Lula: ‘Renda dos brasileiros no primeiro trimestre de 2022 é a pior em dez anos’

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) formou convicção que vai derrotar Jair Bolsonaro (PL) devido à crise na economia, que corrói o poder de compra dos salários dos trabalhadores brasileiros. Segundo o petista, citando órgãos de pesquisa, a renda dos brasileiros no primeiro trimestre de 2022 é a pior em dez anos. Um … Read more

Senado derruba minirreforma trabalhista de Bolsonaro que semiescravizava a juventude

O Senado rejeitou o projeto do presidente Jair Bolsonaro que criava o Novo Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda. O PLV 17/2021 previa redução de jornadas e salários e suspensão de contrato de trabalho durante a pandemia. Será arquivado. O texto rejeitado saiu da Câmara com o rótulo de Medida Provisória 1045 … Read more

Pesquisa revela que Bolsonaro já é coisa do passado: 64% rejeitam o presidente

Os brasileiros já miram o futuro, em 2022, sem a presença do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). É o que diz a pesquisa do DataPoder 360 divulgada nesta quinta-feira (19/08). Segundo o levantamento, 64% rejeitam o mandatário ante 58% no começo deste mês. A sondagem realizada entre segunda-feira (16/08) e quarta (18/08), aponta de 31% … Read more

Acabar com a fome é tarefa e decisão de toda a sociedade, por Romanelli

O deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB-PR) afirma que retomar programas que já deram certo, sem ideologizar a questão da fome, é o caminho para diminuir as desigualdades, combater a miséria e a pobreza. Acabar com a fome é tarefa e decisão de toda a sociedade “A fome não é só uma tragédia, é uma vergonha … Read more

PT publica vídeo em defesa da família, da renda e do emprego; confira

A presidenta nacional do PT, Gleisi Hoffmann, publicou em suas redes sociais a nova campanha do partido em defesa da família. “Quem defende a família é o PT!”, diz a dirigente petista, sem titubear. Segundo Gleisi, que é deputada federal pelo Paraná, a prova de que é o PT quem defende a família seria a … Read more

Guedes e Bolsonaro transformam o Real na pior moeda do mundo. Parabéns!

O presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Economia, Paulo Guedes, conseguiram transformar o Real na pior moeda do mundo. Eles conseguiram desvalorizar o dinheiro brasileiro, durante este ano, 40,11% frente ao dólar americano. Em segundo lugar, com 29,80% de desvalorização está a lira turca. Se houvesse uma política de desenvolvimento no Brasil, calcada no … Read more

PT propõe geração de emprego e distribuição de renda para reconstruir o Brasil

O PT lançou nesta segunda-feira (21) medidas em defesa do trabalho e política de distribuição de renda. Entre propostas emergenciais apresentadas pelo partido, a extensão do auxílio emergencial de R$ 600 enquanto durar a pandemia, mais frentes de emprego e uma política de revalorização do salário mínimo, além do Programa Mais Bolsa Família. O PT … Read more

Auxílio emergencial ou fundo de reeleição para Bolsonaro?

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e o ministro da Economia, Paulo Guedes, parecem que descobriram a fórmula para agradar os barões da velha mídia, os banqueiros e ainda garantir a reeleição de 2022. Tudo isso financiado pelos setores médios da sociedade, que tendem a empobrecer mais nos próximos dois anos. A concertação da casa … Read more

Sob Bolsonaro, mais 170 mil brasileiros entraram para a pobreza extrema em 2019

Enquanto a mídia brasileira faz um debate de “comadres” com o presidente Jair Bolsonaro, discutindo perfumaria e afins, a imprensa estrangeira coloca o guizo no gato: mais 170 mil brasileiros entraram para a pobreza extrema em 2019, no primeiro ano do governo de direita-militar. Segundo a agência de notícias alemã Deutsche Welle, o grupo de … Read more

Taxa Selic cai para 3%. E daí?

O Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) baixou a taxa básica de juros da economia brasileira de 3,75% para 3% ao ano. A decisão foi unanime nesta quarta-feira (6). Mas, e daí? Daí, nada. Pouco impacta a redução da taxa Selic se não há investimentos públicos para estimular a produção, o consumo e … Read more

43% dos consumidores dizem que seu poder de compra diminuiu, revela pesquisa SCPC

A Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), criada há 64 anos, afirma em pesquisa que 43% dos consumidores disseram que seu poder de compra e de pagamento das contas diminuíram em relação ao ano passado. Esse levantamento do SCPC é flagrantemente contraditório com a euforia da Rede Globo, que, em seus telejornais, … Read more

Selic baixou, mas consumidor paga juros de 305% no cheque especial

A Globo e o governo soltam foguetes com a redução da taxa Selic de 5% para 4,5%, o menor índice histórico. Porém, segundo dados do próprio Banco Central, as taxas de juros para o consumidor continuam escandalosas (para não dizer criminosas). A média anual da taxa de juros no cheque especial vai fechar na casa … Read more

Romanelli: Os 13 anos do Salário Mínimo Regional do Paraná

O deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) recorda os 13 anos do Salário Mínimo Regional do Paraná, implantado no governo de Roberto Requião (MDB) em 2006. “Participei da histórica reunião promovida pelo governador Requião, quando em conjunto com os sindicatos, foi decidida a implantação do piso regional no Paraná”, testemunha o parlamentar socialista. Romanelli relata ainda … Read more

Gleisi Hoffmann: Por que o Brasil não cresce

A presidenta nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann (PR), prevê aumento da tragédia econômica diante da incompetência do governo Jair Bolsonaro (PSL). “Sem renda popular não há, nem haverá crescimento”, ensina a petista. POR QUE O BRASIL NÃO CRESCE Gleisi Hoffmann* O mercado financeiro, com apoio da grande imprensa, já refaz a expectativa de retomada … Read more

Renda dos brasileiros recua após o golpe de 2016, e o país é o 9° mais desigual

A ONG Oxfam Brasil divulgou nesta segunda-feira (26) o relatório “País estagnado: um retrato das desigualdades brasileiras – 2018”. O levantamento aponta que em 2016 e 2017 a redução da desigualdade interrompida pela primeira vez nos últimos 15 anos. A recessão fez com que o Brasil caísse da posição de 10º para 9º país mais … Read more

Gleisi: “Nós avisamos que a desigualdade iria aumentar no Brasil”

A presidenta nacional do PT, Gleisi Hoffmann, lamentou nesta segunda-feira (26) o aumento da desigualdade de renda após 15 anos de recuos. O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) deverá lançar no ano que vem o programa Mais Pobres, que visa a concentração de renda entre os mais ricos. “Avisamos que isso iria acontecer. Num país … Read more

Políticas de emprego e renda sob ataque de Bolsonaro

O deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) afirma que nem os regimes mais autoritários de outrora ousaram extinguir o Ministério do Trabalho. Ele escreve ainda que Bolsonaro pode violar tratados internacionais, como aquele visando o fim do trabalho escravo. LEIA TAMBÉM Bolsonaro vai aumentar trabalho escravo no Brasil, denunciam órgãos Políticas de emprego e renda sob … Read more

Fiep pedem fim da aposentadoria no mesmo dia de paralisação contra reforma da previdência

O presidente da Federação das Indústrias do Paraná (Fiep), Edson Campagnolo, defende o fim da aposentadoria para os trabalhadores. A posição do dirigente foi explicitada no mesmo dia em que houve uma paralisação nacional, inclusive em Curitiba, contra a reforma da previdência. “O déficit da previdência é hoje uma das principais causas do desequilíbrio das … Read more

Emprego, trabalho e renda, é isso que o povo precisa

O deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB), líder do governo na Assembleia, aponta o Paraná como “locomotiva” da região Sul na geração de novos empregos com carteira assinada nos primeiro cinco meses de 2017. Romanelli, em sua coluna desta segunda-feira (26), também observa a política, que, na opinião dele, tem “a situação é gravíssima, com o … Read more

Gleisi Hoffmann: Compromisso com o Brasil e com o povo brasileiro

A senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) afirma em sua coluna desta segunda-feira (24) que o golpe está servindo para vender e destruir o Brasil. No entanto, frisa ela, Lula e PT são as saídas democráticas para a crise, de acordo com pesquisa do Vox Populi. A colunista também critica a Lava Jato, que, segundo ela, está mais preocupada em fazer a opinião pública condenar o partido e o ex-presidente do que buscar a verdade dos fatos. É nesse contexto que Gleisi convoca para hoje, das 10h às 19h30, em Brasília, um seminário com a presença de Lula, visando discutir medidas emergenciais para recuperar a economia, o emprego e a renda do povo brasileiro.

Read more

Coluna da Gleisi Hoffmann: “Andar de cima” tem de dar contribuição ao ajuste

bancos
Em sua coluna desta segunda-feira, a senadora Gleisi Hoffmann fala sobre o lucro dos bancos e sobre a necessidade das instituições financeiras contribuírem mais com o ajuste fiscal para o país superar a crise econômica.  A senadora do PT defende a aprovação da Medida Provisória que aumenta o imposto sobre o lucro dos bancos de 15% para 20%. Leia, ouça, comente e compartilhe.

