16 de junho de 2017
por esmael
35 Comentários

Vira-latas do Brasil têm orgasmos com discurso imperialista de Trump

Os vira-latas do Brasil tiveram orgasmos com o discurso de Donald Trump, nesta sexta-feira (16), que anunciou uma nova doutrina norte-americana para a América Latina, com viés imperialista, de olho em Cuba e Venezuela (e por que não também de olho no Brasil?).

3 de dezembro de 2016
por esmael
13 Comentários

Fidel e o ranço da mídia no Brasil

fidel_castro_milton_alvesO ativista político Milton Alves, que morou em Cuba no início dos anos 90, em artigo especial, analisa o editorial do ex-jornal Gazeta do Povo do último dia 28 de novembro. Segundo o articulista, o blog de direita comenta a morte de Fidel Castro através de um olhar visceralmente anticomunista, como nos tempos da chamada ‘guerra fria’, uma narrativa rançosa, muito clichê e pouca informação sobre a vida e a trajetória da multifacetada personalidade do líder histórico da revolução cubana.

13 de outubro de 2016
por esmael
36 Comentários

Alvaro Dias pede mais transparência no BNDES

alvaro_bndesO senador Alvaro Dias (PV-PR), em sua coluna de hoje (13), afirma que o contribuinte brasileiro porque acaba subsidiando a diferença entre o juro pago pelo governo e o juro pago pela empresa beneficiada com empréstimo do BNDES. O parlamentar pede fim ao sigilo das transações entre o banco e nações. “Não há por que não conferir publicidade a esses atos da Administração Pública”, advoga Alvaro.

21 de Março de 2016
por admin
14 Comentários

Coluna da Gleisi Hoffmann: Obama foi pra Cuba; aqui o golpe

Gleisi Hoffmann*

Fiquei emocionada ao ver a chegada do presidente Barack Obama a Cuba, uma visita histórica que sela a reaproximação dos EUA com a Ilha revolucionária de Fidel Castro. Poucos acreditavam que isso seria possível, mas a determinação de um presidente americano negro, de um papa progressista e das reformas econômicas em Cuba, estão possibilitando-nos vivenciar esse pedaço da história tão importante para a democracia, autodeterminação dos povos e respeito entre Nações.

É importante registrar que a última visita de um presidente norte americano a Cuba foi em 1928!

Ao mesmo tempo a emoção fica embaçada, ao assistir, no nosso país, o maior da América Latina e que na história recente saiu de uma ditadura militar, uma crise política destinada a justificar um duro golpe nas regras democráticas e na nossa Constituição, a Constituição Cidadã, de 1988. O que faz isso acontecer? O ódio proliferar? Junto com essa gana em tirar uma presidenta legitimamente eleita pelo voto popular?

Desconstruir a imagem do maior líder popular que o Brasil já teve?

Muitos correrão a dizer que é a corrupção, praticada sem precedentes nestes governos do PT e liderada pessoalmente por Lula (o líder operário, que venceu todas as barreiras, se tornou presidente do Brasil e proporcionou a maior revolução econômico-social de nossa história).

Já escrevi sobre isso nes

20 de Março de 2016
por esmael
3 Comentários

Fomos a Cuba, mas já voltamos!

Obama-CubaO Blog do Esmael ficou praticamente o dia fora de combate em virtude de sistemáticos ataques. Aproveitamos esse hiato para irmos a Cuba, onde nos encontramos com o companheiro Barack Obama. Leia mais

26 de dezembro de 2015
por esmael
11 Comentários

Eduardo Cunha, líder dos coxinhas, fugiu para Cuba? E agora, que fazer?

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), anticomunista até a medula, embarcou neste sábado (26) para Havana, Cuba, num voo que partiu do aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro. A informação é de Lauro Jardim, colunista d’O Globo.

Cunha é um dos heróis dos “coxinhas” que lutam pelo impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT).

O presidente da Câmara acusa Dilma de comunista, mas, segundo Jardim, é ele quem desfruta os últimos anos de 2015 na ilha do comandante-em-chefe Fidel Castro.

Há quem cogite a hipótese de Cunha pedir asilo político ou pedir apoio de Raúl Castro, visando permanecer na Câmara.

