22 de maio de 2018
por esmael
Comentários desativados em Agora vai! José Eduardo Cardozo na defesa da Rodrimar

Agora vai! José Eduardo Cardozo na defesa da Rodrimar

O advogado José Eduardo Cardozo, ex-ministro da Justiça e ex-defensor de Dilma Rousseff no impeachment, é o novo reforço da Rodrimar — a empresa que atua no porto e é investigada se foi beneficiada por decreto de Michel Temer. Leia mais

1 de setembro de 2016
por esmael
44 Comentários

DILMA PEDE NO STF A ANULAÇÃO DO IMPEACHMENT; TEMER PODE VOLTAR À INTERINIDADE

do Brasil 247

dilma_stf_impeachmentA defesa de Dilma Rousseff entrou com mandado de segurança já nesta quinta-feira 1º junto ao Supremo Tribunal Federal (STF) questionando alguns pontos do processo de impeachment, concluído ontem, e pedindo a anulação do processo. A votação foi concluída na tarde desta quarta, com um placar de 61 votos a 20 a favor do afastamento definitivo de Dilma.

30 de agosto de 2016
por esmael
18 Comentários

“Foi 7 a 1 para a defesa de Dilma”

defesa_goleadaA defesa de Dilma Rousseff segue dando goleada no Senado. “Foi 7 a 1 para a defesa”, avaliou o senador Randolfe Rodrigues (REDE-AP) a após o pronunciamento do advogado José Eduardo Cardozo.

28 de agosto de 2016
por esmael
44 Comentários

Especialista em viradas, Requião garante: “Já viramos e vamos vencer essa parada”

requiao_dilmaO senador Roberto Requião (PMDB-PR) disse neste domingo (28), véspera da ida da presidente Dilma Rousseff ao Senado, que o golpe será derrotado com margem de segurança.

12 de agosto de 2016
por esmael
5 Comentários

Para salvar Cunha, golpe contra a democracia foi marcado para o dia 25 de agosto

dilma_temer_renan_cunhaO interino de Michel Temer (PMDB) vai ganhar “medalha de ouro” em nado sincronizado, pois conseguiu antecipar a votação do impeachment para o dia 25 de agosto e adiar a votação da cassação de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) para dia 12 de setembro. Tudo aos olhos do Supremo, que se finge de samambaia.

28 de julho de 2016
por esmael
7 Comentários

Leia a íntegra da defesa de Dilma Rousseff contra o impeachment no Senado

do Brasil 247

dilma_defesaA defesa da presidente eleita Dilma Rousseff entregou, nesta quinta-feira (28), na Comissão Processante do Impeachment no Senado, os documentos com as alegações finais do processo. A peça, com cerca de 500 páginas, foi entregue pelo ex-ministro da Justiça José Eduardo Cardozo, um dos advogados da defesa de Dilma.

20 de junho de 2016
por esmael
3 Comentários

Ao vivo: comissão do golpe segue ouvindo testemunhas no Senado

renato_janine_ribeiro_sergio_machadoDentre as testemunhas de defesa da presidente eleita Dilma Rousseff, o ex-ministro da Educação Renato Janine Ribeiro será ouvido na comissão do golpe no Senado.

O advogado José Eduardo Cardozo quer arrastar para dentro da comissão do golpe as gravações do ex-senador Sérgio Machado, ex-presidente da Transpertro, cuja delação premiada na Lava Jato implodiu o Palácio do Planalto.

O processo deverá se arrastar até início de agosto, coincidindo com a abertura dos Jogos Olímpicos no Rio. Abaixo, assista ao vivo:

4 de junho de 2016
por esmael
10 Comentários

Surpresa no Planalto: ministro da AGU é o 3º a despencar em três semanas de Michel Temer

Fábio_Medina_OsórioO ministro interino Fábio Medina Osório, nomeado para a Advocacia-Geral da União, surpreendentemente, é o terceiro a cair no governo provisório de Michel Temer (PMDB).

Surpreendente por que ele furou a fila dos degolados. Antes dele estavam Fátima Pelaes (Mulheres) e Ricardo Barros (PP-PR).

A queda do sucessor de José Eduardo Cardozo na AGU mantém o script de um ministro a menos por semana no governo do golpe.

O primeiro a ser defenestrado foi Romero Jucá (PMDB-RR), do Planejamento, e o segundo Fabiano Silveira, da Transparência.

