Pegasus pode espionar políticos nas eleições de 2022, investiga consórcio de jornalistas

O maior inimigo de políticos de cepas nacionalista e desenvolvimentista pode ser invisível nas eleições de 2022. Segundo investigação de um consórcio internacional de jornalistas, um software espião israelense chamado Pegasus pode ser o grande vilão da vez, capaz de fazer as ações da Cambridge Analytica nas eleições dos Estados Unidos [Donald Trump, em 2016] … Read more

Pegasus: Lava Jato e Carluxo tentaram comprar programa de espionagem de empresa israelense

A falecida força-tarefa Lava Jato tentou criar um sistema de espionagem cibernética clandestina, por meio do programa espião Pegasus, de uma empresa do grupo israelense NSO Group. O fato foi levado nesta segunda-feira (26/7) ao Supremo Tribunal Federal (STF) pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. De acordo com os advogados Valeska Teixeira … Read more

Carluxo quer espionar a República, diz a Folha/Uol

O grupo Folha/Uol afirma nesta quarta-feira (19/5) que o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ), o Zero Dois, planeja uma central de espionagem no Ministério da Justiça. Segundo a reportagem, seria criada uma espécie de “Abin Paralela”, à margem das forças armadas e da PF, para espionagem políticas. Ou seja, adversários políticos e de governo poderiam ser … Read more

Gleisi cobra explicação de Obama sobre participação no golpe e na Lava Jato

A presidenta nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann (PR), pelo Twitter, cobrou explicações do ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama na participação do golpe contra Dilma Rousseff e na operação espúria da Lava Jato. Segundo a dirigente petista, Obama passou 8 anos fazendo guerras e espionagem, a serviço da indústria de armas e do establishment … Read more

Ministério da Justiça jura que não produz dossiês nem persegue cidadãos. Você acredita?

Embora haja evidências, o Ministério da Justiça jurou ao Supremo Tribunal Federal (STF), em documento enviado nesta quinta-feira (6), que a Secretaria de Operações Integradas (Seopi) não produz dossiês “contra nenhum cidadão” e não instaura “procedimentos de cunho inquisitorial”. Cabe agora ao distinto e pacato cidadão dizer se acredita ao não. Seopi, subordinada ao ministro … Read more

‘Folha distorce, falseia e defende a censura da Globo’

Em artigo publicado hoje (2) os jornalistas José Chrispiniano e Ricardo Amaral criticam duramente o jornal Folha de S. Paulo por defender, em matéria publicada neste domingo, a censura praticada pela Rede Globo a respeito da série de denúncias divulgadas pelo site The Intercept sobre as manipulações e atividades criminosas cometidas pelo ex-juiz Sérgio Moro … Read more

Espionar Igreja é volta à repressão, diz PT

O PT emitiu uma nota na noite deste domingo (9) na qual considera muito grave a espionagem do governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) contra a Igreja Católica feita por meio do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) e da Agência Brasileira de Inteligência (ABIN). LEIA TAMBÉM: Dilma Rousseff: A “inteligência” na qual não se deve acreditar … Read more

Flávio Dino: espionagem do governo Bolsonaro contra Igreja Católica é um escândalo

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), condenou neste domingo (10) o que ele considera espionagem do governo Bolsonaro contra a Igreja Católica. Para Dino, o governo federal trata a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) como inimiga interna. “Estamos diante de um dos maiores escândalos deste começo de ano”, protestou o comunista-cristão. LEIA … Read more

General Heleno nega que vai transformar a Abin em um ‘novo’ SNI de Bolsonaro

O general Augusto Heleno, futuro chefe do GSI (Gabinete de Segurança Institucional), disse que não pretende transformar a Abin (Agência Brasileira de Inteligência) em um novo Serviço Nacional de Informações (SNI) do governo Bolsonaro, organismo de espionagem e inteligência da ditadura. “Isso é uma bobagem. Não há ideia de resgatar nada. Não estamos olhando para … Read more

Lava Jato bate à porta de Renan Calheiros, 2 dias após prisão de Eduardo Cunha

moro_renanO presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), viu hoje (21) pela manhã a Lava Jato bater à sua porta. O parlamentar chegou a sentir o bafo do juiz Sérgio Moro em seu cangote.

