29 de janeiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Beto Richa segue preso, mas STJ manda soltar seu ex-chefe de gabinete

Beto Richa segue preso, mas STJ manda soltar seu ex-chefe de gabinete

O jornalista Deonilson Roldo, ex-chefe de gabinete do ex-governador Beto Richa (PSDB), obteve nesta terça (29) decisão favorável à soltura do ministro João Otávio de Noronha, do Superior Tribunal de Justiça (STJ). No entanto, o ex-chefe tucano continua preso. ... 

Leia mais

28 de janeiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em PGR denuncia Lúcio Vieira Lima por suposto recebimento de R$ 1,5 milhões da Odebrecht

PGR denuncia Lúcio Vieira Lima por suposto recebimento de R$ 1,5 milhões da Odebrecht

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, denunciou nesta segunda-feira (28) o deputado federal Lúcio Vieira Lima (MDB-BA) ao Supremo Tribunal Federal (STF) pelo crime de corrupção passiva em um desdobramento da Operação Lava Jato. ... 

Leia mais

27 de setembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Requião: Judiciário concedia aumentos generosos para o pedágio no Paraná

Requião: Judiciário concedia aumentos generosos para o pedágio no Paraná

O senador Roberto Requião (MDB-PR), autor da célebre frase ‘ou o pedágio baixa ou o pedágio acaba’ em 2006, afirma que o judiciário tem sua cota de responsabilidade nas barbaridades do pedágio no Paraná.

“Governador não concedi aumento algum ao abusivo pedágio do Paraná. Todos aumentos tarifários ocorridos foram concedidos pelo judiciário, em contrariedade ao nosso governo”, disse Requião, que, ao longo de dois governos promoveu mais de 42 ações contra as pedageiras.

LEIA TAMBÉM

Ex-vice de Beto Richa, Flávio Arns, candidato ao Senado, pode ser beneficiado pela lava jato ... 

Leia mais

13 de setembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Raquel Dodge vai denunciar Michel Temer? Duvideodó

Raquel Dodge vai denunciar Michel Temer? Duvideodó

A Procuradora-Geral da República, Raquel Dodge, deve o cargo a Michel Temer que a nomeou. Ele perdeu a eleição entre os procuradores para Nicolao Dino há um ano, mas o Tinhoso do Jaburu ignorou a listra tríplice e escolheu a atual chefe do MPF.

Feito este recorte, duvideodó que a PGR irá denunciar Michel Temer e seus ministros Eliseu Padilha e Moreira Franco no inquérito sobre propinas de R$ 10 milhões da Odebrecht para o núcleo emedebista.

Entretanto, o ministro do STF Edson Fachin deu 15 dias para a manifestação de Dodge acerca do relatório da Polícia Federal (PF).

“Tendo em vista que foi acostado aos autos o relatório conclusivo da autoridade policial dê-se vista dos autos à Procuradoria-Geral da República, para que se manifeste no prazo de 15 dias”, decidiu o ministro.

O caso envolve o suposto favorecimento da empresa Odebrecht durante o período em que Padilha e Moreira Franco foram ministros da Secretaria da Aviação Civil, entre os anos de 2013 e 2015. Na época, Temer era vice-presidente da República.

De acordo com a Constituição, o presidente não pode ser responsabilizado por atos fora do mandato. O inquérito trata de fatos investigados quando Temer era vice-presidente.

Com informações da

Agência Brasil ... 

Leia mais

11 de setembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Lava jato “pega” suplente de Alvaro Dias

Lava jato “pega” suplente de Alvaro Dias

O bilionário Joel Malucelli, suplente de senador do presidenciável Alvaro Dias (Podemos), também teve a

prisão decretada ... 

Leia mais

11 de setembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Beto Richa e os presos pela lava jato; veja a lista

Beto Richa e os presos pela lava jato; veja a lista

A Operação Piloto, na 53ª fase da lava jato, prendeu hoje (11) o ex-governador Beto Richa (PSDB) e seu núcleo político que era formado pela esposa, o irmão, o primo e dois braços direitos.

“Piloto” era o codinome de Beto Richa na lista de propina da Odebrecht, segundo a Polícia Federal.

Segundo informações preliminares, Richa será encaminhado à Superintendência da Polícia Federal de Curitiba onde é mantido preso político o ex-presidente Lula.

Na manhã desta terça, na capital paranaense, houve duas operações simultâneas: 1- da PF que investiga propina em obras da PR-323 envolvendo a Odebrecht; e 2- da GAECO que investiga desvios no programa “Patrulha do Campo”.