Gleisi Hoffmann*

Download

Apesar dos nossos avanços sociais nos últimos anos, que não são poucos, o Brasil ainda é um dos países que apresenta a maior diferença de renda entre os mais ricos e os mais pobres. Uma das causas principais desse resultado é a baixa tributação da parte mais rica da população, que vive da renda do capital (juros, lucros, dividendos) e não da renda do trabalho. Esta é mais tributada no nosso país.

Essa situação nada tem a ver com questões meramente econômicas, mas sim com decisões políticas tomadas ao longo da nossa história. Como diz Thomas Piketti em seu Capital no século XXI “A história das desigualdades é moldada pela forma como os atores políticos, sociais e econômicos, enxergam o que é justo e o que não é… Ou seja, ela é fruto da combinação de forças de todos os atores envolvidos”.

Temos a chance, agora, de começar a mudar essa situação. Nessa semana discutiremos, no Congresso, a Medida Provisória que aumenta o imposto sobre o lucro dos bancos. Enviada pela presidenta Dilma, a MP propõe aumentar a Contribuição Social sobre o Lucro Líquido dos bancos de 15% para 20%. Faz parte do pacote de ajuste fiscal, e visa buscar a contribuição do “andar de cima” para enfrentarmos a crise.

Como relatora da Medida, apresentei duas grandes mudanças ao texto. Passo a CSLL dos bancos para 23%, baixando para 17% para as cooperativas de crédito, e proponho a redução gradual, para o fim em três anos, do chamado Juros sobre Capital Próprio, uma espécie de benefício tributário para reduzir o Imposto de Renda das grandes empresas no Brasil. Uma jabuticaba tributária que só existe aqui.

Os bancos tiveram, no primeiro trimestre deste ano, lucros elevados, apesar das dificuldades econômicas por que passa o país. Obviamente que a absurda taxa de juros básica de 14,25% contribuiu para isso. Nada mais justo que com esta lucratividade deem uma contribuição maior para a sociedade brasileira.

Read more

Coluna da Gleisi Hoffmann: Dilma, entre o ódio e a história (ouça o áudio)

Gleisi Hoffmann, em sua coluna desta segunda-feira (10), afirma que o “azedume” político contra Dilma Rousseff teve início com a “faxina” no início do governo; colunista testemunha que a presidenta “não dá tapinhas nas costas” e que ataques para desconstruir a imagem de Dilma ocorrem em conluio entre os meios de comunicação e o sistema financeiro; ele denuncia “a forma como tratam a presidenta, de maneira desrespeitosa, desqualificadora, covarde, com ódio”; “A nuvem de desinformação e ódio impede que a maioria veja seus feitos pelo Brasil, mas a história com certeza registrará os acertos de suas decisões sem a pressão do momento, sem a emoção que cega. Estamos com você presidenta!”, declara a senadora paranaense; abaixo, leia o texto, ouça o áudio e compartilhe.
Gleisi Hoffmann, em sua coluna desta segunda-feira (10), afirma que o “azedume” político contra Dilma Rousseff teve início com a “faxina” no início do governo; colunista testemunha que a presidenta “não dá tapinhas nas costas” e que ataques para desconstruir a imagem de Dilma ocorrem em conluio entre os meios de comunicação e o sistema financeiro; ele denuncia “a forma como tratam a presidenta, de maneira desrespeitosa, desqualificadora, covarde, com ódio”; “A nuvem de desinformação e ódio impede que a maioria veja seus feitos pelo Brasil, mas a história com certeza registrará os acertos de suas decisões sem a pressão do momento, sem a emoção que cega. Estamos com você presidenta!”, declara a senadora paranaense; abaixo, leia o texto, ouça o áudio e compartilhe.
Download

Gleisi Hoffmann*

Trabalhei com a presidenta. Convivi com ela. Privei de sua confiança e intimidade. Ela é uma pessoa de relacionamento difícil. Dura, exigente, cobra dos outros o que cobra dela mesma: rigor na formulação e execução de programas e ações. Não tem meio termo. Nem tampouco media relações. Cobra resultados com severidade. Mas poucas vezes estive junto a uma pessoa com tão grande espírito público. Séria, trabalhadora, comprometida com o Brasil e com seu povo.