Read more

Governador Beto Richa está espionando “professoras perigosas” em greve, revela Estadão

O governador Beto Richa (PSDB) resolveu partir para a baixaria contra os professores em greve no Paraná. Segundo revelou o Estadão, neste sábado (28), o tucano está espionando os grevistas acampados há 19 dias em frente ao Palácio Iguaçu, no Centro Cívico, em Curitiba. “A inteligência da polícia está monitorando o acampamento montado por professores … Read more

EUA se infiltraram em cenário musical cubano para incentivar oposição a governo entre jovens

do Opera Mundi
cuba_cultura_eua.jpgPor mais de dois anos, a Usaid (Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional) se infiltrou secretamente no cenário hip-hop underground de Cuba, recrutando rappers para desencadear um movimento de jovens contra o governo, de acordo com documentos obtidos pela AP (Associated Press) e divulgados nesta quinta-feira (11/12).

De acordo com os arquivos, a ideia era usar músicos cubanos “para romper o bloqueio de informação” e construir uma rede de jovens que procurassem uma “mudança social” em relação à  liderança dos irmãos Castro, no poder desde 1959.

No entanto, a operação foi classificada como amadora e foi mal sucedida. O programa secreto dos EUA também envolveu a empresa Creative Associates International, com base em Washington, DC, que pagou milhões de dólares para minar o governo comunista de Cuba.

Read more

Volkswagem monitorou Lula durante a ditadura militar

via Brasil 247

Documentos descobertos recentemente e vistos pela agência Reuters revelam que a montadora espionou ativistas sindicais brasileiros, seus próprios trabalhadores, na década dos anos 1980 e passou informações sobre reivindicações salariais e outras discussões privadas à  ditadura militar do País; objetivo era suprimir a agitação trabalhista; um dos alvos da empresa alemã era o ex-presidente Lula, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo à  época; naquele ano, o movimento sofreu intervenção e Lula foi detido por 31 dias nas instalações do DOPS paulista.
Documentos descobertos recentemente e vistos pela agência Reuters revelam que a montadora espionou ativistas sindicais brasileiros, seus próprios trabalhadores, na década dos anos 1980 e passou informações sobre reivindicações salariais e outras discussões privadas à  ditadura militar do País; objetivo era suprimir a agitação trabalhista; um dos alvos da empresa alemã era o ex-presidente Lula, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo à  época; naquele ano, o movimento sofreu intervenção e Lula foi detido por 31 dias nas instalações do DOPS paulista.

A Volkswagen espionou ativistas sindicais brasileiros na década dos anos 1980 e passou informações sobre reivindicações salariais e outras discussões privadas à  ditadura militar do país, de acordo com documentos recentemente descobertos que foram vistos pela Reuters.

A montadora monitorou secretamente seus próprios trabalhadores, bem como dirigentes sindicais proeminentes da época. Um dos alvos da Volkswagen foi Luiz Inácio Lula da Silva, que viria a ser presidente do Brasil de 2003 a 2010 e continua sendo um dos políticos mais influentes na cena nacional.

Os documentos foram recentemente descobertos em arquivos do governo por pesquisadores que estão contribuindo com os trabalhos da Comissão Nacional da Verdade (CNV), que investiga abusos ocorridos durante o regime militar de 1964 a 1985 a pedido da presidente Dilma Rousseff.

