Chociai e Paulo Edson Pratinha Alves, em razão do programa veiculado no horário eleitoral gratuito, bloco noturno, do dia 29/09/2014.

Sustenta o representante que o direito de resposta é devido porque no programa impugnado houve veiculação de duas informações sabidamente inverídicas: que teria sido “pego” pela Receita Federal por não declarar aplicações financeiras no importe de R$ 6 milhões e que teria requerido 1 milhão e 600 mil reais relativos à  apostaria de ex-governador.

Afirma que as afirmações são inverídicas, o que se verifica da própria matéria que fundamentou a propaganda, que na verdade trata da declaração feita pelo representante em sede de prestação de contas perante a Justiça Eleitoral e não perante a Receita Federal, e pelas notícias publicadas pela Folha de São Paulo e pela Gazeta do Povo, que demonstram ser ele o único ex-governador que não recebe aposentadoria no estado do Paraná.

Sob o argumento de que com o processamento da representação há o receio de ineficácia do provimento final da demanda, eis que o período de propaganda eleitoral chega ao fim, requerem a concessão do direito de resposta, nos moldes apresentados, em medida liminar. Alternativamente requer a diminuição dos prazos de processamento da demanda, de modo a possibilitar a prolação da sentença em tempo hábil para o cumprimento da decisão.

à‰ o relatório. Decido.

A concessão de antecipação de tutela está condicionada à  demonstração de dois requisitos, quais sejam a verossimilhança do direito alegado e o pericu Leia mais