Abaixo, veja a lista dos presos:

Beto Richa – ex-governador do Paraná
Fernanda Richa – esposa de Beto Richa e ex-secretária da Família e Desenvolvimento Social
Deonilson Roldo – ex-chefe de gabinete do ex-governador
Pepe Richa – irmão de Beto Richa e ex-secretario de Infraestrutura
Ezequias Moreira – ex-secretário de cerimonial de Beto Richa
Luiz Abib Antoun – parente do ex-governador. Ele foi preso em Londrina, no norte do Paraná. Leia mais

5 de setembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Moro transforma em réus da lava jato homens de confiança de Richa

Moro transforma em réus da lava jato homens de confiança de Richa

O ex-chefe de gabinete do ex-governador Beto Richa (PSDB), Deonilson Roldo, e o empresário Jorge Theodócio Atherino, figuram entre os réus da lava jato.

Embora o ex-governador ainda seja investigado pela Justiça Eleitoral — e não na condição réu na lava jato — a aceitação da denúncia contra seu braço-direito [Deonilson Roldo] pode impactar na candidatura de Richa ao Senado.

LEIA TAMBÉM

Beto Richa manobra para não ir para a cadeia, diz Globo ... 

Leia mais

1 de agosto de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Beto Richa manobra para não ir para a cadeia, diz Globo

Beto Richa manobra para não ir para a cadeia, diz Globo

Até a Globo ficou “perplexa” com as manobras do ex-governador Beto Richa (PSDB), do Paraná, para escapar da cadeia.

A polêmica veio à tona depois que o desembargador Fernando Wowk Penteado, do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR), determinou que o inquérito contra o tucano sai da Vara do juiz federal Sérgio Moro e tramite na Justiça Eleitoral.

“Se o processo for só eleitoral, Beto Richa vai responder por caixa dois, que dificilmente manda alguém para a cadeia. Agora se o crime for de corrupção o ex-governador poderá até ser preso”, explicou o repórter Wilson Kirsche numa transmissão ao vivo, na noite desta terça (31), para o Jornal da Globo.

O ex-governador é acusado de favorecer a Odebrecht na licitação da PR-323 em troca de propina de R$ 2,5 milhões para a campanha de reeleição de 2014.

O repórter Wilson Kirsche ainda revelou, citando como fonte o site O Antagonista, que a filha do desembargador, Camilia Penteado, é filiada no PSDB desde 2003 e ocupa cargo comissionado do governo do Paraná cujos vencimentos ultrapassam 7 mil reais mensais.

O processo contra Beto Richa faz vai-e-vem e passei por varas e tribunais desde abril, quando ele renunciou ao cargo de governador para concorrer ao Senado. Sem foro por prerrogativa de função, o inquérito desceu em um primeiro momento para Moro, mas em seguida o STJ determinou que fosse enviado para a Justiça Eleitoral. Em junho,

Moro recebeu de volta o caso ... 

Leia mais

29 de julho de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Beto Richa fica na Vara de Sérgio Moro, decide STJ

Beto Richa fica na Vara de Sérgio Moro, decide STJ

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) rejeitou pedido do ex-governador Beto Richa (PSDB) para sair da 13ª Vara Federal de Curitiba, cujo titular é o juiz Sérgio Moro. O tucano [Richa] queria ser julgado pela Justiça Eleitoral, mas o presidente em exercício da corte, ministro Humberto Martins, negou o recurso.

Na semana passada, o inquérito que investiga Beto Richa sobre crimes no processo de licitação na duplicação da PR-323 voltou às mãos de Moro. Em abril, o ex-governador teve a competência de seu caso penal deslocada para a esfera da Justiça Eleitoral, mas voltou à Justiça Federal Comum.

O processo que estava STJ — que é o foro dos governadores — foi inicialmente encaminhado para a 13ª Vara Federal do juiz Sérgio Moro, responsável pela lava jato na primeira instância, mas acabou deslocado para blindagem eleitoral. Era o que Richa queria manter e não conseguiu.

Beto Richa foi delatado por receber R$ 4 milhões em propina da Odebrecht, empreiteira carro-chefe da lava jato. Leia mais

21 de julho de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Richa volta para a Vara de Moro; juíza eleitoral devolve inquérito contra tucano

Richa volta para a Vara de Moro; juíza eleitoral devolve inquérito contra tucano

O ex-governador Beto Richa (PSDB) voltou a ser investigado pela 13ª Vara Federal de Curitiba, sob a jurisdição do juiz Sérgio Moro, da lava jato. Isto ocorreu porque a juíza eleitoral Mayra Rocco Stainsack devolveu o inquérito ao magistrado sobre crimes no processo de licitação na duplicação da PR-323.

