23 de Março de 2018
por Eugênio Aragão
Comentários desativados em China tenta romper hegemonia mundial na comunicação

China tenta romper hegemonia mundial na comunicação


Durante muitas décadas a China foi para o mundo um gigante adormecido. A grande república popular do oriente era fechada para o resto do planeta. Justamente por isso, ficava à mercê da propagando anticomunista patrocinada pela direita, principalmente dos Estados Unidos. Mas agora os chineses parecem dispostos a mudar sua imagem internacional. Para isso, eles vão investir pesado na comunicação. Leia mais

17 de Março de 2018
por esmael
Comentários desativados em PSOL sob ataque de “coxinhas”

PSOL sob ataque de “coxinhas”

O recém-eleito presidente do Coritiba Foot Ball Club, Samir Namur, ligado ao PSOL, está sob intenso ataque dos “coxinhas” na capital paranaense. A turma que levou o time para a segunda divisão, em 2017, quer destituir o moço eleito em dezembro passado. Leia mais

26 de Fevereiro de 2018
por esmael
Comentários desativados em Deputados Molon e Aliel abandonam a REDE de Marina Silva. Agora eles são “socialistas”

Deputados Molon e Aliel abandonam a REDE de Marina Silva. Agora eles são “socialistas”

Os deputados federais Aliel Machado (PR) e Alessandro Mollon (RJ) comunicaram por meio de cartas, nesta segunda (26), que deixaram a Rede Sustentabilidade (REDE) para ingressar no Partido Socialista Brasileiro (PSB). O Blog do Esmael registrou em outubro de 2017 que os dois parlamentares estavam de saída do partido de Marina Silva em outubro de 2017. Agora os moços são “socialistas”. Leia mais

7 de agosto de 2017
por esmael
3 Comentários

Romanelli: China, socialismo de resultados

O deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) relata as maravilhas do socialismo chinês, após participar de seminário sobre governança na província de Jiangxi. “Como o Brasil, a China tem enormes desafios para superar a desigualdade social, mas diferente do nosso país os chineses trabalham de forma estruturada por meio dos planos quinquenais de desenvolvimento”, escreve. Confira.

3 de dezembro de 2016
por esmael
13 Comentários

Fidel e o ranço da mídia no Brasil

fidel_castro_milton_alvesO ativista político Milton Alves, que morou em Cuba no início dos anos 90, em artigo especial, analisa o editorial do ex-jornal Gazeta do Povo do último dia 28 de novembro. Segundo o articulista, o blog de direita comenta a morte de Fidel Castro através de um olhar visceralmente anticomunista, como nos tempos da chamada ‘guerra fria’, uma narrativa rançosa, muito clichê e pouca informação sobre a vida e a trajetória da multifacetada personalidade do líder histórico da revolução cubana.

27 de novembro de 2016
por esmael
1 Comentário

Ivo Pugnaloni: O legado de Fidel Castro para o Brasil e o mundo

ivo_lula_fidelIvo Pugnaloni, em artigo especial para o Blog do Esmael, neste domingo (27), afirma que o comandante da revolução cubana Fidel Castro deixou um legado para o Brasil e, sobretudo, o mundo. “Mais Médicos, por exemplo, um programa que milhões de brasileiros, nossos patrícios, graças a Fidel tiveram disponível, salvando vidas, diminuindo sofrimento, gerando esperança e qualidade de vida”, escreve o articulista.

26 de Fevereiro de 2016
por admin
3 Comentários

Coluna do Bruno Meirinho: A hipótese do socialismo americano

Download áudio

Bruno Meirinho*

Bernie Sanders, um político que reivindica ideias socialistas, tem recebido um apoio surpreendente na disputa das prévias do partido democrata para a eleição presidencial dos Estados Unidos. Em três estados, venceu em um e ameaçou a hegemonia de Hilary Clinton nos outros.

O crescimento da candidatura de Bernie Sanders é surpreendente por dois motivos: primeiro, embora o partido democrata tenha ideias mais à esquerda que o partido republicano, não costuma falar em socialismo; e segundo, não se espera que o socialismo possa vingar, justamente, nos Estados Unidos, o centro do capitalismo mundial.

