12 de fevereiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Governo Bolsonaro quer aumentar pedágio de rodovias federais concedidas na gestão Lula

Governo Bolsonaro quer aumentar pedágio de rodovias federais concedidas na gestão Lula

O governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) quer permitir um aumento médio do pedágio de até 25% para sete rodovias federais no Sudeste e no Sul. Em alguns casos, o reajuste pode chegar a 58%.   ... 

Leia mais

30 de setembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Pedágio, uma tragédia anunciada

Pedágio, uma tragédia anunciada

O deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) recorda que o Paraná tem um dos pedágios mais caro do mundo graças a juízes federais que sempre decidiram a favor das concessionárias, contra o governo do estado e os interesses da sociedade paranaense.

Uma tragédia anunciada ... 

Leia mais

24 de fevereiro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Rebelião contra a máfia dos pedágios

Rebelião contra a máfia dos pedágios

O k-suco vai ferver no início de março nas 27 praças de pedágio que compõem o ‘Anel da Integração’ nas rodovias do Paraná. Movimentos populares se reuniram neste sábado (24), em Curitiba, para organizar uma rebelião que promete dinamitar a máfia dos pedágios e as pretensões senatoriais do governador Beto Richa (PSDB).

Na última quinta (22), a primeira da lava jato de 2018 detonou um esquema de propina paga por concessionárias de pedágio a agentes públicos para superfaturar a tarifa em até 400%. Membros do governo Richa foram presos pela força-tarefa na ‘Operação Integração’ — em alusão ao ‘Anel da Integração’ criado em 1998.

Segundo procuradores do Ministério Público Federal, as concessionárias deixavam de cumprir cláusulas contratuais que previam obras nas rodovias com a anuência do estafe do governo tucano. Mesmo assim as pedageiras conseguiam reajustar as tarifas nas praças de pedágio.

O Blog do Esmael apurou que os movimentos sociais articulam um ‘Dia Estadual de Lutas Contra a Máfia do Pedágio’. Por óbvio, o governador Beto Richa não será esquecido nesta data querida.

Na semana que vem, na Assembleia Legislativa do Paraná, deputados oposicionistas também deverão protestar sugerindo a imediata renúncia do governador do PSDB por mais um escândalo – agora nos pedágios.

Pela lei eleitoral, Beto Richa terá de se desincompatibilizar (renunciar) do cargo em 1º de abril, daqui a 37 dias, para disputar o Senado.

Por fim, o Blog do Esmael simulou o preço do pedágio que deveria ser cobrado dos usuários das rodovias paranaenses. Abaixo, confira os valores sem a propina.

Leia mais

24 de fevereiro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Para Osmar Dias, tucano Beto Richa “debocha” e expõe amizade com pedageiras; ouça o áudio

Para Osmar Dias, tucano Beto Richa “debocha” e expõe amizade com pedageiras; ouça o áudio

O ex-senador Osmar Dias (PDT) afirmou em entrevista à rádio Graúna, de Cornélio Procópio, na quarta (21), que o governador Beto Richa (PSDB) “debocha” ao lançar uma “pedra fundamental” para duplicar parte da BR-369. Segundo o pedetista, a obra é responsabilidade contratual da concessionária, não do governo ou do usuário da rodovia.

LEIA TAMBÉM::

Beto Richa sempre foi uma “mãe” para as concessionárias, diz ex-relator da CPI dos Pedágios ... 

Leia mais

22 de fevereiro de 2018
por Esmael Morais
1 Comentário

Prisão de parte da máfia do pedágio muda cenário eleitoral no Paraná

O cenário político do Paraná mudou nas últimas horas. A revelação de que integrantes do governo Beto Richa (PSDB) recebiam propina para aumentar o pedágio nas rodovias concessionadas vitamina o projeto “Volta, Requião” ao Palácio Iguaçu.

LEIA TAMBÉM:

Requião: Beto Richa é ‘efeito colateral’ de operação contra Tacla Duran ... 

Leia mais

22 de fevereiro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Requião: “Se vocês quiserem uma limpeza completa no Paraná, me chamem que eu vou”

Requião: “Se vocês quiserem uma limpeza completa no Paraná, me chamem que eu vou”

O senador Roberto Requião (MDB-PR), pré-candidato ao governo do Paraná, na carona da Operação Integração, ressuscitou nesta quinta (22) o slogan ‘baixa ou acaba’ sobre o pedágio caro do mundo nas rodovias federais do estado. O emedebista aproveitou para deixar um recado aos paranaenses: “Se vocês quiserem uma limpeza completa no Paraná, me chamem que eu vou.” Abaixo, assista ao vídeo.

Requião revela no vídeo que um dos envolvidos no esquema, Carlos Nasser, é velho conhecido do juiz Sérgio Moro. Ele foi diretor do Banestado na época das contas CC5.

“Essa operação era contra

Tacla Duran ... 

