22 de janeiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em PT, PSB e PSOL convidam PDT, PCdoB e Rede para bloco de oposição

PT, PSB e PSOL convidam PDT, PCdoB e Rede para bloco de oposição

Os presidentes do PT, PSB e PSOL estiveram reunidos nesta terça-feira (22)  para debater a criação de um bloco de partidos de oposição ao governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) na Câmara Federal.  ... 

Leia mais

21 de janeiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em PSB decide apoio à presidência da Câmara nesta segunda

PSB decide apoio à presidência da Câmara nesta segunda

A bancada do PSB na Câmara dos Deputados se reúne na noite desta segunda-feira (21), em Brasília, com o objetivo de decidir que candidato irá apoiar para presidência da Casa.

LEIA TAMBÉM:

Flávio Bolsonaro revela ‘talento imobiliário’ na Record e ‘cobra’ explicações de Queiroz ... 

Leia mais

9 de outubro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em PSB declara apoio a Fernando Haddad

PSB declara apoio a Fernando Haddad

O Partido Socialista Brasileiro (PSB) reuniu sua Executiva Nacional nesta terça-feira (9) em Brasília e decidiu apoiar a candidatura de Fernando Haddad (PT) para a Presidência da República.

“Acabamos de aprovar uma resolução que define apoio no segundo turno da eleição presidencial ao candidato Fernando Haddad, propondo que se forme uma frente democrática contra uma candidatura que representa o extremo oposto das forças democráticas”, declarou o presidente da legenda, Carlos Siqueira.

O Partido decidiu, porém, dar liberdade aos candidatos a governador que ainda estão na disputa, como Rodrigo Rollemberg, no DF, e Márcio França, em São Paulo, para que decidam seus posicionamentos.

Carlos Siqueira aproveitou para fazer sugestões à campanha de Haddad. “A primeira delas é que, nesse momento difícil que vive o país com a polarização, a candidatura se transforme em uma frente democrática, que agregue personalidades e instituições que defendam a democracia.”

O PSB elegeu três governadores e vai disputar o segundo turno das eleições em outros quatro Estados, entre eles, São Paulo, o maior colégio eleitoral do país.

Com informações do

Correio Brasiliense ... 

Leia mais

3 de julho de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em PT, PSB, PSOL, PCdoB e PDT lançam hoje manifesto pela Reconstrução do Brasil

PT, PSB, PSOL, PCdoB e PDT lançam hoje manifesto pela Reconstrução do Brasil

Daqui a pouco, às 14h, em Brasília, PT, PSB, PSOL, PCdoB e PDT divulgam manifesto da Frente para a Reconstrução e Desenvolvimento do Brasil.

O evento da Frente de Esquerda ocorrerá no Auditório Freitas Nobre, Anexo IV, na Câmara dos Deputados.

O lançamento do manifesto Frente, capitaneado pelas fundações dos respectivos partidos, pode ser o embrião para o nascimento da união das esquerdas na disputa presidencial de outubro.

A presidenta nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann, explica que se trata de importante evento das fundações partidárias, que compõem a Frente Democrática, pela eleição de bancadas progressistas e comprometidas com a democracia, soberania e direitos do povo brasileiro.

Assista ao vivo:

Leia mais

21 de março de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em PSB nacional “afrouxa a tanga” no Paraná

PSB nacional “afrouxa a tanga” no Paraná

O presidente nacional do PSB Carlos Siqueira liberou a bancada estadual do partido, no Paraná, para aliar-se à direita na disputa pelo governo do estado. Com a “afrouxada na tanga” do dirigente, os “socialistas” paranaenses apoiarão a candidatura da vice-governadora Cida Borghetti (PP), mulher do ministro da Saúde Ricardo Barros (PP).

O PSB funciona no Paraná como satélite do grupo político do governador Beto Richa (PSDB) desde o início dos anos 90. A decisão sacramentada ontem à noite consolida essa posição e manda para o espaço a resolução do Congresso Nacional do PSB que jurava ter ido para a esquerda.

Mais do que questões ideológicas, pesou o apoio a Cida Borghetti os cargos comissionados que os deputados “socialistas” têm no governo do estado. Por isso eles

recuaram do convite ... 

Leia mais

8 de março de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Bancada estadual do PSB do Paraná planeja debandada com entrada de Osmar Dias

Bancada estadual do PSB do Paraná planeja debandada com entrada de Osmar Dias

O feitiço virou contra o feiticeiro. Primeiro os deputados estaduais do PSB levaram Osmar Dias até o diretório nacional da agremiação. Queriam filiá-lo. Agora não querem mais. Mas o problema é que o irmão mais moço do senador Alvaro Dias (Podemos) aprendeu o caminho e agora tem interlocução direta com o presidente nacional Carlos Siqueira, sem o intermédio da bancada estadual.

LEIA TAMBÉM

Carlos Siqueira, do PSB, se reuniu com Osmar Dias em Curitiba ... 