Por isso não consigo entender o ódio disseminado contra ela. Sua baixa aprovação popular não tem razão compreensível para mim, a não ser por seu péssimo relacionamento pessoal com o mundo da política, reforçado por medidas que desagradaram a setores com grande poder econômico, mas necessárias à melhoria do desenvolvimento do Brasil.

Vivemos em um país onde as relações pessoais e afetivas têm grande importância nas decisões políticas e econômicas. Aliás, o Ministério de Comércio e Investimento do Reino Unido, em sua página na internet, considera que isso é um desafio para a realização de negócios no Brasil. Fato recentemente divulgado por causa de uma questão na prova do concurso do Itamaraty.

Read more

Ministro Afif Domingos apresenta em Curitiba, nesta tarde, proposta de mudança no Supersimples

arruda_afifO ministro da Secretaria da Micro e Pequena Empresa, Guilherme Afif Domingos, participa de um seminário em Curitiba, a partir das 14h, visando um plano especial para reduzir a carga horária na indústria e frear o aumento das demissões.O evento será realizado no Sebrae (Serviço de Apoio à Pequena Empresa no Paraná), na Rua Caeté, 150, bairro Prado Velho.

O seminário desta tarde ocorre por iniciativa do deputado federal João Arruda (PMDB), coordenador da bancada paranaense em Brasília, que é o relator do projeto que muda o Supersimples na Câmara.

Segundo Arruda, os pequenos negócios vêm crescendo hoje no Brasil, onde 9 milhões de micro e pequenas empresas já representam 27% do PIB nacional.

Read more

A greve continua nas universidades estaduais do Paraná

unesOs professores e servidores das universidades estaduais continuam mobilizados para mudar a proposta governamental de reajuste da data-base. As assembleias da categoria realizadas nos últimos indicam a manutenção da greve, pelo menos até a semana que vem. Os dirigentes sindicais estão em Curitiba visitando os deputados, tentando emplacar um substitutivo que atenda ao índice de 8,17% já, retroativo a maio.

A professora da UEM, Marta Bellini, dirigente do Sesduem, seção do Andes, que é o sindicato nacional dos docentes do ensino superior, revelou ao Blog do Esmael que os professores universitários ficaram muito decepcionados com a decisão da assembleia da APP de suspender a greve, e se sentem isolados, mas não vão desistir da sua luta por um reajuste digno na data-base.

Ela afirmou inclusive que os professores universitários não puderam participar das negociações, foram simplesmente excluídos da mesa com o líder do governo na assembleia, deputado Cláudio Romanelli (PMDB); e que o secretário de Ciência e Tecnologia, João Carlos Gomes, também não negocia nada, mas ameaça os professores com punições, ignorando que as universidades têm autonomia.

Read more

“Universidades estaduais geram lucros e não custos para o Paraná”, prova a Beto Richa doutora da Unioeste

Segundo trabalho inédito de professores das Universidades estaduais do Paraná, com participação da professora Mirian Schneider, um emprego em educação pública gera um efeito multiplicador do emprego de 2,34 e da renda 2,53. Isso significa renda, consumo e arrecadação!. A catedrática denuncia tentativa do governo Beto Richa (PSDB) de transferir fundos da educação pública para o setor privado, a exemplo do que ocorreu na fracassado episódio do confisco pelo tucano de R$ 8 bilhões do fundo da Paranáprevidência.
Segundo trabalho inédito de professores das Universidades estaduais do Paraná, com participação da professora Mirian Schneider, um emprego em educação pública gera um efeito multiplicador do emprego de 2,34 e da renda 2,53. Isso significa renda, consumo e arrecadação!. A catedrática denuncia tentativa do governo Beto Richa (PSDB) de transferir fundos da educação pública para o setor privado, a exemplo do que ocorreu na fracassado episódio do confisco pelo tucano de R$ 8 bilhões do fundo da Paranáprevidência.

Nós não somos um custo, nós geramos lucros e arrecadação para o Estado!!. Essa é a afirmação da professora Mirian Beatriz Schneider, doutora do colegiado de Economia da Unioeste, Campus de Toledo. Entre os anos de 2012 e 2014, ela foi a coordenadora local de um grande projeto de pesquisa que estudou o “Impacto das Universidades Estaduais no Desenvolvimento Regional do Estado do Paraná”.

Esse trabalho foi a pedido da Secretaria de Ciência e Tecnologia e da Fundação Araucária, que contou com a participação de professores de todas as universidades estaduais do Paraná. A professora destaca ainda que essa pesquisa tem como fundamento inicial um estudo parecido conduzido pela OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico), em relação ao mundo, e que o projeto pretendeu replicar no Paraná. Dois livros onde são apresentados os resultados dessa vasta pesquisa estão no prelo e em breve estarão disponíveis para a coletividade.