Uma das filhas o presidente da Câmara, Gabi Cunha, postou nas redes sociais uma apontando o “dedo médio” e escreveu a seguinte frase: “see you in Cuba” ( te vejo em Cuba).

Eduardo Cunha, por sua vez, negou a viagem a Cuba. Pelo Twitter chamou o jornalista Lauro Jardim de “pilantra”.

“Esse pilantra tem um pilantrinha assistente que faz bullying em cima dos meus filhos o tempo todo,tentando confirmar mentiras toda semana”, tuitou Cunha, referindo-se ao colunista d’O Globo.

Post atualizado às 18h52 de 27/12/2015.

30 de agosto de 2015
por esmael
7 Comentários

Por medo de Lula em 2018, Globo volta a atacar porto de Cuba

do Brasil 247
lulaPode até ter sido coincidência, mas, no mesmo dia em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva anunciou, ao lado do líder uruguaio José Pepe Mujica, que voltou a voar, o grupo Globo, da família Marinho, desferiu um duríssimo ataque a ele.

Na noite de ontem, numa reportagem de seis minutos, totalmente fora dos padrões habituais do Jornal Nacional (confira aqui), a Globo criminalizou a atuação de Lula para que o Brasil financiasse o porto de Mariel, em Cuba, que foi construído pela Odebrecht.

O ataque da Globo se deu a partir de uma reportagem da revista Época, que já está sendo processada pelo ex-presidente. Em nota, o Instituto Lula contestou a denúncia.

“Os jornalistas da Época deveriam saber que todos os grandes países disputam mercados internacionais para suas exportações. E que não fosse o firme empenho do governo brasileiro, para o qual o ex-presidente Lula contribuiu,  talvez o estratégico porto de Mariel fosse construído por uma empresa chinesa, ou os cubanos estivesses assistindo novelas mexicanas”, diz a nota.

20 de julho de 2015
por esmael
3 Comentários

Bandeira de Cuba socialista volta tremular nos EUA; agora, chanceler pede fim de embargo contra ilha

via Opera Mundi
Poucos momentos após a bandeira cubana ser hasteada na embaixada da ilha em Washington, o chanceler cubano, Bruno Rodríguez Parilla, fez declarações nesta segunda-feira (20/07) na cerimônia oficial da histórica reaproximação diplomática bilateral após mais de meio século de ruptura.

“A bandeira que honramos na entrada desta sala é a mesma que foi hasteada aqui em 54 anos”, declarou Parilla, explicando que ela foi conservada silenciosamente sob custódia de uma família na Flórida.

O ministro das Relações Exteriores cubano também chamou atenção para demandas históricas essenciais para o restabelecimento de relações diplomáticas bilaterais em sua totalidade.

Para isso, o chanceler destaca que a vontade do governo cubano a uma normalização depende também do levantamento do embargo econômico, do fim da ocupação militar em Guantánamo e do respeito à soberania da ilha.

Segundo Parilla, essa nova etapa diplomática só aconteceu graças ao papel do líder da Revolução Cubana, Fidel Castro. Entretanto, ressaltou o auxílio do atual presidente, Raúl Castro.

Durante ao hasteamento de bandeira, que teve a presença de diversas autoridades, entre congressistas norte-americanos e diplomatas cubanos, um grupo de pessoas assistiu ao ato do lado de fora. Palavras de ordem divergentes, como “viva Cuba, viva Fidel” e “Cuba sim, Castro não” eram escutadas da sede diplomática cubana. Não houve registro de confrontos.

Após presidir a cerimônia,

20 de dezembro de 2014
por esmael
8 Comentários

Lula sobre EUA e Cuba: “Não tinha mais razão, era picuinha”; assista ao vídeo

do Brasil 247
lula_fidelNão havia mais razões para que Estados Unidos e Cuba continuassem distantes diplomaticamente, avalia o ex-presidente Lula em um vídeo publicado na noite desta sexta-feira 19 em sua página no Facebook. Ele lembra como os governantes da América Latina trabalharam “incansavelmente para que houvesse o reatamento das relações e o fim do embargo” com a ilha. “Eu pessoalmente conversei com o [ex-presidente americano George] Bush, conversamos com o [presidente Barack] Obama. E não havia mais nenhuma razão, não existia mais explicação econômica, política, não existia mais nada. Era apenas uma coisa chamada picuinha”, diz o petista.