Read more

Grampolândia: AGU aciona MP por quebra de sigilo do Planalto

do Brasil 247

Advocacia-Geral da União entra com reclamação disciplinar na corregedoria do Conselho Nacional do Ministério Público contra a promotora Márcia Milhomens Sirotheau Corrêa, que pediu à  Justiça quebra de sigilo no Palácio do Planalto; ela investiga se o ex-ministro José Dirceu usou aparelho celular de dentro da Papuda; AGU lembra que investigação interna da penitenciária não encontrou provas do feito e, "ao invés de simplesmente dar por encerrada a questão", a promotora adotou procedimento "inteiramente inédito e heterodoxo", pedindo a quebra de sigilo do Planalto "sem maiores justificativas, explicações e pormenorização".
Advocacia-Geral da União entra com reclamação disciplinar na corregedoria do Conselho Nacional do Ministério Público contra a promotora Márcia Milhomens Sirotheau Corrêa, que pediu à  Justiça quebra de sigilo no Palácio do Planalto; ela investiga se o ex-ministro José Dirceu usou aparelho celular de dentro da Papuda; AGU lembra que investigação interna da penitenciária não encontrou provas do feito e, “ao invés de simplesmente dar por encerrada a questão”, a promotora adotou procedimento “inteiramente inédito e heterodoxo”, pedindo a quebra de sigilo do Planalto “sem maiores justificativas, explicações e pormenorização”.
A Advocacia-Geral da União (AGU) entrou nesta terça-feira 15 com uma reclamação disciplinar na corregedoria do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) contra a promotora Márcia Milhomens Sirotheau Corrêa, que pediu à  Justiça a quebra de sigilo de aparelhos utilizados nas intermediações do Palácio do Planalto.

Read more

Em nota, governo do Paraná desmente Gazeta do Povo e jura que nunca espionou ninguém

Governo Beto Richa, por meio de nota assinada pela Celepar, nesta segunda (3), jurou que não há monitoramento de e-mails dos servidores públicos do Paraná; "Até a presente data não há registro oficial de qualquer reclamação de invasão de caixas postais por usuários do Expresso", desconversa a empresa que controla o datacenter (veja a foto) que guarda os dados do "Expresso Livre Mail"; neste domingo (2), o jornal Gazeta do Povo denunciou monitoramento de mensagens eletrônicas de policiais civis e militares, agentes do Gaeco e da receita estadual.
Governo Beto Richa, por meio de nota assinada pela Celepar, nesta segunda (3), jurou que não há monitoramento de e-mails dos servidores públicos do Paraná; “Até a presente data não há registro oficial de qualquer reclamação de invasão de caixas postais por usuários do Expresso”, desconversa a empresa que controla o datacenter (veja a foto) que guarda os dados do “Expresso Livre Mail”; neste domingo (2), o jornal Gazeta do Povo denunciou monitoramento de mensagens eletrônicas de policiais civis e militares, agentes do Gaeco e da receita estadual.
O governo Beto Richa (PSDB) publicou uma nota de esclarecimento, nesta segunda-feira (3), esclarecendo que ” Não houve qualquer invasão de caixas postais de contas de e-mail”, conforme denúncia publicado na edição de ontem (2) no jornal Gazeta do Povo — e repercutida aqui neste espaço (clique aqui para relembrar).

Na reportagem de ontem, o jornal afirma que contas de e-mail Expresso Livre Mail!, controlada pela Companhia de Tecnologia da Informação do Paraná (Celepar), estão sendo monitorada há muito tempo. Agentes do Gaeco (Grupo de Combate ao Crime Organizado), da receita estadual e policiais civis e militares teriam sido vítimas da espionagem.

“Até a presente data não há registro oficial de qualquer reclamação de invasão de caixas postais por usuários do Expresso”, diz um trecho da nota.

A seguir, leia a íntegra do desmentido do governo do Paraná:

Read more

Denúncia de espionagem abre nova crise no governo Richa

Sorria, você está sendo espionado, caro servidor público do estado. Sua conta de e-mail “Expresso Livre Mail”, controlada pela Companhia de Tecnologia da Informação do Paraná (Celepar), está sendo monitorada há muito tempo! à‰ isso que diz a reportagem de Diego Ribeiro e Felipe Aníbal, na edição de domingo (2) do jornal Gazeta do Povo. … Read more