Delatado por receber R$ 4 milhões em propina da Odebrecht, empreiteira carro-chefe da lava jato, Beto Richa teve seu caso penal deslocado para a esfera da Justiça Eleitoral.

O processo que estava no Superior Tribunal de Justiça (STJ) — que é o foro dos governadores — foi inicialmente encaminhado para a

13ª Vara Federal ... 

Leia mais

26 de junho de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Requião Filho: Moro só é dócil com a corrupção tucana

Requião Filho: Moro só é dócil com a corrupção tucana

O deputado Requião Filho (MDB) lamenta o dócil comportamento do juiz Sérgio Moro que encaminhou denúncias de entrega de milhões de reais ao ex-governador do Paraná, Beto Richa, para a análise da Justiça Eleitoral como “esquema de Caixa 2”.

“Prezados leitores, a coluna de hoje se presta a um desabafo, a uma constatação de que a Justiça de fato deveria ser cega, não o sendo, escancara a todos os posicionamentos pessoais de seus julgadores”, escreve Requião Filho.

Propina x Caixa 2 ... 

Leia mais

26 de junho de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em A inequívoca prova de que a lava jato é uma operação tucana

A inequívoca prova de que a lava jato é uma operação tucana

O caso do ex-governador Beto Richa (PSDB), do Paraná, é uma prova inequívoca de que corvo não come corvo nem tucano come tucano, qual seja, a lava jato é uma operação tucana.

Delatado por receber R$ 4 milhões em propina da Odebrecht, empreiteira carro-chefe da lava jato, Beto Richa teve seu caso penal deslocado para a esfera da Justiça Eleitoral. A bronca tem a ver com a duplicação da PR 323.

O processo que estava no Superior Tribunal de Justiça (STJ) — que é o foro dos governadores — foi iniciamente encaminhado para a 13ª Vara Federal do

juiz Sérgio Moro ... 

Leia mais

21 de junho de 2018
por editor
Comentários desativados em Pimenta denuncia abusos da lava jato; assista

Pimenta denuncia abusos da lava jato; assista

O líder do PT na Câmara, Deputado Paulo Pimenta, denunciou em discurso no plenário os abusos da operação lava jato. Ele acusou os agentes da operação de sequestrarem uma testemunha e seu filho pequeno. “Ela e o filho de 8 anos foram levados ao sítio de Atibaia para um interrogatório clandestino”.

LEIA TAMBÉM: Denúncia de coação de testemunhas contra Lula na lava jato ... 

Leia mais

21 de junho de 2018
por editor
Comentários desativados em Denúncia de coação de testemunhas contra Lula na lava jato

Denúncia de coação de testemunhas contra Lula na lava jato

A Polícia Federal e o Ministério Público Federal estão sendo questionados por suspeitas de coação de testemunhas para o processo contra o ex presidente Lula sobre o Sítio de Atibaia, na Operação Lava Jato. Foi o próprio Juiz Sérgio Moro que se viu forçado a questionar o MPF após testemunhas do caso afirmarem que foram “procuradas” e “abordadas” por agentes armados, sem mandados, questionando sobre as relações de Lula com o Sítio que não é dele.

Segundo

matéria do Portal UOL ... 

Leia mais

18 de junho de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em CPI da Lava Jato já causa dor de barriga na velha mídia golpista

CPI da Lava Jato já causa dor de barriga na velha mídia golpista

A iminente instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a indústria das delações premiadas, no âmbito da lava jato, já causa dor de barriga em alguns setores da velha mídia golpista.

De acordo com o autor da proposta, deputado Paulo Pimenta (PT-RS), 190 deputados assinaram o pedido de abertura da CPI — 20 assinaturas além das necessárias regimentalmente na Câmara (um terço dos 513 deputados).

Dentre os convocados a depor na CPI estariam o ex-advogado da Odebrecht Rodrigo Tacla Durán e Figueiredo Basto, um dos principais especialistas em delação que foi delatado por seus clientes.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), assumiu o compromisso de atender ao requerimento e instalar a CPI das delações.

