Requião já definiu o partido do “coração”, mas só vai bater o martelo na filiação em novembro

Richa NÃO emplaca nome na Itaipu

Beto Richa (PSDB) não tem a força que imaginava ter no governo federal, pois bateu na trave a indicação do tucano, o engenheiro Luiz Fernando Vianna, atual presidente da Copel, para a presidência da Itaipu Binacional.

Rocha Loures deixa o PMDB para assumir a presidência de Itaipu Binacional

rocha_loures_itaipuO empresário Rodrigo Rocha Loures pediu esta semana desfiliação do PMDB, partido que presidia e pelo qual concorreu à Prefeitura do município de São José dos Pinhais, região metropolitana de Curitiba, na eleição de 2012, para assumir a presidência da Itaipu Binacional.

Michel Temer só prestigia o PT no Paraná, protestam tucanos

temer_samek_richa_alvaroNem o governador Beto Richa (PSDB) nem Alvaro Dias (PV) são os paranaenses mais prestigiados pelo presidente ilegítimo Michel Temer (PMDB), como pensa a vã filosofia.

Beto Richa em Brasília para tentar “derrubar” Rocha Loures da Itaipu Binacional

rocha_loures_temer_itaipu_lupion_richaO interino Michel Temer (PMDB) já “nomeou” o empresário Rodrigo Rocha Loures (PMDB) para a Itaipu Binacional. Só falta publicar no Diário Oficial da União, mas o governador Beto Richa (PSDB) não se faz de rogado e nesta terça (14), em Brasília, levou um segundo nome para o cargo.

Richa desprestigiou Temer, mas quer indicar o irmão Pepe na Itaipu

richa_pepeO governador Beto Richa (PSDB) não compareceu à cerimônia de posse do presidente interino Michel Temer, na quinta-feira 12, após a consumação do golpe de Estado. Preferiu cumprir agenda em Maringá e Foz do Iguaçu, no interior do Paraná.

O tucano também deixou de prestigiar a posse do deputado aliado Ricardo Barros (PP-PR), no Ministério da Saúde, cuja mulher, Cida Borghetti (PP), é sua vice e candidata ao governo do estado em 2018.

Apesar de desprestigiar Temer e Barros, o governador do PSDB quer emplacar o mano Pepe Richa na usina Itaipu Binacional, pois, dessa forma, evitaria o desgaste de demitir o próprio irmão da Secretaria de Estado da Infraestrutura por “insuficiência técnica” e otras cositas mas.

Em governo do golpe, “limpinho” Rubens Bueno é cotado para a Itaipu

rubens_buenoO deputado federal Rubens Bueno, líder do PPS na Câmara, conhecido no Paraná como “limpinho”, é cotado para assumir a diretoria-geral da Itaipu Binacional em um virtual governo golpista liderado pelo vice Michel Temer (PMDB-SP).

Em nota, Itaipu Binacional afirma que mantém diálogo com grevistas

itaipu_binacional_48153A diretoria da Itaipu Binacional, em nota, contestou nesta quarta-feira (23) a informação publicada ontem (22) pelo Blog do Esmael de que a empresa não dialoga com o movimento grevista.

Nesta semana, trabalhadores do setor administrativo da energética cruzaram os braços na capital paranaense pedindo equiparação salarial com o lado paraguaio. O Sindenel (Sindicato dos Eletricitários de Curitiba) acusou a Itaipu de não dialogar e ameaçou levar a demanda para a presidenta Dilma Rousseff (PT), em caravana até Brasília.

Na nota, a Itaipu assegura que fez proposta aos grevistas e que a mesma “não esgota o debate acerca de outros avanços almejados pelos trabalhadores, como, por exemplo, o estudo sobre o reenquadramento, previsto para o mês de junho de 2016”.

“A Itaipu mantém a sua decisão de implantar a nova tabela salarial para empregados que assim decidirem aderir. E respeita o direito de greve, que é assegurado pela Constituição Federal e está previsto na Lei 7.783/89.”, diz outro trecho do comunicado da binacional de energia.

A seguir, leia a íntegra da nota da Itaipu Binacional:

Usina de Itaipu completa hoje 30 anos de operação

da Agência Brasil

A usina gera 2,8 mil empregos diretos no Brasil e no Paraguai; para construí-la, foram necessários U$$ 27 bilhões, captados em órgãos nacionais e internacionais, incluindo as rolagens financeiras. Atualmente, a dívida é US$ 13 bilhões. Cerca de 60% dos custos anuais têm como destino o pagamento dessa dívida.
A usina gera 2,8 mil empregos diretos no Brasil e no Paraguai; para construí-la, foram necessários U$$ 27 bilhões, captados em órgãos nacionais e internacionais, incluindo as rolagens financeiras. Atualmente, a dívida é US$ 13 bilhões. Cerca de 60% dos custos anuais têm como destino o pagamento dessa dívida.
A Usina Hidrelétrica de Itaipu completa hoje (5) 30 anos de operação. Nesse período, gerou um total de 2.167.763.264 megawatts-hora (MWh) !“ energia suficiente para suprir o consumo de todo o Planeta por um mês, sete dias, 11 horas e 42 minutos. A produção acumulada do período poderia também abastecer a Região Centro-Oeste por praticamente 66 anos, o Brasil por quatro anos e oito meses ou a América Latina por mais de dois anos e cinco meses.

São números impressionantes, principalmente se levarmos em conta que por trás dessa obra estão o Brasil e o Paraguai: dois países que, na época, eram considerados periféricos e sem capacidade para tocar um empreendimento de tal magnitude!, disse à  Agência Brasil o diretor-geral brasileiro de Itaipu, Jorge Samek.

Com ou sem Samek, PT decide pela candidatura própria em Foz

PT iguaçuense tem três pré-candidatos: Joel, Samek e Piolla.
O PT decidiu neste final de semana pela candidatura própria na disputa da prefeitura de Foz do Iguaçu, no Oeste do Paraná. Na reunião, apesar de tensa, a tese de candidato próprio venceu por 14 votos a 12.

O PT tem três candidatos para a disputa: Jorge Samek, Gilmar Piolla e Joel de Lima. Os três são trabalhadores da Itaipu Binacional e têm até junho como prazo para desincompatibilizar e disputar as eleições de 7 de outubro.

O próximo passo dos petistas é registro das pré-candidaturas !“ o que deve ocorrer logo depois da Páscoa, a partir da próxima segunda-feira, 9. Também devem ser registradas as teses e as propostas para o encontro municipal do partido que, a princípio, está marcado para o mês de maio. Até lá, os petistas vão iniciar as reuniões dos setoriais e intensificar as conversas com os partidos que formam a base aliada do Governo Dilma no Congresso Nacional.

Em Foz, o PT espera que seu arco de aliança inclua o PDT, PMDB, PP, PTB, PV, PTN, PSD, PCdoB, mas não fecha a porta para PSB, PSDB, PPS e DEM. O candidato “natural” do PT tem nome é sobrenome: Jorge Samek. Se Samek continuar imprescindível para Dilma no comando da Itaipu Binacional, a escolha se dará entre Gilmar Piolla e Joel de Lima.