16 de dezembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Bolsonaro quer plebiscito contra pobres e pretos para barbarizar na economia

Bolsonaro quer plebiscito contra pobres e pretos para barbarizar na economia

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) poderá apelar aos plebiscitos para poder barbarizar na economia, isto é, privatizar, acabar com o direito de aposentadoria, enfim, deixar o trabalhador mais escravo do capital do que já é. ... 

Leia mais

17 de fevereiro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Requião: Intervenção militar no Rio pode significar o fim das eleições livres no Brasil

Requião: Intervenção militar no Rio pode significar o fim das eleições livres no Brasil

O senador Roberto Requião (MDB-PR), à luz da intervenção militar no Rio, alerta que as eleições livres e democráticas podem não ocorrer em outubro deste ano. Ou, noutra hipótese, ter o resultado fraudado. ... 

Leia mais

18 de julho de 2015
por Esmael Morais
15 Comentários

Em tempo de Lava Jato, a sociedade brasileira marcha rumo à barbárie

lula_midiaOs brasileiros correm risco de perder a perspectiva e ingressar numa espécie de limbo social. A sociedade como um todo sofre ameaça concreta de transformam-se, como define a sociologia marxista, numa sociedade de lúmpens. Em tempo de Lava Jato e de criminalização da atividade política, “todos os políticos são iguais e a corrupção não tem fim”. É o maldito senso comum exacerbado seletivamente pela velha mídia que corrobora essa trágica conjuntura. ... 

Leia mais

8 de fevereiro de 2014
por Esmael Morais
31 Comentários

Veja exalta médica cubana desertora, cospe no Brasil e dá saída: Miami

do Brasil 247

Capa deste fim de semana de uma das revistas mais conservadoras e politicamente engajadas do mundo é um primor de semiótica; na reportagem de capa o Brasil é um país de cidadãos cansados da barbárie, o que explicaria até a volta dos justiceiros; na segunda reportagem mais importante, a cubana Ramona Rodríguez, que busca exilar-se em Miami; conta detalhes da "escravidão" vivida no Brasil; em seguida, a revista aponta a capital da Flórida como o refúgio seguro também para os brasileiros.

Capa deste fim de semana de uma das revistas mais conservadoras e politicamente engajadas do mundo é um primor de semiótica; na reportagem de capa o Brasil é um país de cidadãos cansados da barbárie, o que explicaria até a volta dos justiceiros; na segunda reportagem mais importante, a cubana Ramona Rodríguez, que busca exilar-se em Miami; conta detalhes da “escravidão” vivida no Brasil; em seguida, a revista aponta a capital da Flórida como o refúgio seguro também para os brasileiros.

Poucas vezes Veja foi tão Veja como neste fim de semana. A capa é um primor de semiótica. Revela significados claros, que deixam explícitos o conservadorismo e a agenda política da publicação. ... 

Leia mais