Ex-agente que denunciou espionagem de Obama contra Dilma pede asilo ao Brasil

da Opera Mundi

Em carta, Snowden sinaliza que gostaria de morar no Brasil; ex-agente da CIA promete ajudar Brasil em investigações sobre espionagens ilegais dos EUA; nesta terça, no Senado, os presidentes das comissões de Assuntos Econômicos (CAE), Lindbergh Farias (PT-RJ), e de Relações Exteriores (CRE) do Senado, Ricardo Ferraço (PMDB-ES), defenderam a concessão de asilo político ao norte-americano.
Em carta, Snowden sinaliza que gostaria de morar no Brasil; ex-agente da CIA promete ajudar Brasil em investigações sobre espionagens ilegais dos EUA; nesta terça, no Senado, os presidentes das comissões de Assuntos Econômicos (CAE), (PT-RJ), e de Relações Exteriores (CRE) do Senado, Ricardo Ferraço (PMDB-ES), defenderam a concessão de asilo político ao norte-americano.
O ex-agente norte-americano Edward Snowden escreveu uma “carta aberta ao povo brasileiro” em que promete ajudar o país na investigação sobre o escândalo de espionagem da NSA (Agência de Segurança Nacional dos Estados Unidos). Desde junho, Snowden tem revelado parte dos programas da agência, que incluem uma coleta massiva de informações sem autorização judicial, incluindo o monitoramento de telefonemas e e-mails de líderes mundiais como a presidente Dilma Rousseff e alguns de seus assessores, e de empresas como a Petrobras.

A carta foi publicada na edição desta terça-feira (17/12) do jornal Folha de S.Paulo e, embora Snowden não mencione diretamente, dá a entender que pede asilo político permanente em troca da ajuda. Segundo o jornal, a promessa será enviada a autoridades brasileiras e fará parte de uma campanha online em um site especializado em petições. Essa campanha será liderada pelo brasileiro David Miranda, namorado de Glenn Greenwald, o jornalista norte-americano que recebeu parte das informações de Snowden e revelou o esquema de espionagem ao mundo.

“Esses programas nunca foram motivados pela luta contra o terrorismo: são motivados por espionagem econômica, controle social e manipulação diplomática. Pela busca de poder”, diz Snowden na carta, alertando para o fato que a espionagem sem critério “ameaça tornar-se o maior desafio aos direitos humanos de nossos tempos”.

Read more

Folha deu a Obama o álibi que os EUA buscavam; regulação da mídia já

do Brasil 247

"Todo mundo espiona", diz a manchete do Uol, portal do grupo Folha; "Não há virgens nesse negócio", ironiza o texto; com uma reportagem sobre "espionagem" da Abin, a Folha de S.Paulo conseguiu avacalhar o esforço do Brasil em liderar, ao lado da Alemanha, uma iniciativa contra os grampos indiscriminados dos Estados Unidos; jornal que se diz "a serviço do Brasil" trabalhou contra; é por essas e por outras que se faz necessário regular a mídia neste país, que proíba a propriedade privada e o monopólio da comunicação; a concentração da velha mídia ajuda a difundir desserviço à  Nação.
“Todo mundo espiona”, diz a manchete do Uol, portal do grupo Folha; “Não há virgens nesse negócio”, ironiza o texto; com uma reportagem sobre “espionagem” da Abin, a Folha de S.Paulo conseguiu avacalhar o esforço do Brasil em liderar, ao lado da Alemanha, uma iniciativa contra os grampos indiscriminados dos Estados Unidos; jornal que se diz “a serviço do Brasil” trabalhou contra; é por essas e por outras que se faz necessário regular a mídia neste país, que proíba a propriedade privada e o monopólio da comunicação; a concentração da velha mídia ajuda a difundir desserviço à  Nação.
A tentativa do Brasil de liderar uma ação mundial para conter a espionagem em larga escala praticada pelos Estados Unidos, ao lado da Alemanha, se tornou motivo de piada entre diplomatas norte-americanos desde a comparação feita pela Folha com casos praticados pela Agência Brasileira de Inteligência (Abin), em 2003.

“Apesar da diferença de escala e cenário, está confirmado que todo mundo se espiona”, dizem diplomatas do Departamento de Estado e altos funcionários na Casa Branca, segundo manchete do Uol. “Não há virgens nesse negócio”, ironizam.

Recentemente, a presidente Dilma Rousseff ganhou destaque no cenário internacional ao pedir em assembleia da ONU uma regulação da internet em referência clara aos abusos praticados pelo sistema Big Brother Obama. A Agência de Segurança Nacional dos Estados Unidos, a NSA, vigiou cidadãos e governos de países como Brasil, México, França, Espanha e Alemanha. Em solo brasileiro, interceptou conversas de gabinete da presidente Dilma Rousseff e quebrou o sigilo da Petrobras.

