8 de novembro de 2014
por esmael
12 Comentários

Candidato de Globo e Veja, Cunha promete “engavetar” regulação da mídia se eleito presidente da Câmara

cunha_midia.jpgO deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) é da tropa de choque da velha mídia. No início deste ano, no exercício da liderança peemedebista na Câmara, orientava a bancada para votar contra o marco civil da internet. Ele fazia lobby para as teles e empresas de radiodifusão como a TV Globo (clique aqui). Leia mais

25 de junho de 2014
por esmael
62 Comentários

Coluna do Ademar Traiano: PT aposta na divisão da sociedade brasileira e em besteiras bolivarianas

Ademar Traiano, em sua coluna desta quarta, ataca o que ele considera guinada do governo Dilma para o "bolivarianismo" de Maduro e do finado Chávez; deputado tucano, que é coordenador da campanha de Aécio Neves na região Sul e guru ideológico de Beto Richa no Paraná, afirma que o PT tenta fraturar a sociedade brasileira entre nós! e eles!, pobres! contra ricos!; colunista ainda acusa a presidenta da República de criar instâncias capazes de operar como um parlamento paralelo através da Política Nacional de Participação Social !“ PNPS, e o Sistema Nacional de Participação Social! e sovietes! compostos por movimentos sociais para substituir as instâncias de poder eleitas pela maioria da população, como Câmaras, Assembleias e o Congresso; leia o texto e compartilhe.

Ademar Traiano, em sua coluna desta quarta, ataca o que ele considera guinada do governo Dilma para o “bolivarianismo” de Maduro e do finado Chávez; deputado tucano, que é coordenador da campanha de Aécio Neves na região Sul e guru ideológico de Beto Richa no Paraná, afirma que o PT tenta fraturar a sociedade brasileira entre nós! e eles!, pobres! contra ricos!; colunista ainda acusa a presidenta da República de criar instâncias capazes de operar como um parlamento paralelo através da Política Nacional de Participação Social !“ PNPS, e o Sistema Nacional de Participação Social! e sovietes! compostos por movimentos sociais para substituir as instâncias de poder eleitas pela maioria da população, como Câmaras, Assembleias e o Congresso; leia o texto e compartilhe.

Ademar Traiano*

O governo Dilma Rousseff nunca foi tão mal avaliado. Segundo o último Ibope, a taxa de aprovação do governo é de 31% enquanto o de reprovação (os que consideram o governo petista ruim e péssimo) atinge 33%. A pesquisa é um indicativo de derrota eleitoral. Para espantar esse espectro o PT está apelando para medidas extremas. Leia mais