17 de dezembro de 2014
por esmael
9 Comentários

Após 53 anos, EUA e Cuba anunciam conversas para ‘normalizar’ relações diplomáticas

do Opera Mundi
Os presidentes dos EUA, Barack Obama, e de Cuba, Raúl Castro, anunciaram nesta quarta-feira (17/12) as maiores mudanças nas relações entre os dois países desde a imposição do embargo norte-americano à  ilha em 1961. Entre as medidas, estão o início das conversas para a normalização das relações diplomáticas, a flexibilização do bloqueio econômico e a libertação, por parte dos cubanos, de 53 presos políticos.

Ainda nesta quarta, Washington e Havana trocaram prisioneiros: enquanto Cuba libertou o norte-americano Alan Gross, que cumpria pena de 15 anos na ilha por espionagem, Washington soltou também os últimos três dos Cinco Cubanos presos nos EUA, também acusados de espionagem.

As negociações entre os dois países começaram há cerca de 18 meses, no Canadá, e incentivadas pelo papa Francisco. Obama e Castro conversaram na manhã desta quarta pelo telefone !“ a primeira vez que mandatários dos países o fizeram desde o embargo !“ e selaram o acordo para a libertação dos prisioneiros.
As medidas anunciadas pelos dois governos incluem:

Diplomacia:

!· Secretário de Estado norte-americano, John Kerry, foi instruído para retomar imediatamente os diálogos com Cuba para reatar relações diplomáticas, interrompidas em janeiro de 1961

!· Reabrir embaixada norte-americana em Havana para “trocas de alto nível”

!· Manter diálogos com Cuba sobre: imigração, direitos humanos, combate à s drogas

!· EUA participarão da reunião da Cúpula das Américas em 2015, evento diplomático da OEA (Organização dos Estados Americanos) para o qual Cuba recebeu convite expresso do Panamá

!· EUA revisarão inclusão de Cuba na lista de países que promovem terrorismo, status que a ilha acumula desde 1982

Viagens:

!· Flexibilização das restrições a viagens entre os países: mais vistos serão disponibilizados a famílias, funcionários de governos, jornalistas, pesquisadores, grupos religiosos, ativistas humanitários e outros
Economia:

!· Mudanças nas políticas econômicas dos departamentos do Tesouro e Comércio com relação a Cuba

!· A permissão para o envio trimestral de remessas financeiras de indivíduos nos EUA para Cuba serão ampliadas de US$ 500 para US$ 2 mil

!· Mais produtos dos EUA receberão autorização para serem exportados para Cuba, como material de construção civil e equipamentos de agricultura

!· Cidadãos norte-americanos poderão obter licença para importar bens no valor de até US$ 400, mas não mais do que US$ 100 em bebidas alcóolicas e tabaco

!· Empresas dos EUA terão permissão para abrir contas em institui

16 de julho de 2014
por esmael
26 Comentários

Aécio Neves pode acabar com Mais Médicos, se eleito presidente

Instigados pelo PSDB e DEM, médicos brasileiros hostilizaram no ano passado a chegada de colegas estrangeiros ao Brasil; em sabatina realizada hoje, em São Paulo, Aécio deu pistas de que poderá acabar com o programa Mais Médicos cujo objetivo é levar profissionais a locais onde populações têm dificuldades em acessar a saúde; tucano fala em rever contratos atuais que possibilitam importação de profissionais de Cuba; será que Havana estaria disposta a manter seus médicos aqui no país?

Instigados pelo PSDB e DEM, médicos brasileiros hostilizaram no ano passado a chegada de colegas estrangeiros ao Brasil; em sabatina realizada hoje, em São Paulo, Aécio deu pistas de que poderá acabar com o programa Mais Médicos cujo objetivo é levar profissionais a locais onde populações têm dificuldades em acessar a saúde; tucano fala em rever contratos atuais que possibilitam importação de profissionais de Cuba; será que Havana estaria disposta a manter seus médicos aqui no país?

O senador mineiro Aécio Neves, candidato do PSDB à  Presidência da República, em sabatina realizada nesta quarta (16), em São Paulo, disse que não aceitará as regras do governo cubano para pagamento de profissionais do programa Mais Médicos, instituído pelo governo federal em 2013. Leia mais