16 de Março de 2018
por esmael
Comentários desativados em Se Sérgio Moro fugir do país, lava jato será anulada

Se Sérgio Moro fugir do país, lava jato será anulada

O mundo político suspeita que o juiz Sérgio Moro, da lava jato, planeja fugir do país, caso consiga prender Lula e tirá-lo da disputa presidente de outubro. O magistrado já pediu exoneração do cargo de professor da Universidade Federal do Paraná, conforme divulgou ontem (15) com exclusividade o Blog do Esmael. Leia mais

20 de Fevereiro de 2018
por esmael
Comentários desativados em Ditadura anima Deltan Dallagnol: ‘Buscas e prisões também no Congresso Nacional’

Ditadura anima Deltan Dallagnol: ‘Buscas e prisões também no Congresso Nacional’

O procurador Deltan Dallagnol, da lava jato, sugeriu nesta terça (20) que os mandados de busca e prisões nas favelas do Rio também valham para o Congresso Nacional. Leia mais

27 de junho de 2016
por esmael
10 Comentários

Em nota pública, Instituto vê ilegalidade na prisão do advogado Guilherme Gonçalves

iprade_guilherme_goncalvesO Instituto Paranaense de Direito Eleitoral (Iprade) divulgou nota pública, nesta segunda-feira (27), na qual diz “entender como ilegal e abusivo o decreto prisional em face do advogado paranaense Guilherme Gonçalves“. Abaixo, leia a íntegra do documento:

11 de Maio de 2016
por esmael
6 Comentários

Renan reconhece ilegalidade em votação da Câmara e exclui orientação de bancada no Senado

renan_cunha_golpeSemana passada o Blog do Esmael registrou que o deputado Paulo Teixeira (PT-SP) entrara com o 1º pedido de anulação do golpe no Supremo. Ele alegava que houve vício na votação na Câmara, pois, contrariando a lei do impeachment de 1950, o então presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), permitiu a orientação partidária e das bancadas.

Pois bem, o Senado anunciou que não será permitida orientação da bancada pelos líderes e também não serão permitidos apartes na votação desta quarta-feira 11. Essa decisão é um reconhecimento público do presidente Renan Calheiros (PMDB-AL) do vício de origem e da ilegalidade no processo de afastamento da presidente Dilma Rousseff.