Leia mais

8 de março de 2016
por Esmael Morais
21 Comentários

Justiça proíbe Beto Richa, o “Rei do Pedágio”, de renovar pedágio mais caro do mundo no Paraná

O juiz Rogério Cangussu Dantas Cachichi, da 1ª Vara Federal de Jacarezinho, concedeu liminar proibindo a renovação dos contratos de pedágio das rodovias do Paraná sem licitação. A decisão foi proferida em ação civil pública movida pelo Ministério Público Federal (MPF), também de Jacarezinho, município do Norte do Paraná.

A liminar frustra os planos do governador Beto Richa (PSDB), conhecido no estado como o “Rei do Pedágio”, de prorrogar até 2050 os atuais contratos com as concessionárias de pedágio. Sem a renovação, os contratos vencem em cinco anos.

O pedágio cobrado nas rodovias do Paraná é tido como o mais caro do mundo. Comparando a tarifa do trecho entre Curitiba e Paranaguá, com 80 km, custa R$ 18,00 para carros de passeio. Já de Curitiba para Joinville, com distância de 130 km, a tarifa é de R$ 4,60. Ou seja, custa ¼ do valor para um trecho 40 km maior.

A justificativa do magistrado na concessão da liminar é de que a participação das atuais concessionárias nas negociações de renovação prejudica o interesse público. “A prorrogação do convênio há de Leia mais

19 de maio de 2014
por Esmael Morais
18 Comentários

Trabalhadores na duplicação da rodovia Londrina-Cambé iniciam greve e o prejuízo vai para…

As obras da PR-445 foram paralisadas na manhã desta segunda-feira (19) por aproximadamente 500 trabalhadores da construtora Triunfo, responsável por dois trechos da duplicação da rodovia estadual no trecho urbano entre Londrina e Cambé. Os operários reivindicam melhores condições de trabalho, reajuste de 12% e retorno das horas extras, que foram suspensas pela empresa.

O Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Pesada do Estado do Paraná (Sintrav-PR) afirmou que os operários podem iniciar uma greve a partir da manhã de terça-feira (20) caso as negociações não avancem nesta segunda-feira.

Os operários também reclamam da “péssima qualidade das refeições” fornecidas pela construtora e da ausência do serviço de limpeza nos alojamentos e nos banheiros químicos.

Cerca de 80% dos operários que trabalham nessa obra são de fora de Londrina. Eles reclamam ainda que a empresa só paga passagens de ônibus para visitar a família a cada dois meses. Já os que moram em Londrina reclamam que têm R$ 81 descontados dos salários para custear o vale-transporte. Eles poderiam pagar a passagem inteira!, reclamou João Camargo, um dos grevistas.

Há quem veja indício de trabalho análogo ao escravo na obra. Com a palavra a Superintendência Regional do Trabalho e o Ministério Público do Trabalho.

Com informações do Portal Bonde e do Jornal de Londrina Leia mais

28 de novembro de 2013
por Esmael Morais
17 Comentários

Tucano x tucano: “Esse aumento do pedágio é inoportuno”, critica deputado Alceu Maron

Embora tenha sido um dos que votaram contra a quebra de sigilos fiscal, telefônico e bancário das concessionárias, Alceu Maron Filho (PSDB) considera possível aumento na tarifa do pedágio, neste domingo (1), inoportuno!; este blog errou ontem à  noite ao afirmar que parlamentar parnanguara defendera reajuste, por isso pede desculpas ao tucano e aos leitores; posição do deputado do PSDB gera desconforto no Palácio Iguaçu; será que Beto Richa recuar e vetar aumento de até 9% nas 27praças de pedágio?

Embora tenha sido um dos que votaram contra a quebra de sigilos fiscal, telefônico e bancário das concessionárias, Alceu Maron Filho (PSDB) considera possível aumento na tarifa do pedágio, neste domingo (1), inoportuno!; este blog errou ontem à  noite ao afirmar que parlamentar parnanguara defendera reajuste, por isso pede desculpas ao tucano e aos leitores; posição do deputado do PSDB gera desconforto no Palácio Iguaçu; será que Beto Richa recuar e vetar aumento de até 9% nas 27praças de pedágio?

Até o deputado Alceuzinho Maron (PSDB), de Paranaguá, membro da CPI do Pedágio, considerou “inoportuno” reajuste previsto na tarifa do pedágio a partir deste domingo (1).

Estamos protocolando esse requerimento [para o governador Beto Richa, do PSDB] para que seja efetivamente suspenso este aumento, que é absurdamente inoportuno, embora previsto em contrato, absurdamente inoportuno!, anunciou o deputado parnanguara, durante pronunciamento.

Ao destacar o posicionamento do parlamentar do PSDB, contra o aumento, este blog corrige informação veiculada erroneamente ontem à  noite e pede desculpas públicas ao tucano pelo equívoco.

Quanto ao levante da Assembleia Legislativa, que se nega a transformar os membros da CPI do Pedágio como patetas, a tendência é que o governador recue e não autorize reajuste neste domingo. Entretanto, não é descartado novo aumento de até 9% no começo de 2014.

Clique aqui para ler a íntegra do discurso de Alceu Maron (PSDB) contra reajuste na tarifa do pedágio ... 

Leia mais