Read more

Dilma exige que guarda de dados da internet fique no Brasil, diz João Arruda

Deputado João Arruda, presidente da Comissão que analisou o projeto do Marco Civil da Internet, informou ao blog que a presidenta Dilma não abre mão da guarda de dados dos usuários fique no Brasil; governo federal enxerga nos datacenters para armazenagem e gerenciamento de dados uma questão de soberania nacional; texto elaborado pela comissão presidida pelo parlamentar, será apreciado pela Comissão Geral da Câmara nesta quarta (6), assegura três pontos principais: a liberdade de expressão; a privacidade do usuário; e o ponto mais polêmico, a neutralidade da rede.
Deputado João Arruda, presidente da Comissão que analisou o projeto do Marco Civil da Internet, informou ao blog que a presidenta Dilma não abre mão da guarda de dados dos usuários fique no Brasil; governo federal enxerga nos datacenters para armazenagem e gerenciamento de dados uma questão de soberania nacional; texto elaborado pela comissão presidida pelo parlamentar, será apreciado pela Comissão Geral da Câmara nesta quarta (6), assegura três pontos principais: a liberdade de expressão; a privacidade do usuário; e o ponto mais polêmico, a neutralidade da rede.
O deputado federal João Arruda (PMDB-PR), que presidente a Comissão Especial que analisou o projeto do Marco Civil, será apreciado pela Comissão Geral da Câmara nesta quarta (6), informou nesta tarde ao blog que a presidenta Dilma Rousseff quer que os datacenters para armazenagem e gerenciamento de dados de usuários permaneçam em território nacional.

O relator na Câmara do projeto que cria o Marco Civil da Internet, deputado Alessandro Molon (PT-RJ), acatou o pedido da presidenta que, em outra ação para conter espionagem externa, publicou no Diário Oficial da União desta terça a obrigatoriedade do serviço público se comunicar através de e-mail 100% nacional — o Expresso — cuja tecnologia desenvolvida durante o governo de Roberto Requião (PMDB) no Paraná foi adotada pelo Serpro (Serviço Federal de Processamento de Dados).

Arruda disse que a Câmara deverá aprovar amanhã a melhor legislação de internet do mundo, pois o texto elaborado pela comissão presidida por ele assegura três pontos principais: a liberdade de expressão; a privacidade do usuário; e o ponto mais polêmico, a neutralidade da rede.

Read more

Dilma obriga uso de e-mail brasileiro contra espionagem de Obama

da Agência Brasil

Contra espionagem norte-americana, Dilma publica no Diário Oficial da União, desta terça (5), obrigando o serviço público utilizar e-mail verde-amarelo desenvolvido pelo Serpro; medida ocorre depois de revelação que espiões de Obama monitoravam mensagens da presidenta da República e da Petrobras; ministro Paulo Bernardo, das Comunicações, diz que, além de a substituição de software da Microsoft pelo Expresso resultará em economia aos cofres públicos, evitará que Obama bisbilhote as mensagens estratégicas do governo; será?
Contra espionagem norte-americana, Dilma publica no Diário Oficial da União, desta terça (5), obrigando o serviço público utilizar e-mail verde-amarelo desenvolvido pelo Serpro; medida ocorre depois de revelação que espiões de Obama monitoravam mensagens da presidenta da República e da Petrobras; ministro Paulo Bernardo, das Comunicações, diz que, além de a substituição de software da Microsoft pelo Expresso resultará em economia aos cofres públicos, evitará que Obama bisbilhote as mensagens estratégicas do governo; será?
Decreto publicado na edição de hoje (5) do Diário Oficial da União determina que os serviços de telecomunicações e de tecnologia da informação de órgãos ligados à  administração pública federal direta, autárquica e fundacional ocorram por meio de redes e serviços fornecido por órgãos ou entidades da própria administração pública federal.