Mas é engano pensar que a hipótese do socialismo americano é uma novidade. O fenômeno Bernie Sanders lembra a histórica participação eleitoral de Upton Sinclair, um político integrante do “Partido Socialista da América” (que existia no começo do século 20) que em 1934 disputou como candidato do partido democrata as eleições para governador da Califórnia e ficou em segundo lugar, com incríveis 38% dos votos. O maior resultado já alcançado por um socialista naquele

20 de julho de 2015
por esmael
3 Comentários

Bandeira de Cuba socialista volta tremular nos EUA; agora, chanceler pede fim de embargo contra ilha

via Opera Mundi
Poucos momentos após a bandeira cubana ser hasteada na embaixada da ilha em Washington, o chanceler cubano, Bruno Rodríguez Parilla, fez declarações nesta segunda-feira (20/07) na cerimônia oficial da histórica reaproximação diplomática bilateral após mais de meio século de ruptura.

“A bandeira que honramos na entrada desta sala é a mesma que foi hasteada aqui em 54 anos”, declarou Parilla, explicando que ela foi conservada silenciosamente sob custódia de uma família na Flórida.

O ministro das Relações Exteriores cubano também chamou atenção para demandas históricas essenciais para o restabelecimento de relações diplomáticas bilaterais em sua totalidade.

Para isso, o chanceler destaca que a vontade do governo cubano a uma normalização depende também do levantamento do embargo econômico, do fim da ocupação militar em Guantánamo e do respeito à soberania da ilha.

Segundo Parilla, essa nova etapa diplomática só aconteceu graças ao papel do líder da Revolução Cubana, Fidel Castro. Entretanto, ressaltou o auxílio do atual presidente, Raúl Castro.

Durante ao hasteamento de bandeira, que teve a presença de diversas autoridades, entre congressistas norte-americanos e diplomatas cubanos, um grupo de pessoas assistiu ao ato do lado de fora. Palavras de ordem divergentes, como “viva Cuba, viva Fidel” e “Cuba sim, Castro não” eram escutadas da sede diplomática cubana. Não houve registro de confrontos.

Após presidir a cerimônia,

9 de julho de 2015
por esmael
7 Comentários

Presidente da Bolívia presenteia Papa Francisco com símbolo do comunismo

O presidente da Bolívia, Evo Morales, surpreendeu o mundo ao presentear o Papa Francisco com um peculiar crucifixo em madeira com Cristo sobre uma foice e um martelo, símbolos do comunismo, durante uma reunião que os dois mantiveram na noite desta quarta-feira (8) em La Paz.

Morales se define como um socialista e representa uma corrente regional conhecida como “Socialismo do Século XXI”, que também professam os governos de Venezuela e Equador.

Além do crucifixo, Morales entregou um exemplar do “Livro do Mar”, editado pelo governo da Bolívia, que traz um resumo histórico da centenária demanda do país andino contra o Chile, levada à Corte Internacional de Haia.

Morales fez referência ao tema marítimo em seu discurso de boas-vindas ao Papa, no Aeroporto de El Alto, quando lhe deu uma “chuspa”, uma pequena bolsa de tecido andina.

No encontro na Casa de Governo, Morales também entregou a Francisco o Condor dos Andes, a máxima condecoração do país.

O Papa presenteou Morales com uma reprodução do mosaico “Salus Populi Romani”, imagem da virgem com um menino nos braços, que desde 1611 ocupa a magnífica capela Paulina da Basílica Santa Maria Maggiore.

As informações são da agência AFP.

12 de dezembro de 2014
por esmael
26 Comentários

EUA se infiltraram em cenário musical cubano para incentivar oposição a governo entre jovens

do Opera Mundi
cuba_cultura_eua.jpgPor mais de dois anos, a Usaid (Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional) se infiltrou secretamente no cenário hip-hop underground de Cuba, recrutando rappers para desencadear um movimento de jovens contra o governo, de acordo com documentos obtidos pela AP (Associated Press) e divulgados nesta quinta-feira (11/12).

De acordo com os arquivos, a ideia era usar músicos cubanos “para romper o bloqueio de informação” e construir uma rede de jovens que procurassem uma “mudança social” em relação à  liderança dos irmãos Castro, no poder desde 1959.

No entanto, a operação foi classificada como amadora e foi mal sucedida. O programa secreto dos EUA também envolveu a empresa Creative Associates International, com base em Washington, DC, que pagou milhões de dólares para minar o governo comunista de Cuba.