Leia mais

7 de março de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Carlos Siqueira, do PSB, se reuniu com Osmar Dias em Curitiba

Carlos Siqueira, do PSB, se reuniu com Osmar Dias em Curitiba

O presidente nacional do PSB Carlos Siqueira se reuniu nesta terça (6), em Curitiba, com o pré-candidato ao governo do Paraná Osmar Dias (PDT). O dirigente socialista deu garantias de que o irmão de Alvaro Dias (Podemos) terá liberdade plena para formar uma chapa de oposição ao governador Beto Richa (PSDB), incluindo o senador Roberto Requião (MDB) que concorreria à reeleição ao Senado.

LEIA TAMBÉM

PSDB empurra Márcio França, vice de São Paulo, para o colo de Alvaro Dias ... 

Leia mais

7 de fevereiro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Ciro Gomes perde palanque no Paraná. PSB nacional dá “ok” para Osmar Dias

Ciro Gomes perde palanque no Paraná. PSB nacional dá “ok” para Osmar Dias

O ex-senador Osmar Dias obteve o sinal verde do PSB nacional para montar o palanque que quiser, visando a disputa pelo governo do Paraná, e a direção socialista o liberou na hipótese da candidatura de seu irmão Alvaro Dias (Podemos) à Presidência da República.

Nesta terça-feira (6), uma comitiva do PSB do Paraná encontrou-se em Brasília com o presidente nacional da sigla, Carlos Siqueira, que comunicou o acordo que dá liberdade para Osmar fazer as alianças que bem entender.

Siqueira informou a comitiva paranaense – formada pelos deputados federais Leopoldo Meyer e Luciano Ducci, bem como o estadual Luiz Claudio Romanelli e o presidente da legenda no estado Severino Araújo. A liberdade de Osmar no PSB consistiria, inclusive, em aliança com o senador Roberto Requião (MDB).

“Águas passadas não movem moinhos”, teria respondido Siqueira a dirigente do PSB no Paraná, Severino Araújo, que levantou uma “questão de ordem” ao lembrar da atuação de Requião na CPI do Precatório (em 1997, o senador citou o ex-governador Pernambuco Miguel Arraes no relatório final). “Ninguém mais do que eu zelo pela memória de Arraes”, completou o presidente nacional do partido.

O Blog do Esmael apurou ainda que Siqueira e Osmar trabalham por uma composição fora do campo do governador Beto Richa (PSDB), que deverá concorrer ao Senado. Ambos, Osmar e Siqueira, entendem que o tucano já tem dois pré-candidatos ao Palácio Iguaçu – Cida Borghettii (PP) e Ratinho Junior (PSD).

Portanto, Osmar Dias deverá desembarcar mesmo do PDT. Ele alega que na agremiação brizolista ele não tem a liberdade que o PSB que lhe oferece. Além disso, nas hostes socialistas, analisa, teria maior força para barganhar com o próprio Requião.

Nesse cenário, de Osmar longe de Richa e filiado no PSB, cogita-se o nome do deputado federal João Arruda (MDB), sobrinho de Requião, na vice.
Leia mais

25 de abril de 2017
por Esmael Morais
2 Comentários

PSB pula do barco de Temer

O Partido Socialista Brasileiro, o PSB, fechou questão contra as reformas da previdência e trabalhista antes que o velho Miguel Arraes e seu neto Eduardo Campos se virassem no túmulo. Leia mais

9 de agosto de 2015
por Esmael Morais
30 Comentários

Congresso do PSB no Paraná trama deposição da presidenta Dilma

congresso_psb_dilma

O Partido Socialista Brasileiro (PSB) realizou neste sábado (8), em Curitiba, congresso estadual do Paraná. A agremiação sinalizou qual o tom adotará de agora em diante em todo o país: deposição da presidenta Dilma Rousseff (PT).

Pelas palavras do deputado federal Luciano Ducci, ex-prefeito da capital paranaense, há três saídas para a petista: renúncia, impeachment e um novo governo de coalizão.

“O Brasil não aguenta mais três anos e meio de crise do governo Dilma Rousseff”, discursou Ducci para o deleite do presidente nacional da sigla, Carlos Siqueira, que reivindicou a condição de “terceira via” para os socialistas.

Ducci e os congressistas do PSB repetiram no fim de semana — com pouca variação — mais ou menos que dissera o jornalista Carlos Lacerda, da finada UDN (União Democrática Nacional), no início da década de 50:

“O Sr. Getúlio Vargas, senador, não deve ser candidato à presidência. Candidato, não deve ser eleito. Eleito não deve tomar posse. Empossado, devemos recorrer à revolução para impedi-lo de governar.”

No Paraná, o PSB é aliado de primeira hora do governador Beto Richa (PSDB) há mais de duas décadas. Embora negue em público, o tucano é tido como um dos principais conspiradores contra a presidenta Dilma.

Durante o congresso partidário, Luciano Ducci foi lançado para concorrer à Prefeitura de Curitiba em 2016.

O senador Alvaro Dias é esperado no PSB para reavivar o sonho de Eduardo Campos de chegar à Presidência da República pela “terceira via”. O tucano paranaense, no entanto, permanece no muro, ou seja, no PSDB. Leia mais