A iniciativa, que abrange também empresas públicas e sociedades de economia mista da União e subsidiárias, tem como objetivo evitar o acesso a informações estratégicas por terceiros. A medida entra em vigor em 120 dias, mas a partir de hoje, com a publicação do decreto, já está autorizada a dispensa de licitação desses serviços nas contratações que possam comprometer a segurança nacional.

Read more

Padres “espiões” de Foz do Iguaçu são defenestrados pelo Vaticano

Blogueiro Rogério Bonato, de Foz, desconfia do gatilho rápido de Dom Dirceu, bispo da cidade, que requereu ajuda do Vaticano para afastar três padres desafetos; Justiça "Divida! foi ágil ao gongar três religiosos acusados de espionar e-mails do superior;  Justiça dos "homens" no Brasil ainda patina no mesmo caso.
Blogueiro Rogério Bonato, de Foz, desconfia do gatilho rápido de Dom Dirceu, bispo da cidade, que requereu ajuda do Vaticano para afastar três padres desafetos; Justiça “Divida! foi ágil ao gongar três religiosos acusados de espionar e-mails do superior; Justiça dos “homens” no Brasil ainda patina no mesmo caso.
O jornalista e blogueiro Rogério Bonato, de Foz do Iguaçu, de forma didática e bem humorada, conta em sua página que três padres “espiões” foram defenestrado pelo Vaticano a pedido do bispo da cidade, Dom Dirceu Vigine. Os padrecos teriam xeretado e-mails do superior (clique aqui para relembrar).

Sem entrar no mérito do conteúdo das mensagens violadas do bispo, o blogueiro iguaçuense estranha que a Justiça “Divida”, ou seja, do Vaticano, tenha sido rápida ao gongar os três religiosos enquanto a Justiça dos “homens” no país ainda patina no mesmo caso.

Segundo Bonato, “os padres não foram excomungados, exonerados ou banidos da Santa Sé, mas sim apenas suspensos, simplesmente afastados do rebanho, das atividades sacerdotais, sem poder ocupar uma igreja para rezar uma missa, ouvir confissão ou organizar um bingo, por exemplo”. “Estão ajoelhados no milho”, diverte-se. Leia o texto:

Read more

A serviço dos EUA: Folha diz que Brasil espionou diplomatas estrangeiros

do Brasil 247 Os Estados Unidos, como se sabe, estão na berlinda. Programas de espionagem em larga escala, colocados em prática pela Agência de Segurança Nacional, a NSA, vigiaram cidadãos e governos de países como Brasil, México, França, Espanha e Alemanha. No caso alemão, suspeita-se que o celular da chanceler Angela Merkel tenha sido monitorado … Read more

Espionagem: Aliada ao Brasil, Alemanha pode dar asilo a Snowden

do Brasil 247

Mais do que simplesmente publicar seu manifesto, a revista Der Spiegel, a mais importante da Alemanha, tomou uma posição: defendeu que a chanceler à‚ngela Merkel conceda asilo diplomático a Edward Snowden, para que seja possível protegê-lo, mas também conhecer a fundo os detalhes da espionagem; em julho deste ano, o senador Roberto Requião (PMDB-PR) defendeu que o Brasil fizesse o mesmo, mas o Itamaraty preferiu manter distância dessa hipótese; Dilma e Merkel apresentarão resolução conjunta nas Nações Unidas.
Mais do que simplesmente publicar seu manifesto, a revista Der Spiegel, a mais importante da Alemanha, tomou uma posição: defendeu que a chanceler à‚ngela Merkel conceda asilo diplomático a Edward Snowden, para que seja possível protegê-lo, mas também conhecer a fundo os detalhes da espionagem; em julho deste ano, o senador Roberto Requião (PMDB-PR) defendeu que o Brasil fizesse o mesmo, mas o Itamaraty preferiu manter distância dessa hipótese; Dilma e Merkel apresentarão resolução conjunta nas Nações Unidas.
A revista alemã Der Spiegel foi a publicação escolhida por Edward Snowden, técnico da Agência Nacional de Segurança dos Estados Unidos, a NSA, para publicar um manifesto onde afirma algo incontestável: dizer a verdade não pode ser considerado um crime (leia mais aqui).