25 de junho de 2014
por esmael
62 Comentários

Coluna do Ademar Traiano: PT aposta na divisão da sociedade brasileira e em besteiras bolivarianas

Ademar Traiano, em sua coluna desta quarta, ataca o que ele considera guinada do governo Dilma para o "bolivarianismo" de Maduro e do finado Chávez; deputado tucano, que é coordenador da campanha de Aécio Neves na região Sul e guru ideológico de Beto Richa no Paraná, afirma que o PT tenta fraturar a sociedade brasileira entre nós! e eles!, pobres! contra ricos!; colunista ainda acusa a presidenta da República de criar instâncias capazes de operar como um parlamento paralelo através da Política Nacional de Participação Social !“ PNPS, e o Sistema Nacional de Participação Social! e sovietes! compostos por movimentos sociais para substituir as instâncias de poder eleitas pela maioria da população, como Câmaras, Assembleias e o Congresso; leia o texto e compartilhe.

Ademar Traiano, em sua coluna desta quarta, ataca o que ele considera guinada do governo Dilma para o “bolivarianismo” de Maduro e do finado Chávez; deputado tucano, que é coordenador da campanha de Aécio Neves na região Sul e guru ideológico de Beto Richa no Paraná, afirma que o PT tenta fraturar a sociedade brasileira entre nós! e eles!, pobres! contra ricos!; colunista ainda acusa a presidenta da República de criar instâncias capazes de operar como um parlamento paralelo através da Política Nacional de Participação Social !“ PNPS, e o Sistema Nacional de Participação Social! e sovietes! compostos por movimentos sociais para substituir as instâncias de poder eleitas pela maioria da população, como Câmaras, Assembleias e o Congresso; leia o texto e compartilhe.

Ademar Traiano*

O governo Dilma Rousseff nunca foi tão mal avaliado. Segundo o último Ibope, a taxa de aprovação do governo é de 31% enquanto o de reprovação (os que consideram o governo petista ruim e péssimo) atinge 33%. A pesquisa é um indicativo de derrota eleitoral. Para espantar esse espectro o PT está apelando para medidas extremas. Leia mais

18 de Maio de 2014
por esmael
29 Comentários

Requião anuncia voto em Dilma, mesmo decepcionado com Lula e PT; assista ao vídeo

O senador Roberto Requião afirmou neste domingo (18), em Curitiba, no encerramento do 17!º  Congresso Estadual da União da Juventude Socialista (UJS), braço político do PCdoB na juventude, que está decepcionado com o ex-presidente Lula e o PT, mas garantiu votar na reeleição de Dilma; "Lula negocia com o capital, que teve as maiores vantagens financeiras. Faltou projeto nacional. A reeleição da Dilma, com todos os seus erros, é o único caminho que nos resta"; disse; parlamentar peemedebista recordou que o ex-presidente do BC Henrique Meirelles, na gestão do PT, cogitado para a vice de Aécio Neves, fora também discutido para disputar a eleição de 2010 no lugar de Dilma; Congresso da UJS aprovou como prioritárias as pré-candidaturas do vereador pontagrossense Aliel Machado à  Câmara Federal e do presidente estadual do PCdoB, Ricardo Gomyde, à  Assembleia Legislativa do Paraná.

O senador Roberto Requião afirmou neste domingo (18), em Curitiba, no encerramento do 17!º Congresso Estadual da União da Juventude Socialista (UJS), braço político do PCdoB na juventude, que está decepcionado com o ex-presidente Lula e o PT, mas garantiu votar na reeleição de Dilma; “Lula negocia com o capital, que teve as maiores vantagens financeiras. Faltou projeto nacional. A reeleição da Dilma, com todos os seus erros, é o único caminho que nos resta”; disse; parlamentar peemedebista recordou que o ex-presidente do BC Henrique Meirelles, na gestão do PT, cogitado para a vice de Aécio Neves, fora também discutido para disputar a eleição de 2010 no lugar de Dilma; Congresso da UJS aprovou como prioritárias as pré-candidaturas do vereador pontagrossense Aliel Machado à  Câmara Federal e do presidente estadual do PCdoB, Ricardo Gomyde, à  Assembleia Legislativa do Paraná.