Agora, só falta o próprio Temer cair. Não será por falta de ajuda, pois, neste sábado (4), às 15 horas, haverá manifestação pelo “Fora Temer” em Curitiba, às 15 horas, cuja palavra de ordem é “ai, ai, ai… ai, ai, ai… se empurrar o Temer cai!”.

Abaixo, leia os motivos dessa queda do ministro da AGU nos textos do Brasil 247 e pelo jornalista Jorge Bastos Moreno, colunista do Globo:

2 de junho de 2016
por esmael
21 Comentários

Cardozo se retira da comissão do golpe em protesto contra cerceamento de defesa

cardozo_comissao_golpe

O advogado-geral da União afastado, José Eduardo Cardozo, se retirou nesta quinta-feira (2) da comissão do impeachment no Senado em protesto contra o cerceamento de defesa da presidente eleita Dilma Rousseff.

Os golpistas, que são maioria na comissão, querem acelerar a votação. A Constituição prevê 180 dias para o processo, mas a tropa de Michel Temer (PMDB) quer reduzir esse tempo para apenas 40. Abaixo, assista ao vídeo:

11 de maio de 2016
por esmael
12 Comentários

Teori rejeita anulação do golpe

teoriO ministro Teori Zavascki, do Supremo, decidiu manter a marcha do golpe contra a presidente Dilma Rousseff.

O Senado discute a interrupção da democracia e do mandato da petista antes da votação, provavelmente à noite.

O advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo, buscou similaridade no argumento de Teori quando, na semana passada, conheceu em liminar “desvio de finalidade” ao afastar o deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) da presidência da Câmara.

10 de maio de 2016
por esmael
9 Comentários

STF pode anular o impeachment

cardozoA presidente Dilma Rousseff e o Advogado-Geral da União, José Eduardo Cardozo, vão ao Supremo pedir anulação do impeachment alegando que Eduardo Cunha (PMDB-PR) agiu com desvio de poder “a seu favor, a seu benefício” visando atrapalhar as investigações da Lava Jato e sua cassação no Conselho de Ética na Câmara.

Segundo Cardozo, Cunha cometeu desvio de poder ao abrir o processo de impeachment e isso ensejaria a anulação do rito de afastamento da presidente da República.

Além disso, o governo também apontará no STF a coação — ou pressão ilegítima — do presidente da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA), que revogou a anulação do impeachment na calada da noite sem dar uma explicação sequer.

9 de maio de 2016
por admin
1 Comentário

Cardozo diz que processo de impeachment é “insustentável”

cardozo

O ministro José Eduardo Cardozo, da Advocacia-Geral da União (AGU), afirmou hoje (9) que lhe parece “insustentável” que o processo de impeachment contra a presidenta Dilma Rousseff tenha continuidade no Senado após a anulação da votação do processo na Câmara pelo presidente interino da casa, Waldir Maranhão (PP-MA).

“Me parece insustentável a tese de que o Senado possa prosseguir sem que se reveja a decisão da Câmara”, disse o ministro durante entrevista coletiva antes da decisão do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), de não acatar a decisão de Waldir Maranhão e garantir a continuidade ao processo de impeachment.

9 de maio de 2016
por esmael
34 Comentários

STF mantém anulação do impeachment de Dilma

rosa_weberA ministra Rosa Weber, do Supremo, negou provimento a mandado de segurança e manteve a anulação do impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Segundo a magistrada, a decisão do presidente da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA), é uma decisão “interna corporis” e, portanto, não caberia intervenção da corte.

Em entrevista coletiva, o ministro da AGU, José Eduardo Cardozo, disse que a votação deverá recomeçar do zero na Câmara.

A ministra do STF respondeu à ação de um advogado de Santa Catarina, mas, pelo teor da decisão, abre o precedente para entendimentos posteriores de que a anulação do impeachment é uma questão “interna corporis”, ou seja, da própria Câmara.

A seguir, leia a íntegra da nota de Waldir Maranhão:

18 de abril de 2016
por esmael
9 Comentários

Dilma fará pronunciamento

cardozo_coletivaO ministro da AGU, José Eduardo Cardozo, ao analisar a votação na Câmara, na madrugada de hoje, reafirmou convicção de que se trata de um golpe de Estado. O advogado adiantou que a presidente Dilma Rousseff fará um pronunciamento à Nação nesta segunda-feira, 18. Abaixo, a íntegra da coletiva de Cardozo: