5 de Março de 2018
por esmael
Comentários desativados em Bolsonaro se filia ao PSL na quarta-feira, seu nono partido político

Bolsonaro se filia ao PSL na quarta-feira, seu nono partido político

O deputado federal Jair Bolsonaro (RJ) vai se filiar ao PSL na próxima quarta-feira, 7, às 18 horas, em ato na Câmara dos Deputados. O parlamentar já trocou mais de partido que de camisa. Leia mais

9 de Fevereiro de 2018
por esmael
Comentários desativados em Deputado Alex Canziani não aceita “substituir” Cristiane Brasil no Ministério do Trabalho

Deputado Alex Canziani não aceita “substituir” Cristiane Brasil no Ministério do Trabalho

O deputado Alex Canziani (PTB-PR), lembrado pela bancada do PTB na Câmara para “substituir” a colega Cristiane Brasil (PTB-RJ), jura que não aceitaria assumir por 40 dias o Ministério do Trabalho. Leia mais

8 de Fevereiro de 2018
por esmael
Comentários desativados em Para superar fase Cristiane Brasil, deputado do PTB deverá assumir Ministério do Trabalho

Para superar fase Cristiane Brasil, deputado do PTB deverá assumir Ministério do Trabalho

O deputado Alex Canziani (PTB-PR) deverá assumir “transitoriamente” o cargo de ministro do Trabalho com o intuito de o PTB superar a fase Cristiane Brasil (PTB-RJ). Leia mais

28 de Janeiro de 2018
por esmael
2 Comentários

Alex Canziani diz “sim” para Temer, mas aceita “só até abril” ser ministro do Trabalho

O deputado Alex Canziani (PTB-PR) confirmou que foi sondado por Michel Temer para assumir o Ministério do Trabalho, caso o STF mantenha o veto à também deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ). Mas, segundo o site NPdiário, o parlamentar impõe uma única condição: ficar no governo “apenas até o início do mês de abril.” Leia mais

26 de Janeiro de 2018
por esmael
3 Comentários

O Ministério do Trabalho vai continuar um “trem desgovernado” até fevereiro

Para um governo que tem como objetivo gerar desemprego, nada mais normal o Ministério do Trabalho continuar sem comando até fevereiro. A informação de que o PTB insistirá até fevereiro no nome da deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ), barrada pela Justiça, coincidiu hoje (26) com os números do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) segundo qual Michel Temer fechou 20.832 vagas de trabalho formal em 2017. Leia mais

30 de agosto de 2016
por esmael
18 Comentários

“Foi 7 a 1 para a defesa de Dilma”

defesa_goleadaA defesa de Dilma Rousseff segue dando goleada no Senado. “Foi 7 a 1 para a defesa”, avaliou o senador Randolfe Rodrigues (REDE-AP) a após o pronunciamento do advogado José Eduardo Cardozo.

18 de Maio de 2016
por esmael
70 Comentários

Paulinho da Força diz que foi ‘enganado’ pelo colega de golpe Temer

paulinho_forcaO deputado Paulinho da Força (SD) lamentou nesta quarta-feira (18) que o governo ditatorial de Michel Temer (PMDB) tenha “esquecido” os representantes da classe trabalhadora. Na verdade, o presidente da Força Sindical quis dizer que ele, Paulinho, foi “preterido”, “enganado”, pelo colega de golpe contra a democracia. CUT e CTB se negam a reconhecer o governo golpista.

Paulinho da Força chegou a ser cogitado para o Ministério do Trabalho, mas, após o afastamento da presidente eleita, Dilma Rousseff (PT), Temer escolheu para o desconhecido deputado Ronaldo Nogueira (PTB-RS), o qual abriu vaga na Câmara para o suplente Cajar Nardes (PTB-RS) — irmão do ministro Carlos Augusto Nardes, do Tribunal de Contas da União (TCU).

Além de Paulinho da Força, quem também ficou chupando os dedos foi o deputado Alex Canziani (PTB-PR). O parlamentar paranaense já tinha montado equipe de transição, pedido contribuições sobre programas sociais para o ex-secretário estadual do Trabalho e atual Luiz Claudio Romanelli (PSB), líder do governador Beto Richa (PSDB) na Assembleia; Canziani também havia conversado com o vereador colombense José Renato Strapasson (PTB), o Pelé, suplente do deputado, sobre a “convocação” de Temer.

A seguir, leia matéria da Agência Brasil:

15 de Maio de 2016
por esmael
21 Comentários

Ah, se o povo soubesse como são feitas as linguiças e como Michel Temer formou o ministério do golpe…

temer_cunhaHá um ditado segundo o qual ninguém comeria linguiça se soubesse como ela é feita. A frase, com certa variação, é atribuída a Otto Von Bismark*, que unificou o império germânico no século XIX.

Agora, imagina se o povo descobrisse como o presidente interino Michel Temer (PMDB) formou seu “novo” ministério na última, quinta-feira 12, no pós-golpe de Estado…

16 de Abril de 2016
por esmael
65 Comentários

Véspera tem nova debandada

adalbertoO deputado Adalberto Cavalcanti (PTB-PE) é a mais nova defecção nos golpistas. Em carta, o parlamentar disse que votará contra o impeachment, neste domingo (17), porque não sabe cuspir no prato que comeu e porque defende a plenitude da democracia.

12 de Abril de 2016
por esmael
8 Comentários

Ex-senador Gim Argello é preso em Brasília na 28ª fase da Lava Jato

da Agência Brasil

O ex-senador Gim Argello foi preso preventivamente hoje (12), em Brasília, na 28º fase da Operação Lava Jato, sob suspeita de ter recebido propina em troca de sua atuação política em comissões parlamentares de inquérito que investigavam a Petrobras, informou o Ministério Público Federal do Paraná (MPF-PR).

Segundo o MPF-PR, a prisão do ex-senador foi autorizada após terem sido recolhidas provas de que ele recebeu R$ 5 milhões em propina da empreiteira UTC Engenharia, conforme depoimento do dirigente da empresa, Ricardo Pessoa, em delação premiada, à força-tarefa da Lava Jato.

Argello teria orientado o empreiteiro a destinar o dinheiro na forma de doações eleitorais aos diretórios nacionais de quatro partidos indicados por ele: DEM (R$ 1,7 milhão), PR (R$ 1 milhão), PMN (R$1,15 milhão) e PRTB (R$1,15 milhão). Em 2014, as siglas integravam uma coligação com o PTB, partido pelo qual o ex-senador tentava a reeleição.

O MPF-PR disse ter comprovado o depósito do dinheiro nas contas dos partidos por meio de recibos. Em 2014, Ricardo Pessoa não foi convocado para depor nem na CPI da Petrobras no Senado, nem na Comissão Parlamentar Mista de Inquérito que investigou a estatal. Gim Argello integrou ambas.

Outro indício contra o ex-senador foi encontrado no celular do executivo Léo Pinheiro, da empreiteira OAS, apreendido ainda na 7ª fase da Operação Lava Jato.

Em mensagens, trocadas com Otávio Marques de Azevedo, presidente da empreiteira Andrade Gutiérrez, é mencionado o pagamento de R$ 350 mil para uma paróquia frequentada por Argello, que recebeu a alcunha de “Alcoólico”, em uma referência à bebida destilada “gim”. O dinheiro teria ligação com a obra da Refinaria Abreu e Lima (RNEST), da Petrobras, em Pernambuco.

Pinheiro também não foi convocado a depor nas comissões que investigavam a Petrobras no Congresso.

Os procuradores dizem ter recolhido ainda outras provas que corroboram o pagamento de propina, tais como registros de ligações telefônicas e reuniões.

Vitória de Pirro

Deflagrada hoje, a 28º fase da Lava Jato recebeu o nome de Vitória de Pirro e cumpre 21 mandados judiciais em Brasília, Rio de Janeiro, Taguatinga (DF) e São Paulo.

Além da prisão preventiva de Gim Argello, estão sendo cumpridos outros dois mandados de prisão temporária e quatro de condução coercitiva – quando o investigado é levado para depor e depois liberado – além de 14 ordens judiciais de busca e apreensão.

São investigados os crimes de associação criminosa, concussão, corrupção ativa e lavagem de dinheiro. O nome dessa fase da Lava Jato faz referência ao rei Pirro (318 aC – 272 aC), de u

8 de dezembro de 2015
por admin
5 Comentários

Oposição registra chapa avulsa para comissão de impeachment

via Agência Brasil.

avulsa

Parlamentares de 13 partidos, entre oposição e alguns da base aliada, protocolaram hoje (8), às 13h50,  na Câmara, a chapa avulsa para compor a Comissão Especial que analisará o pedido deimpeachment da presidenta Dilma Rousseff, aceito semana passada pelo presidente da Casa, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Denominado Unindo o Brasil, o grupo se reuniu em frente ao Protocolo da Câmara, onde formalizou a entrega do documento. Os deputados Carlos Sampaio (PSDB-SP), Mendonça Filho (DEM-PE), Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA) e Rubens Bueno (PPS-PR) lideravam o movimento, que também tinha representantes do PHS, PTB, PSB, PP, PSC, PSD, PEN, PMB e Solidariedade.

Para ser aprovada, a chapa precisa do voto de 257 deputados em plenário. Ainda não há definição se a votação será aberta ou secreta.