O senador Roberto Requião (PMDB-PR) foi a estrela principal no encerramento do 17!º Congresso Estadual da União da Juventude Socialista (UJS), seção Paraná, neste domingo (18), em Curitiba, quando criticou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o PT, mas declarou que votará na presidenta Dilma Rousseff “apesar das privatizações” e de “todos os erros”. Leia mais

25 de Março de 2014
por esmael
5 Comentários

Luiz Manfredini: “PCdoB, 92 anos ao lado do povo brasileiro”

Luiz Manfredini*

Um partido terá maior ou menor significado e peso
precisamente na medida em que sua atividade particular
tiver maior ou menor peso n determinação
da história da um país.!
(Antonio Gramsci)

A trajetória do Partido Comunista do Brasil (PCdoB) – desde aquele longínquo 25 de março de 1922, data de sua fundação, em Niterói (RJ) !“ encontra-se estreitamente ligada ao próprio percurso da república brasileira nesses 92 anos, de tal sorte que não se pode examinar uma, sem considerar a outro. De fato, a despeito dos longos anos !“ 41, ao todo – em que foi submetido à  ilegalidade e, muitas vezes, à  mais rigorosa clandestinidade, os comunistas brasileiros !“ seja sob a sigla PCdoB, seja como PCB, até 1962 !“ acumularam um vasto currículo de lutas pela emancipação nacional, pela democracia, pelos direitos dos trabalhadores e do povo e pelo socialismo.

O PC do Brasil surgiu na cena política brasileira como resultado do crescimento da jovem classe operária brasileira e do amadurecimento de sua consciência política. Naquele emblemático ano de 1922, a fundação do partido esteve ao lado de dois outros importantes acontecimentos da história republicana: o levante tenentista do Forte de Copacabana, pontapé inicial para o movimento que ajudaria a sepultar, sete anos mais tarde, a carcomida República Velha, e a Semana de Arte Moderna, de afirmação e renovação da cultura brasileira. Era a modernização da sociedade brasileira em curso na febricante década de 1920.

De lá para cá, os comunistas não só participaram, como estiveram à  frente dos principais acontecimentos da vida política brasileira, pautados sempre pelo compromisso com a defesa da Nação e do povo. Um vasto currículo que passa pela luta contra o Estado Novo e o nazi-fascismo, pela participação ativa na Constituinte de 1946, pela emblemática atuação na vanguarda da campanha O petróleo é nosso! e a resoluta, inegociável oposição à  ditadura (que incluiu a heróica resistência armada no Araguaia).

Teve papel destacado nas grandes jornadas pela redemocratização do país, como na campanha pelas Diretas Já. Após sua legalização, em maio de 1985, o PCdoB alargou e aprofundou sua participação no cenário nacional. Embora contando com apenas seis deputados federais, a bancada comunista na Assembleia Nacional Constituinte de 1987/1988, apresentou mais de mil emendas.

No campo do movimento social, contribuiu para legalizar e fortalecer entidades sindicais e populares. Destaque-se sua presença nos movimentos estudantil, antirracista, feminista, indígena e pelos direitos humanos, entre outros.

Não parou na História

Mas o PCdoB não estacionou na História. Ao contrário, tem sido firme nos princípios e em sua identidade transformadora, revolucionária, amplo nas alianças, presente no debate de ideias em torno do futuro do Brasil, renovando concepções, métodos e práticas com o objetivo de construir uma alternativa progressista à  luz da realidade brasileira, cada vez mais diversificada e complexa!, como afirma seu presidente, Renato Rabelo.

O partido enfrentou a chamada crise do socialismo! (1989-1991), inclusive a onda anticomunista dela decorrente, com coragem e descortínio. Foi capaz de realizar a crítica à s primeiras experiências socialistas sem renegar cor, bandeira e identidade. Ao contrário, reafirmou sua identidade comunista e o projeto socialista, requalificando-o em bases novas, contemporâneas.

Articulando seus princípios com uma política de alianças amplas, pautadas nas condições de cada momento, o PCdoB esteve na linha de frente do combate à  ofensiva neoliberal dos anos 1990 e atuou com firmeza no movimento que levou Lula à  Presidência da República em 2002.

A partir de 2003, ampliou sua participação institucional. Além de uma atuante bancada na Câmara dos Deputados e Senado Federal, ofereceu quadros para o Ministério do Esporte, à  Agência Nacional do Petróleo (ANP) e a diversos outros órgãos públicos, imprimindo sua marca de seriedade, competência e defesa e ampliação dos direitos do povo.

Em seu 12!° Congresso (2009), o PCdoB aprovou um novo programa socialista, que incorpora a proposta de novo projet