Mirian aponta alguns dados interessantes e em função deles questiona o abandono em que se encontram as universidades: O Estado está deixando de arrecadar muito ao não investir nas estaduais! A educação pública está entre os cinco setores da economia que mais geram renda e, portanto, arrecadação no Paraná!, afirmou.

Read more

Cadê a crise? Desemprego cai e renda sobe em outubro

ibge.jpg

A Pesquisa Mensal de Emprego divulgada hoje (19) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) indica que a taxa de desocupação segue em queda desde agosto. O número de trabalhadores com carteira assinada permanece estável, mas a massa de rendimento dos trabalhadores subiu mais de 3% no último mês.

Os dados contrariam as previsões pessimistas da oposição e da mídia, que insistem num ambiente de crise para desestabilizar o governo. O pessimismo e o catastrofismo foram a tônica da disputa presidencial encerrada no final de outubro, mas os números provam que o discurso da oposição não condiz com a realidade.

A taxa de desocupação em outubro foi estimada em 4,7%, apresentando! uma pequena queda! frente a setembro (4,9%). No confronto com outubro de 2013 (5,2%), a taxa caiu 0,5 ponto percentual. A população desocupada (1,1 milhão de pessoas) ficou estável frente a setembro e caiu 10,1% em relação a outubro de 2013.

Read more

àlvaro tenta censurar Gomyde, mas perde outra vez na Justiça

Gomyde levou à  telinha denúncia de que àlvaro teria sido flagrado pela Receita Federal por não declarar aplicações financeiras de R$ 6 milhões e que teria requerido R$ 1,6 milhão relativos à  aposentadoria de ex-governador. "A prova não era difícil, bastava ao representante trazer cópia de sua declaração de renda!, afirmou o juiz Leonardo Castanho Mendes, do TRE, em despacho negando direito de resposta ao tucano; candidato do PCdoB aproveitou a decisão judicial para cutucar mais uma vez o "pai" do cachorrinho
Gomyde levou à  telinha denúncia de que àlvaro teria sido flagrado pela Receita Federal por não declarar aplicações financeiras de R$ 6 milhões e que teria requerido R$ 1,6 milhão relativos à  aposentadoria de ex-governador. “A prova não era difícil, bastava ao representante trazer cópia de sua declaração de renda!, afirmou o juiz Leonardo Castanho Mendes, do TRE, em despacho negando direito de resposta ao tucano; candidato do PCdoB aproveitou a decisão judicial para cutucar mais uma vez o “pai” do cachorrinho “Bichon Frisé” Hugo Henrique: “Por que não mostra a declaração de renda?”.
O senador àlvaro Dias, do PSDB, que defende a continuidade na cadeira, mais uma vez, não conseguiu censurar o programa de TV do desafiante Ricardo Gomyde, do PCdoB, no programa eleitoral gratuito. Pelo menos nos tribunais, o comunista tem dado trabalho ao tucano.

O juiz Leonardo Castanho Mendes, do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE), nesta terça-feira (30), negou liminar concedendo direito de resposta ao veterano parlamentar.

Gomyde levou à  telinha denúncia de que àlvaro teria sido flagrado pela Receita Federal por não declarar aplicações financeiras de R$ 6 milhões e que teria requerido R$ 1,6 milhão relativos à  aposentadoria de ex-governador.

Assista ao vídeo:

“A prova não era difícil, bastava ao representante trazer cópia de sua declaração de renda. Comprovaria, sem margem para dúvida, a declaração de referido numerário e demonstraria se tratar de afirmação inverídica”, diz o despacho do magistrado, ao negar liminar ao senador do PSDB.

O comunista aproveitou a decisão judicial para cutucar mais uma vez o “pai” do cachorrinho Bichon Frisé Hugo Henrique: “Por que não mostra a declaração de renda?”.

A seguir, leia a íntegra da decisão da Justiça Eleitoral:

Read more

Coluna do Enio Verri: Brasil não é mais o país frágil e dependente de antigamente!

Enio Verri* A Pesquisa Nacional de Amostras por Domicílio (PNAD) 2013, divulgada na semana passada e realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), revelou o que os brasileiros já sabiam. O Brasil continua melhorando a cada dia mais. Diferente do que alguns meios de comunicações e presidenciáveis que defendem a revisão dos direitos … Read more