Leia mais

15 de junho de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Tacla Duran denuncia em artigo “sumiço” de processo na lava jato

Tacla Duran denuncia em artigo “sumiço” de processo na lava jato

O ex-advogado da Odebrecht, Rodrigo Tacla Duran, em artigo no Conjur, denuncia o desaparecimento de inquérito na lava jato.

“A Polícia Federal em São Paulo informou que o enviou para Curitiba. Porém, em Curitiba, esse inquérito não existe, porque ninguém sabe dizer onde ele está. Sumiço de inquérito é algo gravíssimo”, escreve.

Tacla Duran também afirma que está sendo impedido de depor como testemunha no caso penal do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O advogado acusa ainda a lava jato de funcionar como “poder paralelo” que há quatro anos influi na condução da política e da economia do país sem ter mandato e competência para tal.

Leia a íntegra do artigo:

Há quatro anos, poder paralelo da “lava jato” influi na política e na economia do país

por Rodrigo Tacla Duran*, no

Conjur ... 

Leia mais

14 de junho de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Moro tenta conexão entre sítio de Atibaia, Petrobras e Lula

Moro tenta conexão entre sítio de Atibaia, Petrobras e Lula

Ensandecido por mais uma condenação de Lula, o juiz Sérgio Moro tenta estabelecer conexão entre o ex-presidente, o sítio de Atibaia (SP) e propinas na Petrobras.

LEIA TAMBÉM

“Moro privatizou o judiciário e socializou o dano de R$ 40 bi na Petrobras”, diz Reinaldo Azevedo ... 

Leia mais

11 de junho de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Supremo arquiva processo contra ministro tucano na lava jato

Supremo arquiva processo contra ministro tucano na lava jato

A lava jato não quer tucano no rol de investigados. Só pode. A pedido da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, o ministro Celso de Mello, do STF, determinou nesta segunda (11) arquivamento de inquérito contra o ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes (PSDB-SP), no âmbito da força-tarefa.

Aloysio Nunes era investigado em um desdobramento da operação lava jato que foi aberto em setembro de 2015, com base na delação premiada do empreiteiro Ricardo Pessoa, da UTC.

“Sendo esse o contexto, passo a examinar a proposta de arquivamento formulada pelo Ministério Público Federal. E, ao fazê-lo, tenho-a por acolhível, pois o Supremo Tribunal Federal não pode recusar pedido de arquivamento, sempre que deduzido pela própria Procuradora-Geral da República, que entendeu inocorrente, na espécie, a presença de elementos essenciais”, justificou Celso de Mello.

O ministro do PSDB ainda responde a um outro inquérito aberto a partir das delações da Odebrecht, também na lava jato.

Leia mais

4 de junho de 2018
por editor
Comentários desativados em Tacla Durán irá depor em audiência pública na Câmara nesta terça

Tacla Durán irá depor em audiência pública na Câmara nesta terça

O ex-advogado da Odebrecht, Rodrigo Tacla Durán, irá depor em audiência pública da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara nesta-terça-feira (5), às 10h. O depoimento será feito por vídeo conferência, uma vez que Durán vive na Espanha. Ele denunciou esquemas de propinas e compras de delações no âmbito da Operação Lava Jato.

A audiência foi solicitada pelo deputado Wadih Lula Damous (PT-RJ), que justificou o requerimento dizendo que o advogado possui informações relevantes sobre a Lava Jato. Durán foi arrolado como testemunha de defesa do ex-presidente Lula, mas teve o pedido negado pelo juiz Sérgio Moro.

LEIA TAMBÉM,

Gleisi Hoffmann: O submundo das delações premiadas ... 

Leia mais

1 de junho de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Sérgio Moro solta ‘propineiro’ do MDB; Lula continua preso

Sérgio Moro solta ‘propineiro’ do MDB; Lula continua preso

O juiz parcial Sérgio Moro, da lava jato, determinou nesta sexta (1º) a soltura de Mário Miranda, operador de propinas do MDB. De outro lado, mesmo sem provas, o magistrado mantém preso político Luiz Inácio Lula da Silva há 56 dias na Polícia Federal de Curitiba.

Miranda colocou à disposição da lava jato US$ 7,2 milhões repatriados da Suíça e se dispôs não sair do país. O operador confessou os crimes que cometeu e assinou termo de delação premiada.

A lava jato investiga esquema de US$ 825 milhões em contratos da Petrobras que teria beneficiado a cúpula do MDB, qual seja, Eduardo Cunha, Henrique Alves e Michel Temer.

A delação de Miranda, solto hoje, detalha como o acerto de propina foi feito no escritório de Temer em São Paulo.

Leia mais