No entanto, mais do que simplesmente publicar o texto de Snowden, enviado à  revista de forma criptografada, a Spiegel tomou uma posição editorial: defendeu, na capa, que a chanceler alemã Angela Merkel conceda o asilo diplomático a ele. Embora já tenha obtido esse benefício da Rússia, Snowden se adaptaria melhor à  Alemanha. Além disso, sua presença no país ajudaria a desvendar os segredos da espionagem norte-americana.

Caso Merkel tome essa decisão, ela poderá fazer por Snowden algo que esteve diante também do Brasil. Em julho deste ano, quando vieram à  tona as primeiras informações sobre a espionagem americana sobre o governo Dilma, alguns senadores defenderam que o Brasil lhe desse asilo diplomático.

“A reação mais lógica e mais séria em relação a essa história da espionagem americana seria imediatamente conceder asilo ao Snowden. E nós teríamos condição de saber, nós e o mundo, com mais seriedade e transparência, o que realmente significou a espionagem. O Snowden é um herói dos Estados Unidos. Amanhã ou depois, a história vai se lembrar do Snowden, e não do Obama, que foi quem acabou sendo responsável pela espionagem na internet no mundo inteiro. à‰ uma vergonha que alguns países latino-americanos tenham oferecido, e nós fiquemos enrolando esse assunto”, disse o senador Roberto Requião (PMDB-PR).

Read more

Espionados, Brasil e Alemanha se unem por resolução para a internet

Monitorados pelos Estados Unidos, de acordo com revelações dos documentos de Edward Snowden, líderes dos dois países estão preparando uma resolução para a Assembleia-Geral da ONU que vai exigir o fim da espionagem excessiva e da invasão de privacidade (foto: Roberto Stuckert Filho/PR).
Monitorados pelos Estados Unidos, de acordo com revelações dos documentos de Edward Snowden, líderes dos dois países estão preparando uma resolução para a Assembleia-Geral da ONU que vai exigir o fim da espionagem excessiva e da invasão de privacidade (foto: Roberto Stuckert Filho/PR).
NAà‡à•ES UNIDAS, 26 Out (Reuters) – Brasil e Alemanha estão preparando uma resolução para a Assembleia-Geral da ONU que vai exigir o fim da espionagem excessiva e da invasão de privacidade, depois que um ex-prestador de serviços da agência de inteligência dos Estados Unidas revelou grandes programas de vigilância internacionais, disseram diplomatas da ONU na sexta-feira.

A presidente Dilma Rousseff e a chanceler alemã, Angela Merkel, condenaram a espionagem generalizada feita pela Agência de Segurança Nacional (NSA) dos EUA.

Acusações de que a NSA acessou dezenas de milhares de registros telefônicos franceses e monitorou o celular de Merkel têm causado indignação na Europa. A Alemanha disse na sexta-feira que vai enviar seus chefes de inteligência para Washington na próxima semana para buscar explicações da Casa Branca.

Read more

Angela Merkel diz a Obama que espionagem entre aliados é inaceitável

Da Agência Brasil*

Argumentando que a espionagem entre aliados é inaceitável e que a confiança deve ser restabelecida!, Angela Merkel informou que já teve oportunidade de dizer isso ao próprio presidente norte-americano, Barack Obama, ontem (23), em uma conversa por telefone.
Argumentando que a espionagem entre aliados é inaceitável e que a confiança deve ser restabelecida!, Angela Merkel informou que já teve oportunidade de dizer isso ao próprio presidente norte-americano, Barack Obama, ontem (23), em uma conversa por telefone.
A chanceler alemã, Angela Merkel, disse hoje (24), em sua chegada a Bruxelas para a reunião do Conselho Europeu, que espionagem entre amigos é algo que não se faz!, referindo-se ás escutas de que teria sido alvo por parte dos serviços secretos dos Estados Unidos.

Argumentando que a espionagem entre aliados é inaceitável e que a confiança deve ser restabelecida!, Angela Merkel informou que já teve oportunidade de dizer isso ao próprio presidente norte-americano, Barack Obama, ontem (23), em uma conversa por telefone.

Read more