Confira a lista protocolada na Secretaria-Geral da Mesa da Câmara:

20 de outubro de 2015
por admin
43 Comentários

Deputados da “bancada do camburão” querem instituir a mordaça nos professores do Paraná

mordaca

Um projeto de lei assinado por 13 deputados estaduais, da conhecida “bancada do camburão”, quer instituir a mordaça nas escolas proibindo os professores do Paraná de falarem sobre política, religião ou sexualidade nas salas de aula.

Sob a bandeira de uma pretensa neutralidade, o Projeto de Lei 748/2015, proíbe os educadores de emitirem opiniões, agredindo de forma absurda o princípio da liberdade intelectual conferido aos professores no exercício de sua profissão.

Os professores que descumprirem o que determina o PL, estarão sujeitos a punições previstas no estatuto dos servidores.

15 de setembro de 2015
por esmael
17 Comentários

Projeto na Câmara quer impedir candidatura de Lula nas eleições de 2018. Pode isso, Arnaldo?

volta_lulaA deputada Cristine Brasil (PTB-RJ), filha do delator do mensalão, Roberto Jefferson, que também puxou uma cana, apresentou uma PEC (Proposta de Emenda à Constituição) proibindo a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 2018. Leia mais

9 de junho de 2015
por esmael
19 Comentários

Fruet senta na cadeira do Palácio Iguaçu com 3 anos de antecedência

O jornal Valor Econômico, edição desta terça-feira (9), colocou o prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet (PDT), sentado na cadeira que hoje pertence ao governador Beto Richa (PSDB), no Palácio Iguaçu, com mais de 3 anos de antecedência.

Na entrevista, o jornal apresenta o pedetista como “terceira via” em 2018 na corrida pelo governo do Paraná. A conclusão do impresso se dá depois de afirmar que Fruet apaga incêndio causado com a repressão aos servidores públicos no Paraná.

“Para ganhar credibilidade leva-se muito tempo, mas para perder, é muito fácil”, observou o prefeito.

É verdade que o prefeito curitibano num lampejo de bom senso abriu as portas do Palácio 29 de Março, a sede do executivo municipal, para atender os mais de 200 feridos no esmagamento autorizado pelo vizinho Richa. Mas, como diria o saudoso humorista Chico Anysio, “não se nega um copo de água para ninguém que esteja com sede…”.

Antes de cruzar a Praça 29 de Abril, a antiga Praça Nossa Senhora Salete, no Centro Cívico, rumo ao terceiro andar do Palácio Iguaçu, Fruet terá que buscar a reeleição. Sondagens apontam 70% de rejeição ao prefeito e esse “número mágico” assanha oposicionistas que podem lançar candidatos em 2016.

Aliás, Gustavo Fruet sinaliza com quem não vai no ano que vem:

“Mais do que rejeição, o PT está despertando ódio e vai pagar um preço alto nas eleições municipais porque é uma rede que envolve pessoas que são referência não apenas para o partido, mas para a sociedade”.

Quem ficou feliz da vida com a “sentada” antecipada de Fruet na cadeira de Beto Richa é o empresário Joanir Zonta, dono da rede de supermercados Condor, que deverá vender muito desinfetante para os adversários do prefeito.

Os senadores Alvaro Dias (PSDB) e Roberto Requião (PMDB), a vice-governador Cida Borghetti (PROS) e o secretário Ratinho Junior (PSC) — pré-candidatos declarados ao governo em 2018 — dizem que vão desinfetar a cadeira ocupada pelo tucano. Primeiro para não serem contaminados pelo antecessor e pelo pretendente Fruet.

A história de desinfetar cadeira é recorrente ao ex-prefeito de São Paulo, Jânio Quadros (PTB), na eleição de 1986, depois que o principal adversário, Fernando Henrique Cardoso (PMDB), sentou no assento do gabinete na Prefeitura antes de vencer a disputa. Ou seja, o agora tucano se esqueceu de combinar a estratégia com os russos — como diria Garrincha –, no caso os eleitores paulistanos.

1 de Abril de 2015
por esmael
5 Comentários

PTB e PMDB discutem frente para a sucessão de Gustavo Fruet

fruet_pier_requiaoO deputado Requião Filho (PMDB) e o vereador curitibano Pier Petruzziello (PTB) se encontraram no início desta tarde na churrascaria Badida, no bairro Seminário. Os dois mancebos discutiram a criação de uma frente para disputa a sucessão do prefeito Gustavo Fruet (PDT). Leia mais

1 de Abril de 2015
por esmael
29 Comentários

Exclusivo: Justiça indefere afastamento do deputado Nelson Justus

justus_tjprO Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR) negou pedido de afastamento do deputado estadual Nelson Justus (DEM), acusado pelo Ministério Público de contratações irregulares, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro desviado da Assembleia entre os anos 2007 e 2010, quando presidia a Casa. O desfalque no erário seria de R$ 13 milhões. Leia mais